História Curly (Larry Stylinson) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Louis Tomlinson
Tags Larrystylinson, Ned, Ziam
Visualizações 248
Palavras 1.491
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie!! Eu tenho alguns avisinhos rápidos:
💚Essa fic terá mais ou menos 8 capítulos, então não esperem por uma fic enorme.
💙A fic já tá toda escrita (ou quase), então a atualização vai ser rápida. (Falarei disso nas notas finais)
💚Tudo é narrado pelo Louis.
💙NÃO TERÁ SMUT ELOUNOR, porque não sou obrigada, na verdade eles nem transam na fic, mas deixa o spoiler de lado.
💚Não se preocupem, que não terá muitas enrolações.
💙Tem umas aparições de Ziam e Ned, mas não é nada de mais.
💚Ltops
Espero que gostem ;) bjinhos!
🌈 Boa Leitura 🌈

Capítulo 1 - O Menino Cacheado.


Fanfic / Fanfiction Curly (Larry Stylinson) - Capítulo 1 - O Menino Cacheado.

LEIA AS NOTAS DO AUTOR, POR FAVOR!

Estou nesse exato momento dentro de um avião ao lado de minha noiva, Eleanor Calder, com destino a Londres para o meu casamento, Eleanor fez questão de irmos para lá e fazermos a cerimônia na casa dos Styles.

Os Styles sempre foram muito próximos dos Calder, quando os pais da minha querida noiva morreram, ela passou um bom tempo lá, são como a família dela.

A família é composta por Anne mãe de Harry e Gemma, e Robin,  padrasto dos mesmos, e marido de Anne.

As vezes penso se não sou novo demais para essa coisa toda de casamento, tenho apenas 22 anos, enquanto meus amigos estão aproveitando a vida, bebendo, dormindo com uma pessoa diferente a cada dia, eu fico em casa vendo filmes chatos com minha noiva, mas eu amo Eleanor, e não me arrependo de ter a pedido em casamento. Estou um pouco nervoso para conhecer a "família" de Els.

Descemos do avião, e vamos para sala de espera do aeroporto, toda a família já estava lá... e meu Deus, que genética... todos são lindos, apenas o Harry não estava presente, o que é uma pena, queria conhecer todos agora para não haver conflitos no futuro. Depois de comprimentar todos, e ter uma rápida apresentação, nos dirigimos ao carro,  acredito que Harry não tenha vindo para ter espaço para todos.

Ao chegarmos na casa dos Styles ouso uma risada extremamente escandalosa, olho para o sofá,  e vejo um moreno muito bonito, de cabelos cacheados e parecido com Gemma, que deduzo ser Harry, e um loiro tentando controlar a crise de riso.

-Oi!- o moreno estende a mão para mim.-Harry Styles, você deve ser Louis Tomlinson.- aperto sua mão o comprimentando, e ele abraça Eleanor rapidamente, meio sem jeito.- Eleanor, acho que você lembra do Niall...- ele diz parecendo um tanto debochado.

- OI ELEANOR!!- o loiro, que agora sei que se chama Niall, praticamente berra.- Quanto tempo não?- diz com um sorrisinho sacana. Eleanor assentiu e ficou levemente vermelha, ao ver a cara dela não aguentei e comecei a rir, acompanhado de Harry e Gemma, enquanto recebo um olhar mortal de minha noiva.

- Almoço está pronto! Niall vai comer conosco?- Robin entra na conversa.

- NÃO!- Eleanor fala, ou melhor, berra, arrancando gargalhadas de Gemma e do cacheado.

- O que é isso Eleanor, você sempre me chamava para comer quando morava aqui.- Niall fala com ar malicioso. Olho para Els que ficou extremamente vermelha, volto meu olhar ao Harry, que estava tentando reprimir uma gargalhada fazendo uma careta, que sinceramente achei muito fofa.

Fomos para a cozinha e Niall acabou ficando para o almoço, estava tudo perfeito, até me pedirem para pegar a sobremesa na geladeira, junto ao Harry, fomos até o eletrodoméstico, que fica em um cômodo a parte da cozinha.

Peguei um refratário de mousse e Harry um com uma espécie de torta, como sou um pouco desastrado, quando andava para pegar algumas colheres esbarrei no garoto alto, e se não fosse ele, eu estaria caído no chão, junto ao mousse em minhas mãos, ao cair em cima do cacheado meu olhar encontrou o dele, senti algo diferente, algo como um frio na barriga, algo como se estivesse em casa...

Ficamos um tempo paralisados,  e ao perceber isso, eu desviei o olhar, fiquei pedindo desculpas diversas vezes.

-Ei, calma! As sobremesas ainda estão intactas não é?- tranquilizou, sorrindo docemente, o que me fez derreter.

Mas que porra! Vou me casar com a irmã dele, pelo amor de Deus!

Me separei dele assim que percebi que ele ainda segurava minha cintura.

- Ahhn, claro!- respondo tirando aqueles pensamentos de minha mente, o que não passou despercebido por Harry, que riu nasalmente se dirigindo a cozinha novamente, me deixando sozinho.

Não é novidade para mim gostar tanto de mulheres quanto de homens, mas o que não estou entendendo é esse frio na barriga que estou sentindo. NÃO! Eu amo minha noiva.

- Harry pode ser lindo, mas... Eleanor... Eleanor é mais!- falo pra mim mesmo, mesmo sabendo que estou mentindo... merda!

Respiro fundo, e me dirijo a mesa novamente, ao sentar posso observar por minha visão periférica que Harry está observando cada movimento meu.

- Então Louis, onde conheceu Els?- Questionou Gemma, tentando controlar o riso debochado, que divide com Harry.

- Nós trabalhávamos no mesmo lugar...- Respondo simples.

