História Daddy - Imagine Jungkook - Capítulo 45


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Romance, Suga, Taehyung
Visualizações 392
Palavras 1.108
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


"Eai rapeize" mais um cap pra conta

Capítulo 45 - Olá Coreia!


Fanfic / Fanfiction Daddy - Imagine Jungkook - Capítulo 45 - Olá Coreia!

-Terminei. -Falei embalando a ultima caixa. 

Empacotamos todas as coisas que íamos levar para a Coreia, nosso voo é amanhã. Estou a 2 dias sem falar com o Jungkook, eu pensei e pensei, de primeira foi um choque, mas depois fui entendendo um pouco melhor. Não posso me deixar abalar por isso, se ele terminou o noivado para ficar comigo é porque ele realmente me ama. Decidi que hoje eu iria passar no hotel em que ele está hospedado para conversar mas soube pelo Tae que ele teve que voltar para a Coreia novamente, estava tendo problemas por lá. Peguei meu telefone e mandei uma mensagem para ele: 

“Oi Kook! Eu queria falar com você... Poderíamos nos encontrar? Eu vou me mudar amanhã, mas se não puder tudo bem, eu soube que está com problemas.” - Dara. 

Deixei meu telefone de canto e fui tomar um banho para tirar a poeira que estava em meu corpo. Enquanto aquelas águas mornas batiam em meu corpo eu pensava em Jungkook. 

“Acho que exagerei. ”-Penso. 

Apesar desses anos eu ter negado meus sentimentos... nada mudou. Eu continuava amando aquele homem e quando soube que ele estava noivo meu mundo desabou, foi uma mistura de sentimento: Ciúmes, medo, angústia, tristeza. Eu não o culpo, afinal foram 4 anos, uma hora ou outra isso iria acontecer.  

Saio do banheiro e vou por uma roupa confortável, pego meu celular e vejo uma notificação de mensagem, era ele: 

“Claro, eu também preciso falar com você. Venha ao meu escritório quando chegar na Coreia. Endereço é xxx” -JK 

Sorri aliviada e agarrei meu telefone. Passei o final da tarde vendo um filme de terror com Taehyung. 

 

[...] 

 

-Tem certeza que você vai mesmo? -Diz Megan com os olhos cheios de lágrimas. -Eu vou sentir sua falta! -Me abraça. 

-Eu também amiga... muita! -Falo abraçando a mesma. 

Estávamos no aeroporto, estava tudo pronto. Iriamos voltar para a Coreia. Me despedi de Megan que chorava sem parar depois falei com Bianca. Tae e Bianca não se desgrudaram nenhum minuto, até que foi fofo ver eles dois grudados assim. O tempo foi passando e entramos para a parte de voos internacionais se despedindo das meninas, choramos e choramos muito, amizades assim nunca serão esquecidas. Entregamos o nosso passaporte e fomos liberados para aguardar nosso voo. Sentamos no setor da nossa companhia aérea.  

-Só de pensar que vou ter que arrumar outro emprego... -Fala Taehyung me fazendo rir. 

-Por que não volta a trabalhar com seu irmão? Você gostava de lá. -Falei. 

-Pode ser, eu tenho novas ideias para novos jogos. -Falou Taehyung confiante. 

-É isso ai! -Falei dando um tapa fraco em suas costas.  

Rimos e continuamos a nossa conversa sobre coisas aleatórias, até o nosso voo ser chamado. 

“Atenção passageiros do voo 145 com destino a Seul, embarque autorizado.” 

-É o nosso voo. -Falo olhando para o Tae. 

-Vamos...-Falou caminhando para o embarque.  

Olho para trás e fotografo aquela imagem na minha mente. 

-Adeus Atlanta, você me proporcionou muitas experiencias maravilhosas... até um dia. -Falo me virando e caminhando com Tae.  

Entramos no avião e logo decolamos.  

 

[...] 

