1. Spirit Fanfics >
  2. Daddy and BabyGirl - Park Jimin >
  3. Estamos bem?

História Daddy and BabyGirl - Park Jimin - Capítulo 44


Escrita por: Sra_JungHoseok_

Notas do Autor


Lembrando q os carros são ao contrário fora do br e finge q o Jimin está moreno e sem gravata

Bjs

Capítulo 44 - Estamos bem?


Fanfic / Fanfiction Daddy and BabyGirl - Park Jimin - Capítulo 44 - Estamos bem?





As gotas grossas caiam do lado de fora, devia ser uma hora da manhã nesse momento


Não era de se surpreender eu estar na casa do Jimin, hoje era sábado e o maior queria passar um tempo com Kwan


Desço as escadas indo preparar um chocolate quente para que eu pudesse beber, estava sem sono, antes de chegar a cozinha reparo a porta aberta, me direciono até a entrada vendo um corpo do lado de fora 


- Jimin - sussurrei para não assustar o homem, Park estava sentado sentado na areia enquanto se molhava, lentamente ele virou em minha direção - vem pra dentro, vai pegar uma friagem - mantive o tom baixo, o vejo virar seu rosto contra mim e dar de ombros 


Abraço meu corpo e vou até o moreno, me sentei ao seu lado e reparei em seus olhos vermelhos, ele abaixa a cabeça e suspira longo 


- eu sou uma pessoa horrível - sussurrou - eu fiz com que você se afastasse de mim, eu perdi meu único amor por algo que ao menos sei o que fiz, mas sei que fui errado, estúpido, eu não consigo me sentir bem desde que você foi embora - sua tonalidade era amarga, me levanto estendendo a mão para si 


- levanta por favor - pedi, ele segurou minha mão e ficou em pé, abracei seu corpo encostando minha cabeça em seu peito, seus batimentos eram altos, suas mãos delicadamente me tocaram, uma estava em minha cintura e outra em meio aos meus fios molhados fazendo um carinho 


- eu te amo, mais que tudo - sussurrou


- eu te amo - deixei meu coração falar mais alto, eu me sentia bem ao seu lado, eu realmente fui estúpida ao fugir de si sem saber o que realmente aconteceu naquele quarto, fiquei com medo de ser traída


- não precisa dizer isso para que eu fique bem, um dia, eu acho, eu supero - comentou sem humor, levantei meus olhos até encontrar com os seus, sorri, e nas pontas dos pés, selei brevemente nos lábios 


- vamos pra dentro, ou nós dois vamos ficar resfriafos - dou um passo para trás pronta para sair de seus braços, mas Jimin cola novamente nossos corpos e juntas nossas bocas em um beijo demorado, lento e gostoso


Era como se todas as borboletas em meu estômago, que antes estavam mortas, tivesse ressussitado e faziam uma algazarra em mim, a sensação de estar assim com Park era a mais gostosa de todas 


Sua língua lentamente tocava a minha, os estalos podiam até ser mais altos que o som da chuva no mar, estávamos em uma sincronia já conhecida por nós 


Assim que separamos deixo um suspiro longo escapar, ainda de olhos fechados sinto o maior me abraçar apertado, sorrio mesmo sabendo que ele não veria, era bom estar assim novamente 


Quando voltamos para dentro me senti levemente desconfortável, como seria a partir de agora? Como seria nas reuniões?


Sigo direto ao meu quarto, vejo Park parar na porta e me encarar confuso


- vamos tomar um banho e deitar - sussurrou me estendendo a mão, sorrio e vou em sua direção entrelaçando nossos dedos, eu realmente estava no paraíso 






Hoje seria a primeira reunião depois do ocorrido de sua casa, como seria seus olhares para mim? Nego com a cabeça e sigo Namjoon até o restaurante que íamos nos juntar para voltar ao trabalho 


Me sentei ao lado de Jimin e Kim a minha frente, Jeon sorria sacana, talvez acreditou que seria desconfortável Park estar ao meu lado 


- está bem? - me perguntou o moreno ao meu lado, sorrio e concordo com a cabeça - um jantar hoje? - seu tom era baixo, era apenas para mim ouvir 


- claro - sussurrei sorrindo de volta, o maior segura minha mão e a beija, rapidamente voltamos a prestar atenção e todos, vale ressaltar o quão incomodado Jeon estava nesse momento 


Algumas boas horas de conversas importantes, nosso almoço foi servido, resolvemos comer algo coreano,  ja que a maior parte das pessoas aqui eram asiáticas


Todos suspiram assim que nossas porções foram servidas, o garçom acende a churrasqueira na nossa frente colocando algumas fatias de carne de porco para assar 


- e como é estar de volta aqui s/n? - Jungkook questiona, o observo e deixo um breve sorriso escapar 


- interessante, estou revendo algumas pessoas - ele sorri


- você deu uma sumida - mantém a conversa 


- quis passar minha gravidez em casa, descansando - sou direta, vejo Jeon passar a língua por sua bochecha, ele estava incomodado 


- e quem é o pai? - debochou, e nesse exsto momento todos ficaram tenso, Hoseok, o mais calmo do lugar olhou espantado para o mais novo, Namjoon suspirou pesado e Park, tinha os punhos cerrados e mandíbula trincada 


- como assim? - questiono ofendida 


- você foi embora, do Park que não é - sorriu


- sinto muito em quebrar suas expectativas, mas é meu filho - Jimin diz duro, suspiro 


- vamos embora - peço ao moreno que me olha rapidamente e concorda com a cabeça, Park pega sua carteira tirando alguns dólares e deixando sobre a mesa 


- nós estamos indo - diz sério, Namjoon se levanta conosco também deixando algum dinheiro sobre a mesa 


- por hoje já deu - Kim diz e sai andando na frente, quando eu ia pegar minha bolsa Park a pega e coloca cobre os ombros


- vamos - sussurrou e com a mão em minhas costas me guia rapidamente até o lado de fora - eu estava com vontade de socar a cara daquele idiota - diz me fazendo rir


- não ligue pra ele, nunca entendi o por quê dele não gostar de você - quando eu ia pegar minha bolsa o maior entrelaça nossos dedos e nos guia até seu carro 


- vamos buscar Kwan - diz calmo, o moreno abre a porta do carro pra mim, entro e o vejo dar a volta - o que vai fazer no jantar para nós?


