História Cruzando Os Dedos - Capítulo 55


Escrita por: ~

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana, Personagens Originais
Visualizações 60
Palavras 260
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 55 - Luan que se cuide.


{Duas Semanas Depois}

A vida ao lado de Luan voltou a ser o que era, ele no canto dele e eu no meu e sinceramente eu não sei onde isso vai dar. Gabriel ultimamente anda flertando comigo e pra falar a verdade além de gato ele é um fofo. Luan que se cuide.

Aqui estou eu agora no hospital me preparando para uma cirurgia e Gabriel não para de me encarar.

Júlia: Você está me deixando com vergonha doutor Gabriel -falei fazendo ele sair de transe-

Gabriel: Desculpa,  é que é impossível olhar pra você e não ficar hipnotizado -sorriu. Sorriso filho de uma puta-

Júlia: Conseguiu me deixar mais envergonhada ainda -falei corada e ele chegou mais perto-

Gabriel: Ultimamente você anda tão quieta, aconteceu alguma coisa?

Júlia: São as coisas da vida -suspirei e virei para guardar algumas coisas-

Gabriel: Sabe que pode confiar em mim não sabe? -eu assenti- Eu acho que devo saber o que é -eu arqueei as sombrancelhas-

Júlia: O que você acha que é?

Gabriel: Seu marido como sempre, você só fica assim quando estão brigados -eu estava encostada no armário e ele chegou mais perto- Sinto dizer mas seu marido é muito babaca. Ter uma mulher maravilhosa como você e ainda viver brigando ? Eu só queria ter a mesma sorte que ele pra te mostrar como seria diferente -disse quase colando nossas bocas-

Júlia: E.... Eu... -não deu tempo, ele colou nossos lábios. Puta que pariu, que beijo bom-

Empurrei ele que ficou sem entender e sai correndo, precisava desabafar com alguém.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...