História Curando seu coração (Um conto SasuNaru) - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Itadei, Naruto, Sasuke, Sasunaru, Yaoi
Visualizações 1.030
Palavras 4.020
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Fluffy, Harem, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo, minna!
Eu to bem melhor, obrigada quem se preocupou e estimou melhoras!
Boa leitura!

Capítulo 19 - Experiência


Fanfic / Fanfiction Curando seu coração (Um conto SasuNaru) - Capítulo 19 - Experiência

 Naruto dormia nu sobre o peito de Sasuke, aquele assunto ainda pairava sobre a cabeça do Uchiha, uma semana tinha se passado desde que Naruto pedira para ser o ativo, Sasuke desconversara na hora, mas o dia do aniversário se aproximava, cinco dias e precisaria de uma resposta.

 Por que mudar o que era bom? Estavam bem assim e iriam continuar. O despertador tocou, eram seis horas da manhã, hora de ir pra escola, desligou-o se virando sob os lençóis, Naruto gemeu manhoso, não queria acordar.

 - Acorda. – sussurrou Sasuke de maneira carinhosa, certo, nunca pensou que seria esse tipo de Namorado, mas adorava ser carinhoso com Naruto, era como se o Uzumaki fosse um tesouro que precisava ser cuidado – Naruto, temos aula, é terça-feira.

 - Não quero ir, Suke. – ele se aconchegou mais no peito de Sasuke – Você está tão quente, Sasuke.

 - Acha que quero sair daqui? – o Uchiha beijou a testa do loiro – Ter você nu na minha cama e em cima de mim é muito tentador.

 - Podia fazer sexo comigo e não me mandar pra escola. – finalmente abriu os olhos  e levantou o rosto – Fale a verdade, me prefere gemendo do que estudando.

 - Eu te prefiro gemendo a qualquer coisa, dobe. – sussurrou o Uchiha – Mas temos prova na quarta aula.

 - Argh! – Naruto se levantou.

 Os dois tomaram banhos separados, arrumaram-se, Naruto usava o segundo uniforme, Sasuke o primeiro, desceram e não havia ninguém na cozinha, mas tinha café na cafeteira, provavelmente Obito tinha feito antes de sair.

 Naruto pegou as duas canecas no armário, uma laranja e uma azul, sempre as usavam, Sasuke colocou café pra ambos, depois abriu a geladeira pra pegar leite. Naruto abraçou o namorado por trás, Sasuke sorriu e Naruto apertou sua bunda.

 - Eu não tinha percebido o quanto a sua bunda é bonita. – disse o loiro.

 - Não, Naruto. – disse Sasuke se virando para ele – Não vou dar pra você.

 - Qual é, Teme? E se você gostar? – perguntou Naruto afastando uma mecha de cabelo negro do rosto de Sasuke – Só no meu aniversári.

 - Não. – disse o Uchiha.

 - Aff, Sasuke, você é muito chato! – disse se afastando.

 - O casalzinho perfeito está brigando? – Itachi adentrou a cozinha prendendo os cabelos no costumeiro rabo de cavalo baixo.

 - Sasuke não quer ceder, quero ser o seme uma vez. – disse Naruto irritado, Sasuke estapeou o namorado no braço por contar suas intimidades.

 - Por que, Otouto? – perguntou Itachi abrindo o armário e pegando o cereal.

 - Não te interessa. – rugiu Sasuke.

 - O que não interessa? – perguntou Deidara adentrando a cozinha e beijando o Itachi – Ohayou, hm!

 - Naruto quer que o Sasuke seja Uke, mas meu irmã está irredutível. – disse Itachi, Sasuke bufou.

 - Qual é o problema, Suke? – Deidara pegou duas tigelas para cereal.

 - Sou um seme! – Sasuke explodiu – Não Uke, e não serei também.

 - Você nunca tentou, hm. – disse Deidara – O que custa experimentar se é um desejo do seu namorado?

 - Itachi já experimentou? – perguntou Sasuke, irritado.

