História Cura demorada - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Sonic The Hedgehog
Personagens Amy Rose, Maria Robotnik, Professor Gerald Robotnik, Shadow the Hedgehog, Sonic The Hedgehog
Visualizações 8
Palavras 518
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Estoque de seu dna


Assim que olhei para o documento sobre o dna de minha sobrinha neta Maria fiquei meio triste pois sabia que de vez em quando ela seria obrigada a doar grande quantidade de sangue.Fui até o quarto dela e demorei um pouco para contar sobre o exame de sangue.

-De quanto em quanto tempo eu terei que doar sangue?

-Cada vez que o estoque estiver acabando.

Peguei dentro do meu armário a caixa com o anel que usei no dia do meu primeiro aniversario e mostrei a ele.Achou bonito e colocou no meu dedo.Eu a abracei e a fiz dormir.Tres semanas depois em que entrei no quarto dela percebeu que eu estava com o traje branco e se deu conta de que era para me seguir.Alguns dos outros que trabalham ali apareceram e começaram a por as luvas e pegar os objetos para a doação de sangue.Tive que segurar a mão dela pois era a primeira doação.Algumas horas depois médicos de varios hospitais vieram buscar um pouco do dna cada um deles.Eu fui até o quarto dela e disse que o sangue do dna é para salvar a vida de pessoas que tem a doença.Alguns dias depois eu recebi no escritório um repórter de jornal interessado na história de Maria.Contei tudo desde do inicio e ele pediu uma foto dela.Quando os pais e o irmão gêmeo souberam ficaram um pouco com medo e preocupados.Foram até lá para tentar conversar com o tio-avô.Fomos primeiro até o escritório e nos sentamos nas cadeiras.

-Como vão os três?Faz tempo que não os vejo.

Shadow se levantou e me perguntou aonde estava Maria.A chamei pelo telefone da mesa e cinco minutos depois ela entrou.Os quatro se abraçaram e o pai perguntou por quanto tempo ela iria se manter longe deles.Na hora que os três estavam indo embora dali fiquei triste mesmo sabendo que eles me visitariam mais vezes.Tres anos haviam se passado e nada deles virem me visitar aqui.Algumas horas depois em que resolvi ir até o escritório dele vi que a porta estava aberta e ele estava a falar um pouco nervoso no telefone.

-Voces não podem vir até aqui enquanto Sonic for o dono da fábrica de brinquedos eletrônicos?

Mandei shadow e alguns empregados do setor de carga ao local.Quando chegaram percebi que shadow estava vestido e se comportando como um cavalheiro britânico.Se sentaram e um deles começou a falar.

-Aqui esta o contrato para fazer bonecas eletrônicas de Maria the hedgehog.

Olhei diversas vezes o que estava escrito no contrato e só depois assinei.Tive que chamar Maria para os empregados da fábrica tirarem uma foto.Quando as propagandas das bonecas eletrônicas começaram a aparecer na televisão ficamos os dois sabendo que a fábrica estava lucrando bastante e que os outros três estavam conseguindo se virar morando em um terreno grande perto da fábrica.Eles enviavam fotos e nos informavam que as bonecas eletrônicas estavam fazendo milagres com as pessoas que estão doentes em geral.Uma família em especial marcou um encontro pelo telefone solicitando sete bonecas eletrônicas.No dia que vieram ao escritório eu fiquei emocionado ao perceber que os sete meninos eram surdos.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...