História CRUSH (Short Fic - Yoongi) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), Got7, Gugudan (GX9)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Sejeong, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Colegial, Got7, Hoseok, Jimin, Jin, Jungkook, Mark Tuan, Min Yoongi, Namjoon, Suga, Taehyung
Visualizações 90
Palavras 1.384
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoal! Mas um capitulo de CRUSH!
Espero que curtam, até as notas finais.

Capítulo 3 - 3. Revelações acompanhadas de fritas


Fanfic / Fanfiction CRUSH (Short Fic - Yoongi) - Capítulo 3 - 3. Revelações acompanhadas de fritas

— Ra Eun Ho, me diga, o que você gosta de fazer? — Ele pergunta assim que sentamos.

— Como assim? — Rebato totalmente perdida com o que ele quer que eu diga.

— Sabe, o que você faz fora da escola? Seus hobbies, sei lá, quero saber mais sobre você. — Ele fala me observando.

— Gosto de desenhar. Na verdade, eu amo. — Respondo após alguns segundos pensando.

— Eu sei. Você gosta de desenhar o que? — Ele pergunta e coloca os braços em cima da mesa. Ele parece realmente interessado.

— Eu desenho personagens. Meu sonho é escrever um quadrinho ou ser desenhista de alguma empresa. É bobagem, eu sei. — Digo sem graça. É um sonho infantil.

— Não é. É seu sonho e dá para perceber que você ama isso, Ra Eun Ho. Está na sua cara. — Ele responde rindo. Aquele sorriso me mata.

— Por que sempre me chama pelo nome completo? — Pergunto. Agora que percebo, ele sempre faz isso desde que nos falamos pela primeira vez.

— Eu gosto do seu nome. É bonito. Você não gosta que eu fale? — Ele pergunta e mal sabe que a minha vontade é gravá-lo falando meu nome e escutar para sempre.

— Gosto sim. — Digo e tento dar a ele meu melhor sorriso. Ele me observa e sorri de volta.

— E você? Porque só me chama de Yoongi e não de Suga como todo mundo? — Pergunta.

— Yoongi é seu nome, não é? — Respondo bem óbvia mesmo.

— É sim. — Ele ri entendendo o que eu queria dizer.

Um menino vem até nós e reconheço sendo Jungkook, um dos amigos de Yoongi. Ué ele trabalha aqui desde quando?

— Yoongi! Cara, você por aqui? — Ele fala quando chega em nossa mesa.

— Jungkook, sempre venho aqui. — Yoongi ri e olha para o mais novo.

— Você está acompanhado, e de uma garota. — Jungkook fala e direciona sua atenção para mim. — Qual é o seu nome, anjo? — Pergunta, e eu quero dizer que eu vou cair da minha bicicletinha.

— É Eun Ho. — Digo sorrindo para o garoto. Ele se inclina e pega minha mão em cima da mesa, dá um beijo na mesma e sorri. — Eu sou o Jungkook. — Fala completando seu ato.

— Terminou pirralho? — Yoongi reclama e o olho. Fiquei tão distraída que por milésimos de segundos, esqueci dele. Efeito Jungkook.

— Sim, por agora. — Jungkook ri e Yoongi fecha a cara o observando. — O que vão pedir? — Pergunta pegando o seu bloquinho de papel.

— Eu quero um Hambúrguer do tipo 3, fritas e refrigerante. — Yoongi diz. Jungkook anota e volta a atenção a mim.

— Eu não sei. Qual o melhor hambúrguer? — Pergunto aos dois.

— O 7! É o meu favorito. — Diz Jungkook sorrindo super animado.

— Então eu quero o 7 com fritas e refrigerante também. — Faço meu pedido animada pela dica de Jungkook.

— Eu gostei dela, cara. Ela come. — Diz Jungkook se retirando e indo até o balcão. Olho para Yoongi e ele estava rindo do que Jungkook tinha falado.

— Como assim “Ela come”? — Pergunto. Até porque todo mundo come né?!

— Eu já vim aqui com outras meninas, mas elas sempre pedem salada ou só um Milk-shake. — Ele fala tranquilo. Ele trouxe quantas meninas aqui antes?

— Uhum. — Respondo. Eu sinceramente, murchei.

— Olha, eu trago elas sempre aqui por que eu adoro esse lugar. Nenhuma delas nunca gostou. Mas você gostou não foi? — Ele pergunta e eu assinto com a cabeça. — Então é especial. — Ele conclui com sucesso sua tentativa de me deixar sem graça.

 

Não demora muito para que Jungkook traga nossos pedidos. Enquanto isso, Yoongi me contava sobre seus sonhos e a cada momento eu sorria mais e mais. Estar com ele é algo bom e natural. Começamos a comer como dois loucos. Parecia que o mundo iria acabar em poucos minutos.

Antes de terminamos foi possível escutar um barulho de várias pessoas entrando na Call Me Baby. Quando olhei, era o time da escola acompanhado das meninas da torcida. Ótimo.

Estávamos no fundo, do lado de fora da lanchonete e Yoongi parecia não ter reparado que seus amigos estavam na parte interna da lanchonete. Porém, assim que termina de comer sua última batatinha, ele olha ao redor e vê pelo vidro, os seus colegas. E para o meu azar, algumas meninas reparam em nós dois e acabam anunciando a todos que estávamos ali.

