História Daddy - Imagine Jungkook - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Romance, Suga, Taehyung
Visualizações 209
Palavras 1.080
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aqui esta o capitulo de hoje amorecos, não sei se vai dar para postar mais tarde então to postando agora. Espero que gostem

Capítulo 17 - Não chame isso de amor


Fanfic / Fanfiction Daddy - Imagine Jungkook - Capítulo 17 - Não chame isso de amor

Sem pensar duas vezes, largo um tapa estalado em seu rosto. E ele me olha espantado. 

-Então é isso que você chama de amor? -Pergunto. -Nojo! Apenas nojo... é o que eu sinto quando olho para você. -Falo olhando em seus olhos. 

-Sandara...-Fala tentando retomar sua autoridade. 

-Não ouse a falar o meu nome... Logo agora Kook, quando eu estava sentindo algo por você. -Continuei a encara-lo  

Jungkook congelou, sai daquele quarto enfurecida, tranquei a porta do meu quarto e tirei aquela merda de lingerie. Depois de tudo o que ele fez por mim, depois de toda forma carinhosa de tratamento, depois dele demostrar ciúmes e me fazer se sentir importante percebo que ele ainda continua sendo egoísta. 

“-Eu amo você Sandara... Desde o primeiro instante que te vi, eu fiquei louco por você. Eu quero ser o homem da sua vida, por favor...” -Me lembro de Taehyung. 

Talvez ficar com Tae seja uma escolha melhor. 

[...] 

Acordei com raios de sol invadindo meu quarto, me levanto e vou tomar um banho, ponho uma roupa simples e vou até a cozinha. Como sempre, estou sozinha nesse enorme apartamento, fui até a geladeira, pego leite e despejo num copo. Só de lembrar da noite anterior me dá vontade de chorar, termino de beber meu leite e volto para meu quarto. 

-”Por que eu não fico uns dias num hotel?” -Penso. 

Jungkook sempre me faz ficar com raiva, então decidi me afastar dele um pouco. Pego uma mala e coloco minhas coisas, deixo apenas algumas roupas pois não cabia tudo na mala. Chamo um taxi e vou para o minha antiga casa, pego uma diária de 4 dias no quarto VIP, é o suficiente. Mato a saudade de Cha-so que me esperava com um sorriso enorme e da minha antiga governanta, elas estavam felizes por mim. Subo até o quarto, coloco a mala de lado e me jogo na cama. Com o celular na mão, bloqueio o número de Jungkook e decido mandar uma mensagem para Tae revelando meu paradeiro. 

-Oi TaeTae, você pode me fazer uma visita hoje? Estou no hotel Hilton, quarto V501” -Dara  

Logo ele visualiza a mensagem e não responde nada.  

-”Aish”... -Faço um bico. 

Me levanto da cama e dou um mini grito. 

-”Estou ficando louca!” -Falo comigo mesma.  

 

JUNGKOOK – POV  

 

“Então é isso que você chama de amor?!” 

Flashbacks vindo a minha cabeça o tempo todo. Neste momento estou no escritório secreto na Máfia Ghost não conseguindo pensar em absolutamente nada. Sandara mexe com meu psicológico de uma forma inexplicável. 

-Sr. Jeon? -Entra minha secretária na minha sala. 

-Hm? -Falo saindo de transe. 

A mesma solta um risinho e anda até minha mesa deixando algumas papeladas. 

-Chegou isso para o senhor. -Fala de uma forma sexy. 

-Obrigado. -Falo pegando os papeis e lendo. 

-Quando vamos naquele lugar que o senhor falou? Huh? -Falou se apoiando em minha mesa e pegando em minha gravata. 

-Estou ocupado agora Yu-mi. -Falo tirando sua mão de minha gravata. 

-O senhor anda estranho esses dias... -Fala fazendo uma cara triste. 

-Ando muito ocupado, você sabe. -Retruco. 

