1. Spirit Fanfics >
  2. Crônicas dos Duelos: Reino dos Duelistas >
  3. Estrondo do trovão.

História Crônicas dos Duelos: Reino dos Duelistas - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Estrondo do trovão.



Antes de sairmos da Vila New Dawn, usamos nossas moedas para comprar cada uma mochila para viagem, algumas frutas e água, restando somente 2 moedas cada um de nós.

- Elias : Até que as coisas foram baratas. – falo enquanto começamos a adentrar pela floresta.

- Bianca : E sim, e tomara que consigamos manter essas moedas para não passar necessidades aqui.

- Chaos : Qual e se animem. – ela fala indo mais a frente. – E como uma exploração ou um acampamento.

- Elias : Contra nossa vontade não e tão divertido.

- Chaos : E só ver o lado bom das coisas seu chato. – ela resmunga, fazendo Bianca rir da gente.

- Bianca : Engraçado vocês dois, porque a Chaos fica aqui tanto tempo? Pelo que vi tanto minha Dunames como os dos outros não ficam sempre com seus parceiros. – ela fala curiosa.

- Chaos : Nossa Biazinha está achando ruim eu ficar aqui com vocês? – ela faz bico.

- Bianca : Não! Não quis dizer isso desculpa. – Chaos começa a rir.

- Chaos : Eu sei estou brincando contigo, a isso e opcional, ficamos o tempo que quisermos aqui, mas eu prefiro ficar assim porque e melhor do que como era antes... – ela fala meio cabisbaixa.

- Bianca : Eu não entendo... – suspiro com um leve sorriso.

- Chaos : Vamos deixar isso pra lá né? – ela volta a falar animada, enquanto seguimos pela trilha, alguém nos acompanhava entre as árvores ao longe, enquanto a tarde começava a cair, nos tomamos com mais duas formas humanoides e tivemos que duelar cada um com elas, as derrotando para poder avançar, Bianca com mais essa vitória chegava no nível 3 enquanto eu acumulava para chegar nele, após o duelo achamos uma área campada da floresta com um pequeno riacho e decidimos passar a noite ali.

- Elias : Eu vou buscar alguma coisa pra fazer uma fogueira e vocês duas preparam o lugar pra gente passar a noite. – elas concordam enquanto eu entro novamente pela floresta procurando galhos e folhas mais secos, depois de juntar um bocado de gravetos, faço o caminho de volta, mas não antes de perceber uma forma passar por entre as árvores, paro e fico olhado na direção do movimento para tentar ver algo mas não encontro nada, decidindo voltar depressa, ao chegar as garotas haviam ajeitado algumas pedras num círculo e entendido cobertores na grama, preparando ao galhos e tendo que aguentar as risadas delas porque não conseguia fazer o fogo acender, finalmente ficamos sentados de frente a fogueira enquanto a noite escurecia cada vez mais.

- Bianca : Espero que voltemos para casa. – ela fala triste se encolhendo com as pernas, a Chaos se senta ao seu lado e a abraça, ficando em silêncio até pegarmos no sono.

Ao longe entre as árvores, alguém nos observava por entre as árvores, com um manto azul escuro cobrindo o rosto e usando uma máscara negra que cobria a parte superior do rosto com capuz sobre a cabeça, após a noite de sono, acordava me esticando bocejando, até que um barulho como de uma explosão ecoou pelo lugar.

- Chaos : O que foi isso? – ela se senta assustada, Bianca também se senta sonolenta pondo os óculos.

- Elias : Deve ter sido de algum duelo. – falo já ficando de pé, então outra explosão ocorre, por impulso sigo na direção do barulho pegando meu disco de duelo. – arrumem as coisas rápido! – falo pondo o disco e correndo por entre as árvores, depois de uns segundos alcanço um caminho, e nele havia um rapaz que se levantava assustado e corria enquanto uma figura usando um manto azul escuro com capuz e máscara estava parado no meio do caminho. – o que você fez? E mais algum dos desafios desse mundo maluco? – falo chamando sua atenção, que se vira me encarando por baixo da máscara em forma de estrela, Chaos e Bianca m alcançam e ficam mais atrás.

- Mais alguns para serem minhas presas. - O estranho comenta com uma voz ameaçadora. – estava esperando o momento certo para ir até vocês, Mas já que vieram...

