História Cursed - MadaSaku - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Madara Uchiha, Sakura Haruno
Tags Madasaku
Visualizações 101
Palavras 1.108
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - A decisão do Hokage


  - Ele estava na floresta, o encontramos assim. –

Kakashi Hatake e explicava a situação para o terceiro Hokage. O velhote seguia indiferente.

Olhou a criança e respirou fundo dando as costas.

- O que faremos? –

Sakura ainda segurava o pequeno nos braços, ela estava preocupada.

- Bom. Sakura, você já pode ir para sua casa. Conversarei com Kakashi sobre o destino da criança. – Respondeu e a menina fez bico.

- Mas... Mas ele foi abandonado! – A garota não o queria deixar, e tudo isso por causa da semelhança da criança com o amado.

E se fosse um parente perdido do Uchiha?

- Sakura, não podemos fazer muita coisa, e se os pais dele vierem atrás, temos de devolver. – Kakashi consolou a menina.

Ele era atencioso demais para com sua aluna.

- Mas... Kakashi-sensei e se ele não tiver pais... – Novamente os olhos cor de esmeralda brilhavam em puro “desespero”.

- Vou ordenar imediatamente aos ninjas anbu para vasculhar o local e os arredores da vila. – O Hokage se pronunciou.

Ela estava preocupada com a criança, mas estava pensando longe enquanto olhava para aquelas orbes ônix, o bebê estava calmo.

“Sasuke vai ficar muito impressionado!”

Pensava consigo mesma, gostava de fazer com que todos soubessem de seus bem feitios.

- Sakura obedeça o Hokage. – Kakashi mandou e então a garota entregou a criança nas mãos do prateado, e ali o menino se desfez, chorou mais alto e mais forte, os pequenos pulmões eram poderosos para um ‘recém nascido’.

- Nossa... – Kakashi fez careta, embora não desse para perceber através da máscara.

Com o coração apertado pelo recém afeto criado, Sakura deixou a sala do Hokage.

Hiruzen Sarutobi fechou os olhos tentando se concentrar, mas o choro do menino o impedia de fazer isso, não poderia e nem iria perder a paciência.

- Kakashi... Cuide dele por hoje. –

- Eu? Mas Sandaime Hokage... –

Era um ordem direta do Hokage, ele não poderia recusar. Mas não poderia negar a si mesmo o fato de não ter ideia de como cuidar de uma criança. Não tinha levava jeito algum, e o menino parecia um alarme em constante disparo.

- Assim que os ninjas vasculharem o território tomarei decisão. –

- Hai! –

》*《

Uchiha Madara

Sendo banhado por um homem, de máscara, isso é humilhante! Eu prefiro passar pela morte mil vezes a ter de aturar isso de novo!

Tortura!

Tortura e humilhação.

Eu não tenho controle sobre meu corpo, estou preso num maldito bebê. Nesse caso o meu verdadeiro corpo está por ai perambulando? Alguém está usando meu corpo?

Minha ultima recordação foi aquela mesa aumentado de tamanho, as vozes em minha mente, o que as vozes diziam? Tudo parece tão vago e distante, eu não faço ideia de onde estou, ou o por que desse maldito corpo não me obedecer, não tenho forças nem para usar meu Sharingan.

“Hey! Você!”

Tentei chamar pelo desgraçado que jogava agua em meu corpo, oh meu Kami mas que merda aconteceu?

Olhei meu corpo e entrei em desespero, isso não é real!

Eu vejo a mim mesmo, eu vejo esses cotocos de perna... O meu pênis? Minúsculo! Isso é o ápice da humilhação!

“MAS QUE DIABO ESTÁ ACONTECENDO?”

- Não chore! Não chore... –

“Não estou chorando! Estou indignado. Tire as mãos de mim, verme insolente!”

Eu juro que irei mata-lo! Quero ver ele pegando fogo na minha frente enquanto se debate!

“Amaterasu!”

- Yare... Não chore! –

“O que? Não funcionou? Mas por que? Que maldita alucinação e essa?”

- Fome? –

“EU NÃO ESTOU COM FOME!”

O vi sair de perto, não entendi o que se passa na cabeça desse cara. Primeiro toca em mim, e depois some, eu vou matar você primeiro que todos, eu juro por Kami-Sama... Por que eu estou num balde?

“FILHO DA PUTA!”

Eu mal me movimentei dentro do maldito balde com agua, e sinto meu corpo pesado, estou cansado? Eu mal acordei!

Quando o verme retornou estava pingando algo na mão, um líquido branco. – Hum... eu acho que está morno. –

“Espera, que isso?

Sem avisar enfiou o bico daquela coisa na minha boca, senti minha língua queimar pela ardência, caralho isso está quente pra cacete! Senti meus olhos ardendo pelo calor interno.

Ele não pode usar meu jutsu contra mim! E eu não o vi fazer sinal de mãos, nem se quer ele pronunciou algo, que tipo de técnica é essa?

Consegui tirar a maldita... Espera isso é uma mamadeira? A MALDITA MAMADEIRA!

- Não é fome... – Comentou suspirando, isso seu imbecil, está frustrado idiota?

Tive de parar para encara-lo.

“Isso é ridículo, por que eu estou passando por isso?”

- Isso é ridículo... –

"Foi o que eu acabei de dizer! Ele me entendeu!?

Tire-me daqui!”

- Sandaime escolheu a pessoa errada... - Colocou as mãos no rosto suspirando.

Ele não havia me entendido. E como sempre minha voz não saia, o que está havendo?

“Quem ouvir não entender”

Isso ecoou na minha mente, procurei a dona da voz, e não encontrei ninguém, eu estava sozinho com o palerma desgraçado.

Mas eu ainda não entendo, que tipo de pesadelo é esse? Se eu piscar bem forte vou acordar?

- Pelo menos parou de chorar. –

É, mas eu não chorei em nenhum momento! A não ser que... Não isso seria loucura.

- Vem... –

Ele então me tirou da água, está tão frio.

“Sai porra, não me abraça!”

》▪《

- Muito bem pessoal... A missão de hoje exige esforço, inteligência e pressão psicológica. –

“Ata, agora eu to curioso, vai passar o que pra esse bando de catarrento?”

- Caraca! Isso é demais Kakashi-sensei! –

“Esse moleque loiro é insuportável!”

Eu não sei como um pirralho consegue gritar tanto a essa hora da manhã. Vermes.

- O que é Kakashi-sensei? – Como pode existir cabelo cor de rosa? Isso é impossível!

Onde eu vim parar?

Eles ficam repetindo o nome dele o tempo todo? “Kakashi-sensei isso, Kakashi-sensei aquilo, ele deve ser babá, aposto que cuida de crianças, um ninja frustrado com uma vida de merda.”

- hm. –

Esse garoto... Me lembra tanto o Izuna...

- Vão cuidar dele até o dia acabar! –

“ Esppere ai! O que? Vai me deixar com esse bando de criança!? Não! Não! Não pode ser."

- Não vejo perigo. – Pois deveria, seu vermezinho. 

Comecei me debater, era só isso que meu corpo inútil fazia. Por poucos segundos eu quase cai no chão, mas o brutamontes de máscara segurou-me pela perna.

- Desejo a todos boa sorte. – Me entregou para o moleque loiro como se eu fosse um saco de farinha.

 Um lixo qualquer, eu juro... Juro que vou me vingar desse maldito.

   Vou matar todos eles, um por um! 


Notas Finais


Eu nao sei se isso está ficando legal... Mas está sendo bem engraçado escrever, tem sido um bom passa tempo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...