1. Spirit Fanfics >
  2. Daddy >
  3. O dia em que te conheci

História Daddy - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Atrasado, mas aqui está o 1° capítulo:

Capítulo 1 - O dia em que te conheci


Fanfic / Fanfiction Daddy - Capítulo 1 - O dia em que te conheci

Quando eu te conheci só tinha 9 anos, você era o novo namorado da mamãe.

Ah Meliodas... Por quê você teve que aparecer assim na minha vida?

Lembro-me perfeitamente da data de quando fomos apresentados.




- Elizabethe venha, vamos nos atrasar!!! - A voz calma de minha mãe me chamava pela terceira vez naquela noite.

- Já tô indo mamãe! - Repito a mesma frase que falei na vez anterior que ela me chamará.

Desço as escadas que dão acesso ao andar de baixo de nosso apartamento onde minha mãe me esperava. Estava animada e anciosa, ela havia falado que tinha uma surpresa pra mim, e isso despertou minha empolgação e curiosidade pelo decorrer do dia inteiro.

- Tô pronta!! - Anuncio sorrindo aberto sentindo meu cabelo balançar levemente em um movimento frenético indo para os lados por conta do movimento que acabará de fazer.

Os olhos cor Âmbar de minha mãe me avaliam minuciosamente e em seu rosto um sorriso minino e carregado do mais puro carinho e amor de mãe se faz presente.

- Linda como sempre meu amor!

Sorrio com seu comentário.

Batidas na porta são ouvidas, e pela primeira vez noto, mesmo q minimamente, uma expressão de ansiedade na face jovial e encantadora de minha mãe, que anda graciosamente até a mesma abrindo a.

O vermelho se faz presente em minha vista por alguns segundos. Um enorme buquê de rosas vermelhas estava ocultando a pessoa que se encontrava a meio metro de distância da mulher que me deu a vida.

- Elizabethe - Minha mãe me chama.

Me aproximo e consigo ver perfeitamente quem as rosas vermelhas estavam ocultando. Ele era loiro, seus cabelos bagunçados os davam um ar despojado, tinha um sorriso sedutor e encatador nos lábios que ficavam marcados por duas covinhas, seus olhos brilhavam em um verde intenso, me sentia hipnotizada pelo brilho de seu olhar, sua estatura era média mas ainda assim era poucos centímetros mais baixos que mamãe e trajava vestes formais assim como a mulher a sua frente.

- Elizabethe, quero te apresentar uma pessoa muito especial na minha vida! - A alegria em sua voz era extremamente perceptível e seu sorriso era contagiante. - Esse é Meliodas, o namorado da mamãe.

Diante daquela revelação meus olhos se arregalaram e os olhos verdes caíram sobre mim, e tive a certeza que ele estava se divertindo diante a minha reação a notícia.

- Prazer Elizabethe! - Ele se agacha ficando da minha altura, e de trás do buquê tira uma caixa de chocolates em formato de coração. - Isso aqui é pra você!

Timidamente pego a caixa e sorriso envergonhada diante de sua presença.

- Obrigada. - Murmuro e sinto meu rosto corar.

Seu olhar vai para minha mãe que encarava a cena sorrindo mas logo novamente olha pra mim de novo.

- Você tem uma mãe linda e incrível! - Ele fala e dessa vez quem cora é ela e ele rir da expressão da mesma.

Meliodas se levanta e entrega as flores para minha mãe, de longe sinto o aroma delicioso das rosas, com o olhar ela agradece silenciosamente.

Saímos do apartamento em direção ao nosso destino, que não sabia qual era.

Vamos no carro de Meliodas, o caminho foi silencioso somente com olhares apaixonados trocados entre o casal. Não me sentia incomodada com isso, mas de certa forma era estranho.

