História Cupido . Shawn Mendes - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Visualizações 134
Palavras 1.436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ms um capitulo aqui para vocês meus anjinhos, espero que gostem e PUTA QUE PARIU, FORAM 9 FAVORITOS MEU POVO, UM CAPITULO SÓ E ISSO TUDO? VOU ALI CHORAR! OBRIGADO MEUS ANJOS!

Capítulo 2 - 2


Fanfic / Fanfiction Cupido . Shawn Mendes - Capítulo 2 - 2

Arizona

 

- Prazer, Shawn. Como já disse sou seu cupido- o garoto que mais parecia um poste respondeu estendendo a mão.

Comecei a rir

- Jack? Cadê você? onde estão as câmeras? – falei rindo e ele fez um biquinho

- Você namora o Jack e os conselheiros me mandaram para a Arizona errada. EU SABIA, eu disse que era o estado do Arizona. Ninguém se chama Arizona – ele começou a falar sozinho e eu fiz uma cara emburrada

- Olha aqui sua parede, eu me chamo Arizona sim, okay? E que conselheiros são esses? e por que você está aqui? eu juro que paguei aquele chocolate do walmart, eu só roubei uma vez mais eu só tinha 10 anos de idade e fui induzida pelo meu irmão a fazer isso, o Jack disse que ia contar para todos da escola que eu dormia com o ursinho Bob e aquilo para uma garota de 10 anos era o fim do mundo, mas eu não estou devendo mais nada! Então não vem mais atrás de mim, está bem? – falei rápido e senti um alivio ao respirar

- Jesus, vamos por partes. Então, eu fui mandado para cá pra te arranjar um boy magia, um príncipe encantado, um pitel, um pãozinho de mel, um buque de coxinha, um crush, um pé de galinha – Disse ele com a mão no peito como se estivesse recitando algo.

- Quem te disse que eu sou encalhada? – perguntei cruzando os braços. Ele pegou um aparelho que mais parecia um celular porem maior e com asas e flechas desenhadas atrás

- No dia 08.07.2018, você pediu um namorado a um espelho magico – ele disse rindo – algumas horas antes, desistiu de um encontro com os amigos porque não queria ficar de vela- ele disse e mordeu a parte inferior da bochecha – agora, você está falando com o cara que vai te tirar dessa foça, a sorte é que você não é feia que nem a garota passada.

- Pera, então você sai por ai atirando nas pessoas? – perguntei – tem como acertar a flecha no skate, um dos melhores amigos do meu irmão? tipo, ele não é um cara muito certinho sabe? ele gosta de cheirar e tal – falei e vi um sorriso no rosto do Shawn

- EU TAMBÉM GOSTO DE CHEIRAR! – Arregalei os olho quando escutei o que ele disse – Quais eles prefere? Rosas, margaridas, violetas? EU ADORO GIRASSOIS – Ele disse pulando e batendo palminhas. Comecei a rir histericamente e ele parou o que estava fazendo e pareceu raciocinar – EU NÃO GOSTO DE CHEIRAR! – Berrou atraindo alguns olhares.

- Olha, chão..

- Shawn – me corrigiu

- Shawn – repeti – eu adoraria que você achasse o cara certo. - respondi e ele esticou seu braço, entrelacei nossos braços e começamos a caminhar pela galeria. 

- Vamos fazer uma lista, vamos ver qual deles é o cara certo para você pequena gafanhoto

- Cara, olha o bullying com minha altura! Não é por que você tem 2 metros que eu tenho que sair por ai de salto 30 pra chegar no seu pescoço – esbravejei e ele revirou os olhos rindo

- Preciso de uma casa pra ficar – respondeu mudando de assunto

- Tem uma casa abandonada na minha rua, você pode ficar lá- comentei e ele assentiu. Ele pegou o aparelho que não era um celular, mas era parecido e começou a apertar alguns botões.

- Pelas minhas informações, você é a única solteira no grupo de amigos – ela deu uma leve gargalhada. Doce, porem sarcástica. – típico. – completou

- Eu tenho sentimentos, e você está me magoando – fiz drama, não é à toa que eu sou canceriana.

- Ninguém liga para os sentimentos- ele respondeu ríspido

- Tem certeza que você é um cupido? – perguntei

- Eu só to aqui pela minha liberdade – respondeu dando de ombros e eu nem me importei.

- Você sabe voar? – já estávamos saindo da galeria

- Sei – ele falou fazendo pouco caso

-MEU DEUS DO CÉU QUE LEGAL! – Gritei vendo algumas pessoas nos encarar e ele sorrir- Cadê suas asas?

