História Cuidado Frágil - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Abandono, Amigos, Automutilação, Doença, Melhores Amigos, Romance
Visualizações 4
Palavras 609
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Por que não me abandona?


Depois de vários testes, o médico deu o resultado, eu estava com uma doença horrível. Prefiro não falar o nome dela, mas ela me deixar muito fraca, sem energia, ao ponto de não conseguir nem ao menos caminhar direito.

Quando dei o resultado aos meus amigos todos eles me abandonaram, exceto ele, Alex, um amigo que eu não esperava que fosse ficar junto comigo nesse momento difícil.

•••

Alex levanta e me chama para ir para o intervalo, ficamos sentados em baixo de uma árvore que tinha no pátio da escola. Nós sempre ficávamos ali, só que em grupo, só que agora, teríamos que ficar sozinhos. Eu não estou reclamando, apenas contando mesmo.

Depois do intervalo nós voltamos para a sala, e era trabalho em dupla, nós fizemos o trabalho juntos, não tenho certeza se era por eu não ter com quem fazer ou por ele querer fazer o trabalho junto comigo mesmo. Mas não vou deixar esses pensamentos tomarem a minha mente.

Depois do trabalho que fizemos fomos para casa, morávamos no mesmo prédio, então fazíamos o mesmo caminho todos os dias. Alex e eu caminhávamos pelas ruas sem dizer uma sequer palavra, eu estava cansada de caminhar, apesar de termos caminhado a pouquíssimo tempo. Decidi me pronunciar com uma pergunta que enchia minha mente todos os dias depois de perder todos.

— Por quê? — perguntei apenas isso, mesmo que eu soubesse que ele não tinha ideia do que se tratava. De qualquer forma ele iria perguntar o que eu quis dizer com essa pergunta.

— O que você quer dizer com essa pergunta, Amy?

Acertei mais uma vez.

— Por que continua sendo meu amigo mesmo com essa doença que nem ao menos sabemos se tem cura? — pergunto num tom triste. Discutir sobre me deixava triste, mas eu queria saber a resposta.

— Por que eu não seria seu amigo? — ele me responde com outra pergunta, eu odeio quando fazem isso, mas por sorte eu sabia responder essa pergunta.

— Por que eu estou terrivelmente fraca, vou ser apenas um peso para você, tanto que de caminhar apenas esse pouquinho já fiquei cansada. — senti minha garganta se fechar, o calor subir, e uma vontade enorme de chorar, mas eu me segurei, pelo menos para isso tenho de ser forte. Eu sei que ele vai dar uma explicação esfarrapada.

— Está cansada? Quer que eu te ajude?

...o que?

Como assim?! É primeira vez que eu erro uma dedução!

E como assim me ajudar? Era pra você dar uma desculpa terrível como todos fazem! Por que... Por que você não é como eles?

Paro de andar, e olho para o chão.

— Como assim? — pergunto sem olhar em seus olhos.

Ele para de caminhar um pouco depois de mim, ele vira para trás e me olha.

— Você quer ajuda?

— Está errado.

— O que?

Fechei meus punhos fortemente, podia sentir minhas unhas cravando a palma da minha mão. E ainda sem olhar em seus olhos, gritei com ele.

— ESTÁ ERRADO! — eu não olhei em seus olhos, mas percebi que ele se assustou. — Você não pode ser diferente de todos! Você tem que me desprezar!

— Por quê?

Uma resposta tão curta?

— O que...? — fiquei sem entender.

— Por que tenho que te desprezar?

— Todos me desprezaram! Por que você não, eu nem era tão próxima de você! Por que insiste em ser meu amigo?! — gritei um pouquinho mais baixo do que antes.

— Por que você não é uma pessoa desprezível. Simples assim. — ele disse num tom calmo. Ele pegou no meu braço e me puxou. — Agora pare com essas perguntas e vamos que está ficando frio.

Fomos caminhando até o nosso prédio com ele me segurando pelo braço.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...