 

“Senhoras e senhores, sejam bem vindo a Seul. Pouso autorizado” 

Acordei do meu cochilo ao ouvir essa linda frase. O avião pousou e fomos pegar nossas malas na esteira.  

-Olá Coreia! -Falo saindo do aeroporto com um carrinho de malas.  

Tae olha para minha cara e começa a rir. 

-Vamos? O taxi está esperando. 

Afirmo com a cabeça e sigo Taehyung. Fizemos um novo trato , agora dessa vez eu que ficaria no apartamento dele até achar um emprego decente e poder pagar um alugueu, querendo ou não ele concordou.  

Chegamos ao antigo apartamento de Tae, estava um pouco empoeirado pelo tempo que ficou trancado, esse apartamento me trás boas lembranças. Deixamos as malas de lado e fomos logo por a mão na massa. Comecei a limpar a sala e a cozinha e o Tae foi limpar o banheiro e seu quarto. Demoramos horas para limpar aquele apartamento e quando fomos ver já estava de noite, eu e Tae estávamos mortos por conta do fuso horario. 

-Acho que podemos continuar amanhã. -Fala Tae bocejando. 

-Você está certo, eu estou morta. -Falo encostando na parede. 

-Eu vou tomar um banho, quer pedir algo para comermos?  

-Boa. Vou pedir uma pizza, me acostumei com a comida do EUA. -Falo pegando o telefone. 

Tae seguiu para o banheiro e fiz o pedido, logo eu vou tomar meu banho também. Não demorou muito para a pizza chegar, comemos e fomos dormir pois teríamos mais trabalho. 

 

[...] 

 

Acordei e olhei para o relógio que marcava 10:45, me levantei e fui tomar um banho e decido tomar café, passo pelo quarto de Tae que se encontrava com a porta semiaberta e vejo aquele anjinho dormindo, fiquei com pena de acorda-lo. Abri a geladeira e não tinha nada, acabei esquecendo que não tínhamos passado no mercado. Peguei minha carteira e fui num café ali perto. 

-Um frapputino, por favor. -Peço a atendente logo sento em outra bancada que dava visão da rua.  

Logo a atendente trás meu pedido e começo a beber, aproveito e peço uma torta de maça.  

-”Preciso falar com o Kook” -Penso.  

Assim que termino de comer, vou até o caixa para pagar e vou até o endereço que ele havia me passado. Não era muito longe dali então fui a pé mesmo. Olhei para o relógio que já marcavam 11:34. Havia muitos funcionários ali, aquele lote da empresa era novo eu ainda não conhecia. Passei pela atendente e falei que precisava falar com o Jeon, a moça era muito educada e me falou que ele se encontrava seu escritório no 3° andar, estranhei ela não ter ligado para Jeon perguntando se podia liberar minha entrada mas logo pensei que ele poderia ter falado com ela sobre minha visita. Chego até a porta e bato 1 vez e escuto uma voz abafada.  

-Pode entrar. -Fala Jungkook. 

Abro com um sorriso no rosto mas ele logo se desfaz assim que eu vejo uma mulher muito bonita por sinal sentada de frente para Jeon. Ela estava com os olhos enxados, parecia que estava chorando.  

-Eu volto depois. -Falo sem graça. 

-Não Sandara, pode ficar. Mi-cha já está indo. -Ele fala encarando a mulher.  

-Sim ,é claro. -Fala a moça com raiva 

Ela pega sua bolsa que se encontrava ao seu lado e saiu daquela sala, ela me assustava de algum jeito.  

-Pode entrar, Dara. Eu estava esperando sua visita. -Sorriu sem mostrar os dentes.  

 

“Acalme ela, ela está me dando nos nervos, você não a ama, pare de mentir com essas palavras.” -Melanie Martinez – Parcify Her.  


Notas Finais


eta kakskaka
p.s: desculpas se tiver alguns errinhos. As vezes passam despercebidos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...