História Daddy - Shawn Mendes - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Cameron Dallas, Chloë Grace Moretz, Dakota Johnson, Desventuras em Série, Magcon, Shawn Mendes
Personagens Shawn Mendes, Violet Baudelaire
Visualizações 1.046
Palavras 1.684
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Mistério, Poesias, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fiquem agora com mais um capítulo de Daddy!!

E gente eu estou amando cada comentário de vocês,e espero que continue assim... E posso não responder todos mas eu leio sim 🌚⭐

Espero que gostem!!! ✍😍👏🌚

Capítulo 29 - My only Angel


Fanfic / Fanfiction Daddy - Shawn Mendes - Capítulo 29 - My only Angel

Não acredito que você me decepcionou
Mas a prova está no jeito como isso dói

Eu queria que isso acabasse agora
Mas sei que ainda preciso de você aqui

Mas quando você me chama de amor
Eu sei que não sou o único
...
Seu coração é inalcançável
Apesar de que, Deus sabe disso, você ficou com o meu

Sam Smith - I'm Not The Only One.



Shawn POV:

Eu conseguia fazer isso? Eu podia tirar simplesmente da minha vida como se nada tivesse acontecido? Eu realmente estou apaixonado por  essa menina? Como ela conseguiu entrar desse jeito na minha vida e ainda invadir meu peito?

Talvez eu esteja cometendo um erro em deixá-la partir. Mas que culpa eu tenho de estar me sentindo tão enganado?

Já era noite. Da janela de meu escritório eu podia ver a lua. Me lembrava ela. Não conseguia tirá-la de minha cabeça e dos momentos únicos que passei ao seu lado. Seus olhos eram claros e tinha um brilho  explicável assim como a lua claro no céu escuro.

Era apenas eu em um silêncio perturbador com tantas perguntas rondando em minha cabeça,perguntas sem respostas e um copo de whisky na mão,talvez o quarto copo já,mas eu infelizmente ainda estava sóbrio, não podia perder o controle.

A mão no bolso da calça,outra segurando o copo, enquanto ela estava no quarto arrumando suas coisas.

Eu estava surtando. Katherine é como uma sereia,que me encantou somente com seu olhar e sua voz,e quando me dei conta já estava me aprofundando mais ainda em seu oceano,e quanto mais nadava mais eu afundava. Eu me meti nisso de uma forma louca e acabei me envolvendo demais pra poder desfazer isso.

Não tinha a quem enganar. Eu jamais iria admitir que estava apaixonado por uma mulher assim derrepente,mas com ela foi totalmente diferente,já nem tenho certeza dos meus sentimentos já que foram encerrados por uma única mulher de meu passado e que Katherine conseguiu desenterrar todos eles.

Ouço alguém pigarrear da porta. Me viro para olhar e a vejo.

Katherine estava linda como sempre. Porra,por que ela tinha que  ser tão linda assim... Me atrair tanto...com essa franjinha em seu rosto delicado com uma regata preta e uma calça de moletom cinza com um tênis que lhe comprei com as mãos juntas e a cabeça baixa.

— Eu...já arrumei tudo e...deixei o quarto em ordem.

Dei mais um gole na bebida enquanto a olhava seriamente. Eu havia dito para ela fazer a mala.

— Onde está a mala que lhe mandei fazer Katherine? Pergunto rispidamente. Queria olhar em seus olhos mas ela permaneceu de cabeça baixa o que me irritou profundamente por eu sempre dizer para ela olhar para mim quando estivesse falando.

—Nao tem porque eu levá-las comigo. Não vou precisar. Mas...eu peguei essas se não se importa.

— É claro que não,poderia ter pego todas,isso não vai ter utilidade nenhuma para mim. Disse simplesmente dando mais um gole em minha bebida.

— Não iria ter para mim também.

