História Curly Boy (Larry Stylinson) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Louis Tomlinson
Tags Larrystylinson, Ned, Ziam
Visualizações 156
Palavras 2.515
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie!! Não tenho muito o que dizer aqui, só que não sei se poderei ser tão pontual nas próximas att, mas tentarei, prometo ;).
E eu queria MUITO que voltasse a poder colocar emojis no título do capítulo, assim fica muito sério... Blé!
Bjinhos😙
Espero que gostem!
🌈 Boa Leitura 🌈

Capítulo 2 - Uma linda rosa para um lindo menino.


Fanfic / Fanfiction Curly Boy (Larry Stylinson) - Capítulo 2 - Uma linda rosa para um lindo menino.

*Caminhamos mais um tempo, e nem vimos a hora passar, seguimos para casa em um silêncio  confortável, que não dura muito tempo, pois ao chegar na grandiosa casa, Eleanor começa a gritar como uma louca, que estou começando a achar que ela é. Essa porra de casamento só vai me trazer incomodações.*

- ONDE CACETE VOCÊ ESTAVA?! - Grita Eleanor assim que eu e Harry entramos pela porta.

- Para de gritar, porque a única errada aqui é você. - Respondo calmo.

- VOCÊ ACHA QUE PODE SAIR POR DUAS HORAS E NÃO ME DÁ SATISFAÇÃO?! E AINDA POR CIMA VOLTA COM O VIADINHO DO STYLES! - Ela continua a berrar, e admito que meu sangue ferve quando ela se dirige a Harry de forma rude.

Vejo Gemma se aproximar de Eleanor e  segurar seu braço com força demasiada, a fazendo murmurar algo por conta da dor. 

- Quem você pensa que é pra falar assim do meu irmão, vadia?! - A garota de cabelos platinados fala visivelmente raivosa.

- Deu todos vocês! Eleanor, você sabe que temos muito carinho por você, mas você não pode falar assim com Harry e nem com Gemma. Você sabe que eles são gays, e mesmo assim quis fazer seu casamento aqui, o mínimo que você deve a eles é respeito! Se quiser discutir algo com Louis, vá para seu quarto! Não quero essa gritaria na minha  sala! - Diz Robin, extremamente bravo pelo comportamento de minha noiva, e com toda razão! A palavra "noiva" faz um nó se formar em minha garganta. Como eu poderia viver com uma pessoa que profere ódio gratuito?

- Ok! Louis vamos! - Ela me chama, mas a olho com indiferença.

- Não, vou falar com Lottie, ela tem alguém importante para me apresentar... - Falo calmo, vendo minha irmã encolhida em um canto da sala, acredito que pelo ataque homofóbico de Eleanor.

- Tudo bem amor, ela não vai fazer nada.- Gemma parece achar o mesmo que eu, então tenta tranquiliza-lá.

- Eu... Eu... Lou, eu ia te contar, eu juro, mas não sabia como reagiria.- Lottie fala um pouco atrapalhada, mas se acalma quando a Styles pega sua mão com delicadeza. Pelo amor de Deus! O que ela achou que eu faria? Ela sabe da minha sexualidade, e mesmo que não soubesse, não haveria motivo para eu surtar.

- Sabe que não me importo! O que achou que eu diria? - Pergunto com um sorriso no rosto ao ver o amor que o casal exalava. Posso ver Eleanor com a boca em um perfeito "o".

- Eu realmente não sei... Agora estou achando meu medo putamente idiota! - Minha irmã diz, escondendo o rosto no pescoço da namorada, me fazendo rir em admiração.

- A mamãe sabe? - Pergunto ainda sorrindo como bobo.

- Sim, ela me disse que queria no mínimo um filho hétero, e berrou para Mark que queria mais filhos.- Ela fala rindo, as respirações da sala pareciam ter parado, pude ver a cara de Eleanor ficar indecifrável, e Harry ficar surpreso, e achar graça da situação, Robin e Anne ficaram estáticos. Qual é? Não é tão difícil descobri que eu já peguei uns caras por aí... - opps- Ela fala assim que percebe o que aconteceu.

- Louis é hétero! - Eleanor disse parecendo desesperada, Harry começou a gargalhar, como se fosse a cena mais cômica já vista.

- Eu... Ai, meu Deus, minha barriga tá doendo...- Fala o menino de olhos verdes, tentando regular a respiração, e limpando o canto dos olhos, que tinham pequenas lágrimas, o que me fez abri um sorriso discreto.