 - Eu nunca quis tentar, gosto de ser Uke, hm. – disse Deidara despejando cereal e leite na tigela – Mas meu irmão quer experimentar, o que custa?

 - Escute a voz da sabedoria. – disse Naruto e Sasuke o fuzilou com o olhar.

 - Ohayou. – Kakashi entrou na cozinha sem camisa e com os cabelos bagunçados.

 - Que isso hein, Kakashi hm... – comentou Deidara e Itachi o empurrou.

 - Tenho idade pra ser seu tio, menino. – brincou o grisalho pegando café também – O que houve? O clima ta pesado...

 - Naruto quer inverter os papeis, mas Sasuke não quer ser o Uke. – disse Itachi.

 - Não tem nada de errado em ser seke, Sasuke. – disse Kakashi.

 - Fala sério! – exclamou Sasuke – Vão cuidar da vida sexual de vocês!

 Saiu andando com os quatro gargalhando.

...

 - Você não está falando com ele? – perguntou Ino na hora do intervalo enquanto estavam sentados em um banco de madeira.

 - Ele ficou expondo nossas intimidades na frente deles! – argumentou Sasuke, irritado.

 - Você nunca se importou, na verdade te acho um pouco exibicionista. – disse a loira a olhando o amigo – A verdade é que não está bravo, está constrangido por considerar.

 - Cala a boca, Ino. – o Uchiha revirou os olhos.

 - Sasuke, qual é o problema? – a Yamana cruzou a pernas – O Naruto quer tentar algo diferente, para de frescura! Você pode gostar.

 - Eu não quero gostar. – disse Sasuke emburrado.

 - Está realmente achando que isso interfere na sua masculinidade? – ela revirou os olhos.

 - Você sabe que pra mim ser homem não é a orientação sexual e sim o caráter, mas... eu não um Uke, Ino. – disse o Uchiha.

 - Não vai saber sem tentar. – disse a loira olhando o pátio – E se eu fosse você, não daria espaço pra quem quer te derrubar. Lá vai a Hyuuga.

 Sasuke viu Hinata se aproximar de Naruto que saia do banheiro, Sasuke bufou e fez como quem ia se levantar, Ino o puxou.

 - Não acha que já teve problema demais com crise de ciúme? – a Yamanaka suspirou – Preste atenção, ela se aproxima dele com aquele ar delicado, você tem uma crise de ciúme, o Naruto se irrita e da mais espaço para ela e todo mundo sai perdendo.

 Sasuke bufou.

...

- Naruto-kun?

 Naruto se virou e deu um mínimo sorriso para Hinata que tinha um embrulho lilás nas mãos.

 - Ohayou, Hinata-chan. – disse ele enfiando as mãos nos bolsos.

 - É... ah... e-eu me lembrei de que s-seu aniversário é no sábado. – disse Hinata corada, ela fechou os olhos e se curvou estendendo o embrulho – Feliz aniversário, Naruto-kun!

 - Ah... A-Arigato. – Naruto pegou o embrulho e ela se endireitou, o loiro estava de certa forma constrangido com tudo aquilo, mesmo sem vê-lo sabia que Sasuke o estava olhando abriu o embrulho e encontrou um livro branco com bordas douradas assim como o título, Naruto sorriu – Essa é... ?

 - A edição de gelo de Romeu e Julieta. – disse Hinata animada – A última edição, não tem aquele aspecto antigo que você tanto gosta, mas como você sempre disse...

 - Shakespeare é Shakespeare. – disse Naruto sorrindo – Eu adorei, Hinata, obrigada. Você sabe que adoro esse livro.

 - Eu sei. – ela suspirou – Eu vou comer algo, ja ne Naruto-kun.

 - Ja né, Hinata. – ele acenou.

 Era um bom livro, Naruto gostava de ler e Romeu e Julieta embora parecesse brega era um dos melhores livros que já tinha lido, chegou a comentar com Hinata sobre como adorava o jeito que Shakespeare colocou em palavras um sentimento tão forte.

