História Cyan Dragon - Interativa - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Personagens Originais
Tags Devil Slayer, Dragão, Dragon Slayer, Fairy Tail, God Slayer, Luta, Magia
Visualizações 30
Palavras 4.249
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shounen, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Entre Lâminas e Presas


Fanfic / Fanfiction Cyan Dragon - Interativa - Capítulo 4 - Entre Lâminas e Presas

Ruas de Veratrum - 18:46

Havia se passado alguns segundos após o espadachim ter sumido da vista de Kurayami e de Taylor, Kurayami ainda sorria de forma maléfica, fungando o ar ao seu redor.

- Eu adoro quando preciso brincar de esconde esconde com as minhas presas! - Kurayami comenta ainda sorrindo, quando sente a aproximação daquele que estava oculto.

- Ken : Aki ( Uma Espada : Queda ). - Ele ressurge apenas desferir três cortes superficiais nas costas de Kurayami, então ele rapidamente lhe dá uma rasteira, o cortando no ar, fazendo Kurayami cair no chão com um forte sangramento. - Simples e direto.

- ‘’Esse cara é um grande espadachim, porém ele não deve saber do que esse cara é capaz.‘’ - Taylor range os dentes, então após revestir os seus punhos com água, ele corre rumo ao jovem espadachim, que fica confuso ao ver o mesmo se aproximar.

- O que ele está tentando fazer? - Ele se pergunta, até que ele é atingido em suas costas por uma força descomunal, o que lhe faz ser jogado para frente, porém devido a sua grande agilidade, ele consegue se recompor e pousar no chão já se virando para trás. - Como que você está inteiro?

- Ingênuo, para você me matar ou sequer conseguir me ferir de fato, precisa de muito mais que isso! - Kurayami se levanta calmamente, enquanto mostrava seu corpo inteiro em perfeito estado, com a exceção que seu terno estava todo rasgado.

- Para ter um poder de regeneração tão grande, você é um Yōkai? - Ele pergunta, fazendo Kurayami arquear a sobrancelha.

- Yōkai?, é assim que chamam os Vampiros na sua terra?, interessante. - Kurayami ia avançar contra o espadachim, até que olha para frente e nota Taylor saltando em sua direção já formando algo com a sua Water Magic ( Magia de Água ).

- Water Destructive Cannon! ( Canhão Destrutivo de Água! ) - Taylor golpeia Kurayami com toda a sua força, mas agora ele fazendo isso com as duas mãos, assim liberando um grande fluxo de água contra o Vampiro, que apenas se defende dos seus punhos os segurando.

- Eu disse á você, dá próxima vez seria diferente...MAGO! - Kurayami reveste todo seu corpo com eletricidade, passando ela pela água criada por Taylor, indo também diretamente a ele. - Extreme Voltage! ( Voltagem Extrema! ) - Após sofrer tal ataque, Taylor recua para trás, porém o mesmo ainda se mantém em pé.

- T-Tsc...Eu não vou perder para você! - Taylor nitidamente cansado fisicamente fala com agressividade perante Kurayami, que apenas continua sorrindo enquanto revela seus caninos afiados para o Mago de água.

- Presas dificilmente ganham de seus predadores, acha que será diferentes?! - Kurayami salta até Taylor, transmitindo sua aura assassina que faz o Mago travar em sua posição. De fato Taylor Hall poderia se considerar um dos Magos mais fortes da Green Goblin, porém a sua Guilda só era responsável por cuidar de pragas de animais e criaturas mágicas, nenhum dos Magos havia enfrentando algo tão poderoso como um Vampiro, isso também não se aplicava a ele.

- Se me permite, eu que estava em um combate contra esse Yōkai, ou Vampiro. - O espadachim consegue pular por Taylor, então retira uma das espadas de suas bainhas, sendo essa a Akai Hana, uma katana de cor vermelha como sangue.

- Podem vir os dois, eu realmente estou com fome! - Kurayami desfere um soco contra aquele que havia pulado em sua direção, mas o soco o atravessa. - Mas o que?! - Kurayami sente suas costas serem atingidas de forma vertical, fazendo uma grande quantidade de sangue jorrar.

Antes que o espadachim pudesse finalizar o Vampiro, ele se locomove para longe com o auxílio da eletricidade, é assim ele vai para o outro lado da rua, deixando Taylor e o espadachim reunidos no mesmo lugar.