- Elias : Você quer um duelo? Tudo bem então. – falo ligando meu disco de duelo. – já que você parece ser um duelista também, posso saber seu nome?

- Meu nome não importa. – ele retruca tirando o capuz mostrando o cabelo cacheados loiro. – o que importa e o duelo!

- Duelo! – falamos ao mesmo tempo.

- Elias : No começo do duelo uso minha Habilidade Call of Chaos que faz uma carta ser acionada ao meu Extra deck.

- Que carta será não e mesmo? – ela olha pra Chaos com um sorriso leve. – eu também uso minha Habilidade, a Discharge. – o baralho dele também brilha. – três monstros com o mesmo nome são adicionados ao meu baralho.

- Chaos : Três monstros? Tome cuidado Elias, ele parece já esta num nível maior que o seu.

- Isso mesmo, enquanto vocês davam uma de escoteiros, eu estava ralando pra dar o fora daqui o mais rápido possível, já cheguei no nível 6 e tenho cartas superiores as suas.

- Elias : Nível 6? – falo espantando. – “ele deve duelar muito bem.”

- Vamos logo com isso, eu invoco em modo de ataque meu Eletric Lizard! – um lagarto roxo envolto de estática surgiu. – Sua vez.

Eletric Lizard – Thunder/Effect, Nível 3, Light, Atk 850 Def 800

- Elias : Eu puxo! Muito bem, eu invoco meu Unknown Warrior of Fiend! – o guerreiro de pele azulada e duas laminas saindo dos pulsos surgiu a minha frente.

Unknown Warrior of Fiend – Warrior/ Normal, Nível 3, Dark, Atk 1000 Def 500

- Elias : Ataque o Eletric Lizard! – o guerreiro golpeia o lagarto o destruindo.

- Elias : 4000/ ? : 3850

- Você ativo o efeito do Lizard, o monstro que o destruiu em batalha não pode atacar no seu próximo turno.

- Elias : Eu encerro minha vez.

- Eu puxo! – Ele olha a carta e sorri. – Normal chamo meu Wattkid. – um pequeno besouro vermelho sobre suas patas surgiu usando uma capa amarela. – Sua vez.

Wattkid – Thunder/Normal, Nível 3, Light, Atk 1000 Def 500

- Elias : Puxo! “Ele deve estar planejando algo.” Invoco minha Fairywitch em modo de defesa e encerro. - uma garota de asas rosas surgiu usando um roupão vermelho com gorro sobre o cabelos loiros e segurando uma vassoura. – “Com a minha Galaxy Serpent na minha mão, no meu próximo turno posso invocar minha Chaos Goddess e terminar logo com isso.” – penso confiante.

Fairywitch - Spellcaster/ Normal, Nível 3, Dark, Nível 3, Atk 800 Def 1000

- Bianca : Você vai conseguir Irmãozão! – Ela fala me animando, enquanto Chaos observava o rapaz de braços cruzados.

- Eu puxo! Era isso que precisava, seu tempo acabou, ativo o efeito do Thunder Dragon na minha mão!

- Elias : O que?!

- Ao descartar ele da mão ao cemitério posso adicionar mais duas cópias dele do baralho a mão. – ela pega duas cartas e embaralha.

- Elias : Então quer dizer que...

- Isso mesmo, eu ativo a carta mágica Polymerization! Com ela vou fundir meus dois Thunder Dragons na mão! – dois dragões verdes alongados surgem em campo e entram num vortex brilhante acima da gente. – Receba essa carga elétrica e descarregue em nossos obstáculos! Fusion Summon! Apareça Twin-Headed Thunder Dragon! – do vortex surge um dragão avermelhado alongado, com um chifre longo que se erguia da ponta do focinho, uma enorme boca e uma segunda boca na altura da nuca.

Twin-Headed Thunder Dragon – Thunder/Fusion, Nível 7, Light, Atk 2800 Def 2100

- Bianca : Minha nossa! Um monstro com 2800 de ataque de forma tão simples?!

- Chaos : Esses Thunder Dragon em começo de jogos normalmente são muito apelões e forte justamente por isso. – ela fala séria.

- Bianca : Quer dizer que o Irmãozão vai perder?

- Chaos : Se ele usar a carta certa pode conseguir lidar com isso, agora a questão e se ele vai conseguir a tempo.