 - Presente da ex? – perguntou Sasuke aparecendo na frente do loiro, Naruto encarou o livro em suas mãos – Romeu e Julieta? Devo me preocupar?

 - É só o segundo melhor livro de Shakespeare. – Naruto sorriu – Não é um pedido de volta.

 - E qual é o primeiro? – perguntou o Uchiha pegando o livro nas mãos – Hamlet?

 - Sonhos de uma noite de verão. – disse o Uzumaki sorrindo – Tá tudo bem se eu ficar com o livro?

 - É um livro, não uma foto dela pelada. – disse Sasuke devolveu – Desculpa se fui grosso mais cedo.

 - Tudo bem, eu esqueci aquela ideia. – disse Naruto beijando o rosto do namorado – Pode me levar ao cinema, não sei, ou me fazer gozar.

 O loiro piscou e saiu andando, Sasuke riu. Naruto resolveu voltar pra sala antes da hora, Neji estava lá copiando algo, olhou Naruto, mas logo abaixou o olhar o ignorando, o Uzumaki suspirou.

 - Neji-san, isso vai continuar por muito tempo? – perguntou colocando os pés em cima da mesa, Neji echou o caderno.

 - Fala sério, Naruto, o que você quer? – perguntou o Hyuuga – Me magoou e eu não quero falar com você.

 - É meu amigo, não quero ficar com esse clima entre a gente. – disse o loiro.

 - O Uchiha parece gostar disso. – disse o perolado – Tá, Naruto, eu te perdoo se ficar longe de mim.

 Naruto suspirou e virou-se para frente.

...

 - Romeu, Romeu, onde estás meu Romeu? Renega teu pai e abdica teu nome e, se não tiveres coragem, jura que me amas, e eu deixarei de ser Capuleto. – Naruto fechou o livro e sorriu para Sasuke que estava na cama, o loiro estava deitado no tapete – Qual é, não achou bonito?

 - Eles mal se conheciam, Naruto. – disse Sasuke – Ele a viu em um baile e pronto, amor incondicional? Ela ia desistir da família por causa dele?

 - Ela o amava, Sasuke! – Naruto se colocou de pé e se sentou na cama – Não renegaria seu nome por mim?

 - Eu faria tudo por você. – disse Sasuke o beijando. – Vai pra escola amanha?

 - Não, é sexta, véspera do meu aniversário, o Dei quer sair comigo. – disse Naruto beijando o pescoço de Sasuke – Mas você vai.

 - Aquilo vai ser um saco sem você. – disse o moreno.

 Sasuke se esticou abrindo o criado mudo e pegando um embrulho preto, entregou-o a Naruto que sorriu abrindo o papel, o loiro encontrou outro vestido branco da mesma coleção, deu uma gargalhada gostosa.

 - Sonhos de uma noite de verão, edição de gelo. – Naruto riu olhando o namorado – Você não existe.

 - Não queria ficar de fora. – disse o Uchiha.

 Os dois riram.

...

 Dormir até mais tarde era delicioso, Naruto estava esparramado em sua cama e só acordou quando Sasuke veio rapidamente beijar-lhe o rosto antes de ir pra escola. Ouviu quando a porta do quarto abriu, imaginou ser Deidara.

 - ACORDA! – Sentiu os pesos caírem sobre seu corpo, assustou-se, mas reconhecia essa voz, virou-se empurrando o peso pro lado e Moegi caiu rindo assim como Yugito.

 - Você é um preguiçoso, Naru. – Fuu riu cruzando os braços.

 - Ele só tá tirando o sono de beleza. – disse Utakata sorrindo pro amigo.

 - Desiste Naruto, eu sou muito mais bonito. – Yagura se encostou na parede.

 - Minna! Vocês vieram! – Naruto sorriu animado – Eu não acredito.

 - Achou que perderíamos a big festa que Deidara vai fazer pros seus dezoito anos? – perguntou Yugito – Eu vim mostrar pra Ino quem é a loira mais gostosa na sua vida.

