História Crying baby - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Hermione Granger, Ronald Weasley, Rose Weasley
Tags Hermione, Hinny, Romione, Ron, Rose
Visualizações 165
Palavras 588
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Capítulo 5


“Eu não acredito que vou fazer isso, mas aí vamos nós.” Pausa dramática e a tela volta a cor normal “Eae pessoal que assiste esse canal! Ainda estão vivos depois desse fim de semana?-”

Ron estava assistindo ao último vídeo que seu amigo tinha postado. Ginny tinha mandado inúmeros áudios para ele exigindo que assistisse a esse vídeo e quando leu o título ficou ainda mais curioso.

Aparentemente Harry tinha um quadro em seu canal que consistia em sair por aí durante o fim de semana e filmar amigos e parentes escondido.

“...Voltamos com esse quadro que vocês adoram, que é…-” Novamente uma pausa dramática, porém agora seguida de uma vinheta com várias pessoas que Ron não conhecia fazendo coisas aleatórias. Hermione foi uma das últimas a aparecer e parecia extremamente bêbada. Harry voltou a falar. “FIM DE SEMANA SHOW! Eu definitivamente preciso pensar em um nome melhor para isso! MAsssssss…”

O telefone de Ron tocou e ele pausou o vídeo. Era Ginny.

“viu o vídeo?” Perguntou de uma vez.

“Estava vendo, só tive tempo agora, Ginny” Respondeu e ouviu a irmã bufar. Ela desligou na sua cara e Ron voltou logo ao que estava fazendo.  Sabia que seria a única maneira de conseguir paz.

Exatamente às 4:52 seu rosto apareceu. Rindo de um Harry bêbado. Seu cérebro se iluminou assim que lembrou de Harry levantando o celular para ele e dizendo: “Cara, ela ta tão na sua.” E essas foram as próximas palavras ditas no vídeo.

E sua risada alta foi ouvida trinta segundos depois quando o mesmo Harry bêbado depois de falar mal do garçom, proferiu.

“Sua irmã é muito gata.”

“E eu quebraria sua cara se não estivesse nesse estado.” respondeu.

Harry apareceu depois dessa fala e com um sorriso divertido nos lábios continuou o vídeo.

“Acho que ele vai quebrar minha cara se ele ver esse vídeo. Sinto muito Ron. Mas essas gravações estavam muito boas para simplesmente serem apagadas.”

“Filho da mãe.”  Resmungou quando o vídeo chegou ao fim.

Discou para Ginny assim que o vídeo acabou. Não antes de ver Harry visitando os pais e levando bronca deles por nunca chegar na hora.

“Se eu matasse seu youtuber favorito, o que você poderia fazer?”



***



“Boa noite, pequena.” Falou para o bebê adormecido.

Ele estava completamente apaixonado por ela. Não interessava que não fosse sua filha de sangue. Ela era seu bebê. Nem mesmo se as coisas entre ele e Hermione dessem errado, ele a deixaria.

Essa constatação só o deixou mais feliz.

“Harry não devia ter postado aquele vídeo sem seu consentimento.” Disse Hermione assim que ele tocou no assunto aquela noite.

“Bom, eu ganhei três mil seguidores no instagram e muitos elogios.” respondeu Ron rindo. Eles já tinham descoberto quem ele era.

“Elogios, é? Bom saber.” Disse Hermione arqueando uma sobrancelha para ele.

“Sim, do tipo ‘Que ruivo sexy’ ou pior.” Respondeu apenas para atormentá-la.

Hermione bufou e ele riu.

“Oh, vamos lá. Ginny foi com certeza o pior. Ela estava indignada comigo por não contar que Harry a achava bonita.”

“Estou indignada com você por não querer me dizer quem está ‘tão na sua’!” Falou Hermione enquanto ele olhava as horas.

“Você não vai querer saber, baby.” respondeu se levantando e piscando. “Eu tenho que ir, meu plantão começa em 5h e preciso dormir um pouco.”

“Ou você poderia simplesmente dormir aqui?” sugeriu Hermione corando um pouco. “Quis dizer no sentido mais literal da palavra. Apenas dormir, nada mais.”

Ron sorriu e ficou tentado a dizer que seu apartamento era ao lado, mas calou-se. Ele não era estúpido.

“Claro.”







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...