1. Spirit Fanfics >
  2. DADDY 2 I Versão Final >
  3. Cap. I 02

História DADDY 2 I Versão Final - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Eu havia sumido por motivos pessoais (tá, meu celular tinha quebrado ksksks)

Deux queira que eu não tenha mais problemas 💕💜



Boa leitura minhas crianças💜

Capítulo 3 - Cap. I 02


Fanfic / Fanfiction DADDY 2 I Versão Final - Capítulo 3 - Cap. I 02

A única coisa que eu queria achar era a minha verdadeira mãe, não dois idiotas, homofóbicos! Já estou a ponto de voar em cima desses otários.. Entre pensamentos de ódio, és que esculto o Rodríguez gritar no celular 'típico dele'

COLOCA ESSA LIGAÇÃO NO VIVA VOZ, AGORA! — ordenou Rodríguez com um tom raivoso

Com medo acabei pondo o celular no viva voz, não sei o que o meu daddy iria falar, mais uma coisa é certa, ele é raivoso com tudo.

OLHA AQUI SEU MERDINHA DO CARALHO, EU SEI MUITO BEM QUEM VOCÊ É, E EU NÃO ESQUECI O QUE VOCÊ E OS SEUS AMIGUINHOS FIZERAM COM O MEU JEFF! É BOM VOCÊ TER MEDO DE MIM, POR QUE SE EU ESTIVESSE NO SEU LUGAR, EU TERIA! — indagou Rodríguez o ameaçando

— Eu não tenho medo de você! — debochou Deny

— Caralho, peça para tudo o que é mais sagrado pra eu não te ver na rua! Porque a última coisa que você vai ver é um soco nessa sua cara de merda! — ameaçou Rodríguez com toda a raiva possível

De repente Deny saí da minha frente feito um cachorrinho com o rabo entre as patas, Rodríguez o fez ficar caladinho? 'Até eu fiquei com um certo medo'

— Garotinho? — disse Rodríguez todo fofinho

— Oi... — 

—  Você sabe que não precisa ter medo de mim, né? As vezes eu piso na bola quando vejo esses idiotas mexendo com você, eu tento me controlar, mais não consigo! Enfim estou com saudades — disse o tal todo gentil

Essa é a primeira vez que ele me diz algo desse tipo, é sério, eu estou amando...

— Assim que eu terminar aqui, eu vou aí! — falo com um sorriso bobo no rosto 'quem estava com raiva dele mesmo?'

— Ótimo, vou resolver algumas coisas por aqui, até mais tarde — disse o tal desligando o celular

....

O almoço com a Maria foi incrível, pelo simples fato dos filhos dela não ter almoçado com a gente 'menos mal'. Estava a ponto de ir embora, quando a tal segurou o meu braço.

— Filho eu posso lhe pedir uma coisa? — perguntou a tal com uma voz fofa

— Claro — respondo enquanto dava um lindo sorriso

— Sei que é pedir muito e tals, mais você gostaria de vim morar comigo? — disse Maria com um sorriso enorme 

Eu queria muito morar com ela, mais têm duas coisas no caminho, o primeiro são os filhos dela 'nunca nessa vida vou chamar aqueles desgraçados de irmãos' e o segundo é que não vou deixar de morar com o meu daddy pra viver na mesma casa que os merdinhas.

— Eu posso pensar? — 'eu não estou iludindo ela, a única coisa que não queria era magoa -lá'

— Claro meu filho — disse a tal alegre me abraçando 'Acho que ela pensa que vou vim morar aqui.'

Estava prestes a ir embora, quando sou surpreendido com Letícia parada na entrada

—  Ou, você aqui? — disse Letícia surpresa ao me ver

— Letícia, esse daqui é o irmão do seu namorado. — indagou Maria feliz.

— Como que é? — disse Letícia sem acreditar

- contínua -




Notas Finais


Revisado 20.03.20⭐🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...