- Eu gosto de brincar com as minhas presas, mas se eu brincar demais, elas passam do ponto não é? - Kurayami estende as palmas das mãos viradas para frente, formando então uma pequena esfera de eletricidade azulada que vai aumentando de tamanho exponencialmente.

- Eu disse que ia entregar a sua cabeça para aquele prefeito de merda, e eu vou fazer isso, custe o que custar! - Taylor que estava recuperando a sua coordenação motora após a carga de eletricidade que levou, cerra o seu punho direito então avança contra Kurayami. - Se eu não posso usar minha magia, vou usar a minha força!

- Venha direto para a minha barriga! - Kurayami expele a esfera de eletricidade contra Taylor, que rapidamente assume a forma de um feixe altamente destrutivo que o atinge em cheio, revestindo todo seu corpo, que também acaba por ir na direção do espadachim desconhecido por agora.

- Por pouco. - Ele após se apoiar na Akai Hana, consegue saltar e evitar de ser atingido pelo golpe de eletricidade desferido pelo Vampiro que segue rumo ao beco, onde a garota de outrora estava indefesa após ter seu pescoço pressionado por Kurayami. O espadachim ainda no ar nota a situação da garota, fechando seus olhos. - Sinto muito.

Então a rajada de eletricidade atinge o beco, englobando ele por completo, e como consequência dos materiais lá presentes, ocasiona uma grande explosão que chega na altura do prédio onde o espadachim havia pulado para se manter protegido.

Então aos poucos a fumaça erguida pela explosão se dissipa, revelando que a garota estava a salvo, e em seu corpo havia pequenos arranhões mas não seria nada já que se curariam sozinhos com o passar do tempo. Em frente dela, estava Michael que por pouco não chegou a tempo, ele estava com os braços em frente ao seu corpo, formando então um ‘’X‘’, enquanto segurava sua nodachi,  Ryūjin desembainhada.

- Você está bem? - Michael que estava com boa parte da roupa rasgada pergunta a garota que ainda estava tentando processar tudo, ela confirma com a cabeça de uma maneira não muito convincente, fazendo o Mago da Cyan Dragon se ajeitar em sua postura, encarando Kurayami do outro lado da rua. - ‘’Esse é o causador de tudo?, tsc, acabo de descobrir que não possuo nenhuma vantagem contra ele, agora é com você, Camélia.‘’

- Michael Waclaw?, eu o achei antes do esperado. - O espadachim esboça um sincero e de confiança, é quando ele ia até Michael, ele nota que uma risada estridente estava ecoando do outro lado da rua, quando ele olha, ele se assusta ao ver aquela cena.

- HAHAHAHA, MAIS UM MAGO APARECEU?, EU NÃO VOU APENAS JANTAR HOJE, EU VOU TER UMA CEIA! - Kurayami ria sem parar, enquanto segurava o corpo desacordado de Taylor que após ele ter desmaiado devido a eletricidade anterior. - VAMOS COMEÇAR LOGO!

Um pouco distante daquele local, mais precisamente sobre um galho de uma árvore qualquer, estava Camélia, que apesar da distância entre ela e Kurayami e os outros, observava tudo com atenção, notando todos os detalhes possíveis daquela situação. 

- Você está na minha mira, sua criatura repugnante. - Camélia mirava de uma maneira certeira na cabeça de Kurayami enquanto ele ria, de fato, todos aqueles que enfrentaram o Vampiro não miraram na cabeça, talvez fosse o verdadeiro ponto fraco dessas criaturas, é de certa forma Camélia sabia que tal coisa era verdade. - Sibilum Arrow! ( Flecha Sibilante! )

Do seu arco, ela dispara a flecha já direcionada na cabeça de Kurayami, entrando em contato com o ar, a Sibilum Arrow projeta um som estridente pelo seu caminho até o alvo, que está quebrando até mesmo os vidros das janelas das casas presentes nesse caminho.

- ‘’Só espero que funcione.‘’ - Michael que já sabia que a mesma ia lançar essa flecha, ainda sim estava incomodado mesmo que ele estivesse com os ouvidos tampados, afinal, a audição ele era algo bem mais evoluído que o restante dos Magos e Humanos comuns.

- ‘’Que som estridente é esse?‘’ - O espadachim coloca as mãos sobre os seus ouvidos, enquanto com seu olhar preciso notava a flecha se aproximar da cabeça de Kurayami, que devido ao som estridente havia soltado Taylor no chão e estava tentando impedir que o mesmo som entrasse em seus ouvidos.