Antes de sair daquela sala, Yu-mi apalpa meu pau fazendo acender um certo fogo e logo sai da minha sala. E agora?  

-Jung...kook -Lembro de Sandara gemendo meu nome.  

Talvez eu tenha sido um babaca na noite anterior mas foi preciso, eu sei que Dara tem um certo sentimento por Taehyung, sei disso desde o primeiro dia que vi os dois.  

***FLASHBACKS ON*** 

Eu já estava meio bêbado então decidi levantar para ir ao banheiro, assim que eu volto, vejo Taehyung e Sandara conversarem, admito que me despertou uma certa curiosidade. Não demorou muito para eles se beijarem e fiquei espantado com aquilo, eu odeio meu irmão em todos os aspectos e fiquei com bastante raiva quando vi Taehyung pegando minha garota. Volto para mesa não controlando minhas emoções e acabo me esbarrando em Jin. 

-Eita! Controla a bebida ai amigo. -Disse o mais velho do grupo. 

-Não enche! -Falo com raiva. 

-Qual foi mano? -Pergunta Suga não entendo sua reação.  

-Qual é a reação do Taehyung com a Sandara? -Pergunto. 

-Você quer dizer, a sua garota? -Pergunta Nanjoom  

-É. -Afirmo. 

-Parece que o Taehyung conhecia ela pela internet faz tempos e nunca se encontraram, ele vivia falando dela para mim. -Complementa Jimin 

-Interessante. -Falo. 

***FLASHBACK OFF*** 

Não consigo aceitar que aquele idiota tocou na Sandara, desde aquele dia eu comecei a sentir ciúme dela e não queria admitir. 

 

[...] 

 

A hora foi passando e decidi ir para casa. 

-”Preciso pedir desculpas para ela.” -Penso. 

É simples, como sempre ela irá me perdoar, não perdi o meu tempo e estaciono meu carro na garagem do condomínio, chamo o elevador e aperto o 15° andar. Assim que entro, vejo que está tudo muito silencioso. 

-Sandara? -Falo alto. 

Sem repostas, fui até em seu quarto e percebo que ela levou suas coisas, aquilo me deixou um pouco preocupado. Tento ligar para seu celular mas dava desligado. 

-”Ela deve voltar para pegar o resto das suas coisas.” -Penso. 

Odeio admitir que estava impaciente, odeio esperar. Sentei na poltrona da sala para esperar sua chegada.  

 

SANDARA – POV 

Após passar o dia todo cuidado de minha beleza e saúde, decidi dormi. 

-”Como ele esta?” -Penso em Jungkook. 

Por que ele sempre tem que ser assim? Jungkook me dá raiva! No meio do meu ataque de piti o telefono da minha suite tocou, atendi e a recepcionista dizia que Taehyung se encontrava lá em baixo. Permiti sua entrada e logo ele veio parar em meu quarto tocando minha campainha. 

 

-Oi! Que bom que você veio, pensei que você não viria mais. -Falo abrindo a porta. 

Tae se encontrava com um sorriso encantador que me fez derreter toda. 

-O que faz a senhorita me hospedar aqui? -Diz Tae entrando no quarto. 

-Eu tive... uma leve briguinha com Jungkook. -Falo baixo e fecho a porta. 

-Ah então por isso me chamou aqui. -Falou com um sorrio no rosto. 

-Não! Que isso Tae, você me conhece! 

-Eu sei sua bobona. Estou brincando com você -disse fazendo carinho em minha cabeça. 

Logo telefone de Tae toca, era Jungkook. 

-Olha quem esta me ligando. -Diz mostrando o visor da tela do celular para mim. -Parece que ele conhece a gente mesmo. -Diz rindo.  

-Não atende! -Falo nervosa. 

-Ah, deixa eu irritar ele só um pouquinho... -Fala atendendo o celular e colocando no viva voz. 

-Onde você esta, Taehyung? -Falou Jungkook não deixando Tae falar um “oi” 


Notas Finais


Aqui está! espero que tenham gostado :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...