História Cyborg Susan - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 5
Palavras 888
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Luta

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá pessoas! Mais um cap pra vocês. Bem, como começaram minhas aulas, irei escrever nos finais de semana e horários vagos. Boa leitura,

Capítulo 10 - Tentativa de enganar


Susan ainda estava dormindo quando Misty foi lhe visitar.

-O pessoal quer ir no cinema hoje. Que tal você vir com a gente Su?

-Acho melhor não. Ainda sinto muitas dores de cabeça e acho que não iria dar certo ver um filme assim. Mas obrigada pelo convite.Diga que eu mandei um beijo pra todos- falou ainda sonolenta.

-Tudo bem então. Mas diga, como eu estou?-perguntou a loira. Ela usava um vestido amarelo fraco com um casaco branco por cima. Seus cabelos estavam presos em um rabo-de-cavalo.

-Está linda. Agora vai e me deixa dormir. E se divirta.

Quando ela foi embora, Susan voltou a dormir, devido a grande dor de cabeça, se nem sequer imaginar o que iria acontecer.

 

Quando Misty chegou ao local marcado ficou indignada. Não tinha mais ninguém ali. Será que eles fizeram uma pegadinha? Ou será que o ônibus deles foi assaltado, bateu e capotou no meio do rio?! Eram esses o pensamentos de Misty ao não ver seus amigos.

-Fala loirinha!- disse alguém atrás de Misty. Era Lucas-Foi mal, nos atrasamos um pouco, mas sabe como é pra pegar um ônibus nessa cidade né? Custa vir e quando vem, ainda vem lotado.

-Pior que é verdade-falou June se aproximando.

-E a Su?- perguntou Max

-Ela disse que estava sentindo muita dor de cabeça e não podia vir. Os pais dela acham que é só uma enxaqueca. Mas ela mandou um beijo a todos vocês.

-Bom, vamos pois ainda temos que comprar os ingressos-disse Junior.-Você está bonita Misty.- falou o garoto com um leve sorriso, o que fez a menina corar.

-Está mesmo Mi- elogiou June, vendo o estado da garota.

-Ei, não vai explodir não  tá bom loirinha?-disse Lucas, recebendo um cascudo de June-Ai, isso doe! Por acaso tá com ciúmes é baixinha?- Outro cascudo.

-Cala essa boca!

E os amigos foram comprar os ingressos, mas antes de ao menos entrar no cinema, ouviram um grande barulho atrás deles. Quando viraram, ficaram surpresos ao verem um rosto conhecido. Susan.

-Oi amigos- falou se aproximando. Ela estava usando uma blusa preta e uma calça jeans rasgada -Iam se diverti sem mim?

-Susan?!-exclamaram todos, surpresos.

-A própria!

-Mas você não estava com dor de cabeça?-perguntou Max,se virando para Misty.- Foi o que você disse.

 -Ah mas isso foi um grande exagero. tomei um remédio e fiquei logo boa.

-Mas...-Junior ia dizer algo, mas foi interrompido por um empurrão rápido de Susan, que o mandou para longe.

-JUNIOR!- falaram June e Misty ao mesmo tempo.

-O que está fazendo Susan?- perguntou  June.

-Eu não gosto dele. Ele fala demais.-disse sorrindo.

-Como pôde?- falou a garota, dando um soco na cara de Susan, mas em vez de um rosto, bateu em um metal.

-Ora, não diga que isso foi um golpe.- disse tirando a mão de June do seu rosto e a arremessando para longe também.

-JUNE!!!!-gritou Lucas

-O que está fazendo Su?- perguntou Max- Por que está agindo assim novamente? Por acaso é o Dr Natsuke de novo?

-Não me faça rir Max-disse e lhe deu um empurrão também.-Puxa, achei que iríamos nos divertir, mas agora vocês me irritaram...

Susan recebeu um soco, vindo de Misty, que estava invisível.

-Quem é você?

Susan deu um sorriso de lado.

-Quem sou eu? Como assim, eu sou Susan. E você é bem irritante garota.

E assim a Misty também foi pelos ares. Depois eu vou perguntar pra ela com é a vista lá de cima. Enquanto isso, Lucas deferia vários golpes rápidos em Susan, que lhe deu um chute.

-Como se atreve... a machucar meus amigos?-disse June se levantando.

-Nossa, como você é determinada e valente- disse sarcástica- Mas isso não vai servir de nada.

Lucas avança novamente, dando um outro chute em Susan.

-Olha, eu não queria te machucar, mas você tá pedindo Su.

-Ela não é a Su, por isso atacou meu irmão e a nós- disse June

-Como assim?- Não deu tempo de responder, Susan avançou novamente contra June, mas Lucas se pôs na frente foi acertado pelo golpe dela

-LUCAS!!

-Tá bom Lucas, acabo com você primeiro.

-SÓ POR CIMA DO MEU CADÁVER!- gritou June,, que estava realmente enfurecida.

-Puxa que medo- disse com ironia enquanto segurava Lucas pela gola da jaqueta- Espera que você também vai ter a sua vez.

Nesse momento, uma rajada passa pelo rosto de Susan, abrindo um corte. Mas não saiu sangue.

-Viu como eu estava certa. Você não é a Susan, então diga: quem é você?

-Eu já respondi essa pergunta. Eu sou Susan, ou pelo menos a versão aprimorada dela.

-E foi esse Dr que te fez também?- perguntou de cabeça baixa.

-Não tenho tempo pra perder contigo garota. Agora, com licença- disse levantando o punho para socar Lucas.

Mas antes que se desse cona, algo a segurou por trás e a prendeu, fazendo a mesma soltar Lucas. Enquanto distraía a atenção da falsa Susan, June reunia sua forças para manipular a água de uma fonte ali perto.

-Agora, quem está irritado sou eu! Pode começar a rezar, se é que você sabe.- disse June, congelando a água com uma mão. Em seguida, com a outra mão, manipulou o fogo de uma lareira dentro de uma loja- Você vai pagar pelo que fez aos meus amigos.Agora, me responda, o que acontece quando se resfria metal quente?


Notas Finais


E foi isso, espero que tenham gostado. Beijos!! E digam se gostaram ou não está bem?!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...