História Daddy Issues - Jaehyun - Capítulo 11


Escrita por: e idyshit

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Doyoung, Jaehyun, Johnny, Personagens Originais, Taeil, Taeyong
Tags Incesto Nct, Jaehyun, Jaehyun Nct, Nct, Nct 127, Nct U
Visualizações 93
Palavras 1.102
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


olá meus anjos, trouxe aqui um novo capítulo para vocês, agradeço por acompanharem!!! ❤❤

Capítulo 11 - Maldita festa


Fanfic / Fanfiction Daddy Issues - Jaehyun - Capítulo 11 - Maldita festa

[P.O.V S/N APÓS A CHEGADA DE YUTA]

-Me expliquem o que está acontecendo já! -Falei segurando a mão de Doyoung.

-Não queira se meter nisto! -Yuta falou e levou as mãos á cabeça.

-É complicado... -Appa falou e jogou a cabeça para trás. -Ah uns dois anos atrás, Doyoung arrumou um grande problema, Taeyong o livrou deste grande problema, mas com uma condição... ele queria a mulher de Doyoung, já que ele era um amigo íntimo dela antes de Doyoung a conhecer...

-Mas porque Doyoung infringe a lei? - Perguntei apreensiva.

-Jinseol foi registrada no nome de Taeyong, pois quando ele exigiu a mulher de Doyoung, a mesma estava grávida. Taeyong exigiu que Doyoung não pudesse chegar á menos de trinta metros da garota. -Yuta explicou. -Para ser mais direto, a família de Doyoung foi vendida por causa de uma dívida suja.

Olhei com os olhos marejados para Doyoung que estava dormindo com um curativo já feito.

-A agora? O que faremos? -Perguntei pondo as mãos na cabeça.

-Não sabemos... -Appa fala e olha para Doyoung. -Yuta! vamos conversar no meu escritório. -Appa falou e caminhou até o escritório junto de Yuta.

[P.O.V JAEHYUN] 

Yuta é um ex atirador de Taeyong, sempre trabalhavam juntos, em qualquer coisa que fosse.

-Quem pode ter feito isso? -Fui direto ao ponto com Yuta.

-Além de Taeyong? Quem mais você acha que faria uma coisa dessas por dinheiro.

-Johnny? 

-Sim. -Yuta fala e sorri. -Você sabe como Johnny é... Com certeza está em casa contando dólares agora.

-Então vamos até lá. -Falei decidido e fui me trocar.

Deixei Doyoung sob os cuidados de S/n e sai junto de Yuta.

[após algumas horas]

-Johnny! -Bati na porta e logo uma loira abriu.

-Sai da frente. -Yuta falou empurrando a garota e caminhando até Johnny. -FILHO DA PUTA! -Yuta deu um soco no rosto de Johnny que logo levantou e retribuiu.

-O que diabos você está fazendo?  Querendo matar seus amigos por dinheiro? -Yuta grita segurando a gola da blusa de Johnny.

-Parem! Já deu! -Gritei separando os dois.

-Não se esqueçam que eu estou do lado da lei. -Johnny adorava nos meter neste tipo de situação.

-Como você pode desperdiçar nossos anos de amizade por isso? -Johnny sorriu e se soltou das mãos  de Yuta.

-Taeyong mandou isso aqui pra vocês. -Johnny mostrou um pequeno convite. -Teremos várias revelações, então compareçam.

Yuta tomou o convite de suas mãos e caminhou até a porta de saída.

-Se você ousar fazer novamente o que fez com Doyoung, eu mato você! -Yuta falou e nós saímos de casa.

-Nós iremos? -Yuta me olha após estarmos dentro do carro.

-Sim, nós iremos. -Falei.

-Hoje á noite, às sete horas. -Yuta falou e fomos para casa.

Após chegarmos, Doyoung estava acordado, assistindo TV com S/n.

-Onde foram? -A garota se aproxima de mim e abraça minha cintura.

-Salvar Doyoung. -Yuta fala.

-Como assim me salvar? 

-Longa história. -Yuta fala caminhando na direção de Doyoung. -Vamos á uma festa hoje a noite, você precisa ficar firme Dong.