 Naruto abraçou Yugito a derrubando na cama de novo.

 Os seis saíram pra comprar besteiras e quando voltaram se jogaram na sala de cinema, foi quando Deidara e Itachi chegaram.

 - Eu não acredito, hm! – Deidara abriu os braços – É a minha puta preferida.

 - Deid! – Yugito saiu correndo pra abraçar o loiro, os dois se abraçaram com força e trocaram o costumeiro selinho de sempre – Você tá muuuito gato.

 - E quando não estive? – perguntou ele – Yo, minna, hm!

 - Deidara-kun. – disse Fuu abraçando.

 Todos se cumprimentaram, na vez de Yagura foi mais rápido, Deidara estava com medo de irritar Itachi.

 - Então é você. – Yagura estendeu a mão para Itachi que a pegou com firmeza.

 - O namorado do Deidara? Sim. – respondeu o Uchiha.

 - Oe, nada de brigas antes do meu aniversário. – disse Naruto. Ouviram a porta se abrir e Naruto suspirou, sabia que era Sasuke chegando da escola e o clima ia pesar um pouco, o moreno chegou até a sala de cinema e olhou a multidão com desconfiança, deu uma olhada seca em Utakata que já estava acostumado – Oi amor.

 - A festa já começou? – era claro o mau-humor na voz de Sasuke, ele não gostava de estranhos em casa.

 - Minna, esse é Uchiha Sasuke, meu namorado. – disse o Uzumaki.

 - Você é muito mais bonito que seu irmão. – disse Yagura e Itachi revirou os olhos.

 - Realmente, é muito lindo, Sasuke-kun! – Moegi sorriu – Sou Moegi, a melhor amiga do Naruto.

 - Hn. – disse Sasuke friamente – Eu vou fazer o dever de casa.

Saiu da sala, Naruto suspirou.

 - Um doce, não é? – perguntou o Uzumaki mais novo.

...

 Estava tudo bem, tirando as rusgas entre Yagura e Itachi, Sakura e Moegi e os flertes entre Ino e Yugito. Deidara contratou um DJ bom e levou a festa para o lado de fora, com infeites na piscina e no jardim extenso. A música era eletrônica, Naruto dançava com as amigas, estava cheio com o pessoal da escola e os amigos do irmão mais velho.

 A bebida estava liberada e a sensação de ser maior de idade dominava Naruto, ele pegou um cigarro com Deidara e acendeu voltando pra pista, estava começando a gostar daquilo, Yugito se virou de costas encostando-se em Naruto e rebolando nele, o loiro riu, Sasuke se aproximou parecia de bom-humor e bêbado.

 - Desculpe, querida, mas ele é meu. – puxou o loiro para um beijo.

 Começaram a dançar juntos, Sasuke tinha as mãos na cintura do loiro, Naruto afagava seu rosto a puxando para um beijo ou outro de vez em quando, alternava entre os lábios de Sasuke e o cigarro, Sasuke tambem acendeu um e acompanhou o namorado.

 - Eu te amo. – sussurrou Sasuke junto ao ouvido de Naruto.

 - Eu também amo você. – Naruto jogou o resto do cigarro no chão pisando em cima, sua cabeça girava um pouco pela bebida, não chegava a estar bêbado, mas alegre – Vamos subir, sim? Quero você.

 Sasuke pegou a mão de Naruto e o levou para dentro da casa, foram pra dentro do quarto de Naruto e se assustaram ao encontrar Yugito e Ino sobre a cama sem as blusas e aos beijos.

 - Meu Kami. – Naruto começou a rir as duas não pararam e Sasuke sorrindo o puxou para seu quarto e esse estava devidamente vazio.

 Voltaram aos beijos, os lábios de Sasuke tinham gosto de álcool e cigarro, Naruto adorou e enfiou as mãos sob a camisa de botão do moreno arranhando seu peitoral, mordeu seus lábios chupando-os, abriu os botões e retirou a camisa, estava com pressa de ter Sasuke dentro de si. Sasuke empurrou o moletom de Naruto até retirá-lo e subiu sua camisa laranja, jogando-a no chão.

