1. Spirit Fanfics >
  2. Daddy's Little Gangster - Imagine Jungkook (BTS) >
  3. 40. We are together

História Daddy's Little Gangster - Imagine Jungkook (BTS) - Capítulo 41


Escrita por: angelsophih

Notas do Autor


ESPERO QURE GOSTEEEEEM!

Capítulo 41 - 40. We are together


Fanfic / Fanfiction Daddy's Little Gangster - Imagine Jungkook (BTS) - Capítulo 41 - 40. We are together

Suga povs on

A prefeitura caia por pedaços, todos dentro da van gritavam para eu acelerar, mas eu não iria embora até ter total certeza de que eles não sairiam de dentro, e então um vulto apareceu no meio do fogo. Era Jungkook, ele carregava Jimin. Ele correu até a van

- Onde ta a Katharinna?

Jungkook olhou para trás confuso

JK: Ela estava comigo! - e então seus olhos se tornaram mais escuros e ele largou Jimin dentro da van

Jungkook povs on

Quando Suga me perguntou e Katharinna, senti meu coração apertar, entrei corredo para dentro da prefeitura, tudo estava caindo e Katharinna podia estar por baixo de algo. Corri para dentro e gritei o nome de Katharinna, e então do segundo andar a escutei gritar, um arrepio subiu minha espinha e corri até lá, e quando cheguei, Katharinna estava encurralada jogada no chão, seus olhos se fechavam lentamente, uma prateleira caiu na frente da porta e pegava fogo, ela estava encurralada lá dentro

- Amor... EU vou te tirar dai! Só por favor fica comigo, fica acordada...

Não havia maneira, a prateleira era muito pesada e o quarto onde Katharinna estava estava desmanchando completamente, ela tentava se levantar mas não conseguia, ela inspirou toda aquela fumaça e estava lhe fazendo mal

- MERDA! - gritei depois de tentar milhões de vezes tirar aquela merda da frente

Kat: Kook... vai

A olhei confuso

- O que? Não ! EU vou te tirar daqui

Kat: Jungkook sai enquanto da tempo... - ela disse entre tossidas - não deixe Emma sozinha...

- Escuta bem, ou nós saimos juntos, ou nenhum dos dois vai sair...  A OPÇÃO SAIR SEM VOCÊ NÃO EXISTE! - gritei com raiva a fazendo extremecer.

Meu sangue fervia, corri até o terceiro andar que meramente existia a esse ponto, puxei uma das barras das cortinas, que estavam extremamente quentes, ao ponto de queimar minhas mãos, eu gritei de dor, mas não as soltei, eutinha que tirar minha garota dali, nem que eu tivesse que ficar para trás.

Corri com aquela barra de volta, eu batia com força na prateleira pesada, eu jogars toa minha força ali, o fogo se aproximava de Katharinna, e assim que quebrei a prateleira corri para dentro, a pegando nos braços e trazendo para perto de mim

- Eu falei que eu ia conseguir pequena...

A apertei contra mim, corri pelas escadas tentando escapar das chamas, que pegaram em minha roupa, corri para fora, fitei seu rosto, ela estava  fechando seus olhos vagarosamente, tentando se manter acordada

- Eu já disse para ficar comigo princesa

Ela acentiu e voltou a deitar sua cabeça contra meu peito, corri para van ao escutar todos gritando, a coloquei no banco de trás e fechei a porta

JIN: Dois feridos - ele olhou para minhas mãos que sangravam - ÓTIMO TEMOS TRÊS

Jin pegou uma garrafa de água e me fitou

JIN: Isso vai doer mas precisamos fazer isso...

Ele abriu a garrafa e jogou em minhas mãos, senti como se estivessem queimando de novo, segurei o grito e me mantive firme, fitando Katharinna, RM lhe dava água e abanava seu rosto. Jin apertou uma toalha contra minhas mãos e assim se manteve, Jhope conseguirá acordar Katharinna, que parecia confusa e então seus olhos procuravam alguém, ela correu os olhos e então me viu e fitou minhas mãos

Kat: Kook...