- DE ONDE É QUE ESTÁ SAINDO ESSA PORRA DE SOM?!, ISSO NÃO É DIVERTIDO! - Kurayami grita para todos naquela localização, então ele enfurecido expele uma onda de eletricidade ao redor de si, mandando Taylor para longe e de bônus parando a flecha no seu caminho. - Espera… - Ele pega a flecha, então direciona o seu olhar na direção de onde Camélia estava. - Mais uma presa…

- Agora que você está olhando, se defenda disso. - Camélia então dispara uma saraivada de flechas convencionais contra Kurayami, que devido a sua velocidade natural e somada com os atributos que a Lightning Magic ( Magia de Relâmpago ) concede, ele facilmente desvia. Quando então Camélia cessa seu ataque, ele para e encara fixamente a selvagem.

- Você é a mais problemática, ou seja, vamos nos divertir primeiro! - Ele sorri maleficamente, pegando impulso então saltando rumo em sua direção de Camélia, porém ele nota que as flechas ao seu redor começam a brilhar em um tom vermelho, como se fossem bombas relógio.

- Ignis Arrows ( Flechas de Fogo ). - Ela sussurra tais palavras, então de forma rápida e certeira, fogo é emitido das flechas então devido a posição que elas estavam localizadas, Kurayami é envolto por um pilar de fogo que se estende á uma certa altura.

- ‘’Eu tenho que admitir, essas flechas estão se mostrando úteis, bastante úteis.‘’ - Michael espera o fogo se dissipar, revelando então Kurayami, que estava com seu corpo completamente carbonizado, e aparentemente sem forças, ele cai bruscamente no chão.

- S-Sua maldita… - Kurayami cospe um relativa quantidade de sangue, então ele vai se arrastando com dificuldade pela rua, enquanto aos poucos seu corpo vai se regenerando das intensas queimaduras causadas pelas chamas.

- Essa é a hora, segundo ela. - Michael coloca a mão esquerda no chão, então ele assume a típica posse de um corredor ao pegar impulso, o que ele faz com perfeição, se disparando contra Kurayami, então com sua velocidade naquela hora, ele gira seu corpo com alta velocidade. Se revestindo de água concedendo a si um maior poder destrutivo somado com a Ryūjin. - Sea King Dragon’s  Decapitation! ( Decapitação do Rei Dragão Marinho! ) - Ele gira com mais força e velocidade, desferindo um golpe brutal contra Kurayami.

Devido a grande potência do golpe, Kurayami se usa de sua força física para se defender da espada de Michael, porém devido a pressão ocasionada pela água e também pela força física do Dragon Slayer ( Assassino de Dragão ) da Cyan Dragon, ele não consegue segurar por muito tempo, e tem seus braços decepados.

- SEU DESGRAÇADO! - Kurayami range os dentes, então libera uma grande onda de eletricidade contra Michael, o mandando para o alto, fazendo assim que ele tivesse a chance de recuar e assim se levantar ainda com dificuldade.

- Eu vou soltar uma frase clichê, mas… - Michael solta um longínquo suspiro, encarando fixamente Kurayami e direcionando a Ryūjin em sua direção. - Você já era.

- Isso, continue distraindo ele. - Camélia tinha novamente a cabeça de Kurayami na mira, porém antes que ela fizesse algo, ela nota que Kurayami estava recuando até o corpo desmaiado de Taylor Hall, que até esse exato momento não tinha acordado. - Espera! - Camélia dispara novamente uma flecha na direção dele, que vai por consequência em alta velocidade.

- Não tem como vocês me vencerem… - Kurayami ainda sem seus braços, consegue se esquivar da flecha de Camélia, então assim saltando até o pescoço de Taylor, e antes que Michael pudesse o impedir, o Vampiro crava seus caninos em Taylor. Resultando no mesmo acordar devido a mordida, mas de um jeito bizarro, Taylor vai se secando aos poucos, assumindo uma feição pútrida e assim caindo no chão. - EU NÃO SOU CONHECIDO COMO IMMORTAL LIGHTNING ( RELÂMPAGO IMORTAL ) POR NADA!


Após dizer isso, Kurayami regenera seus braços e por consequência todo seu corpo em uma velocidade absurda, sorrindo maleficamente para Michael que range os dentes de frustração. Camélia também via aquilo com frustração, em especial por não ter conseguida matar aquela criatura com a sua primeira flecha, porém para a surpresa dela e de Michael, Kurayami vai recuando aos poucos.