 Caíram na cama retirando os sapatos com os próprios pés, de repente Sasuke parou e segurou o rosto de Naruto para que o olhasse nos olhos.

 - Faça. – sussurrou. Naruto ficou parado um tempo encarando Sasuke, era muito sério e ele já tinha esquecido dessa ideia pois o moreno não queria.

 - Sasuke, não precisa fazer isso. – disse Naruto, incerto.

 - Eu quero, então não questione, apenas faça. – Sasuke puxou a boca do namorado até a sua.

 Naruto se obrigou a ficar calmo, precisava ficar alerta e fazer com que aquilo fosse bom para Sasuke, era de certa forma a primeira vez de Sasuke como Uke e Naruto precisava ser gentil. Beijou-o com mais intensidade projetando o corpo para cima do dele, desceu trabalhando em seu pescoço dando chupões fortes e arrancando suspiros excitados de Sasuke, desceu mordendo seu corpo e parando nos mamilos, rodeou-os com a ponta da língua chupando-os em seguida, o moreno gemeu baixo quando loiro passou para o outro, assim que estavam endurecidos e arroxeados desceu mais mordendo aquela barriga pálida e definida, até agora tudo normal.

 Abriu e retirou a calça de Sasuke assim como a cueca, tomou o membro já ereto na boca, pelo menos o máximo que conseguiu, chupava com força fazendo o Uchiha gemer alto e agarrar seus cabelos, levou dois dedos até a boca de Sasuke e Sasuke fez uma cara feia, mas chupou-os molhando-os bem.

 - Bom garoto. – disse Naruto e Sasuke deu uma mordida em seus dedos e o loiro riu. Voltou a chupar o pau do moreno e masturba-lo no processo, levou os dedos até a entrada do Uchiha, introduziu um dedo fazendo o namorado gemer de dor, Naruto chupou forte fazendo o prazer voltar a aproveitou para introduzir um segundo dedo, era nítido que o Uchiha sentia dor, mas com o boquete que Naruto fazia ele esquecer um pouco a dor, começou a mover os dedos e logo Sasuke começou a gemer de prazer, aumentou ainda mais quando Naruto encontrou sua próstata e começou a massageá-la, Sasuke parecia em êxtase – Parece que alguém está gostando.

 - C-Cala a aah boca! – gemeu Sasuke agarrando os lençóis, Naruto aumentou a velocidade dos dedo e da boca, não demorou e Sasuke se derramou na boca de Naruto que soltou um gemido de aprovação ao engolir todo o luquido espesso.

 Levantou-se lambendo os lábios, o rosto de Sasuke era um máscara de prazer, estava corado e suado, mas Naruto não o deixaria descansar, abriu a calça a retirando assim como a cueca laranja, estava extremamente duro e precisava daquilo.

 Colocou-se entre as pernas de Sasuke subindo seus joelhos, deu beijos do abdômen até sua boca, introduziu a língua em sua boca e o moreno a chupou com vontade, encostou seu membro na entrada do Uchiha sorrindo excitado.

 - Pronto? – perguntou o Uzumaki.

 - Anda, dobe. – pediu o Uchiha puxando Naruto para mais um beijo, Naruto forçou a entrada e sentiu-se entrar em Sasuke, quando chegou na metade Sasuke parou o beijo para gemer de dor, Naruto se sentiu péssimo, não queria machuca-lo, começou a masturba-lo e logo o Uchiha esqueceu a dor, Naruto se forçou mais até estar completamente dentro do maior, Sasuke agarrou suas costas o arranhando – Sasuke, tá tudo bem? Quer parar?

