História Crônicas dos Semideuses - Livro 1 - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo
Personagens Annabeth Chase, Hades, Jason Grace, Nico di Angelo, Percy Jackson, Perséfone, Piper Mclean, Poseidon
Tags Acampamento Meio Sangue, Primordiais
Visualizações 76
Palavras 405
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente!
Eu sei que fiquei muito tempo sumida, mas tive alguns problemas sérios e estou me recuperando agora.
Eu sei que a maioria dos deuses da lista são desconhecidos ou esquecidos por não se ter muitas informações sobre eles.
Por isso, os próximos capítulos serão sobre eles, dando uma breve explicação. Alguns quase não tem informações completas ou mais de uma versão sobre o mesmo acontecimento.

Capítulo 2 - Eos


Fanfic / Fanfiction Crônicas dos Semideuses - Livro 1 - Capítulo 2 - Eos

Deusa da manhã e do amanhecer e do entardecer, filha dos titãs Hipérion e Teia, irmã de Hélio (titã do Sol) e Selene (titã da Lua). Junto com Astreu (titã filho de Euríbia e Crio), tiveram os Anemoi, deuses dos ventos: Bóreas (o Vento Norte), Noto (o Vento Sul), Zéfiro (o Vento Oeste) e Euro (o Vento Leste).

É descrita como uma jovem ágil, graciosa, bela e despreocupada com as unhas tingidas de rosa. Vive amores intensos e efêmeros. Sua carruagem é puxada por dois cavalos alados, Lampo e Faetonte. Responsável também pelo brilho do Sol e das tonalidades do Céu, Eos é a deusa que desperta as pessoas e criaturas dos mais profundos sonhos e derrama orvalho nas folhas, sendo mais conhecida por ser a deusa especialmente do amanhecer. Eos abre o céu para as passagens dos carros de Hélio e Selene. Desta maneira, as luzes coloridas da alvorada e do crepúsculo são associadas a ela.

Na Grécia, esta idéia era invocada quando do falecimento de um rei ou herói, após o ritual do sepultamento. Na épica, Eos marca o termo de um funeral. Quando ela se ergueu sobre a pira de Pátroclo, em Tróia, os ventos recolheram-se a seus antros e Aquiles foi libertado do pranto, caindo no sono. Nos funerais de Heitor, igualmente sua túnica cor de açafrão apagou as chamas e extinguiu os lamentos.

Por obra de Afrodite, Eos raptou o gigante Órion, filho de Euríale e Poseidon e o transportou para a ilha de Delos. Órion, porém, foi morto por Ártemis porque tentou violentar a virgem hiperbórea Ópis, que fazia parte do cortejo da deusa da caça.

Eos arrebatou, em seguida, o jovem Céfalo, filho de Herse e Hermes, e o levou para a Síria. Desse amor teria nascido Faetonte, que na versão mais conhecida é filho de Hélio, o Sol.

Eos também raptou o belo troiano Titono, filho de Laomedonte e de Leucipe ou de Estrimo, filha esta última do rio Escamandro. De qualquer forma, Titono é o irmão mais velho de Príamo. Fugiu com o amado para a Etiópia e lhe deu dois filhos, Emátion e Mêmnon, que se tornou rei dos etíopes e morreu lutando contra Aquiles em Tróia. Apaixonada pelo marido, suplicou a Zeus que o tornasse imortal, mas se esqueceu de pedir para o mesmo a juventude eterna. Desse modo, Titono envelheceu a ponto de perder a aparência de homem, transformando-se em uma cigarra dessecada.


Notas Finais


Qualquer dúvida perguntem e espero que gostem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...