História Cuidar de você - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Personagens Mark, Youngjae
Tags Canon, Fluffy, Mark, Markjae, Youngjae
Visualizações 35
Palavras 730
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção, Fluffy
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu nunca usei tantos diminutivos na minha vida.

Capítulo 1 - Capítulo único: sopinha


YoungJae estava zapeando os canais da TV em busca de alguma coisa para assistir quando escutou a porta do apartamento que dividia com o irmão abrir. Como o mais velho estava viajando, sobrava apenas uma pessoa que tinha a chave de sua casa: seu companheiro de grupo e namorado, Mark Tuan.

O mais novo permaneceu calado debaixo do edredom da grande cama de casal que tinha em seu quarto, tentando adivinhar as próximas ações do americano. Mas, como esperado, ao ouvir o mínimo de movimentação estranha, Coco deixou seu posto de cuidadora de Youngjae de lado para averiguar a nova presença no apartamento, levando o plano de Choi por água abaixo. 

— Fica quietinha, filha! Vai acordar seu papai. — Mark tentou parar inutilmente com os latidos animados da pequenina.

—Ela não é sua filha coisa nenhuma! Você perdeu esse direito depois de largar a gente para ficar com o Milo. — um Youngjae de roupão felpudo e pantufas brotou no corredor, pronto para defender sua princesinha.

— Eu não larguei vocês, eu só estava me sentindo um pouco solitário enquanto ficava em casa sozinho. — explicou pela milésima vez. 

— Que viesse pra cá, oras. — bufou o mais novo, empinando o nariz.

— Se fosse só você e a Coco, talvez. Mas seu irmão me dá um pouco de medo. — estremeceu Mark. — De qualquer jeito, eu não vim aqui para discutir paternidade. Nós sentimos sua falta  nos eventos. 

— Queria ter ido, mas achei melhor melhorar bem dessa gripe chata. 

Não tinha como negar, a vida dos sete rapazes estava uma loucura nos últimos meses, a turnê mundial exigia demais, além de toda a preparação para o comeback que aconteceria logo após o final dos shows. A correria de aviões e novos ares acabou dando uma baita gripe de presente ao jovem Choi, fazendo-o perder alguns compromissos do GOT7. 

— Você tem toda razão. Aliás, volta pra cama, é mais quentinho lá. 

YoungJae apenas concordou com a cabeça, pegando Coco no colo e voltando para o quarto.

 

[...]

 

Algum tempo depois, o Tuan apareceu em sua porta com uma bandeja e um sorriso acolhedor no rosto. 

— Tem uma sopinha aqui pra você. — declarou, enquanto esperava YoungJae ajeitar-se na cama para poder entregar-lhe a comida. 

— Eu não quero comer… — choramingou, enquanto remexia o creme com a colher.

— Por quê? Tá se sentindo mal? — o mais velho rapidamente levou a mão ao rosto do namorado, checando sua temperatura.

— Não, é que você cozinha muito mal e isso deve estar incomível.— foi sincero, e recebeu uma risada como resposta. 

— Eu sei, meu amor. Por isso que pedi para comprarem a sopa. Pode comer que está bem gostosa. 

Dito isso, YoungJae colocou-se a comer. Estava realmente deliciosa. Enquanto degustava o alimento, ele e Mark conversaram sobre trivialidades, trazendo um ar de descontração para o momento. 

Finalizada a refeição, Mark retirou-se para limpar a pequena bagunça de louças que havia feito, enquanto Youngjae se aninhava com Coco, voltando a procurar algo na TV. Não demorou muito para o mais velho voltar para o cômodo, deslizando para debaixo das cobertas pesadas e sendo muito bem recebido pela cadelinha do casal. 

— Sabe, eu podia ganhar um beijinho como forma de agradecimento. — falou Mark, levemente manhoso, tentando puxar YoungJae para um abraço. 

— Nem vem. Você vai ficar doente também. — sentenciou, esquivando-se o mais rápido o possível. 

— Relaxa, eu tenho anticorpos bem fortes. — tentou, mas nada feito. — Por favorzinho YoungJae- ah! Só um beijinho! 

— Tá bom, chatice. — suspirou. Já era difícil negar as coisas para o Mark rotineiro, agora, Mark manhoso era a perdição de YoungJae. 

O mais novo puxou o namorado para si, o envolvendo em um abraço para então beijar os lábios  já tão conhecidos e apreciados. Ele tinha prometido mentalmente trocar apenas um beijo, como o combinado. Mas estava tão bom que teve que entregar mais algumas bitocas para o namorado.

Depois da sessão de carinhos, o casal finalmente achou algo para assistir, tendo a desculpa perfeita para ficarem abraçadinhos por um longo tempo. 

— Eu tô cansadinho… Tudo bem se eu tirar um cochilo? — perguntou o Tuan enquanto bocejava. 

— Claro que sim! Não sei nem porque pergunta. 

Com um sorriso, Mark aprumou-se ainda mais em YoungJae, não tardando a adormecer. Coco, que estava relaxada nos pés da cama juntou-se ao casal, deitando-se em cima das pernas de YoungJae. No fim, aquilo era tudo que o Choi precisava para se curar rápido: muito amor. 

  

 


Notas Finais


Isso é canon né não? Não sei, só sei que markjae é muito fofinho. Até logo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...