História Daddy [G-Dragon] {Treeshot} - Capítulo 2


Escrita por: e LlaryG

Postado
Categorias Big Bang
Personagens G-Dragon, Personagens Originais
Tags Babygirl, Daddy, Daddyandbabygirl, Gdragon, Hentai
Visualizações 412
Palavras 327
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei, eu sei. Mas não me sinto nenhum pouco bem pra postar aquele hentai. Óh, céus. Irei reescrever. Não sei quando volto kkkkkkk

Aproveitem

Capítulo 2 - Meu vizinho


- Já fez isso antes, baby? - Ouvi a voz grave e deliciosa do outro lado da linha, me arrepiando dos pés a cabeça.



Tentando deixar com que o calor repentino que se instalou em meu corpo, desaparecer, fui até a janela, a abrindo e deixando um vento bem fresco entrar e me acalmar.

- Baby - Novamente sua voz soou na outra linha do telefone. Droga... como um homem pode ter uma voz tão... sexy assim?! - Estou falando com você. E não gosto de ser deixado falando sozinho.

- Não, daddy - Por uma das poucas vezes, minha voz saiu mansa. Afinal de contas, meu olhar estava preso na janela do vizinho. Puta merda, que homem gostoso. - Não irá me punir, não é? - Deixei que o tom manhoso tomasse conta de minha voz enquanto eu mesma me perdia em pensamentos como : "Eu preciso ser fudida pelo meu vizinho".

- O que está vendo de tão interessante? - Escutei o arfar dele assim como percebi meu vizinho respirar fundo e fazer com que os músculos do próprio tronco ficassem mais exuberantes.

- Ah, daddy. Não me puna, mas o meu vizinho é delicioso... - Me surpreendi ao escutar a risada, ficando um pouco irritada com o homem. - Não ria!

- Bom, baby. E vamos se dizer que o seu vizinho está esperando por você. Na cama dele.. ou melhor - Pela janela, pudermos ver o homem bater no próprio colo - No meu colo

- V-Você?!?! - O olhei espantada. Era verdade que ele era gostoso e meu Deus que me perdoe. Mas sinto minhas pernas bambas só de imaginar...

- Venha, baby. A porta está aberta pra você. Mas retire a roupa assim que chegar a porta do meu quarto. Quero você só de lingerie.

E pela primeira vez eu não pensei duas vezes em sair de casa. A ligação estava encerrada, o filho da **** fechou as cortinhas. É hoje que eu grito bem alto... ou não.


Notas Finais


Meu santo Deus! Vocês viram a quantidade de favoritos?! EU TO BERRANDU. Um só capítulo!!

Um

Fucking

Capítulo!!!

Vocês são d+!!! Porra... Não sei agradecer, não sou boa com palavras. Maaas, se quiserem algo : Digam! Farei de tudo para atendê-los!!


Bjs de nutella ^3^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...