Após longas horas, todos estávamos prontos para a festa, S/n parecia uma imperatriz de tão linda que estava.

Todos estávamos de terno, mas Doyoung não parecia tão bem.

-Você não quer ficar aqui? -Perguntei.

-Está louco? Se ele ficar sozinho, será uma ótima oportunidade para mata-lo. -Yuta falou e todos concordamos em levar Doyoung.

Após chegarmos na festa, haviam várias pessoas importantes, a alta sociedade toda estava presente, assim que eu e os outros chegamos, sentamos em uma mesa, e então Taeyong apareceu.

Ele estava em um tipo de palco, com um microfone em mãos, ele não parecia arrependido do que fez com Doyoung.

-Boa noite meus amigos. -Taeyong começa. -Vamos direto ao ponto, vim aqui para falar sobre o meu grande amigo, Jung JaeHyun. - Taeyong aponta para nossa mesa e sorri. -E sua querida filha, S/n... -Todos pareciam nos olhar surpresos, o que ele estava planejando? -Trago aqui, para vocês, esta bela mulher, Kim Minju.

-Eu não acredito. -Falei e Yuta me olha surpreso.

-Quem é esta Appa? -S/n pergunta me olhando.

Como ela conseguia continuar sendo aquela mulher deslumbrante? Ela conseguia ser linda, até depois de longos anos.

-Você não queria ela de volta meu amigo? Aqui está ela! -Taeyong fala e se aproxima da Kim. - Querida S/n, esta é sua mãe.

[P.O.V S/N]

O QUE? COMO ASSIM? MINHA MÃE?

-S/n... eu... -Appa parecia mais assustado que eu.

-Eu entendo Appa, só não entendo porquê Taeyong trouxe essa mulher até aqui. -Falei e olhei para Taeyong que sorriu.

-Porque você mesma não responde senhorita Kim. -Taeyong entrega o microfone á minha mãe e sorri.

-Quando eu soube que seu pai abusava sexualmente de você, não pude deixar de vir... -O que? Como assim?

-Do que você está falando? -Levantei e encarei a mulher.

-Não precisa mais ter medo querida... a mamãe está aqui.

-Cale a boca! Você nunca foi mãe dela! Você nunca foi presente! -Foi a vez de Appa se exaltar.

-E você acha que é pai abusando de sua filha? -Taeyong fala.

-Isso não é verdade! e você sabe Lee Taeyong. - Doyoung fala.

-Claro que é verdade, façam exames nela, vocês verão.

Todos estavam nos olhando, Appa parecia nervoso, eu estaria com ele em tudo, mas porque eu me sentia tão pressionada?

-Filha! Mamãe está aqui agora... -Ela desceu do palco e se aproximou. - Eu estou aqui meu amor. -A mulher se aproxima de mim e abre os braços. -Venha para sua mãe.

-Sai da minha frente. -Falei e sai andando.

Appa veio atrás de mim, porque tudo ficou essa bagunça do nada? O que aconteceu?

Era inevitável chorar, eu me sentia tão triste... tão pesada.

-S/n? -Appa se aproximou de mim, e me abraçou. -Me desculpe por isso.

-Não se preocupe Appa... -Falei e o maior beijou minha testa. -Eu estou pronta para enfrentar tudo por você.

-Tudo? -O maior sorri e beija meus lábios.

-Tudo! -sorri e o abracei forte.

Mas porque eu continuava com um pressentimento ruim?

Eu não conseguia me sentir segura! porquê?

-Vamos para casa? Isso aqui deu o que tinha que dar... -Appa fala e eu concordo.

-O casal se sente bem? -Taeyong se aproxima. -Ainda nem começamos.

-Cale a boca! -Jaehyun fala se aproximando de Taeyong para bater nele.

-Appa! não! -Falei e Taeyong começou á rir.

-"Appa"? QUE TIPO DE IMUNDICE VOCÊS SÃO? -Taeyong parecia mais exaltados do que nos mesmos. -Se continuarem á ajudar Doyoung, não exitarei em separar vocês dois. -Taeyong fala e sai de onde estávamos.

-Estou com medo... -Falei e abracei Jaehyun.

Será se Taeyong pode realmente nos separar?



Notas Finais


espero que tenham tido uma boa leitura. ♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...