 - Naruto, se mexe. – disse em um sussurro fraco, aquele era mesmo o mesmo Sasuke autoritário? O Loiro obedeceu começou a se mexer lentamente, Sasuke gemia de dor, Naruto não sabia se estava fazendo algo errado, mas o prazer lhe alcançava, Sasuke era apertado e quente, o loiro se forçava a não gemer para não ser indelicado, de repente o tom da voz de Sasuke se modificou, tornou-se mais rouca e arrastada, Naruto encontrou prazer nela, o Uzumaki continuou o masturbando lentamente e não parou mesmo quando os gemidos de Sasuke se tornaram mais altos – Na-Naruto!

 - Isso, teme! Geme meu nome. – Naruto soltou entre os dentes, o interior de Sasuke apertava Naruto, Sasuke já não sentia mais dor, abriu ainda mais as pernas agarrando-se a Naruto e gemendo sem pudor – Você é uma delícia, Sasuke!

 - Mais rápido, Naruto! – mandou e Naruto obedeceu, seu pau já saia e entrava de Sasuke com certa brutalidade, o Uchiha arranhava as costas de Naruto praticamente gritando de tesão, Naruto urrava de prazer ao estocar dentro de Sasuke, acertava sua próstata e aumentava o ritmo da masturbação, o corpo de Sasuke começou a tremer – E-Eu vou gozar, dobe!

 - Eu tambem, Suke! – anunciou Naruto.

 E os dois gozaram juntos, Sasuke sujou seus peitorais, Naruto explodiu dentro do namorado deixando que seu sêmen escorresse assim que se retirou de dentro do moreno. Deitou-se ao lado de Sasuke ofegante, sentia-se bem ao curtir aquela sensação de pós-orgasmo. Deitou-se de lado olhando o Uchiha que respirava com dificuldade com os olhos fechados, aproximou seus corpos entrelaçando suas pernas.

 - Tá tudo bem? – perguntou Naruto afastando uma mecha negra de cabelo.

 - Não vamos mais fazer isso. – disse o Uchiha com a cara amarrada.

 - Ah, pelo jeito que gemeu não foi tão ruim assim, Suke. – provocou Naruto – Vamos, admita que gostou.

 - Está bem, eu gostei. – ele corou um pouco – Foi bom, muito bom.

 Naruto beijou o rosto do namorado e escondeu o rosto em seu pescoço.

 - Amor? – chamou incerto pelo apelido carinhoso.

 - Hm? – ele parecia cansado.

 - Eu prefiro ser o passivo. – segredou Naruto.

 - Graças à Kami. – agradeceu Sasuke e os dois riram alto.

...

 No dia seguinte Naruto acordou antes de Sasuke, estava com um dor de cabeça maldita e sabia que Sasuke estaria igual ou pior quando acordasse, resolveu ir buscar um remédio pra ressaca e café pro namorado que não estaria de bom humor.

 Vestiu a calça e a camisa, ao sair do quarto de Sasuke deu de cara com Yagura saindo do quarto de Deidara, os dois amigos se encararam e Naruto só entendeu quando Deidara saiu sem camisa e Itachi só de bermuda, os três tinha cara de culpado, Naruto fechou a porta para não acordar Sasuke.

 - Vocês só podem estar de brincadeira. – disse o loiro mais novo – Vocês transaram?

 - Cuida da sua vida, Uzumaki. – disse Yagura vermelho.

 - Os três? – Naruto estava pasmo, o irmão tinha um sorrisinho sacana no rosto, Itachi desviava o olhar – Depravados!

 - Que foi? – perguntou Yugito saindo do quarto de Naruto fechando o short, Ino arrumava o cabelo.

 - Teve fodinha ItaDeiYagu. – acusou Naruto segurando o riso.

 - M-e-n-t-i-r-a! – Yugito começa a rir – CONTA TUDO YAGURA!

 - Para, não rolou nada! – Yagura virou as costas saindo andando pelo corredor, Naruto estendeu a mão e Deidara bateu trocando um olhar cumplice com o irmão. Desceram e começaram a preparar o café.

 Naruto pegou a xicara azul cheia de café bem forte e um remédio para dor de cabeça, subiu de volta para o quarto de Sasuke colocou o café e o remédio sobre o criado mudo e o abraçou.

