História Crônicas de Afrodite de Peixes - Capítulo 59


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Tags Drama, Família, Romance, Saint Seiya
Visualizações 9
Palavras 2.714
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal! Estamos de volta com mais um capítulo emocionante dessa história. Meg assassinou Isidoro deixando Këridan triste e ao mesmo tempo furioso, mas Meg, juntamente com Margul, acabaram raptando o pisciano juntamente com Athena. E agora, o que vai acontecer a nosso herói e sua deusa? Como o Santuário irá lidar com essa situação?
Bom, vamos lá descobrir. Bora ler!!!

Capítulo 59 - Céu vermelho - Parte I


Fanfic / Fanfiction Crônicas de Afrodite de Peixes - Capítulo 59 - Céu vermelho - Parte I

Os Stm finalmente se aproximaram alcançando assim as dependências do Santuário de Athena. Cavaleiros e Amazonas e também os guerreiros de Poseidon e Hades já estavam a postos para recebe-los, assim também como a deusa Nike considerada por muitos a própria vitória, estava à frente de seu exército enchendo o coração de cada um de esperança.

Até mesmo os aspirantes a cavaleiros entraram na batalha naquela noite e muitos ficaram feridos pois eram ataques rápidos, violentos e cruéis. Somente os cavaleiros mais experientes conseguiram se manter de pé em meio àquela batalha sangrenta. Os povos que residiam nas Vilas que ficavam no entorno do Santuário se escondiam e procuravam defender-se como podiam, muitos não tinham nem sequer a chance de correr.

De repente em meio ao calor da batalha um sentimento peculiar começou a brotar no coração do cavaleiro de Pégaso fazendo com que ele duvidasse da integridade do cavaleiro de ouro Afrodite de Peixes. Ele então relatou que estava sentindo a Hyoga de cisne.

Quer saber Hyoga! Eu acho muito estranho a Saori ter sido sequestrada e o Afrodite ter sumido juntamente com ela!!! Estou começando a desconfiar que ele tem alguma coisa a ver com isso!!!

Você não acha que pode estar exagerando um pouco quanto essa dedução, Seiya? — perguntou o Hyoga achando estranho a atitude do amigo.

Claro que não é exagero! Uma vez Afrodite juntamente com a maioria dos cavaleiros de ouro tentaram matar Athena, está lembrado?! — Seiya disse enquanto arremessava para longe um Stm.

Pietro que estava próximo aos dois não deixou de ouvir as palavras do cavaleiro de Pégaso e também não gostou de sua atitude. Ele aproximou-se dos dois tem que sair a menos esperasse ele foi empurrado levemente pelo cavaleiro de ouro de câncer.

Não diga isso nem de brincadeira Pégaso!!! Você já decidiu conta do tamanho da idiotice que acabou de pronunciar?! — disse Máscara da Morte em um tom de correção ao cavaleiro de bronze. — Meu irmão, assim como todos nós, é fiel a Athena e jamais seria capaz de traí-la!!

Mas ele já traiu uma vez, não seria surpresa se voltasse a fazer!!!

Pietro irou-se com o Pégaso e armou seu punho para o atacar, porém foi impedido por Saga de gêmeos.

Parem com isso agora mesmo vocês dois!!! Por acaso não vêm que é exatamente esse tipo de comportamento que eles querem!!! Agredindo um ao outro, vocês dois estão fazendo exatamente o que os Gahad´s querem que façam!!! Parem com essa tolice e comporte-se como cavaleiros de bronze e de ouro que vocês são! Máscara da morte você é um cavaleiro de ouro e você Seiya, além de ser um cavaleiro de bronze, você é o guardião pessoal de Athena! Comporte-se de acordo com a posição que lhe foi conferida!!!!

Quando Saga conseguiu conter os ânimos entre Máscara da morte e Seiya de Pégaso no mesmo instante uma horda de Stm partiram para cima dos quatro cavaleiros, porém algo inusitado aconteceu. Uma luz brilhante de repente surgiu no céu e da mesma saiu uma rajada de energia que varre o cosmo negro daqueles soldados para longe dos cavaleiros. Para surpresa de todos o ataque foi desferido pelos três anjos da deusa Ártemis.

Thoma, Odisseu, Teseu?!!! Que surpresa ver vocês três por aqui! — disse o Pégaso contente ao ver os três novamente, pois é a última vez que lutaram juntos foi durante a batalha do Olimpo onde Nedver estava prestes a assassinar as deusas Héstia Deméter.

