História Crossed Destinies - Capítulo 6


Postado
Categorias Avenged Sevenfold, Elizabeth Gillies
Personagens Brooks Wackerman, Elizabeth "Liz" Gillies, Johnny Christ, M. Shadows, Personagens Originais, Synyster Gates, Zacky Vengeance
Tags Avenged Sevenfold, Brooks Wakerman, Charles, Elizabeth Gillies, Johnny Christ, Matt Sanders, Matthew, Matthew Charles Sanders, Mr Shadows, Shadows, Shadz, Synyster Gates, Zacky Vengeance
Visualizações 29
Palavras 1.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii meus amores, tudo bem? Espero que sim.
Mais um capítulo especial pra vocês, ótima leitura a todos❤❤❤❤

Capítulo 6 - O que está fazendo?


POV MATT


Acordei e a primeira coisa que vou ver é se Lindsay está online mas infelizmente não, acho que ela ficou chateada comigo pelo modo que agi com ela eu não queria ter agido daquele jeito, fui estúpido demais e preciso falar com ela para me desculpar.

Levantei e tomei um banho rápido, vesti a primeira roupa que achei e sai sem os demais verem, olhava o caminho enquanto dirigia e pensava em Lindsay ao mesmo tempo. Sou interrompido quando vejo Valary me ligando.

– Oiii meu amor, que saudades de você! Como você está meu amor? – Pergunta Valary animada.

– Oii amor, tbm estou com saudades. Estou bem sim e você?

– Estou bem, a Mich tá aqui me fazendo companhia até você voltar. E quando volta falando nisso amor?

– Acho que no sábado já estarei embarcando para Huntington Beach rumo a nossa casa amor.

– Estou tão feliz meu amor e tenho novidades para contar quando chegar.

– Novidades? Hmmm, interessante meu amor.

– Você vai amar com certeza, bom amor vou desligar que a Mich acordou e vamos tomar café, beijos amo você e se cuida.

– Se cuida também meu amor, amo você também amor.

Encerrei a chamada e verifiquei se Lindsay estava online e permaneço sem sorte, mandei mensagens pedindo desculpas e avisando que precisava conversar com ela. Estacionei em frente a uma cafeteria, entrei e pedi um capuccino e me sentei do lado de fora olhando a rua.

Perdido em meus pensamentos tentando entender, como essa garota em tão pouco tempo conseguiu me fazer sentir coisas que nem mesmo em anos senti com a Valary, é tão mágico quando estou com Lindsay é como se houvesse um mundo perfeito.

Continuei ali sentado bebendo meu capuccino e lembrando dos beijos, eles me fazem arrepiar de uma maneira incrível, sinto gosto de seus beijos em minha boca. Será que ela sente algo por mim?


POV OFF****


Acordei com uma dor terrível de cabeça, tomei meu banho e me vesti rápido, procurei um remédio e sai voando pra aula já estava atrasada demais. Estou sem vontade nenhuma de ficar na aula já que Christopher ainda está cuidando do tio, novamente sozinha dentro desse inferno e pra piorar essa maldita dor de cabeça.

Estava indo pelo mesmo atalho de sempre e preciso chegar na cafeteria urgente, sou movida a café e preciso de um capuccino. Estava chegando quando vejo aquele homem sentado em frente a minha cafeteria, essa seria melhor hora para ser abduzida. Tentei disfarçar e sair sem ele me ver, mas como sempre falhei.

– Lind, aqui. – Grita Matt me chamando.

Apenas concordo com a cabeça e caminho até ele contra vontade.

– Bom dia, nossa você está linda. – Disse Matt sorrindo e mostrando as covinhas.

– Bom dia e obrigado.

– Que faz tão cedo na rua moça?

– Estou indo pra escola, aliás estou atrasada demais, então tchau.

Dei as costas desistindo do meu café e voltei a caminhar, quando ele segura meu braço.

– Eu levo você, por favor insisto.

– Tá bom, aceito.

Matt sorriu novamente mostrando as covinhas, filho da puta faz isso de propósito pra ganhar as coisas, entramos no carro e partimos. Dei endereço da escola, ai deus que vergonha chegar na escola sendo que o Mr. Shadows está me levando, só pode ser castigo.

– Olha Lind eu...queria me desculpar por ter agido daquele jeito contigo, fui muito estúpido com você.

– Esquece isso OK?

– Me desculpa de verdade.

– Tá bom, desculpo você.

Logo chegamos na escola e agradeci pela carona, quando soltei o cinto fui surpreendida com um beijo novamente. Ele segurava minha nuca beijando intenso enquanto sua língua explorava minha boca. Separamos o beijo ofegantes.

– Que horas você sai? – Pergunta Matt olhando em meus olhos acariciando meu rosto.

– As duas da tarde, por que?

– Estarei aqui para buscar você e nem tente fugir.

– Tá bom, obrigado mas preciso ir.

Me despedi dele e corri para aula da qual estava muito atrasada, todos me olhavam com sorriso de deboche, murmurando indagando querendo saber quem era a pessoa que havia me deixado na escola, pelo visto será um longo dia nesse inferno.


************


Foi um dia complicado na escola tendo que aturar o pessoal enchendo a porra do meu saco querendo saber quem estava no carro, confesso que houve momentos dos quais queria esfregar na cara deles que era o Mr. Shadows, mas preferi ficar na minha.

Sai da escola e meu celular apitou que tinha chegado mensagem, abri e era do Matt avisando que estava do outro lado da rua meio escondido, caminhei até que finalmente achei. Entrei no carro e ele estava sorrindo como sempre. Ele deu partida e fomos embora dali.

Matt indagava sobre meu dia na escola, se eu estava bem e blá blá blá nossa as vezes ele parece minha mãe falando, notei que estava indo em um caminho diferente da minha casa e juro que não sei onde ele está me levando. Tentei de tudo para que me falasse pra que lugar estava indo mas o mesmo negou-se a dizer, o que me deixa bem assustada.

– Matt pra onde está me levando? – Perguntei tentando não parecer assustada.

– Lind confie em mim, relaxa não é nada demais.

– Matt me diz agora ou vou ligar pra minha mãe e dizer que você está me sequestrando.

– Lindsay o que está achando que vou fazer? Não sou desse tipo de homem viu. – Respondeu furioso.

– Matthew Charles Sanders me leva de volta pra minha casa agora.

– Eu tenho uma surpresa pra você, agora calma.

Estava entrando em desespero com o jeito que ele falava isso me assustava e muito, tentava não surtar segurando muito a vontade de chorar. Eu não sei do que ele é capaz de fazer mas estou com muito medo, discretamente tento enviar mensagem pra minha mãe porém ele acaba vendo e pega meu celular.

– MATTHEW PARE ESSE CARRO AGORA.

– PARA DE GRITAR, EU JÁ TE FALEI QUE NÃO VOU FAZER NADA COM VOCÊ.

Não consegui controlar a vontade de chorar e desabei, senti um medo enorme tomando conta de mim por conta do modo que ele está agindo. Merda por que tive que aceitar a carona? E agora onde estou? E como vou fazer pra fugir dele se ele parece um muro de dois metros?...


Notas Finais


ATÉ A PRÓXIMAAAAAAAAAAA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...