— Como queira. — O assunto deveria morrer alí mas tinha uma coisa queria lhe perguntar—

— E você. Está melhor do acidente? Não se machucou certo?
Tentei desviar o olhar para o copo em minha mão observando o cristal em minhas mãos com metade cheio de minha bebida preferida que já nem tinha tanto gosto assim.

— Não eu... não me machuquei. Mas...tem algo que está me machucando muito mais agora...

Fechei os olhos respirando fundo. Eu tinha que resistir mas meu coração não  está facilitando.Como pode mexer tanto com a minha cabeça?

Virei de costas para a janela não querendo que me visse. Dei um longo gole em minha bebida acabando com ela,sentindo o queimor em minha garganta e depositei o copo sobre minha mesa.

Senti a menina se aproximar de mim. A cada passo minha respiração já estava desregulada. Me apoiei na mesa com as mãos apertando a beira da mesa de madeira me curvando sobre ela ouvindo seu passos curtos cada vez mais próximos.

— Daddy...

Arfei com suas palavras, sentindo um arrepio percorrer meu corpo já fazendo meu membro pulsar por de desejo por ela. Ela sabia do meu ponto fraco. Essa diabazinha sabia como fazer chantagem mas está muito enganada se acha que isso vai colar comigo.

— Eu não quero te deixar daddy... Não abandone sua baby...

— Katherine... O que está fazendo?

Quando seu corpo estava próximo ao meu,ela correu suas mãos por minhas costas até meus ombros me fazendo sentir seu toque e sua cabeça se encostar em minhas costas se contraírem.

— Vamos conversar melhor daddy...

Senti suas mãos descerem por meu corpo e chegando até minha barriga. Ela entrelaçou os braços por volta de minha cintura deslizando por meu abdômen.

— Katherine... 

— Não me deixou explicar direito daddy...Eu...Eu Não quero que me deixe daddy por favor...

Ela estava ultrapassando os limites,os meus limites,os limites que tinha lhe dado. Ela correu as mãos até querer chegar em meu peito mas eu rapidamente peguei suas mãos e me virei para ela me afastando um pouco de si.

— Por que está fazendo isso?

— Eu não quero te deixar Shawn. Não me deixou explicar, não é como você pensa,eu não tenho nada com o Alex,eu só quero você daddy... Só você,eu só gosto de você.

— Katherine!  Pode até ser que sinta algo por mim mas isso é temporário, você vai esquecer de mim com  o tempo assim como eu vou esquecer de você. E eu sei que  eu não sou o único. Mas você tinha a mim,e traiu minha confiança.

— Isso não é verdade Shawn. Você é o único. E eu não posso ter feito isso, você simplesmente não...

— Katherine vá para o carro.
Soltei suas mãos e lhe dei as costas.

— Me dê uma chance de...

— Vai pro carro Katherine! Agora! Você não entendeu? Agora!! Gritei as palavras então ela se afastou lentamente de mim.

— Tudo bem. Eu não vou mais te atrapalhar... Me desculpe.

Só ouvi a porta ser fechada e minha mão de fechar em punho.

Meu sangue subiu pela cabeça. O abajur já estava no chão,a lâmpada quebrada em pedaços,a cadeira jogada,livros e papéis por toda parte, o vaso foi pelo Sr ao encontro da parede,eu soltei um grunhido de raiva batendo o punho com força na mesa arrastado tudo pela sala que já estava destruída por mim.

Foi tudo culpa daquele desgraçado!!foi sempre ele. Mas se se ele pensa que vai acabar com a minha vida está muito enganado,ele só podia estar atentado em me separar de Katherine como sempre foi.

E enquanto Katherine. Porra eu sou completamente louco por essa garota como nunca fui por nenhuma mulher antes!! Que poder ela tem sobre mim? Ela está acabando comigo. Eu não posso fazer isso eu preciso dela comigo,eu preciso ver seu sorriso,sentir seu cheiro quando está comigo na cama,seu corpo junto ao meu eu preciso disso eu preciso dela.