Nossa deusa Ártemis nos enviou até aqui para lutar a seu lado, Saga de gêmeos!!! — disse Ícaro em nome de seus companheiros.

É uma grande honra receber pessoalmente ajuda da Nobre deusa da Lua! Diga a ela que agradeço imensamente, mas agora não há tempo para cumprimentos pois uma horda maior que a anterior está vindo em nossa direção!!!

Os cavaleiros juntamente com os anjos de Ártemis se posicionaram e uma grande luta aconteceu naquela região do Santuário, porém os cavaleiros de Athena e dos anjos de Ártemis conseguiram derrota-los em um belo trabalho em equipe.

— Esses Stm parecem uma praga de vespas!! — refutou Hyoga, lançando seu poderoso pó de Diamante.

Isso é por que eles se alimentam do cosmo maligno de seu mestre, Hyoga!!!! — respondeu Seiya lançando seu meteoro de Pégaso.

Enquanto a batalha se desenrolava no santuário, Urs se preparava para dormir quando de repente foi surpreendido por um raio que caiu bem no meio de sua sala. O rapaz olhou para o teto e viu apenas um buraco e a olhar novamente para frente deparou-se com o soberano do Olimpo de pé olhando para ele.

Grande Zeus, a que devo a honra de sua presença em meu humilde lar?! — perguntou Urs. — Se bem que essa sua entrada foi da hora, mas agora eu vou precisar arranjar uma boa desculpa para o meu patrão para explicar o buraco no teto!!!

Sinto muito por lhe causar este pequeno prejuízo, Urs!! Mas a minha vinda até aqui não foi uma visita de cortesia! — respondeu o soberano dos deuses.

Eu senti uma perturbação no cosmos vinda diretamente da Grécia, eu suponho que essa perturbação seja o motivo de você está aqui, não é mesmo?!! — Urs responde já sentindo-se mais familiarizado a Zeus.

Você está coberto de razão! Mas a perturbação no Cosmo que você sentiu vai muito além do que você está pensando! Nesse exato momento o Santuário está sendo atacado por uma horda de Stm comandados por Margul e os cavaleiros de Athena juntamente com guerreiros de Poseidon Hades e Ártemis estão lutando para conter seu avanço. Eles precisam fazer de tudo para derrotá-los ali mesmo caso contrário, vão perder o Santuário e consequentemente a Terra!!! — dizia o soberano do Olimpo enquanto mostrava tudo o que acontecia no Santuário através de uma esfera de energia que mais parecia ser feita de vidro.

Então eu devo ir para lá agora mesmo, pois tenho certeza de que minha irmã também está lutando ao lado dos cavaleiros! Jurei que defenderia a humanidade ao lado dela e assim o farei. Estou indo!

No instante em que Urs preparava-se para se transformar, Zeus o adverte dizendo que ele deve lutar nesta batalha, mas em outro campo.

Se não é para eu ir ao Santuário lutar ao lado dos cavaleiros, então o que eu devo fazer, Zeus?! — perguntou o jovem sem entender o que estava se passando.

Athena foi sequestrada e levada para uma dimensão onde nem mesmo o grande mestre sabe onde fica! Mas eu sei para onde ela foi levada, porém não posso ir até lá! Por isso eu preciso que você use todo o seu poder para resgatá-la e trazê-la de volta... só assim o equilíbrio será restaurado! — disse Zeus olhando para o céu.

Urs olha para Zeus levando a mão ao queixo. Ele recorda das vezes em que jurou sua fidelidade a Zeus e recebia as missões mais inusitadas do soberano dos deuses.

E como você quer que eu faça para encontrar Athena? Tem alguma instrução especial, algo que eu devo fazer?! — perguntou novamente o jovem. Foi quando ele viu que Zeus trazia em suas mãos um estranho objeto, uma lança semelhante a uma alabarda.

Segure isso! — disse Zeus entregando objeto nas mãos de Urs. — Esse artefato que você vê é uma chave que foi forjada através dos cosmos de Poseidon, Hades e do meu há muitas eras atrás! Você vai até o Santuário e abaixo do templo de Athena você vai ver que existe uma caverna! Você deverá seguir o túnel que fica à direita de uma estátua de Dionísio no final desse túnel. No final do túnel há uma pedra escarlate mais ou menos do seu tamanho. Você irá tocar nela com esta chave e no instante em que o fizer você será levado até a dimensão onde Athena se encontra! Então o resto será com você, mas só lhe peço uma coisa, traga minha filha de volta sã e salva e eu darei o que você quiser!!!

