História .Love is a farse;;Sycaro - Capítulo 1


Escrita por: e MillaLudmilla

Postado
Categorias Carlos Ycaro "Ycro" Gabryel, Matheus Neves "Pk Regular Game", Rodrigo "Saiko" Ximenes
Personagens Carlos Ycaro "Ycro" Gabryel, Personagens Originais, Rodrigo "Saiko" Ximenes
Tags @tawan, Ainda É Cedo, Andre Felipe, Bts, Carlos Ycaro, Cut My Hair, Fake Love, Isa, Legião Urbana, Meia Um, Mounika, Rodrigo Ximenes, Saiko, Skii, Ycaro
Visualizações 195
Palavras 656
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Literatura Feminina, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


.OK,eu decidi reescrever porque tava uma merda ou talvez não seila
Não sei se tava bom,mas eu acho que não tava;-;
[Revisado]

Capítulo 1 - O melhor amigo do homem


Fanfic / Fanfiction .Love is a farse;;Sycaro - Capítulo 1 - O melhor amigo do homem

Casa do Saiko 
10:19 am

.O menino deu um longo suspiro,após descartar mais uma folha de seu caderninho. Seus dedos já estavam doloridos de tanto escrever;  talvez cartas fossem a coisa necessária, talvez o mundo queira que o garoto fale/revele sobre seus  sentimentos "aovivaço". “Não!seria uma péssima idéia.”pensou alto

. Levantou  da cadeira, se jogou na cama. Estava tão cansado de guardar aquele sentimento só pra si mesmo. Se levantou novamente e pegou seu celular que estava na sua mesinha; Desbloqueou o celular, mandou uma mensagem para seu amiguinho andreflipe: 

Cara, eu amo o ycaro” 

.Mandou a mensagem ,sem nenhum contexto ,só mandou.  Afinal ,não se deve ter vergonha virtualmente. Desligou o aparelho, e se deitou novamente. Com a barriga pra cima fechou os olhos e ficou imaginado como séria se namorrase seu melhor amigo

.Passou-se um tempo, alguém esmurrou  a  porta. Rodrigo  continuou  deitado, sem um pingo de vontade de levantar  de sua cama–quentinha, aconchegante–. 

Decidiu  se levantar e atender  a porta para seja lá  quem esteja  batendo:  foi até  o andar de baixo, se direcionou até  a porta  abrindo-a. 

—Quem me incômoda?–falou com os olhos fechados ja imaginado quem seria–

.Andre encheu eu suas bochechas de ar pronto para fazer milhares de perguntas.

–🍰

Depois  de explicar tudo para meiaum, Rodrigo deitou no  sofá  com uma cara bem triste, estava com medo que seu  amado lhe rejeitasse . André confortou o amigo dizendo palavras fofinhas e carinhosas.

—Se você continuar  assim vou me apaixonar por você, eu to falando sério

mas você não acabou de falar que gosta do ycaro?

—eu to brincando otário

ah poxa!criei expectativas falsas.

Os garotos ficaram conversando até dar a hora de André ir pra casa. Na porta o menor disse.

Se eu fosse você,não perderia tempo,se tu demorar mais tempo vou fazer com o ycaro a mesma coisa que você fez com o meu homem de ferro.

 Ah,ok eu não sabia não que você ia fazer isso; suspirou e foi até seu jardim,procurando seu cachorro.

—Olá,melhor amigo do homem,Será que você poderia me escutar por um tempinho?- chamou seu cachorro e o mesmo se sentou ao seu lado, enquanto mordia algo–

—Não sei você sabe o que é amar alguém ,e não saber se essa pessoa gosta de você. Inclusive quando essa pessoa já tinha namorado seu melhor amigo. Eu sei que já faz tempo mas eu ainda lembro. Eu tabém lembro que nessa época eu gostava do ycaro primeiro, E ele sabia eu contei na festa junina . Mas ele tinha que começar a gostar dele, isso que eu chamo de Talarico. Se não fosse ele hoje eu estaria bem melhor do que eu tô agora –o cachorro virou seu rosto como que não estava entendo nada- e não estava entendendo nada mesmo

.Enquanto desabafava com seu cachorro. Ycaro entrou na casa de Rodrigo.

—hey,ta aqui?Se você não tiver e porque você foi sequestrado. Espero que não porque você ainda me deve 10 conto do pastel e do caudo de cana?

.O loiro meio acastanhado entrou na casa do seu amigo, já que a porta estava aberta,depois a fechou. Foi até a cozinha e viu o garoto de cabelos negros encostado na porta dos fundos,acariciando o cachorro,enquando dizia algo,quase impossível de se escutar

.Se aproximou mais um pouco e pode escutar o que o garoto estava dizendo

se eu pudesse não amar ele eu não amaria,quer dizer eu gosto de gostar dele,mas antes era horrível ficar escrevendo anonimamente. E ele ficar achando que foi outra pessoa que escreveu,  por isso que eu chamo ele de burro:  Porque ele realmente  é  burro

.O loiro  se aproximou  lentamente,  e abriu a porta com todas suas forças  fazendo  seu colega cair de cabeça  no chão.  Fez tanto  barulho  que parece que ele quebrou algum osso. 

puta merda 

Foi a última coisa que Saiko ouviu depois de bater(com força) sua cabeça no chão. Viu seu cachorro  se aproximar,subir em cima de seu corpo  caído.  Provavelmente sua alma tinha saído de si mesmo com o impacto. 



Notas Finais


· ··– ––·– ··– · ·–· ·· ·– ·– ––· ·–· ·– –·· · –·–· · ·–· ·– ·––·–· ·–·· ·· –··– ·– ··––·– ···· ––– ··· ·––· ·· – ·– ·–·· ·– ·–· ·––· · ·–·· ·– –·· ·· –·–· ·–


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...