- Eu estou bem pequena...

 

 

Quando chegamos em casa, corremos para dentro, Suga carregou Katharinna para dentro enquanto Jin e RM levavam Jimin, assim que entramos Sra Suli correu até nós espantada

JH: Se puder nos trazer bandagens... Jungkook queimou as mãos

E nesse ponto foi quando senti minhas mãos arderem mais, como se o fogo continuasse aceso, eu gritava de dor.

Kat: Kookie! - ela disse preocupada

- SUGA LEVA ELA PRO QUARTO! - ordenei e assim foi feito, eu não queria que ela me visse daquela maneira... Ela estava pior que eu e não precisava se preocupar, nesse ponto, apenas eu Jhope, Rm, as meninas e  Jin estavamos na sala.

Sra Suli trouxe água em um balde onde minhas mãos foram mergulhadas enquantou eu gritava e chorava. Os meninos passaram um creme em minhas mãos e então enrolaram minhas mãos com bangagens, assim que senti a dor parar me joguei para trás no sofá ofegante

Katharinna povs on

Suga me ajudou a secar meu cabelo já que me obrigou a tomar um banho para me sentir melhor, Sra Suli me trouxe um chá detox para que eu despejasse a fumaça que eu "ingeri". Eu estava preocupada com Jungkook, ele gritara na sala e eu não pude ir vê-lo, mas logo os gritos foram sessados e então me senti mal

Suga desceu as escadas e eu fui atrás dele, Jungkook estava jogado no sofá com os olhos fechados, os meninos o rodeavam o abanando

- Kookie? - o chamei em quase um sussurro

Ele não abriu os olhos mas sorriu

JK: Diga baby... O que esta esperando?

E então ele se levantou, e abriu os olhos, com sue mais sincero sorriso, se posicionou no meio da sala e abriu os braços, corri até ele o abraçando, ele me apertou contra seu corpo com os pulsos já que não podia mexer suas mãos

RM: Vamos deixar vocês, vamos ver o Jimin...

JK: Valeu a pena te salvar pequena - ele disse assim que eles sairam

- Kookie você machucou as mãos...

JK: Eu não me importo, pelo menos eu te tenho aqui comigo ainda...

Sorri e então levei minhas mãos ao seu rosto, lhe dando um selar demorado

JK: Eu vou ficar bem enquanto te tiver ao meu lado

- E eu não vou sair tão cedo

Ele riu e então subimos as escadas para ir ao quarto de Jimin, asism que entrei os meninos estvam espalhados pelo quarto, Jimin estava desacordado na cama, sem camisa e Suga o abanava com uma revista

- E ai?

Tae: Nada ainda... Mas ele vai acordar, ele esta respirando

- Que bom... Bom, quero pedir desculpas a todos pelo acontecido de hoje

JH: Você não teve culpa Kat

- Tive sim... Jimin ficou preso lá dentro por culpa minha

RM: Nós não tinhamos como imaginar que isso aconteceria

JIN: Mas o importante é que estamos meio caminho andado para ter mais uma cidade em nossas mãos

Acenti sorrindo

- Por favor, estão dispensados!

Eles acentiram, sai do quarto e fui até o quarto de Emma, assim que entrei corri até seu berço, ela me olhou e abriu um sorrisinho

- Minha pequena! Mamãe estava com saudades!

A peguei nos braços  e a amamentei, lgogo depois andei pelo quarto a balbuciando, Jungkook estava na porta nos olhando

JK: meio minuito a mais e eu não estaria vendo essa cena... - ele disse triste

- Kook...

JK: Só estou pensando que tudo poderia ser um fracasso e eu poderia ter ficado sem você, como eu e Emma ficariamos?

- Bem Jungkook... Você seria um ótimo pai afinal

Ele pareceu bravo

- Jungkook... Você sabe que se algo aconteceu comigo, você terá que cuidar dela...