- Louis é hétero Charlotte, o que você quer dizer?- Eleanor ignora Harry e se dirige a minha irmã.

- Você deveria conhecer melhor seu noivo, Els! - A voz cínica de Charlotte é nítida, ela sorriu pra mim, eu não estou apavorado, ou algo do tipo, não era minha intenção esconder minha sexualidade, Eleanor saberia de qualquer forma, mas não pretendia contar na frente da sua família.

- Charlotte, ele me fode toda noite, tenho certeza que Lou é hétero! - O que? Sério?Eu e ela não transamos a quase um mês, ela tinha um sorriso vitorioso, que não durou muito tempo, pois Lottie é uma Tomlinson né! Nos respeite!

- Claro! Então Lou estava mentindo quando me disse que não transava com você a quase um mês...- Lottie responde segurando o riso, diferente de Harry, que parecia poder ter um ataque a qualquer momento, tão lindo... Espera! O que?!

- MAS ELE NÃO É UM VIADINHO DE MERDA! - A mulher morena, que não tenho mais certeza se quero chamar de noiva ou esposa, berra quase cuspindo os pulmões fora.

- Eu sou bi. - Falo simples, tentando amortecer as palavras, mas não funcionou.

- Você o que?! - Eleanor me pergunta parecendo uma louca.

- Eu sou bi.- Repito simples novamente. Vejo que todos os Styles estão segurando o riso, menos Harry que ainda ri desesperadamente. Eu os entendo, é irônico, a mulher homofóbica noiva de um cara bissexual.

Eleanor não fala mais nada, apenas me puxa pelo braço até chegarmos no quarto de hóspedes, ela tranca a porta e passa a tirar, ou pelo menos tentar, a roupa com raiva.

- O que você 'tá fazendo?- Pergunto revirando os olhos com a infantilidade dela.

- Te mostrando que você não é gay!- Ela parece estar com mais raiva, e fica mais puta ainda quando os botões de sua camisa não abrem, eu tenho vontade de rir, mas me contenho.

- Mas eu não sou gay.- Respondo simples, vendo seus olhos transbordarem em ódio.- E eu não vou transar com você agora, não até você se desculpar com Harry, Gemma e Lottie.- Completo me levantando, destranco a porta e saio do quarto.

Sigo para sala, e consigo ouvir uma risada lindamente melodiosa, Harry estava tendo um ataque de riso... Esse garoto vai acabar comigo ainda... Puta merda, eu não posso querer beijar o "irmão" da minha noiva! Mas sem ao menos perceber já estou com um sorriso no rosto por conta do menino risonho.

- Meu Deus! Que rápido! - Fala Gemma que está jogada no sofá, com minha irmã em seu colo, que ri tanto quanto o cacheado.

- Do que você está falando?- Pergunto, mesmo fazendo uma ideia do que eles tanto se divertem.

- Eu... Ai... Eu ainda vou morrer de tanto rir...- Fala Harry entre gargalhadas, o que me faz sentir borboletas no estômago. Mas que caralho! 

Vou caminhando até o sofá, e me jogo ao lado de minha irmã e cunhada.

- O que vamos fazer?- Pergunto olhando para televisão desligada em minha frente.

- Pensei em sairmos para jantar fora...- Gemma fala afagando os cabelos de Lottie, elas parecem realmente felizes juntas.

- A princesinha não vai querer ir...- Harry diz se referindo a Eleanor, enquanto revira os olhos e faz um biquinho que me dá voltas e de aperta-lo. Foda-se, tenho voltado mesmo! Mas é uma vontade amigável... Eu acho...

- Foda-se! Ela não vai então! - Repondo um pouco alto, o que faz Harry abrir um lindo sorriso de covinhas.

- Ótimo, vou pegar meu moletom.- Diz o cacheado.

- Me empresta um, Harry? Os meus estão no quarto, e não quero falar com Eleanor agora...- Falo com olhos pidões, e o garoto assente.

Logo ele vai até seu quarto, que tem um H rosinha bebê na porta, e volta em seguida com um moletom em seu corpo, e outro, que com certeza ficará gigante em mim, em mãos, mesmo Harry sendo mais novo que eu, é mais alto e maior, nem parece ter apenas 19 anos.