- ‘’Tsc, você não vai sair daqui.‘’ - Michael agora com uma feição nada amigável, avança contra ele porém é repelido pela sua eletricidade. - Acha mesma que vai fugir daqui?

- Fugir?...Hehehe, agora que ficou divertido?, eu vou apenas sair um pouco e já venho brincar com vocês! - Kurayami sorri para Michael e por consequência Camélia, assim se transformando em pura eletricidade, deixando aquele local.

- … Droga… - O Mago da Cyan Dragon fecha os olhos em um sinal de frustração, e embainha a sua espada de volta na bainha, em poucos segundos ele vira o rosto, então vê Camélia descendo de uma árvore, indo até ele de uma forma nada amigável. - Eu…

- Ele se alimentou de todo o sangue e do Ethernano presente nele, ele deve ter recuperado sua força regenerativa e mágica em um instante, tsc. - Camélia que estava conferindo o estado de Taylor, joga o rosto para o lado e encara Michael com uma determinação nitidamente maior do que ela tinha anteriormente. - Vamos logo, ele não pode ir muito longe.

- Não podemos ir agora, Camélia, você já percebeu o estado que está esse local? - Michael comenta, mas não antes de olhar na direção do beco, notando uma certa figura se aproximar do Mago e da Selvagem, esse era o espadachim de mais cedo. - Você é o espadachim de mais cedo.

- Sim, acho que não me apresentei direito. - Ele então move a parte superior do seu corpo para baixo, juntando os seus braços em seu corpo, ou seja, fazendo uma referência a Michael, que estranha de princípio. - Sou Odori Kai, é um prazer conhecê-lo, e eu gostaria de desafiá-lo a um combate até a morte em uma luta de esgrima.

- É… Como? - Michael indaga um pouco confuso o convite de Kai, enquanto isso, Camélia observava ambos espadachins com um certo pensamento em mente, ‘’Novamente Humanos vão se matar, nenhuma novidade‘’.

- Um duelo até a morte, envolvendo apenas nossos corpos e nossas espadas, você aceita? - Kai perguntava de um jeito sincero e sem hesitação, fazendo Michael ficar ainda mais confuso.

- Acho que você não percebeu a situação, Kai, acabamos de enfrentar um Vampiro, não conseguimos vencê-lo, e de brinde tivemos uma vítima. - Michael olha de relance para o corpo de Taylor, apenas ranger os dentes. - Não tenho tempo para…

- Eu posso auxiliá-lo a derrotar tal Yōkai, pelo que eu percebi ele possui uma regeneração assustadora então o meu estilo de combate se mostrou ineficaz, mas acho que combinado com o seu estilo e as flechas dela. - Fala apontando para Michael e logo em seguida para Camélia. - Poderemos derrotá-lo.

- Certo, acho que posso… - Antes que Michael falasse alguma coisa, Camélia se coloca na frente dele, encarando fixamente Kai, que mantinha sua expressão séria e calma ao mesmo tempo em seu rosto.

- Sua ajuda é bem vinda, e se você conseguir me ajudar a vencer esse Vampiro, para mim está tudo bem você acabar se matando com esse Humano. - Ela fala tranquilamente, apenas para olhar para de forma tenebrosa a Kai e Michael. - Porém você não deixará de ser uma escória se fizer isso.

- Você determinar as coisas que acontecem comigo não é muita invasão de privacidade, Camélia? - Michael comenta com um certo sorriso no rosto, o que faz a mesma cruzar os braços, inflando suas bochechas. - O que foi?

- Tsc, eu realmente preciso da ajuda de vocês. - Ela olha novamente para ambos, enquanto aponta para o corpo de Taylor. - Esse Vampiro não é um simples Vampiro, ele é poderoso o suficiente para resistir as minhas flechas, além de ter conseguido se recuperar com tanta facilidade, ele claramente está acima da sua própria espécie.

- Acho que é a hora certa de perguntar isso, qual a sua relação com os Vampiros, Camélia? - Michael finalmente pergunta o que lhe estava encucando a tempos. - Se quiser a nossa ajuda, especialmente a minha, é hora de falar.

- Tsc… - Ela range os dentes, custando admitir que era necessário ela contar certas coisas ao Mago e o espadachim ‘’Assassino’’ em sua frente, mesmo que ela relutasse em fazer isso.

