História Curtas de One Piece. - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias One Piece
Personagens Personagens Originais
Visualizações 137
Palavras 565
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 32 - Amor Proibido! - KizaruxLeitora.


Fanfic / Fanfiction Curtas de One Piece. - Capítulo 32 - Amor Proibido! - KizaruxLeitora.

O céu estava azul e as nuvens beijavam o horizonte. Você estava em um quarto de hospital. Um bipe suave de uma máquina ao seu lado e sangue estava sendo limpo do chão. Depois de seu tempo com seu filho, você achou melhor deixá-lo descansar. Eles o levaram para o berçário. Você também estava exausta. Mas você teve que esperar. Você só precisava dele...

"Borsalino não estará aqui por um tempo. Você deveria descansar." Uma enfermeira disse.

"Não. Eu posso esperar. Ele logo estará aqui."

"Então, me diga. Como vocês dois se conheceram?"

Você sorriu descansando de volta em seu travesseiro, "Borsalino e eu já fomos grandes inimigos. Nossas lutas continuariam por incontáveis ​​dias. Até que nós dois ficássemos exaustos e desistimos. Mas. Um dia isso mudou."

A chuva caía enquanto as nuvens roncavam e golpeavam. Você pulava de telhado em telhado segurando uma bolsa de inúmeras pedras preciosas e metais raros. Você escorregou e caiu do telhado e caiu em uma poça. Você gemeu cambaleando. Assobios sopravam enquanto você engasgava e se escondia em uma lata de lixo, agarrando-se às gemas. Enquanto os marinheiros passavam, você observou o local antes de sair da lata. Você começou a descer a rua segurando a sacola. Antes de você se esquivar de um raio de luz. Você ofegou suavemente quando Kizaru se aproximou de você.

"O que aconteceu querida? Você caiu?~~" Ele cantarolou.

"Foda-se, desde quando você se importa comigo?" Você bufou.

"Não há necessidade de ficar tão defensiva. Basta responder uma pergunta simples."

"____!"

Você se virou quando um de seus tripulantes disparou pegando as jóias. Você sorriu, voltando-se para Borsalino.

"Agora que estou no seu caminho você não pode recuperá-las!" Você mostrou um sorriso tão grande quanto o de Luffy.

"Ooh? Bem. Não é isso que eu estou procurando.~~"

Seu sorriso desapareceu "Ó então é o que?"

"Eu tenho te seguido, ____. Você roubou algo que é muito importante para mim."

"Oh? Bem, então eu não irei devolver!"     Você sorriu inocentemente.

Ele se aproximou de você antes de abrir o guarda-chuva. Você piscou para o guarda-chuva acima de você.

"Kizaru. O que você está fazendo?"

Ele sorriu inclinando-se para o seu nível e te beijando suavemente. Você ficou chocada quando ele se afastou passando o polegar sobre o lábio inferior.

"Vamos começar este amor proibido. Entre uma pirata e um fuzileiro naval?"

Você cantarolou: "Tome um banho comigo primeiro.~~"

"Um banho?"

Você assentiu: "Estou com frio".

Então vocês dois foram para o hotel. Onde você começou a preparar o banho e Kizaru verificou para ver se não tinha ninguém por perto. Ele entrou no banheiro quando você tirou sua camisa e a jogou no chão. Ele admirou a sua moldura enquanto você tomava um banho. Então ele se juntou a você mais tarde, quando você se jogou contra o peito dele.

"Eu tenho que admitir, fiquei chocada. Mas. O sentimento é mútuo. Você é um homem atraente." Você cantarolou.

Ele cantarolou envolvendo os braços em volta do seu corpo. Beijando sua bochecha e seu pescoço.

"Por que um banho?" Ele perguntou.

"Eu só queria ver você nu". Você riu.



"É isso? Nada importante?" A enfermeira perguntou.

Você deu de ombros: "Eu não pude evitar, ele era encantador!"

"Você deveria descansar, Kizaru vai-."

Você olhou para a janela enquanto uma luz brilhava no céu. Você sorriu suavemente.

"Não precisa, ele já está aqui." Você disse sorrindo.


Notas Finais


Um pouco safadinho!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...