- eu!? Achei que você iria cozinhar hoje - comentei com humor, Jimin sorri e me olha 


- okay, vou fazer algo para nós hoje - ele da partida no carro


O caminho até o hotel foi bem tranquilo, Jimin ao menos se importava com o câmbio do carro, sua mão estava em minha coxa segurando, noto a aliança que estava em seu dedo, levo minha mão até ela na intenção de retirar o objeto, mas ele fecha seu punho 


- por que ia tirar? - me olha confuso 


- não somos mais noivos, você não pode se torturar assim - dou de ombros - está se prendendo a nada, tire isso 


- você sabe que eu estou noivo sim, e que não importa mais nada pra mim, vou sempre estar preso a você - da de ombros - está falando que eu me torturou pois ainda tenho nossa aliança, e isso aí em seu pescoço? - debochou sorrindo, Park para no sinal vermelho e me encara - você sabe que eu te amo e muito, então me deixe ter a ilusão de que ainda vou te ter de volta - sussurrou, rapidamente o moreno selou nossos lábios e voltou a prestar atenção na rua 


Assim que chegamos em sua casa Sung nos esperava feliz em ver seu neto, deixamos o bebê com a mais velha e subimos, quando eu ia pegar o rumodo quarto de hóspedes Park me para e nega com a cabeça, lentamente ele me puxa para seu quarto e deixa minha bolsa em cima de sua cama 


- eu tenho que tomar um banho, vou ao quarto do lado - disse baixo, o maior sorri e nega com a cabeça


- você sabe que aqui é seu quarto, você toma banho aqui,  dorme aqui, não tem o que fazer lá - vejo Jimin tirar seu terno e o levar até o closet junto a minha bolsa - suas roupas estão no mesmo lugar de sempre, estão todas limpas - disse mais baixo, sorrio, vou até o mesmo e pego uma muda de roupa e vou até o banheiro 


Ligo o chuveiro sentindo a água quentinha em contato com a minha pele, suspiro alto, isso era relaxante, fecho os olhos ao sentir o corpo de Park colado ao meu, seus braços estavam entrelaçados em minha cintura e sua cabeça apoiada em meu ombro, acariciei sua pele molhada o sentindo suspirar 


- eu sinto sua falta - sussurrou, me viro de frente a si e o abraço - eu te amo mais que tudo


Demoramos no banheiro, ficamos abraçados e trocando alguns beijos molhados, eu também sentia falta de o ter por perto, colocamos algo confortável e descemos até a cozinha, Sung não estava lá, tinha apenas um bilhete escrito a mão 


"Fui dar uma voltinha com Kwan, talvez nem voltamos hoje, aproveitem"


Sorrimos um para o outro, Park como dito faria nosso jantar, o maior resolveu preparar uma macarronada ao molho branco, em silêncio eu observava cada ação sua


- estamos bem agora? - questionou baixo, parei alguns segundos para pensar, estamos?


- estamos!? - talvez essa pergunta seja pra mim, não para o garoto, eu estava confusa 


- você quem sabe, estou pronto para tudo que vier de você - sussurrou 


- eu não sei, me deixe pensar sobre - digo verdadeira 


- tudo bem, tudo ao seu tempo - ele deu de ombros e finalizou o jantar 


Estávamos num clima tão gostoso, conversávamos sobre tudo e mais um pouco, nos olhavamos intensamente e sorriamos de forma doce um para o outro, eu sentia falta de der o ter assim comigo 


Depois de limpar a cozinha subimos para o quarto ao som de gargalhadas, animados nos deitamos e olhamos intensamente um para o outro 


- seria chato eu dizer que te amo? - sussurrou sorrindo, me aproximei de si e selei nossos labios 


- nem um pouco - a forma que eu era olhada me fazia me sentir nas nuvens, as pupilas de Park estavam dilatadas, o brilho em seu olhar era lindo, o sorriso contido em seus labios era fofo, eu realmente amo esse homem


Sinto seus dedos tocarem minha bochecha iniciando um carinho delicado, Jimin colocou uma mecha de cabelo atrás de minha orelha e sorriu, mostrando seus dentes levemente torto, o qual sou apaixonada 


- eu juro, que vou te amar até o meu último dia, eu posso não estar mais ao seu lado, mas quero que seja feliz, vou te apoiar daqui, mesmo que eu chore quando te ver feliz com outro, ou sofra em te ver longe, eu quero te ver feliz - ele sorriu mínimo, seus olhos estavam marejados, eu não suportaria me ver distante dele, não mais 


- eu te amo seu idiota - sussurrei antes de juntas nossos lábios novamente, eu sentia falta de beijar todos os dias os lábios do garoto, sentia falta de tocar em seu corpo, de estar ao seu lado, eu sentia falta de Park Jimin



Notas Finais


Hi lorena


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...