História Daddy - Imagine Jungkook - Capítulo 48


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Romance, Suga, Taehyung
Visualizações 384
Palavras 1.011
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


MAS O QUE QUE É ISSU GENTCHI?! OBRIGADA PELOS 300 FAVORITOS AAAA TO SURTANDO
Musiquinha do cap:https://www.youtube.com/watch?v=yl9LYUUrVAQ

Capítulo 48 - É você o meu grande amor


Fanfic / Fanfiction Daddy - Imagine Jungkook - Capítulo 48 - É você o meu grande amor

*Escrevi o cap escutando a musica na descrição acima ^

 

A tarde passou num piscar de olhos, andamos de bicicleta e caminhamos pela praia que ficava na frente do hotel até o tempo mudar, então decidimos ver um filme para fechar a tarde.  

-Que tal... vermos esse? -Falou apontando para um documentário.  

-Eu gosto de documentário, pode colocar.  

Jungkook dá play e se deita ao meu lado, esse documentário fala sobre acontecimentos sobrenaturais e eu acabei gostando. Acabei me lembrando daquele chalé onde o próprio queria ver um filme de terror e eu acabei recusando. Aquele documentário estava começando a me entediar, então comecei a namorar o meu anel, ele era realmente lindo... o que teria acontecido se ele me pedisse em casamento antes? 

-Sabe... Kook. -Falo fazendo-o parar de prestar atenção na tv. 

-Hm?  

-Por que você me deixou ir embora? -Falo olhando em seus olhos. -Por que não me segurou e pediu para que eu ficasse? -Complemento. 

-Dara... eu tive medo. Eu pensei que depois você me ligaria, ou até mesmo iria me ver. Eu sentia que tinha vacilado demais e eu não sabia um jeito de concertar isso, eu apenas... fugi –Falou. 

Eu fiquei sentida, afinal eu tenho perguntas sem respostas, meu coração havia apertado. 

-Nossas vidas foram separadas de forma boba, se demorasse mais... estaríamos com outras pessoas. -Falo magoada. 

-Eu sei disso, quando eu cai na real... você não estava mais aqui. Eu comecei a pensar que o destino escolheu assim, no começo eu namorei com a Hyuna por 1 mês e depois disso eu não consegui me relacionar com ninguém até chegar a Mi-cha, ela me ajudou e por isso consegui desistir.  

-Eu entendo, apesar das dificuldades um hora ou outra você iria encontrar alguém, foi muito difícil para eu me relacionar com alguém, mesmo eu querendo negar, eu pensava em você. Quando Tae se mudou lá pra casa, tudo se tornou um inferno pois eu vivia sofrendo...Eu não sei qual seria minha reação ao ouvir que você iria se casar. -Falo com um semblante triste. 

-Não diga isso por favor, eu voltei e agora estou aqui com você. Tudo o que eu pedi aos céus está aqui. Meu noivado com Mi-cha estava acabando, eu estava inseguro e acabou afetando no nosso relacionamento. Eu via seu rosto ao invés do dela, as vezes a chamava de “Dara” e isso não estava sendo saudável. Apesar de gostar muito dela e ser uma certa admiração por ela... meu amor por você não se compara a nenhum, Dara. Eu ainda quero ter um filho com você. -Fala Jungkook se aproximando lentamente. 

Nessa hora meu coração já não aguentava mais, puxei sua nuca e depositei um beijo em seus lábios. 

-Eu te amo. -Fala separando nossos rostos.  

Em seguida ele subiu em cima de mim tirando sua blusa, eu sabia no que isso ia dar, ele explorava toda minha boca com sua língua, era um beijo selvagem cheio de vontade. No meio dos beijos, conseguimos nos despir e estávamos totalmente nus. Me levanto e peço para ele sentar na ponta na cama, começo a dar lambidas em seu membro totalmente ereto. 

-Sem preliminares, por favor. Eu quero seu corpo. -Fala me puxando e me fazendo sentar em seu colo. 

Do um sorrisinho sapeca, mordo seu lábio inferior e dou uma pequena puxada. Sinto Jungkook me penetrar de forma prazerosa. Reviro minha cabeça de tanto prazer mordendo meus próprios lábios. 

-Não... para. -Falo ofegante.  

Eu ouvia os gemidos roucos de Kook e isso estava me deixando nas alturas, me agarro ao seu corpo r começo arranhar suas costas. Ele dá leves tapas em minha bunda. 

-Você está ... muito gostosa. -Fala sussurrando em meus ouvidos.  

Eu não conseguia responder, eu apenas conseguia gemer seu nome e puxar seus cabelos na nuca. Logo sinto um liquido branco escorrer pelas minhas pernas... ele gozou dentro de mim, de novo.  

Levantamos e fomos tomar banho juntos. Entramos no box e ligamos o resistro.  

-Você me deixa... louco. -Fala pegando pela minha bunda e me beijando. 

-Ahh –suspiro. -Jungkook –Falo sussurrando.  

Começamos outro beijo novamente, até Jungkook me surpreender e puxar meus cabelos pela nuca. 

-Você é minha. -Fala com um olhar possessivo. -Somente minha...-Beija meu pescoço. 

-Apenas sua... -Mordo meus lábios com prazer.  

Depois de muita pegação terminamos aquele banho demorado, a hora passou voando. Colocamos nossas roupas e dormimos agarradinhos. 

 

[...] 

 

Hoje o dia ia ser agitado, iria ter que arrumar todas as minhas coisas na casa de Kook, acordamos juntos e fomos tomar o café, quando terminamos Kook deu check out e fomos para aquele palácio que eu não via 4 anos atrás. Assim que chegamos tudo havia mudado, a decoração que antes era branca virou marrom, estava realmente linda. 

-Você mudou tudo, está lindo. -Falo observando o cômodo. 

-Eu decidi mudar, tudo aqui me lembrava você. -Fala fechando a porta.  

Empurro minha mala até o quarto de Kook que era nosso quarto, ele também havia mudado. Abri uma parte do guarda roupa que se encontrava quase vazia. Olho estranho e pego parar ver o que era. 

-Jungkook... 

-Oi amor... -Fala entrando no quarto com sorriso.  

-São roupas de mulher. -Falo mostrando uma das peças. 

-Ah...  

Ele pega todas as peças e tira daquele guarda roupa e sai do quarto. 

-Deve ser da Mi-cha... -Penso. 

Termino de arrumar a minha mala e sigo para a sala a procura de Kook mas ele não estava lá, decido ir até a cozinha e vejo o próprio de costas, parecia que estava encarando a pia.  

-Jungkook? -Me aproximo do próprio e agarro suas costas. 

Rapidamente ele se vira me agarrando, consigo ouvir um soluço de choro. 

-Espere... está chorando? -Tento me distanciar e ele me puxa de volta. 

-Obrigado por voltar... meu amor. -Fala rouço. 

 

Aquilo aqueceu meu coração, ali tive a certeza que ele é o homem da minha vida. 

-Não me abandone de novo... -Fala novamente essa frase. 

-Eu não irei, prometo. -Falo deitando minha cabeça em seu peitoral.  

Jungkook parecia estar traumatizado com o passado. Eu nunca mais irei abandona-lo novamente.  


Notas Finais


ps: desculpa se tiver alguns errinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...