- Você é lutador se boxe? - Perguntou o cacheado rindo de leve, sem tirar os olhos da comida.

- Vai se foder Styles!- Manda Eleanor.

- Espera, o que?- Pergunto sem enteder.

- É brincadeira... Desculpa, desculpa...- Murmurou Harry, sendo cortado por minha noiva.

- Eu te fiz um favor! Agora você parou com aquela palhaçada de "Eu sou gay".- Eleanor fala, engrossando a voz, tentando imitar a voz grave e rouca do menino de olhos verdes, e logo cai na gargalhada, todos na mesa se olham com afeições sérias, é possível ver a raiva nos olhos de Gemma e Harry, estou simplesmente pasmo, como assim minha futura esposa é homofóbica? Sendo que eu sou bissexual. Por que caralhos Eleanor condena as pessoas pelo simples ato de amar?

Após a gargalhada da menina cessar, ficou um silêncio constrangedor, que só minha noiva pareceu não perceber.

Ao digerir aquelas palavras maldosas saírem da boca de minha própria noiva, me levanto sem dizer mais nada, meus punhos estão serrados e meus olhos prestes a derramar lágrimas,  mas não choraria ali.

Sai da casa dos Styles e comecei a caminhar sem rumo pelas ruas do bairro nobre onde eles moram, até que sem saber como, chego em o que parece ser um parque, há árvores e a grama é bem verdinha, no horizonte consigo ver um lago, apenas me sentei no chão observando a paisagem.

Como não percebi que Eleanor é homofóbica? Como é possível eu achar que conheço alguém, mas na verdade só convivo com o seu "eu" perfeito? 

Minha própria noiva tem preconceito com a minha própria sexualidade, eu ainda estou tentando digerir isso, e levo um susto quando um corpo alto e musculoso senta ao meu lado.

- Louis... você 'tá bem?- Me pergunta uma voz rouca, porém suave, era Harry.

- Só fiquei enjoado com tanta ignorância...- Respondi em um tom baixo.

-Fico feliz em saber que não é homofóbico também...

- Nunca! Eu... Eu não acredito que não percebi...

- Eu vim ver como você estava, e te dizer que sua irmã está lá em casa.- Harry diz com um sorriso amigável. 

- O que ela está fazendo aqui? Era pra ela chegar mais perto do casamento!- Falo bufando, pois sei que não consigo esconder nada daquela oxigenada.

- Pelo que entendi Lottie é a namorada misteriosa da minha irmã...- Ele fala cauteloso, parecendo temer minha reação. Lottie é lésbica? Oi? Acho que transpareci minha confusão, pois ele me olhou como se suplicasse por perdão.- Oh, meu Deus! Você não sabia que ela gostava de garotas? - Ele parece desesperado, fazendo uma careta fofa, nego, mas continuo relaxado, já desconfiava,  mas pensei que minha irmã me contaria assim que descobrisse.- Eu achei que sabia, você parece defender bastante a comunidade LGBT, pensei que era por conta de sua irmã...

- Eu não preciso de um motivo para não ser preconceituoso, Harry! - Falo e acabo suando rude.

- Me desculpe, você tem razão...- O menino de olhos verdes fala.- É que sempre convivi com pessoas muito homofóbicas, os únicos da minha família que sempre me apoiaram foram meus pais e minha irmã...- Completou.

- Eu lamento por isso...- Me sinto mal por ele, como alguém pode ofender um garoto tão doce como Harry? Eu o conheço a algumas horas e já me encantei. Ficamos uns 20 minutos em um silêncio confortável, mas o quebro.- Você tem namorado?- A pergunta simplismente sai, quase que sem querer.

- Ahhn... pode-se dizer que sim...- Ele responde parecendo incerto.

- Como assim? Não se namora alguém mais ou menos, é sim ou não.- Falo em meio a risinhos.

- Eu não gosto dele desse jeito, mas ele sempre foi apaixonado por mim... então resolvi dar-lhe uma chance. 

- É compreensível, com toda essa beleza...- Murmúrio, para que ele não ouvir, mas acho que falho, pois ele esbanja um sorriso enorme com lindas covinhas. 

- Obrigado!- Ele fala e eu sinto meu rosto esquentar por ele ter conseguido ouvir.- Mas acho melhor irmos, daqui a pouco Eleanor começa a me acusar de estar "seduzindo" o noivo dela,- Ele faz aspas com os dedos.- Porque segundo ela, é isso que os gays fazem...- Vejo ele abaixar a cabeça. 

- Não deixe ela te atingir! Vou ter uma conversa bem franca com ela...- Falo deixando minha raiva transparecer.

- Não precisa fazer isso...

- Preciso sim! Por mim!- Harry abre um lindo sorriso e se levanta estendendo a mão para mim, que recebo a ajuda de bom grado.

Caminhamos mais um tempo, e nem vimos a hora passar, seguimos para casa em um silêncio  confortável, que não dura muito tempo, pois ao chegar na grandiosa casa, Eleanor começa a gritar como uma louca, que estou começando a achar que ela é. Essa porra de casamento só vai me trazer incomodações.







Continua...


Notas Finais


Heyyyy, o que acharam??? Espero do fundo do meu coração que tenham gostado, sei que primeiros capítulos são chatos, mas peço que dêem uma chance a essa fic, por favorzinhoooo ❤❤
Sobre a frequência da postagem de capítulos, eu postarei toda segunda- feira, talvez um dia ou outro eu me atrapalhe um pouco, mas prometo ser o mais fiel a esse cronograma possível!
Obrigado por ler, de verdade! Comentem e favoritem, sim?
Desculpem qualquer erro, e espero que tenham gostado...
Bjinhos nas bundinhas de todos vocês❤🌈
Até segunda-feira! 💚💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...