Paramos na faixada de um restaurante Francês, era o tipo de comida preferida de minha mãe. Meliodas entrega o carro para o manobrista do local e adentramos o restaurante com olhares caídos sobre nós. Já era esperado. Aqui vai um fato sobre minha adorável e querida mãe:

`Ela tem 24 anos, engravidou de mim com apenas 15 anos, nunca conheci meu pai, ela sempre batalhou sozinha já que assim que revelou a gravidez a família lhe deu as costas, ela terminou a escola e se formou no ensino médio, mas nunca me abandonou. Com 17 anos virou modelo e ficou famosa mundialmente. Uma história comovente, clichê e daquele tipo que você sempre vai ouvir em revistas, jornais e entrevistas na TV sobre dá a volta por cima.`

Logo somos atendidos e levados a uma mesa. O lugar era considerado Chique, já estava acostumada com aquilo, desde que minha mãe virou modelo frequentava esses lugares com ela.

Tudo fluia com naturalidade entre nós três, Meliodas era um homem legal, descobrir que ele era dono da agência na qual minha mãe fazia parte, e que eles estavam juntos a quase um ano, e eu não suspeitei de nada durante esse tempo.

Já estávamos perto da hora de irmos embora daquele lugar, a mesa já havia sido retirada e estávamos aguardando a sobremesa.

Até que Meliodas em um movimento um tanto que rápido se ajoelha diante de mim, fiquei sem entender nada, só havia visto esse tipo de cena em filmes de romance quando o homem ia pedir a mulher em casamento ou em namoro. A ideia de que ele estava prestes a me pedir em namoro ou em casamento ocorreu pela minha cabeça por alguns segundos, mas quando passou rir de mim mesma.

Ele assovio com a boca e um pug enfeitado com um laço vermelho enorme e trazendo consigo na boca um porco rosa de pelúcia quase do mesmo tamanho que ele.

O cachorro chegou até nós e Meliodas passou a mão pela cabeça dele fazendo um leve carinho, o cachorro se senta e solta o porco de pelúcia no chão. Meliodas pega a pelúcia e estende em minha direção.

- Elizabethe Liones, filha do amor da minha vida, você aceita ser minha filha, e me ter como um pai?

Pai?!?!

Arregalo os olhos surpresa com a pergunta repentina, olho para minha mãe pela primeira vez e ela está tão surpresa quanto eu. Olho em volta e há várias pessoas nos olhando, tirando fotos e gravando vídeos.

Meu olhar se volta para Meliodas novamente, ainda estou sem palavras tentando assimilar aquilo.

- Diz que sim por favor! - Meliodas sussurra implorando somente para mim ouvir.

- S-sim. - Gaguejo um sim e sinto meu rosto corar mais uma vez diante a presença dele.

Ele sorrir aliviado e me entrega a pelúcia, mas antes abre um zíper localizado na barriga do porquinho, e de dentro tira uma caixa de veludo vermelha. O mesmo se levanta e anda até minha mãe que está pálida e perplexa diante daquilo, ele se ajoelha mais uma vez.

- Merlin Liones, dentre todos esses anos vaguei sozinho e solitário pelo mundo, até que me deparei com vastos e lindos olhos tão brilhantes e reluzentes quanto ouro, e a dona desse lindo par de olhos era a mulher mais bela e mais formosa que já havia visto em minha vida, essa mulher é você meu amor!! - Ele abre a caixa revelando um lindo anel que brilhava com uma pedra de esmeralda da cor de seus olhos enfeitando a parte superior que era recoberta pelo o quê acreditava ser ouro branco. - A Elizabethe já aceitou meu pedido, e agora quero saber a sua resposta. Você aceita se casar comigo e me fazer o homem mais feliz do mundo?

Percebo que o olhar de ambos brilhavam na ardência da paixão. Um estrondoso sim é escutado e aplausos são ouvidos de todos do restaurante.

O casal comemorava alegremente a nova vida que levariam. E ali estava você, apaixonado, desejando e amando minha mãe. E a partir daquele momento já te via como Daddy.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...