História Daddykink - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin)
Tags Daddykink, Jikook, Kookmin, Taekookmin, Vkook, Vkookmin, Vmin
Visualizações 40
Palavras 605
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Os daddy's me deixam irritado




Baby             ♡                Daddy's


Naquela noite, nós entramos no carro após nos despedir e eu fiz questão de me sentar no banco de trás, fechar a porta e encarar Taehyung antes que ele se sentasse ao meu lado. Ele entendeu o recado e se sentou ao lado de Jungkook que logo acelerou. 

Minhas pequenas mãos abriram a porta e a fecharam com uma certa força, eu encarei Taehyung que assim que abriu a boca para falar alguma coisa se calou. Eu abri a porta e entrei, mas assim que meus pés pensaram em continuar o caminho, mas Jungkook me empurrou para a parede e começou a me beijar. Eu relutei um pouco, mas depois de um tempo eu acabei cedendo, sem deixar com que minhas mãos em seu peito para o separar, saíssem dali. 

Ele se distanciou e me encarou   preocupado.


— Baby, o que ouve? — Ele apertou minha cintura esperando que eu falasse algo.

— O problema é que, eu quero bater em vocês — Sussurrei me separando dele — Você não tem noção da vontade que estou de tacar aquele vaso em vocês — Falei irritado indo para o meu antigo quarto.

— Jimin abre a porta — Taehyung tentava abrir a mesma depois de eu tê-la trancado e me jogado na cama.

— Não estou afim, Kim Taehyung — Comentei pegando meu celular e mandando mensagem para Taemin, me desculpando por eles.

— Jimin o que você tem? — Jungkook perguntou preocupado.

— O que eu tenho? — Ri — O problema não é comigo!

— Já entendi — Taehyung falou — O que nós fizemos?

— O de sempre! — Gritei irritado, colocando o celular ao meu lado — Vocês me trataram como um bebê, hoje — Falei um pouco baixo — Eu não gostei nem um pouco da forma que falaram comigo.

— Jimin, você poderia ter falado — Jungkook.

— Claro que sim — Levantei andando até a porta — Do jeito que vocês estavam me tratando na frente de Taemin, era mais fácil vocês me mandarem ficar quieto — Abri a porta na intenção de falar os palavrões que eu sabia, mas meus lábios foram tomados pelos os de Taehyung que puxou minha cintura com força e me pegou no colo.

— My mochi — Sussurrou beijando meu pescoço, eles me chamavam dessa forma manhosa quando queriam carinho ou se desculparem — Nos desculpa por sermos muito ciumentos e possessivos com você, mas é que nós te amamos demais e temos medo de te perder.

— Mochi — Jungkook segurou meu rosto e me beijou — Você sabe que não sabemos quando estamos exagerando.

— Vocês falaram como se eu fosse trair vocês.

— Baby, eu sei que você nunca faria isso — Jungkook falou mexendo em meus cabelos — Nós temos medo que te tirem de nós — Olhei para os seus olhos, depois de ter me perdido em seu carinho — Você sabe como ninguém que é tudo em nossas vidas — Eu sorri para si e beijei seus lábios calmamente, separando o beijo depois de muita reluta.

— Eu amo vocês — Falei olhando para Taehyung que sorriu.

— Baby, agora que estamos desculpados — Taehyung sussurrou — Porque você me chamou pelo nome, em? — Segurou meu rosto para que eu o encarasse, ouvindo a risada de Jungkook.

— Daddy, me desculpa — Sussurrei, puxando sua nuca, ficando com os nossos rostos muito próximos — O que o baby merece, daddy?




      Baby             ♡                Daddy's



Regra 7 - Sempre devo chama-los de daddy.




Baby             ♡                Daddy's




— Você merece ser punido — Sussurrou me beijando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...