 

Hotel de Veratrum - 19:23

Após um tempo significativo, tudo estava em ordem na cidade, digo, Michael havia conseguido falar com Bernard e o mesmo fez todos os cidadãos se manterem em suas casas, além de ter guardado o corpo de Taylor para o futuro enterro do mesmo. Nesse exato momento Michael, Kai e Camélia estavam no único hotel de Veratrum.

- As ruas estão vazias, acho que está na hora de você contar aquilo que eu perguntei anteriormente. - Michael que estava espiando as ruas através da frecha na janela, tem sua atenção voltada à Camélia.

- Devo concordar com Michael-San, a única coisa que eu sei sobre esses Yōkais… Digo, Vampiros é que eles possuem uma regeneração que impede que meu estilo de luta tenha qualquer efeito sobre eles. - Kai comenta enquanto estava escorado na parede, se lembrando do combate que teve anteriormente com Kurayami.

- Tsc, os Vampiros são uma espécie que se alimenta estritamente de sangue, qualquer tipo de sangue. - Camélia se mantém de braços cruzados, se relembrando do momento no passado que ela teve que ouvir essa mesma explicação. - Mas eles se diferem das outras criaturas mágicas como os Humanos, Elementais entre outras, pois ao invés de captarem o Ethernano da atmosfera, fazem isso se alimentando do sangue dessas criaturas.

- Então é esse o motivo dos Magos terem sumido, as garotas desaparecidas eram apenas…

- Desculpe a intromissão, mas acho que já entendi o contexto. - Kai ergue a mão, fazendo Michael e Camélia direcionarem seus olhares a ele. - Esse Vampiro usou as garotas como iscas para chamar a atenção dos Magos, então assim os caçando, ele de fato é um predador formidável.

- Certo, já sabemos o contexto geral de tudo, por isso já acabei pensando em algo para finalmente acabar com essa criatura. - Michael comenta de forma antipática, mantendo seu olhar sério e indiferente. - Se ele nos considera como presas, ele não vai simplesmente abandonar a sua refeição, ou seja, ele virá atrás de nós em algum momento, por isso vamos acabar com ele nessa hora, mas antes disso, Camélia, você mencionou enquanto voltávamos para a cidade que a decapitação de um Vampiro seria capaz de matá-lo, eles tem alguma outra fraqueza?

- A fraqueza mais significativa de um Vampiro é o sol, mesmo o mais poderoso dele morre ao entrar em contato com a luz solar, sendo as suas outras fraquezas a decapitação e também o ato de cansar a sua regeneração, fazendo ela agir de forma extremamente devagar e assim qualquer golpe acaba por ser fatal. - Camélia continua a explicação, se lembrando do momento que Michael quase conseguiu decapitar Kurayami. - Com esse Vampiro, duas das fraquezas acabam por serem inválidas nessa ocasião, a luz solar e a regeneração.

- Ou seja, para acabarmos com ele, deve ser com decapitação, sendo essa certeira e sem erros. - O Mago da Cyan Dragon fala, fazendo Camélia concordar com o seu balançar de cabeça.

- Devemos formular nosso plano de ação, acho que a melhor forma é… - Antes que Kai conseguisse formular seu plano ao seus companheiros, ele nota que todas s fontes de eletricidade de Veratrum se apagam, incluindo a lâmpada presente no quarto que ele ocupava junto de Michael e Camélia.

Michael ao perceber isso, abre a janela e funga o ar, apenas para cerra seus olhos de uma forma fria e séria, voltando sua atenção para Kai e Camélia, apenas para fazer um gesto com as mãos, que ambos entenderam perfeitamente, ‘’Ele voltou’’.

Caminhando pelas ruas de Veratrum, estava Kurayami com o seu terno renovado e sorridente como sempre, mas agora, com um ar mais maléfico que qualquer outra vez que ele tinha revelado seu sorriso vampírico, devido toda a iluminação ter sido cortada era difícil vê-lo na escuridão. Porém isso não foi um problema as duas figuras que param bruscamente no seu caminho, ele logo as encara aumentando seu sorriso.

- Dessa vez você não fugir, Vampiro. - Michael se mantém sério, mas agora não era uma feição antipática que se mantinha presente em seu rosto, é sim uma determinada, determinada a acabar com aquela criatura em sua frente. - Essa é minha missão, e eu cumprirei ela. - Ele fala retirando a Ryūjin da bainha, enquanto água a revestia aos poucos.

