1. Spirit Fanfics >
  2. Cupid's Love >
  3. Capítulo 9

História Cupid's Love - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpem a demora;----;

Capítulo 9 - Capítulo 9


Criança: eu nao sei...-é estranho que ainda nenhum anjo tenha vindo buscar ele..

Eu: hm...-fico em pé e estendo minha mão para ele. - venha, não é seguro para você ficar aqui....-ele segurou em minha mão e saímos caminhando dali.
   Levo a criança até meu apartamento.

Eu: fique a vontade...-falo para a criança quando entramos no apartamento.

Criança: posso olhar o local? -concordei e ele saiu andando olhando tudo que tinha no apartamento.
  Tiro meu celular do bolso do meu moletom e ligo para Jackson, chamou várias vezes e ninguém atendia, até que finalmente atendeu.

-ligaçao on-

Mark: o que foi s/n?

Eu: Mark? O que você está fazendo com o celular do jackson?

Mark: a gente acabou trocando acidentalmente nossos celulares, amanhã iremos destroca-los...

Eu: ah entendi.

Mark: afinal, pq voce ligou para o Jackson a esse horário?

Eu: enquanto caminhava eu encontrei a alma de uma criança na rua, trouxe ele para meu apartamento já que não é muito seguro uma alma ficar vagando por aí..

Mark: você fez bem! Olha, eu e Jackson estamos bem atarefados ultimamente, mas assim que eu conseguir uma brecha irei buscar a criança.

Eu: tá, mas a onde ele vai ficar durante esse tempo?

Mark: no seu apartamento, onde mais?

Eu: opa! Como assim? Meu amigo eu sou um anjo cupido não uma babá de alma de criança!

Mark: você vai conseguir! Conseguirei essa brecha rapidinho, enquanto isso tenho certeza que se dara bem com essa criança! Até mais..-deligou.

-ligaçao off-

Eu: aish! - deixo meu celular em cima da mesinha de centro e me sento no sofá.
   Logo vejo a criança se aproximando ao poucos de mim.

Eu: Bem, parece que você vai ficar alguns dias aqui comigo...-comento com um sorriso no rosto. - o que acha de nos conhecermos melhor? -ele concordou e ficou em minha frente. - meu nome é s/n, e o seu qual é?

Criança: Chun!

Eu: nome bonito..

Chun: obrigado.

Eu: quantos anos você tem chun?

Chun: 8.

Eu: hm...

Chun: quando eu poderei ir para o ceu tia s/n? -perguntou num tom triste.

Eu: logo meu pequeno...-sorri doce para ele. - tudo bem para você esperar mais um pouco? - ele concordou várias vezes com a cabeça enquanto sorria para mim.
    É tão triste saber que um menino tao jovem não pode aproveitar todo seu crescimento, talvez não seja tão difícil ser babá de uma alma.

-alguns minutos depois-
  Eu estava em meu quarto arrumando minha mochila para ir a empresa, hoje iriamos gravar o mv e eu estava um pouco desanimada, fecho minha mochila ao guardar tudo, olho para o lado e vejo o chun na porta do meu quarto me observando.

Eu: o que foi pequeno?-Ele se manteve em silêncio. - entre chun. - Ele entrou em meu quarto e veio em minha direção.

Chun: tia s/n! Eu tenho uma dúvida...-comentou parando ao meu lado.

Eu: diga pequeno.

Chun: o que um anjo faz morando aqui?

Eu: Bem, talvez você ainda não tenha percebido...Mas eu não sou um anjo comum, eu sou um anjo cupido.

Chun: anjo cupido?

Eu: sim, eu ajudo pessoas com corações partidos e junto casais...nunca tive problemas com minhas missões, até que recebi a missão de fazer um cara chamado woosung se apaixonar, e essa missão bem mais complicada do que todas que eu tive, então aqui estou eu vivendo no mundo dos humanos para tentar fazer woosung voltar a se apaixonar.

Chun: é tão difícil assim fazer esse moço voltar a amar?

Eu: você nem imagina o quanto, Woosung tem o coração partido, e ele já  se machucou muito por causa do amor, e tem medo de se machucar de novo, mas estou fazendo de tudo para que ele não se machuque e que ele consiga ser feliz novamente.

Chun: você se preocupa com ele?

Eu: claro, afinal ele é uma pessoa muito  boa e nao merece sofrer assim, merece o melhor para ele...- yong me observou por alguns instantes.

Chun: tia s/n, anjos cupidos também se apaixonam?

Eu: como?

Chun: se apaixonar, gostar de alguém.

Eu: ah não, anjos cupidos apenas distribui o amor,  não o sentimos.

Chun: mas me parece que você gosta desse woosung.

Eu: ah? Nao, você esta enganad..-ele me cortou.

Chun: minha mamãe sempre me dizia que quando nos preocupamos muito com uma pessoa é porque amamos ela...e voce disse que se preocupa muito com Woosung. - ele acabou me deixando sem palavras, como uma criança de 8 anos pode fazer isso?!

Eu: ah...bem, eu já vou sair...-mudo o assunto e pego minha mochila,  e saio do quarto junto com chun, deixo minha mochila em cima do sofá e vou até a cozinha pegando uma garrafinha de água e volto para a sala onde chun estava. - me prometa que você ficara aqui, não saia do meu apartamento!

Chun: eu prometo tia!

Eu: tá, talvez eu demore bastante para voltar...mas não se preocupe!

Chun: ok tia! -pego minha mochila e a coloco nas costas. 

Eu: eu vou indo, até depois! -saio do meu apartamento e tranco a porta. E vou para a empresa. 

●quebra de tempo●

Ja era 00:30, tínhamos acabado de gravar o mv, todas estavam exaustas... após sermos liberadas voltamos para a empresa e pegamos nossas coisas, e fomos embora, eu fui para meu apartamento o mais rápido possível, eu sabia que a gravação do mv iria demorar, mas não esperava que fosse terminar tão tarde. Estava preocupada com chun,  não é muito bom ele ter ficado sozinho em meu apartamento, aish..eu deveria ter trazido ele junto, ninguém veria ele além de mim.

Ao chegar em meu apartamento, e ao entrar vejo chun parado no mesmo lugar de hoje cedo.

Chun: você demorou tia! -falou com um sorriso. 

Eu: desculpe, demorou mais do que eu pensava. - larguei minha mochila em um canto qualquer e fui até o sofa me sentando no mesmo.

Chun: tia!

Eu: sim?

Chun: existem anjos da guarda?

Eu: sim, é claro que existem.

Chun: hm...anjos da guarda protegem os humanos né?

Eu: sim.

Chun: ah..- Chun me parecia triste.

Eu: o que foi Chun? Você me parece triste..

Chun: acho que meu anjo da guarda não gostava de mim...-ele comentou de cabeça baixa. - ele não me protegeu no dia do acidente...talvez eu tenha sido um bom garoto, por isso ele nao me salvou.. - aish..ouvir isso de uma criança me deixa bastante triste.

Eu: você está errado meu pequeno, seu anjo da guarda gostava sim de você! Mas cada humano recebe um destino, infelizmente seu destino era esse... e seu anjo da guarda não teve outra escolha...

Chun: que destino triste que recebi...espero que nenhuma outra criança receba esse mesmo destino.

Eu: por mim todos teriam destinos felizes, mas não sou eu que faço isso.

Chun: entendo.

Eu: bem...quer assistir alguma coisa?

Chun: sim.

○dois dias depois○





Notas Finais


Desculpem qualquer erro;--;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...