Eu lhe agradeço, e coloco o agasalho, que como o esperado ficou enorme e quentinho.

Robin e Anne saíram para uma esposição de arte, então foi apenas eu, Harry, Lottie e Gemma para o restaurante japonês, que pelo jeito era o preferido do cacheado.

Ao chegarem lá nos dirigimos a uma mesa de quatro pessoas, Gemma e Charlotte ficaram sentadas uma ao lado da outra, de frente para mim e Harry, logo uma garçonete apareceu, com um sorriso doce e amigável.

- Olá, bem-vindos!-Ela fala animada.- Eu sou Miranda, e serei a garçonete de vocês hoje! Já escolheram?- Os olhos da mulher pareciam brilhar ao olhar pra mim e Harry.

- Eu vou querer o de sempre, Mi!- Fala o garoto de olhos verdes.

- Ótimo! - Fala anotando algo em seu bloquinho.

- Mi, essa é Lottie, minha namorada, que te falei.- Gem se pronuncia.

- Oh, sim! Prazer Lottie!- Comprimenta com um aperto de mão.

- Mi é nossa amiga desde a primeira vez que viemos aqui.- Comenta Gemma.

- Sim! Fico feliz que o Hazz está namorando alguém descente agora, aquele meloso do Joey era um embuste! - Ela fala rindo, e vejo Harry ficar vermelho e Gemma rir junto a Lottie.

Antes de Hazz poder falar para mulher que eu era apenas um amigo, Gemma faz seu pedido, impedindo o garoto de se pronunciar, o que me faz ter um sorriso divertido. Depois Miranda se dirige a mim e minha irmã, fizemos nossos pedidos, mesmo não sabendo exatamente do que se tratava.

Mantemos uma conversa amena, ninguém toca no nome de Eleanor, e agradeço por isso, deu mais ou menos uns 20 minutos até Miranda voltar com nossos pedidos.

Começamos a comer quietos, até um homem com um cesto cheio de rosas se aproxima da mesa, ele nos olha parecendo estudar nosso parentesco, e logo abriu um sorriso quando viu minha irmã pegar a mão de Gemma.

- Deseja uma linda rosa para uma linda menina?- O homem pergunta a Gemma, que sorri e pega uma rosa, pagando o cara, e logo dando para Lottie, que tem um sorriso bobo.

O cara vem até mim e diz:

- Uma linda rosa para um lindo menino?
Eu olho para Harry, e ele tem os olhos arregalados e bochechas coradas, eu sorri e pego uma rosa também, pagado o homem.
Dou um sorriso enorme a Harry, enquanto entrego-lhe a linda flor.

- Não precisava fazer isso, Lou.- Ele fala, pegando a rosa sorrindo com covinhas.

- Claro que precisava, sou um namorado melhor que o embuste e meloso, Joey, lembra?- Falo brincalhão e ele da uma risada gostosa, mas baixinha.

Não demorou muito para terminarmos nossos pratos, então fomos pagar, cada um pagou o que comeu, e nos despedimos rapidamente de Miranda, que manda eu cuidar bem do cacheado, eu apenas gargalho e nós quatro vamos para o carro, logo seguindo para casa dos Styles.

Assim que chegamos vemos Anne e Robin no sofá assistindo televisão, Harry os comprimenta e vai para o quarto, Gemma e Lottie fazem o mesmo, e eu vou para o meu.
Eleanor ainda nem saiu do lugar que estava quando eu saí.

- Eu não vou pedir desculpa para aquele viadinho.- Ela fala calma, como se fosse a pessoa mais certa do mundo.

- Para de ser tão ignorante Eleanor!- Falo com raiva, quem ela pensa que é pra falar assim?

- EU NÃO VOU!!- Ela berra, e eu não falo mais nada, apenas saio do quarto e vou para sala, encontrando Anne e Robin.

- Tudo bem, querido?- Anne me pergunta.

- Eleanor está me irritando...-Fala passando a mão em meus cabelos com raiva.
- Se acalme Louis, ela é assim...- Robin tenta me acalmar.

- Eu... Será que eu posso... Não sei, dormir no sofá? - Pergunto meio sem jeito, Robin me olha, e sorri compreensivo, assim como Anne.

- Não, vá dormir no quarto de Harry, aqui é muito frio a noite, não colocamos aquecedor ainda...- Responde Anne.

Merda, merda, merda!

