História Curiosidades Aleatórias - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Tags Angst, Ataque De Pânico, Centric! Baekhyun
Visualizações 85
Palavras 413
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Universo Alternativo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá de novo.

Ao que parece, tomei mesmo gosto pelas ficlets e pelo angst.

Aviso de Gatilho: No decorrer da fanfic eu descrevo um ataque de pânico. Se é um conteúdo sensível, por favor não leia. Não quero fazer mal a ninguém. Só quero postar, porque ultimamente tenho sentido a necessidade de não só escrever como eu me sinto, mas também compartilhar e aqui é o único lugar em que me sinto confortável para postar os meus textos.

Enfim, aviso dado, seguimos com a fic.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Baekhyun pressentia os seus ataques de pânico. Ele não saberia explicar como. Mas sabia.  

Ele tinha o habito de recitar curiosidades aleatórias quando estava inquieto, porque sabia que esse era um anuncio. A certeza de que logo evoluiria para outra coisa. Então, ele se encolhia, seus ombros curvados, respiração suspensa e punhos cerrados enquanto recitava para si mesmo, baixinho. Um mero sussurro afobado.

 Você não pode se matar prendendo a respiração.

É fisicamente impossível para os porcos olharem para o céu. 

 O único alimento que não apodrece é o mel.

As curiosidades não tinham relação ou seguiam um tema especifico, ele só dizia conforme se lembrava. E normalmente ele só lembrava-se das mesmas. Não importava. Era um exercício calmante. Uma tentativa de não entrar em pânico. Às vezes funcionava.

Às vezes não.

Ele odiava quando era o segundo caso. Odiava a sensação de descontrole, da sua própria mente fugindo, se afastando da racionalidade, seus pensamentos escassos e repetitivos enquanto criava monstros das sombras.

Ele odiava as mãos escorregadias de suor, tremendo em um prenuncio do que aconteceria com todo o seu corpo dali a instantes.

A respiração falhando.

O peso absurdo em seu peito.

O estômago se contorcendo.

Seu coração batendo tão forte contra a sua caixa torácica, que ele entrevia o momento em que ela seria quebrada, deixando o órgão sair.

Era quando os tremores começavam e junto com eles vinham as lágrimas. Lágrimas que ele não queria derramar, mas que insistiam em descer por seu rosto, morrendo em sua boca que seus dentes mordiam com força.

Ele não sabia precisar quanto tempo durava, pois cada minuto pareciam horas. Ele sabia que, quando terminava, seu corpo inteiro doía e seus lábios sangravam. E ele não queria se mover.

Baekhyun só queria continuar ali, deitado e talvez, quem sabe, o universo o ajudasse pelo menos uma vez e atendesse ao pedido desesperado e cansado de quem queria desaparecer. Não existir mais. Simplesmente sumir.

O universo nunca o atendeu.

Depois de incontáveis minutos deitado, ele se virava gemendo um pouco enquanto se erguia. Limpava as lágrimas que ainda corriam por seu rosto. Ele se sentia miserável, mas o que poderia fazer? Ele descobrira que depois de um tempo, qualquer pessoa poderia se acostumar a qualquer coisa. E ele estava aprendendo a viver com a sua miséria, recitando curiosidades aleatórias.

Todos os ursos polares são canhotos. 

As borboletas sentem o gosto das coisas por seus pés.

Nos últimos 4000 anos, nenhum novo animal foi domesticado.

 


Notas Finais


Se alguém chegou até aqui (acho que devo ter assustado algumas pessoas lá no começo), meu muito obrigada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...