História Cruzando Os Dedos - Capítulo 57


Escrita por: ~

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana, Personagens Originais
Visualizações 64
Palavras 269
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sim, esse é o prólogo... Agora da pra entender tudo.

Capítulo 57 - E eu Luan?


Sinceramente eu ja estava cansada daquela mulherzinha me enfernizar e ele fingir que não sabe e que não faz nada.

Manoely me chamou para sair e eu aceitei, acabei encontrando Gabriel que acabou se juntando a nós, bebi sim pois eu estava precisando disso, minha vida anda um verdadeiro inferno.

As duas da manhã Gabriel deixou Manoely em casa e foi me levar até a minha.

Gabriel: Está entregue -disse ao parar o carro em frente a minha casa-

Júlia: Muito obrigada por ter me trazido -sorri e lhe dei um abraço- Até amanhã doutor Gabriel -disse descendo do carro-

Gabriel: Até amanhã doutora Júlia -disse com um puta sorriso no rosto-

Entrei em casa e percebi a televisão ligada, fechei a porta tirando meus sapatos e entrei.

Luan: A farra estava boa Júlia -apareceu com uma calça e um casaco de moleton-

Júlia: Claro -sorri e sai mas ele me segurou-

Luan: Você é casada, não pode andar por ai com qualquer um -falou segurando meu braço- Você acha certo me deixar com fama de corno?

Júlia: E eu Luan? E a fama de mulher traída que eu tenho? Isso você não lembra né ?-ri irônica com os olhos marejados- Se eu fosse você Luan cruzaria os dedos e torceria bastante, mas torceria muito mesmo -falei encarando ele e uma lágrima caiu dos meus olhos- Porque no dia que eu cansar dessa vida de merda ao seu lado e encontrar alguém que me queira eu não penso duas vezes e te largo, agora me solta -puxei meu braço e subi deixando ele perplexo com minhas palavras la embaixo-



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...