Urs entende perfeitamente as instruções do Senhor do Olimpo. Após orientá-lo Zeus se despede desaparecendo novamente em meio a um poderoso raio. Urs não perde tempo e assume sua aparência de Cratos, o supremo poder.

No mesmo instante em que Urs estava se transformando, Alexander entra na sala de seu motorista e se depara com o jovem sendo envolvido por uma armadura brilhante e dourada e um par de asas brancas e luminosas.

Urs olha para Alexander e sem tempo para explicar o que estava acontecendo, ele levanta voo abrindo assim um buraco no teto ainda maior do que o que foi feito por Zeus. Assustado Alexander corre para fora e é amparado por sua irmã Eva que também se assusta ao ver o estado de pânico em que se encontrava o irmão.

Pelo amor de Deus Alexander o que está acontecendo com você?! O que foi que houve parece que viu um fantasma?! — perguntou Eva segurando no rosto do seu irmão.

Meu Deus, Eva! Você não vai acreditar no que eu acabei de ver… é magnífico, é assustador… é….

Ao dizer essas palavras Alexander cai desmaiado. Eva grita por ajuda e sua principal reação foi entrar na casa de Urs e pedir socorro, mas ela não encontrou nada além de um buraco enorme no teto. Seu mordomo Olson chega e chama os demais empregados para que eles levem Alexander até os seus aposentos e Eva chama um médico para examinar o irmão.

***

Ao sobrevoar o Santuário, Cratos fica admirado ao ver o tamanho da destruição que se instaura no local, porém ele também percebe que os cavaleiros de Athena estão se sobressaindo contra os guerreiros enviados por Margul. Ele vai direto ao templo de Athena e logo abaixo encontra a caverna mencionada por Zeus. Ele entra na caverna e a direita da estátua de Dionísio ele enxerga um túnel escuro. Cratos segue pelo túnel e em seu final se deparando com a pedra escarlate também mencionada pelo Senhor do Olimpo.

Bom agora é só tocar nessa pedrinha com essa coisa aqui e färdig (pronto), estarei à bilhões de anos-luz de distância da Terra! Talvez essa seja uma aventura que você sempre desejou viver Urs! Bom, och där går vi (E lá vou eu)!!!!

***

No universo para onde Athena e Këridan foram levados por Margul, Meg estava prestes a concretizar sua vingança ao aceitar a proposta feita pelo cavaleiro de ouro de peixes, porém Margul não concordou já que o plano da Gaha´d era matar Athena e seu cavaleiro e em seguida retornar à Terra, conquistar o Santuário provando de lealdade ao seu misterioso Senhor.

Mas você não me disse que o plano nisso tudo era assassinar Athena! Era apenas pará-la, fazer com que ela fosse retirada de seu posto para que você e seu mestre pudesse governar a Terra com paz e justiça! — exclamou Meg confusa.

Você já foi longe demais para desistir agora Meg! Athena não irá perdoá-la pelo que fez, mas eu dou a você a chance de fazer justiça pelo sangue inocente de sua filha que foi derramado! É a chance de você fazer o que quiser com o cavaleiro de ouro de peixes e eu com Athena!!!

Você tem toda razão Margul! O meu plano não tem mais volta! Eu matei Isidoro e abri passagem para esta dimensão para trazer Athena e Afrodite até aqui! Agora tudo o que me resta é concretizar a minha vingança em nome de minha filha Selene, mesmo que isso me custe o perdão de Athena!! — respondeu Meg deixando novamente o rancor tomar conta de seu coração.

Não faça isso Meg! Eu também já me voltei contra Athena um dia, mas me arrependi no último minuto e hoje estou aqui lutando pela paz e pela justiça! Faça o mesmo que eu, lute por aquilo que é certo não importando as consequências, mostre que você é humana Meg, mostre que você está do lado daquilo que é certo, daquilo que é justo! — disse Afrodite de Peixes, mas foi surpreendido por um golpe certeiro de Margul que o arremessou alguns metros de onde ele estava.

Afrodite!!! - gritou Athena assustada pois nem ela e nem o cavaleiro esperavam esse ataque.

Agora é a sua vez Athena!!! — Margul estende sua mão na direção da deusa, erguendo-a do chão e lançando contra ela um tipo de corrente de energia que ao tocar o corpo de Athena a deusa sente sua Cosmo energia sendo drenada.

O que está fazendo Margul?! — perguntou Meg.