Vou dormir no mesmo quarto que o cacheado cheiroso. Falando em cheiroso, esse moletom dele tem um cheiro tão bom... FOCO LOUIS!

Respiro fundo e concordo, me dirigindo a porta branca com a letra H rosinha, bato duas vezes e logo ouso um "entra" gritado.

Eu entro e não vejo ninguém,  mas logo aparece a figura de Harry de cabelos molhados, apenas de toalha cobrindo suas partes íntimas, seu peitoral tatuado está com gotículas de água, o que me faz sentir um leve mexer em minhas calças, porra!

- O-oi...- Falo envergonhado, ainda fixo em seu peito que esbanja suas diversas tatuagens.

- Oi, o que você 'tá fazendo aqui?- Ele fala dando as costa para mim, caminhando até o closet e pega uma cueca boxer e um calção preto.

- Eu...- limpo a garganta.- Eu posso dormir aqui hoje?- Pergunto desviando meu olhar que agora estava em sua bunda. Desculpe, foi mais forte que eu.

- Oh, tudo bem, mas o que aconteceu? - Ele pergunta tirando a PORRA DA TOALHA, meu Deus... Ele é grande... Logo veste a cueca, e o calção, e me olha, eu com certeza estou de boca aberta, e ele ri.- O que foi Louis? Nunca viu um pau antes?- Harry pergunta debochado.

- Eu... Ahn... Ahn, você me perguntou o que aconteceu né? Então, briguei de novo com a Eleanor.- Decido ignorar seu comentário.

- Oh, ok... Mas o colchão auxiliar está no quarto de hóspedes onde você estava... Ou você pode dormir na cama comigo...- Ele diz, e eu, sinceramente, não quero pegar o colchão, não pelo fato de encontrar minha noiva, e sim para dormir na mesma cama que aquele deus grego, já que estou aqui, o que custa?

Eu sabia que Harry era lindo, mas não tanto assim...

- Ah, tudo bem, se você não se importa...- Falo, e ele assente.

Ele se vira e começa a mexer em alguma coisa na sua escrivaninha.

- Tem mais cobertores no armário, pode pegar.- Ele diz, e eu vou até um armário gigante, branco, abro a porta e merda! 

Os cobertores estão na prateleira mais alta, olho pra Harry, que ainda está destraido, eu começo a pular com o intuito de pegar a porra do cobertor, nem percebo quando o gostoso Styles aparece atrás de mim e pega  as cobertas com a maior facilidade, rindo baixinho, sinto seu cheiro e tô pouco me fudendo, quero beijar esse cara, AGORA.

Me viro com calma, e ele está me olhando de forma ipnotizada, me aproximo ficando na ponta dos pés, boto uma mão na sua bochecha, e outra na sua cintura, nossos rostos estão a centímetros de distância, olhamos um no olho do outro por alguns segundos, me aproximo mais fechando os olhos, colo nossos lábios, e Deus! Os lábios dele são tão macios... Ele larga o edredom no chão e leva uma de suas mãos para minha nuca, e a outra para meus cabelos, me fazendo gemer baixinho ao que ele puxa levemente o local. Agora as minhas duas mãos estão em sua cintura, o puxando cada vez mais pra mim.

Harry pede pesagem com a língua, e eu sedo rapidamente, nossas línguas se entrelaçam, depois de um tempo o ar se faz necessário, então paro o beijo com selinhos.

- O que caralhos aconteceu?- O cacheado pergunta calmamente com os olhos ainda fechados.

- Desculpe...- Digo no mesmo tom, ainda um pouco ofegante.

- A Eleanor não vai saber disso, ok?- Ele pergunta ainda calmo, agora olhando nos meus olhos.

- Ok...- Respondo com uma voz falha e ele se aproxima novamente.

Trocamos mais alguns beijos, minha mente está totalmente nublada pelo cheiro dos caichinhos macios, e dos lábios carnudos de Harry. Nos deitamos depois de um tempo, e não demorou para eu pegar no sono.

Aquele seu cheiro doce me acalmava de uma maneira que eu realmente não entendia.







Continua...


Notas Finais


Heyyyy!!! Espero que tenham gostado!!!!! Estou super animada com essa fic, porque realmente acho que ficou boa, muito obrigada por estarem lendo! De verdade!
Comentem e Favoritem, please ❤❤
Bjinhos nas bundinhas de vocês!😙😙
Até segunda-feira que vem! 😋🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...