- Elas só aparecem quando eu preciso, mas, é quase nunca – ele falou parando em uma juicenete e pediu dois sucos. Peguei o meu de laranja e continuamos a andar

- QUEM PRECISA DE CARRO QUANDO SE TEM ASAS – Gritei quando já estávamos em frente ao meu carro, um Porsche azul claro.

- Carambolas, não grita embuste – ele me repreendeu e eu o encarei com uma sobrancelha erguida

- Escuta aqui queridinha- disse apontando o dedo pra ele, como eu sou mais baixa, eu subi em um banco da praça do nosso lado passando alguns centímetros da altura dele. – se vai andar comigo tem que saber de uma coisa, você vai passar vergonha – respondi pondo as mãos na cintura e dando um sorriso cínico. Shawn fez uma cara de “meus deus do céu, que vergonha” e me encarou

- Você só pode ser doente – ele falou e me pegou no colo feito um saco de batatas – se situa – falou rindo

- O seu mutante, me põe no chão! – berrei batendo em suas costas

- Arizona? – escutei alguém me chamar atrapalhando os risos do Shawn que parou

- Meu nome – falei tentando ver quem é – dá pra parar de olhar pra minha bunda e vim pra minha frente? – falei bufando fazendo o cabelo da minha cara subir

- Sou eu, Sammy. Lembra de mim? – puta merda

- O-oi Samuel, Oi – falei ainda nas costas do Shawn. Ele me pôs no chão e eu ajeitei meu cabelo. – Segura aqui Shawn, eu precis- falei virando para o Shawn, mas parei de falar quando vi meu suco derramar sobre alguém- Puta merda, me desculpa eu juro que eu não vi e PERA AI, EU BLUSA É IGUAL A MINHA! – encarei o garoto loire em minha frente todo molhado sorrindo amarelo

- Eu sou o Jack, e você acabou me molhar a minha blusa – ele falou coçando a nuca e eu arregalei os olhos dando um sorrisinho tímido.

- Eu sou a Arizona, mas especificamente o amor da sua vida- falei sem querer e ele riu, fofo.

- Para o micão, fofa – Shawn falou no meu ouvido e eu lhe dei uma cotovelada na barriga.

- Cala a boca porra – falei entre dentes e ele riu

- eu até discutiria com você, mas ai você começaria a latir e eu não ia entender nada – Shawn falou roendo as unhas

- Voce é uma cobra, Shawn. Uma cobra – falei fazendo sozinho de cobra e ele riu

- Eu sou um anjo

- Que caiu do céu

- Literalmente

- ã? os dois garotos nos encaravas com uns semblantes de confusão

- escafedeu-se – Shawn falou e eu ri de nervoso – Gente, eu já to indo, eu tenho umas calcinhas pra lavar, ai. Tchau – Shawn falou e saiu correndo

- Filha da puta – sussurrei e logo voltei meu olhar para os dois loiros – Então, sabe né, prioridades calcinhas pra lavar e tals – falei dando uma risadinha no final – Vejo vocês em outra encarnação depois desse mico, tchau! – falei saindo correndo, até eu lembrar que tinha carro e voltar de novo com o rosto corado.

Entrei no carro e deitei minha cabeça no volante vendo a buzina soar alto e senti alguém me cutucando

- O que é caralho? - me levantei rápido vendo o garoto de olhos azuis. Arregalei os olhos e ele riu

- Você ainda está me devendo uma blusa, me dá seu número? – ele me entregou o celular. VOU PERDER O CABAÇO.

Eu to zuando mãe, não leia isso, te amo.

- C-claro, aqui meu número – falei entregando seu celular de volta e ele sorriu.

-Até mais, maluquinha – falou acenando e eu acenei de volta sorrindo que ne uma biba soltando suspiros

- Essa manja dos paraunauê – Escutei a voz do Shawn atrás de mim e dei um berro. Como ele entrou no carro? – Esse novo aplicativo de tele transporte é ótimo – falou passando pro banco da frente

- Me dá um susto desse de novo de eu quebro seus dentes – falei e ele fez bico

- Como eu vou char uma namoradinha pra mim sem dentes? – perguntou indignado

- ai cala a boca e põe esse cinto logo – liguei o carro vendo ele ligar o rádio e   colocando em uma estação que passava The Neighbourhood - Sweater Weather. Sorri abrindo o teto do carro e vi Shawn sorri junto. – Se segura, Cupido – falei rindo acelerando o carro

- EU VOU MORRER- Foi a última coisa que ele disse antes de caímos em gargalhadas e sua voz preencher o lugar ao som da minha música favorita.

 


Notas Finais


aproveitem seus lindos, amo voces
é nós. vou ali lavar calcinha
beijão
Arizona: https://i.pinimg.com/564x/45/16/45/451645f83d973d4e0cff37797579ee72.jpg
PS: MORRI COM ESSA FOTO DO SHAWN, É ISTO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...