Vou drenar toda Cosmo energia de Athena e deixá-la aqui nesse lugar perdida para todo sempre! — dizia Margul em meio a risos.

Só passando por cima do meu cadáver! — disse Keridan que uma investida na velocidade da luz arremessa Margul para longe.

A Gaha´d que não se dá por vencida, de igual modo avança contra Afrodite de Peixes dando-lhe socos mais rápidos que a velocidade da luz, dos quais poucos o cavaleiro pode se esquivar. Athena observava tudo, mas presa pelas correntes de energia ela nada podia fazer senão apenas assistir toda aquela atrocidade.

Você pode ser forte, mas sabe que não é capaz de me vencer!

Após dizer essas palavras Afrodite eleva seu cosmo até o infinito, uma energia tão poderosa que deixa a Meg e Margot atônita com seu poder. Margul tenta bloquear a cosmo energia de Këridan lançando uma rajada de energia esverdeada que arremessa novamente o cavaleiro para longe. Afrodite cai no chão bastante machucado, mas mesmo em meio à dor ele se levanta e seu instinto de proteger a deusa Athena fala mais alto.

Eu já disse a você que não me darei por vencido! Você só fará mal a Athena passando por cima de mim!!! ELEVE MEU COSMO! EXPLODA ATÉ O INFINITO! ROSAS DIABÓLICAS REAIS!

No mesmo instante em que Afrodite lança suas rosas diabólicas reais, Margul cria em sua volta um escudo de energia, porém sem sucesso fazendo com que ela se esquive para não ser atingida.

Maldito, você vai pagar por isso!!!

Antes que Afrodite se posicionasse para um novo ataque, Margul lança suas garras da destruição atingindo o ombro exposto do cavaleiro. Ele cai parcialmente no chão apoiando-se em seus joelhos, mas se levanta novamente. O cavaleiro mais uma vez eleva seu cosmo, mas dessa vez algo jamais visto por Margul acontece. Enquanto o cosmo de Afrodite se eleva Margul nota que o cavaleiro está sendo envolvido por outro cosmo, era o de Athena e a armadura de ouro do cavaleiro se converte na poderosa armadura Divina de peixes.

Ora que efeitos maravilhosos! Já ouvi relatos das armaduras divinas antes, mas sinceramente isso não muda nada, pois vou destruir você aqui e agora!!!

Meg assisti tudo esperando o exato momento em que Margul entregaria seu inimigo em suas mãos. Margul então faz surgir entre suas mãos uma esfera Negra onde nela estava acumulada todo o ódio e amargura que alguém pudesse carregar em seu coração. Afrodite percebe que a esfera está sendo alimentada pelo cosmo negro que emanava do coração de Meg.

Toda essa energia Negra está em você Meg?! — perguntou Afrodite olhando para a conselheira.

Essa é a dor que você plantou em meu coração no dia em que matou minha filha!! — respondeu Meg com muito ódio no olhar.

Afrodite se coloca em posição de defesa e Margul lança contra ele a esfera Negra. O cavaleiro cria em torno de si uma barreira de rosas que faz com que ele desaparece entre a névoa, porém essa técnica se tornou ineficaz diante do ataque de Margul, uma vez que a esfera continua alimentada pelo ódio do coração de um ser humano combinado com o poder desconhecido de Apófis. A esfera acertou o cavaleiro de ouro de peixes em cheio que seu poder, mas sem sucesso. Ele percebe que a energia Negra está envolvendo toda sua armadura e o inesperado acontece. A armadura de peixes foi completamente despedaçada deixando o cavaleiro de ouro nu, fraco e desprotegido.

AFRODITE!!! - gritou Athena tentando desprender-se das correntes de energia!

É inútil Athena! Você pode tentar se soltar da maneira que quiser, mas você não tem o poder de se libertar das minhas correntes da perdição!!! — dizia Margul olhando para Afrodite caído no chão completamente indefeso. — Agora é a sua vez Meg! Eu cumpri a minha promessa... você pode ter a sua tão merecida vingança.

<<<CONTINUA>>>


Notas Finais


Meu Zeus! O que foi isso minha gente? Zeus interviu para ajudar a filha que sua vez, precisa mesmo de ajuda. Não somente Athena, mas Këidan que teve sua armadura destruída. Conseguira Cratos salvá-los?
Bom, até a próxima pessoal, se Deus quiser!

As imagens utilizadas têm seus créditos voltados aos seus criadores! https://www.youtube.com/watch?v=6qTghUgMOeY Tema do capítulo - Impossible de Thomas Bergersen.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...