 - Acorda, teme. – disse ao seu ouvido antes de morder sua orelha – Trouxe café.

 Sasuke se agitou e se sentou, soltou um gemido de dor e Naruto riu recebendo um olhar mortífero do Uchiha.

 - Ria de novo e eu quebro os seus dentes. – disse Sasuke.

 - Ai, Teme. – Naruto fez beicinho e Sasuke bufou, entregou o café o remédio – Descansa, meu bem, vou ser bem carinhoso com você antes.

 - Tsc. – ele gemeu de dor mais uma vez – Você fica dolorido assim toda vez que transamos?

 - Não mais, só quando você tá muito inspirado, mas vale a pena. – disse o loiro se divertindo – Quem sabe assim não me dá mais carinho depois de acabar comigo.

 - Você é injusto, Usuratonkachi, sou uma namorado carinhoso pra você. – revirou os olhos.

 - Toma seu café, Sasuke. – Naruto o beijou.

...

 Dois meses se passaram e finalmente Sasuke conseguiu tirar sua habilitação, estava animado com a ideia de dirigir, saiu no mesmo dia com Obito para comprar seu carro, afinal a firma Uchiha era dele e de Itachi, podia usar o dinheiro agora, claro, com a supervisão de Itachi ou Obito.

 Escolheu uma bmw sedan 3 preta do jeito que sempre quisera, sentiu-se animado ao entrar no carro e liga-lo, conseguiu tirá-lo da consecionária sem ajuda e se despediu de Obito acelerando, queria dirigir um pouco seu carro novo, mas não queria fazer isso sozinho, voltou para casa buzinando sem parar, saiu do carro colocando o óculos escuros ao encostar-se nele. Naruto, Itachi e Deidara saíram de casa incrédulos ao olharem Sasuke que sorriu.

 - Você é realmente um mimadinho, Otouto. – disse Itachi se aproximando do carro – Uau.

 - Muito sexy, Suke, hm! – disse Deidara assoviando.

 - E você, o que achou dobe? – perguntou olhando para o namorado.

 - Achei perfeito pra você, a sua cara Teme. – Naruto riu – É muito lindo.

 - Vamos dar uma volta. – Sasuke deu a volta no carro abrindo a porta do carona – Senhor Uzumaki?

 Naruto sorriu e deu a volta para entrar no carro, Sasuke entrou e acelerou. Dirigia rápido pelas ruas de Konoha, ria ao acelerar até que Naruto ficasse com medo, o loiro não era muito fã de adrenalina e o moreno se divertia com isso.

 Parou na frente de um café e saíram para tomar alguma coisa, Naruto estava estranho respondia só o necessário e Sasuke começou a estranhar. Pediu duplo com caramelo e creme para Naruto e um expresso com leite para ele, encarou o namorado que apertava o copo olhando para as mãos, parecia tremer. Estava tendo uma crise.

 Sasuke não perguntou, apenas colocou o dinheiro em cima da mesa, passou um braço pela cintura de Naruto o levantando e levando para o lado de fora, ajudou-o a entrar no carro e quando percebeu ele chorava.

 Dirigiu até em casa, tinha que deixar o carro para fora, adentraram a casa e Deidara se levantou, Sasuke lhe deu uma olhada e ele soube que podia deixar com o Uchiha, o moreno subiu com o namorado para o quarto dele, ajudou-o a se deitar pegando água para que tomasse o remédio.

 Sentou-se na cama preocupado, afagou seus cabelos dourados.

 - Me desculpe. – sussurrou Naruto – E-Eu não queria acabar com o seu dia, eu...

 - Amor, você tá doente, não precisa se desculpar. – disse Sasuke se deitando ao seu lado – Eu estou aqui.


Notas Finais


Sasuke até que gostou hahahaha
O ruim dessa doença é que ela nao tem motivo e nem hora, mas o Naru vai conseguir!
COMENTEM!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...