1. Spirit Fanfics >
  2. Cronostase - Em busca dos deuses >
  3. Um pedaço do céu

História Cronostase - Em busca dos deuses - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, estou aqui para lhes apresentae mais uma historia, espero que gostem e boa leitura, recomendo escutar uma musica para ler

Capítulo 1 - Um pedaço do céu


"A algum tempo um ser de longas asas, uma aureola e uma aparência humanoide caiu na terra, em uma grande cidade, e este foi o ponto de partida para aquilo que mudaria o mundo por completo, aquele ser foi chamando de "O primeiro anjo". Ele inicialmente não parecia hostil, parecia uma estátua, imóvel, não esboçava emoções, ele atrai pessoas, que vieram filmar, tirar fotos, repórteres de todo o mundo vieram o ver, e ele se tornou uma atração

Outros anjos caíram, explosões foram ouvidas em montanhas e cavernas, algo estava acontecendo, e com total certeza não era no mundo humano

Assim como repentinamente os anjos apareceram, eles também começaram a atacar sem motivos, usando as forças da natureza, manipulando a gravidade, começaram a criar o caos

E assim como os anjos um homem peculiar surgiu, atacando os anjos, por todo o planeta, as câmeras focaram nesse homem, o mundo inteiro via aquele que seria o seu salvador, e após acabar com os anjos em menos de 3 dias ele apareceu em cima de um grande prédio e sua voz foi ouvida pelos 4 cantos do mundo como um eco

- Esses são apenas os primeiros que caíram, daqui para frentes vocês terão de lutar contra eles, não poderei lutar por muito tempo, não tenho tempo para explicar…

Ele parou por um momento, e foi possível vê-lo cuspindo sangue

-… aconteceu muita coisa, mas os deuses lhes deram suas armas para lutar contra essas criaturas, lhe deram seus poderes, vocês podem se proteger dessa guerra celeste, se tornem os aliados dos deuses. Guardem meu nome, sou Mickael "o primeiro Celestial" e tenho um ultimo pedido a fazê-los, achem os 5 reis e salvem os deuses dos problemas que vocês causaram"

Aquele aluno que lia o texto tinha uma aparecia bruta, seu nome é Stack, um dos melhores alunos da sala, após ler então se sentou, os poucos alunos daquela pequena sala estavam impressionados com tamanha dicção e interpretação daquele brutamontes

Então o professor que até então permaneceu em silêncio se levantou, era possivel ver o nome Smith em sua mesa, suas roupas pareciam de um ferreiro, ele era careca e tinha uma barba, tinha um certo ar de superioridade. Ele foi até o centro da sala e ao abrir a boca foi possível ver que todo aquele conjunto de brutamontes era apenas aparência, de um jeito descontraído ele começou a falar

-Obrigado Stack, sei que vocês querem apenas saber de pancadaria, e é claro que é a melhor parte, mas vocês ainda estão no segundo ano dessa escola de membros especiais, vocês ainda nem atingiram a maior idade, acham que aguentam 5 minutos de porradaria franca contra um anjo? Já aviso que não!

Um silencio se fez, então do fundo da sala pode se ouvir cochichos

-Hei, Stack, esse careca ta achando que precisamos estudar para sair dando soco ne monstro

-Acho que ele está falando coisas importantes Ed, melhor nós prestarmos atenção…

O professor percebendo a conversa, grita:

-Eduard William, me responda uma coisa

Eduard rapidamente se levanta e responde

-Sim senhor!

-Você acha que conseguiria enfrentar um anjo frente a frente? Mesmo sem um artefato?

-Talvez senhor…

-Ótimo. Alunos, se segurem em algo, quero testar o senhor Eduard, e você_ disse ele se aproximando de Ed_ tente ficar em pé por um minuto..

Assim que todos estavam seguros o professor pegou um cajado que estava ao lado de sua mesa, e ao bate-lo no chão toda a escola pareceu estremecer, uma pressão assustadora foi criada na sala e Eduard mal conseguia se manter de pé, e em menos de dez segundos ele ja estava de joelhos no chão

-Ed, não seja tão cheio de si, se você não aguentou isso, não poderá aguentar uma batalha real, não poderá proteger nem ao seus amigos, nem a você mesmo, eu sei do sei passado. Eu ja fui como você, acalme-se e sua hora irá chegar, ou não _ele então deu uma pausa_ vai que eu te reprovo?_ disse ele rindo

O sinal então toca e os alunos saem da sala

Eduard sai junto com seu amigo Stack e vão para o portão da escola, pareciam procurar alguém, então de longe eles viram aquela sua amiga, como sempre com seus fones que combinavam com seus cabelos claros e olhos azuis do mesmo tom do fone, ela vinha sorridente e gritando:

-Hey! Do que foi sua última aula?

-Treinamento… _Disse Ed desanimado

-Ah vai, nem foi tão ruim assim! _disse Stack

-Para vocês é fácil falar, vocês são bons em tudo, estão aprendendo rápido, ja tem suas "armas magicas"

-Artefatos! _Corrigiu Satck_ e você ainda pode ganhar o seu, alguém pode te dar, ou você pode vencer um anjo e ganhar dele seu artefato

Eduard parecia triste, afinal era um dos poucos do segundo ano que não tinha um artefato, neste mundo armas normais jamais afetariam os anjos, apenas armas especiais poderiam os ferir, nem todos os anjos "dropam" os artefatos

-Sinceramente estou desistindo de caçar anjos, não sou capaz disso…

Enquanto aqueles jovens conversavam era possível ouvir de longe dois adultos bêbados então conversando alto e rindo

-Eu nunca vi um anjo! Então pra mim eles não existem_ Aquele homem bêbado ria alto

-Se um aparecer eu dou um soco e…_ ele então socou o ar e caiu no chão

O vento começou a assobiar, e o tempo pereceu escurecer, os jovens então puderam perceber algo estranho, aqueles bêbados corriam perigo

Do céu viu-se um ser caindo, e como um flash de luz, o homem levou os bêbados para o outro lado da rua, era o sr.Smith que pressentiu o anjo que acabara de cair

Ele era majestoso, devia ter uns 3 metros, exibia asas grandes e uma veste levemente rasgada, a sua auréola estava rachada, e seu rosto encoberto por um capuz

Smith então ao ver seus alunos gritou:

-Ei garotos, aprendam aqui com o tio, uma aula extra classe!


Notas Finais


Obg por lerem, quem puder me apoiar, estou aceitando "doações" no picpay " maria.cleuza33 "


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...