Katherine pov:

Meu coração começou a se apertar. A caminho da porta,comecei a escutar barulhos terríveis de coisas quebrando. Eu sabia que era ele. Mas não tinha coragem de voltar e encarar ele. Então resolvi fazer o que ele mandou. Ir para o carro,ir embora e esquecer dele. Mesmo não querendo,eu tinha de fazer. Mas só de pensar em ficar longe dele, alí em frente a porta,eu pensava nos momentos que passamos,no quanto eu me divertir com ele,e quanto me senti feliz e única ao seu lado,e no dia em que cheguei nessa casa com ele,fechei os olhos com força então uma lágrima solitário escorreu por meu rosto,assim que toquei a maçaneta.

Pronta para partir escuto ser chamada.

— Katherine!!

Não! Será possível? Será que...

Meu coração começou a acelerar rapidamente,minha respiração estava ofegante,meu peito palpitava .

Me viro para trás e o vejo.

Shawn vem vindo em minha direção correndo,passos largos. De camisa branca social com as mangas até os cotovelos e alguns botões aberto deixando seu peitoral forte a mostra que me fazia engolir a seco.

— Shawn?! Oque....

Antes que eu termine sinto der jogada contra porta e ele prensar seu corpo ao meu. Ele pegou em meus pulsos com força prendendo os em cima de minha cabeça,me fazendo olhar em seu labirinto de olhos castanhos claros incrivelmente fixos nos meu então num movimento rápido enquanto meu coração palpitava no peito,ele selou nossos lábios com fúria.

Eu podia sentir ele. Ele aprofundava seus lábios nos meus como se estivesse com raiva,perdido,em movimentos rápidos,sua língua invadiu minha boca, enquanto ele roçava seu corpo no meu,me fazendo sentir seu membro duro sobre minha barriga o que me fazia ficar vermelha. Éramos um só. Só nós dois sem mais ninguém alí. Como pensei em sobreviver sem ele? Shawn é a melhor coisa que já me aconteceu,eu precisava dele. E sentir seus lábios novamente foi uma coisa excitante e inesperado.

— Ah baby...

Já sem ar ele separa nossos lábios,soltando meus braços,ele ataca meu pescoço, enquanto correu suas mãos por todo meu corpo, pousando em meu quadril,me fazendo arfar, enquanto ele mordiscava minha carne com seus dentes e depositava beijos, chupando fortes sugando minha pele me fazendo delirar.

— Shawn...

— Shiii... _ele fez uma pausa pousando seu polegar e meus lábios enquanto parou para me olhar_ — Como pensei em sobreviver sem você Katherine?... Minha doce menina... Como pude ser tão tolo de que iria parar de pensar em você e em seu corpo... Você está me levando a loucura menina. Ele diz com uma certa raiva enquanto desliza sua mão por minha coxa,de baixo para cima, fazendo minha pele se arrepiar por completo encostada naquela porta.

— Mas eu achei que...

Sem olhar para baixo sinto sua mão em minha virilha, adentrando por minha calça,ele vai descendo até minha intimidade,por dentro da calcinha,sinto sua mão quente cobrir minha intimidade, automaticamente fecho os olhos e jogo a cabeça para ao lado quando sinto ele apertar com força.

— Eu não vou deixar você ir. E fique tranquila você vai me explicar melhor isso que aconteceu...vai falar tudo...cada detalhe... Mas vai ser amarrada,e nua em meu quarto... E pode ter certeza que vai ser castigada pelo que fez baby...





Notas Finais


Shawn fez certo ou errado 🤔 pra mim ele fez certo sim... Porque cai emtre nós né mores,o bolinho está apaixonado 😚 aaahhh que beautiful. Não esqueçam que de comentar se quer continuação e desculpe pelo capítulo curto mas é como eu disse gente eu estou super atarefada.

Um beijo e até a próxima 🌚⭐♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...