- Elias : Eu não esperava por algo assim tão cedo, realmente você está se esforçando pra chegar ao nível 50. – falo depois de me recuperar do susto. – mas isso não e desculpa para simplesmente duelar para derrotar os oponentes, mas sim ter um bom duelo com eles.

- Isso pode se aplicar no nosso mundo, mas aqui e diferente, fomos arrastados contra nossa vontade e temos que fazer o possível pra sair daqui.

- Elias : Esta errado.

- Não tenho tempo pra sermões, equipo meu Wattkid com a Electro-Whip. – um chicote elétrico surge na mão do besouro. – ele aumenta 300 se ataque e defesa de um monstro Thunder, vá Wattkid e destruía a Fairywitch! – a garota e golpeada pelo chicote elétrico a destruindo. – Agora Twin-Headed ataque o guerreiro dele! – o dragão dispara das duas bocas uma rajada de estática enorme que destrói o meu guerreiro e causa uma bela explosão de estática. – encerro.

- Elias : 2200/ ? : 3850.

- Bianca : Você está bem?

- Elias : Estou sim. – falo a acalmando.

- Se renda logo e nos poupe de jogadas defensivas que só vão nos atrasar, com um baralho tão simples não tem como invocar sua deusa rápido, e mesmo que conseguisse ela não seria capaz de deter meu monstro.

- Elias : Não vou me render. – ponho a mão sobre o baralho. – Eu sei que está com medo de estar aqui, eu também estou, mas temos que trabalhar juntos para sairmos daqui e não usar os outros de escada. – ela cerra os punhos furioso.

- Você não entende... ninguém entende, ninguém não sabe nada do que preciso fazer, e se aqui preciso fazer o que faço para meu bem então vou continuar!

- Elias : Não vou aceitar essa atitude! Puxo! – puxo a carta e a olho. – Vou te mostrar que num duelo, tudo pode acontecer, e é isso que duelistas tem que aproveitar! Invoco minha Galaxy Serpent em modo de ataque! - Uma serpente luminosa com asas surgiu.

Galaxy Serpent – Dragon/Normal/Tuner, Nível 2, Light, Atk 1000 Def 0

- Chaos : ele conseguiu. – ela sorri aliviada.

- O que você pensa em fazer?

- Elias : Isso aqui, equipo minha carta mágica Amulet of Ambition! – o rapaz se espanta. – ela se equipa a um monstro normal, e quando ele batalhar com um monstro de nível mais alto, ele ganha 500 de ataque vezes a diferença de níveis! Vá Galaxy Serpent e ataque o Twin-Headed Thunder Dragon! – a serpente voa alto e dispara uma onda luminosa contra o dragão. – e já que a diferença dos níveis e 5, então ela ganha um impulso de 2500 a deixando com 3500! – a onda luminosa acerta o dragão o destruindo, deixando o rapaz em choque.

- Elias : 2200/ ? : 3150

- Elias : Eu encerro minha vez. – falo esperando a vez dele, que estava de cabeça baixa, então ele pôs a mão sobre o baralho, fazendo com que nossos monstros sumissem. – o que? Porque está se rendendo?!

- Você derrotou meu melhor monstro, e o que tenho não derrota sua serpente. – ele se vira e começa a caminha.

- Elias : Espera! Você não apendeu nada? – ele para e me olha sobre o ombro.

- Eu não tenho tempo pra isso. – ele volta a caminhar. – mas eu vou cobrar esse duelo. – ele fala isso e entra por entre as árvores caminhando, Chaos e Bianca se aproximam enquanto minha barra de experiência surgia do peito e carregava chegando no nível 3.

- Bianca : O que será que você vai ganhar? – olhamos o baú que se abria e mostrava uma espera amarela.

- Chaos : Isso e uma habilidade nova, muito bem. – pego a esfera que desaparece em minha mão. – mas você só pode usar uma habilidade por baralho.

- Elias : Pois e, e eu não vou tirar a que uso porque e o jeito que tenho pra ter você os duelos.

 - Bianca : A então vocês tem que achar a carta da Chaos Goddess em algum lugar! – ela fala animada enquanto começamos a seguir caminhada novamente, ao longe dentre as árvores, o rapaz mascarado os observava.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...