 

— Você vai falar com eles? — Pergunto incerta se iria acompanhá-lo caso ele fosse falar com os amigos.

— Eu? Não, prefiro ficar aqui — Ele diz e procura minha mão. E como em um filme, a pega e olha em meus olhos. — Ficar aqui é bem melhor. — Ele fala dando um sorriso. Droga Yoongi, você não pode pegar na minha mão, falar isso, sorrir e ainda querer que eu viva para contar a merda da história.

Totalmente enfeitiçada pela pessoa a minha frente, nem percebo que Namjoon está em nossa frente e encarando nossas mãos entrelaçadas. Assustada, tento separá-las, mas Yoongi parece perceber minha insegurança e continua o aperto. Para a minha total surpresa, e morte.

— Yoongi, porque você não nos esperou? — Pergunta Namjoon sorrindo. Ele parece legal.

—  Eu tinha pressa, sabe? Tinha alguém me esperando. — Yoongi o responde e me olha. SAMU ME AJUDA!

— Sim, eu percebi. Falando nisso, eu me chamo Namjoon. Sou amigo desse cara aqui. — Namjoon diz e bate no ombro de Yoongi.

— Prazer, me chamo Ra Eun Ho. — Digo estendendo minha mão livre já que Yoongi ainda segurava a outra sobre a mesa. 

— Ra Eun Ho? A Ra Eun Ho? Caraca, você é famosa no nosso grupo. — Diz Namjoon agarrando a minha mão.

— Famosa? Por que? — Pergunto assustada

— A carta, sabe?! Mas só os amigos de verdade do Suga sabe, fica tranquila. Não tinha como esconder. Jimin fez um escândalo e ele ficou super animado com a carta. - Namjoon diz sussurrando.

— Não contem para ninguém, por favor. — Peço sussurrando no mesmo tom de Namjoon.

— Sem problemas. Eu gostei da carta e de você. — Ele diz voltando ao tom de uma conversa normal. Eu apenas sorri em agradecimento.

— Namjoon, você terminou? Estamos no meio de uma coisa aqui. - Yoongi diz. 

— Foi mal, eu já vou. Só uma coisa. — Namjoon se inclina em direção a Yoongi e fala alguma coisa perto de seu ouvido, como um segredo. Yoongi fica sério na mesma hora.

— Eu vou indo. Foi um prazer conhecer você, Ra Eun Ho. — Ele diz e antes de caminhar para dentro, bate em meu ombro.

— Você está bem Yoongi? — Pergunto, o menino ficou totalmente desconfortável depois do o que Namjoon falou.

— Sim. Posso lhe perguntar algo? — Yoongi ajusta sua postura na cadeira e aperta minha mão, continuo o encarando e falo que sim. — Sam foi falar com você hoje. Ela perguntou algo? — Ele pergunta e me pega de surpresa. Por que ele quer saber isso?

— Sim. Ela veio perguntando se tínhamos algo e disse que éramos apenas amigos, por que? — Pergunto. 

— Amigos? Okay. — Ele diz. Mexe nos cabelos e continua. — Ela disse o que? — Ele pergunta rápido. É coisa da minha cabeça ou ele não gostou do “amigos”? Deve ser Coca-Cola demais.

— Ela falou que é meio estranho você me chamar para sair do nada. Não contei nada da carta, claro. — Falo.

— Olha, não liga para o que ela disser. Ela é meio maluca. — Ele diz e não me surpreende. Ela ficou me encarando como minha gata encara as baratas que ela mata.

— Percebi. Ela me dá medo — Confesso. Ela é doida ela.

— Ela provavelmente vai atrás de você, vai querer saber sobre um possível envolvimento entre nós. — Yoongi parece preocupado.

— Porque ela viria atrás de mim? Vocês tinham alguma coisa? — Pergunto. Eles namoraram?

— Não! — Yoongi diz quase gritando. — Quando entrei no time, ela meio que começou a me perseguir. Mas eu não gostava dela, então… — Ele parou no meio da frase. Parecia indeciso do que ia dizer.

— Então o que? — Pergunto o incentivando a abrir o bico. Vamos Yoongi!

Ele respira fundo e me observa bem antes de olhar ao redor e depois voltar sua atenção para mim. Até que então, responde:

— Ela fez o mesmo que você, Ra Eun Ho. Ela me escreveu uma carta. Uma carta de amor. — Ele diz e eu juro que amo o fato de estar sentada. Porque meu espírito está no chão. Yoongi percebe meu total espanto e demora para continuar. — Só que diferente do que o que fiz com você, eu a rejeitei.

 


Notas Finais


Eu declaro que estou animada escrevendo essa nova CRUSH, principalmente os novos personagens.
Em breve vou soltar a two-shot do Jungkook, e eu espero que você gostem!
Vem e dá uma seguida em mim: @milyya juro que sou legal!
Até a próxima, desligo
ps1: Viram a capa nova? Eu tô bem in love por ela
ps2: já ouviram a palavra de Pentagon hj? Ainda não? Vai escultar Shine!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...