História Crush - Nate Maloley - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Jack & Jack, Madison Beer, Nate Maloley, Sam "Wilk" Wilkinson, Taylor Caniff
Personagens Jack Gilinsky, Jack Johnson, Madison Beer, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Taylor Caniff
Tags Crush, Jack And Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Madison Beer, Mensagens, Nate Maloley, Omaha Squad, Sammy Wilk, Taylor Caniff
Visualizações 33
Palavras 737
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 24 - 24


gabie 


Acordei hoje e não recomendo . Minha cabeça parece ter gravado o grito do Johnson quando vê uma barata e colocou parar repetir.  E ainda tinha aquela história toda com Charlotte . 


É óbvio que eu ia fingir que nada está acontecendo . Com certeza , é o melhor a se fazer . Se eu ignorar o problema , alguma hora ele tem que sumir . Isso , é isso que irei fazer . De agora em diante , não tocarei no assunto Charlotte . 


— QUEM AQUELA LOIRA OXIGENADA PENSA QUE É ? E EU NEM FALEI DA CHARLOTTE !! - Madison gritou enquanto vinha na minha direção pelo corredor . Bati a mão na testa , odiando meus amigos agora . Eu só queria fingir que nada tivesse acontecido . Johnson vinha atrás concordando , como se gritar pela escola iria resolver alguma coisa .


— Você contou pra ela ? - repreendi Jack . Madison me olhou com os olhos esbugalhados e eu , quase , ri da situação . Ela estava parecendo a Momo . 


— E você não ia me contar ? A Charlotte é burra ou fez curso ? - ela , com certeza , teve umas aulas com o Nathan , pensei . 


— Mad , por favor , não quero falar sobre isso . - enquanto eu dizia , ela negava com a cabeça e eu já sabia que seria impossível ignorar o problema por hoje . Bufei frustada . 


— Amada ? Vou fazer um auê mesmo e se não gostar , manda processinho . - ela jogou o cabelo para trás e Jack a imitou , mesmo não tendo o cabelo longo para isso . 


— O que tá rolando ? - Nate apareceu com a cara amassada . Ele parecia ter , literalmente, levantado da cama e vindo pra escola , porque não é possível.  Meu querido , foi atropelado antes de vir pra cá ? — Seu nude vazou ?!!


— Nate , ninguém lembra mais dessa merda . — Jack o respondeu irritado . — E não era dela . 


O moreno deu de ombros e me encarou . Eu o encarei de volta , sem entender bulhufas do que estava acontecendo . Ele tá chapado de novo ? 


Ele deu um sorriso de lado e estralou a língua , antes de falar. — Foi o Sammy de novo , né ? 


Um minuto de silêncio para essa obra divina . Senhor tirou um pouco do seu tempo e orou por Nathan , porque não seria lógico um negócio desses . Ele estaria raciocinando mesmo ? Ou eu estou delirando ? 


—Como é que ... - a minha surpresa era nítida a milhões de distância . — Caralho . 


— Que foi , Miranda ? - ele riu e me olhava como se eu parecesse uma doida . Talvez eu fosse mesmo , ninguém normal gosta de Nathan Maloley . 


— Você fumou hoje ? - perguntei, um pouco indiferente e ele pareceu surpreso ao receber esse tipo de pergunta vinda de mim . 


— Ainda não . - sussurrou . Eu nem tinha reparado mas Jack e Mad saíram já fazem minutos e eu nem liguei . Mas Nate sóbrio era uma coisa surreal , ele ficava mil vezes mais gostoso . 


— Quer ir lá pra minha casa ? - brinquei e ele deu uma gargalhada gostosa . — O que deu em você para estar sóbrio em plena quarta feira ? 


— Briguei com a Ana . - ele deu de ombros . 


É claro que ela tinha que estar no meio . Não me surpreendeu nadinha uma patifaria dessas . Não sei porque pensei que eu poderia deixar de ser trouxa hoje , isso nunca vai acontecer . 


— Quer ... conversar ? - forcei um sorriso amarelo. Eu quase bati minha cabeça naquele armário por estar fazendo isso . Qual é o meu problema ? 


Eu quero pegar o cara que ela ... Bom , o cara que ela senta todas as noites e vou dar conselhos amorosos depois de uma briga dos dois ? Eu devia era estar feliz e investir , agora que estão brigados . Ou eu poderia, simplesmente , fazer a cabeça dele e o mostrar o quão ridícula era sua mina


Isso me parecia o certo a se fazer . 


— Sério ? - riu nervoso e se sentou no chão mesmo . Okay , mesmo sem drogas , você é um idiota . O acompanhei e me sentei ao seu lado . — Só não reclama depois por eu passar horas falando dos meus problemas . 


— Nathan , eu vou amar passar horas com você . 


Notas Finais


ksksk oi

ME DESCULPEM , OKAY ?

eu preciso , urgentemente , de colocar um aviso pra me lembrar de postar .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...