- Concordo com meu futuro oponente, ajudar o mesmo e ter sua confiança é algo que eu desejo, e farei de bom grado. - Kai retira suas espadas, Akai Hana e Asa no Nami, respectivamente uma katana e uma Wakizashi de suas bainhas.

- Eu pensei que teria que ter o trabalho de ir atrás de vocês, mas como já devem saber o resultado final, isso me anima muito! - Kurayami exibe uma feição séria, então começa a concentrar uma enorme quantidade de eletricidade em seu próprio corpo, fazendo que raios começassem a serem expelidos de forma involuntária, então Kai e Michael recuam um pouco.

Kurayami continua com esse processo, apenas para eletricidade ser gerada em torno de sí, fazendo um pilar desse mesmo elemento ser erguido para o alto. Tendo como consequência o ato que todas as fontes de energia de Veratrum voltassem a ativa. Se fosse em um lugar de maior condições financeiras, Kurayami não conseguiria fazer tal coisa, já que todas as formas de iluminação seriam feitas com Light Lacrimas ( Lacrimas de Luz ), porém isso não acrescenta muita no combate que estava para ocorrer.

- VAMPIRE MODE ENERGIZED! ( MODO DO VAMPIRO ENERGIZADO! ) - Kurayami dispersa o pilar de eletricidade, revelando a sua aparência nova, mostrando que o tom de sua pele havia mudado para um azul claro, deixando o tom arroxeado para trás. As escleras dos seus olhos mudaram para um cinza mediano, suas íris se tornaram negras e se cabelo foi mudado de uma cor negra para amarela, além de ter ficado de um jeito espetado. Ele nessa forma apenas direciona o seu braço direito em Michael, liberando um feixe de eletricidade que faz o Mago desviar por pouco.

- ‘’Tsc, claramente ele ficou mais poderoso.’’ - Michael se recompõe, entrando em uma postura de combate perante a nova forma de Kurayami, que apenas libera dezenas de raios contra ele e Kai. Que facilmente desviam graças as suas velocidades já acima da média.

- Vocês já são naturalmente rápidos, mas sabem quem ficou mais rápido? EU! - Kurayami dispara contra Kai, que mesmo já prevendo tão ação, não consegue se defender completamente e é arrastado para trás, Michael também é golpeado, sendo que é esse é jogado contra a casa ao lado, já que o Mago tem uma reação a golpes menor comparada ao seu companheiro espadachim.

Novamente em uma distância considerável, estava Camélia que agora estava sobre o teto de uma casa qualquer, mirando novamente na cabeça de Kurayami, seu tato se aguça mais que o normal, sua audição se amplifica e sua visão se amplifica. Esse era o momento, assim ela dispara a flecha que segue seu caminho rumo ao Vampiro.

- Isso não funcionou da outra vez, porquê acha que vai funcionar nessa? - Kurayami intercepta a flecha com as mão nuas, a esmagando e consecutivamente a destruindo. Antes que Kurayami pudesse fazer outra coisa, sua mão é explodida e ele recua para trás. - Uma flecha explosiva?, hehehe… - Sua mão é regenerada rapidamente, fazendo que ele vá na direção de Camélia com uma incrível velocidade, já que havia se transformado em pura eletricidade.

- ‘’Tsc.’’ - Camélia ao notar a aproximação de Kurayami, logo pega impulso e consegue desviar da investida dele, que tinha sido capaz de destruir o teto da casa que ela havia se posicionado.

- Acha mesmo que pode fugir contra mim? - Kurayami se recompõe, então consegue golpear as costas de Camélia com brutalidade, a fazendo girar com força e colidir contra o chão, levantando uma cortina de poeira no processo. - HAHAHA!

- Você age como se estivesse ganhando. - Camélia se levanta limpando o filete de sangue que escorria da sua boca, encarando Kurayami firmemente enquanto já retirava outra flecha de sua aljava.

- Mas eu já não ganhei?, hehe! - Kurayami avança novamente, fazendo que Camélia assumisse uma postura de combate, ele outrora já havia enfrentado outros Vampiros, mas contra esse em sua frente, ela não sabia se conseguia vencê-lo, porém ela tinha Michael e Kai ao seu lado nesse combate.

De alguma forma Camélia acreditava que tinha encontrado companheiros capazes de ajudá-la nesse combate, e também em sua prô de concretizar um dos seus grandes objetivos de vida, erradicar todos e quaisquer resquícios de Vampiros presentes na Earth Land.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...