1. Spirit Fanfics >
  2. Crush On You

História Crush On You


Escrita por: jiwont

Fanfic / Fanfiction Crush On You
Sinopse:
Hoseok é um garoto gordinho de dezessete anos enfrentando o dilema de estar apaixonado pelo bonitão da escola, que, é suposto nunca se interessar por alguém como ele.


vhope | short!fic
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 17.796
Favoritos 1.133
Comentários 326
Listas de leitura 504
Palavras 47.679
Concluído Sim
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Fluffy, Hoseok Gordinho, Hoseok Nenem, Hoseok!bottom, Menção!hopekook, Seoktae, Taehope, Taehyung Babaca Da Porra, Taemin, Taeseok, Top!taehyung, Vhope, Vmin, Vseok

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Gay / Yaoi, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de difamar ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1
A+ em Química F em comunicação humana
41
4.252
4.457
 
2
Numa Escala De 0 a 10 qual o nível da sua dor?
53
3.442
8.080
 
3
100 por cento Bonito e Bacana
96
3.545
9.535
 
4
Identificação de Fracassado
66
3.510
10.810
 
5
Existe um outro lado
70
3.047
14.797

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por rupphires
Capítulo 4 - Identificação de Fracassado
Usuário: rupphires
Usuário
Oi! Como vai??

Eu sei que a história está pausada e talvez sua conta esteja inativa, mas sinto que de alguma maneira eu precisava vir comentar. Porque eu acho que as palavras são necessárias quando algo não me cabe no peito, eu preciso retirá-las de mim, então eu escrevo, além de chorar. Chorei muito já e como isso é algo particular meu, um momento feito por mim na minha solidão, nao poderia compartilhá-lo com você, mas, quanto as palavras, essas eu posso dividi-las.

Uma pessoa que eu nunca havia conversado me recomendou a sua história quando pedi recomendações de fanfics vhope. Sabe, eu demorei para vir a ler. E mesmo sem nunca ter conversado com essa pessoa antes, já sinto que ela é muito querida somente de ter recomendado a história e de tê-la elogiado tanto. O que eu quero dizer é que a fanfic merece os elogios.

Eu não sei o que dizer porque há tanto a ser dito. Há tanta coisa que as suas palavras significaram pra mim, criaram um rebuliço no meu interior e me fizeram vir comentar as cinco e meia da manhã. Ler essa história é como acompanhar os passos do Hoseok, suas vitórias e as suas falhas. Cada ação dele faz com que eu repense as minhas. Cada ação das pessoas ao redor dele faz com que eu me compare, com que eu me diferencie e me assemelhe também. Porque há tanto em mim que precisa ser mudado, há tanta covardia dentro do meu ser, mas também sei que tem uma coragem. Essa coragem eu quero usá-la para me aceitar e aceitar as pessoas ao meu redor.

Eu só digo tudo isso porque são histórias como essa que me fazem repensar em todos os meus valores e conceitos. Eu já tenho estado tão sensível esses dias, ler o sofrimento do Hoseok me torturou de uma maneira que nem mesmo eu sei descrever. Eu me pergunto por que as pessoas são desse modo e por que eu sou como eu sou. É difícil entender o porquê, mas todos podem mudar.

No fim, eu só queria expressar que a sua história me fez ter vontade de mudar. Quero me amar mais. Quero acreditar em mim. E eu também quero amar as outras pessoas, quero entendê-las e aceitá-las. Somos almas dentro de um corpo. Essa capa que nos cobre jamais define quem somos.

Querido autor, muito obrigada pelas palavras. E eu te desejo todo amor do mundo. 💙

Ps: sinto muito pelo desabafo caraca eu to sensível demais