JK: Mas não vai acontecer

- Jungkook, estou no topo de Seul, muitas pessoas querem me tirar daqui e fariam qualque coisa para obter o que querem, eu só quero que saiba disso...

JK: CALA A BOCA KATHARINNA! - Ele me repreendeu e eu estremeci -  NADA VAI ACONTECER! NADA! PARA DE FALAR MERDA!

Larguei Katharinna no berço e fui até Jungkook, tentei me aproximar mas ele se distanciou com os olhos marejados

- Desculpa Jungkook... Eu não sabia que isso ainda te afetava...

JK: O que me afeta? - ele esbravejou

- O fato de Kim Sue...

E então senti minha bochecha queimar, coloquei minha mão nela, Jungkook tinha me batido

Ele então me olhou desacreditado do que fez, dei um meio sorriso sarcástico e sai dali, ele gritava meu nome mas eu o ignorei.

Depois de tudo que aconteceu hoje, de quase morrermos, ele continua com esse temperamento de merda. Entrei no quarto de Jimin, os meninos não estavam lá, tranquei a porta e Jungkook batia nela desesperado

JK: Katharinna abre essa porta - ele gritava do outro lado - ABRE A PORRA DA PORTA KATHARINNA

Levei minha mão a boca tentando conter os soluços, deslizei pela porta até me encontrar sentada no chão.

Eu não podia acreditar... Ele realmente tinha me batido? Tinhamos nos casado ontem! Essa seria minha vida? Ele me trataria assim? Eu devia me arrepender da minha escolha?.

Nada fazia muito sentido agora

Jungkook povs on

Eu batia na porta frenético, eu não conseguia me controlar, e estava inteiramente arrependido de ter levanto a mão para Katharinna, mas meu corpo estava incontrolável, uma mão pousou em meu ombro

LISA: Jungkook para... - eu não parei - JEON JUNGKOOK!

Me virei a fitando

LISA: Eu não vou perguntar o que você fez, mas entenda que se ela se trancou no quarto é por que ela não quer falar com você

- Mas eu errei, eu preciso falar com ela!

LISA: Da um tempo para ela pensar Jungkook...

Me rendi, abraçei Lisa e ela me levou lá para baixo com as garotas que tentavam me reconfortar, mas eu me sentia uma bosta... Eu tinha batido na mulher que eu mais amava no mundo...

JIMIN POVS ON

Acordei meio confuso, Katharinna estava sentada ao meu lado segurando minha mão, assim que abri meus olhos ela sorria para mim

Kat: Bom dia dorminhoco...

E então tudo que aconteceu me atingiu como um tiro, sem pensar duas vezes abraçei Katharinna que pareceu confusa mas me abraçou de volta

- Obrigada... por me salvar

Kat: Como sabe que era eu?

-: Eu escutei sua voz pedindo para ficar...

Ela riu mas parecia triste

Kat: Quer uma água?

Neguei, eu me sentia vivo, bem, mas ainda sentia meu peito coçar como se eu precisasse tossir

Kat: Você vai tossir bastante - ela tossiu nos fazendo rir e então eu notei algo, o sol bateu em sua bochecha e nela uma marca avermelhada, ignorei, podia ser do fogo, mas assim que ela percebeu eu tentando decifrar o que era ela virou o rosto e abriu um sorriso

Kat: Bem... Quer alguma coisa? Esta com fome? Cansado?

- Eu dormi o suficiente... Katharinna você queimou a bochecha

Ela acentiu nervosa e já iria trocar o assunto até que meus olhos se abriram mais, e então notei, não era queimado nem nada, uma marca leve de mão em sua bochecha trazia uma cor vermelha em seu rosto, Me levantei da cama e puxei seu pulso

- Katharinna quem te bateu?

Kat: Ninguém Chim...

- Foi a Jennie? Lisa? Quem ?!

E então ela pareceu extremecer

- Sei que não precisa me contar, mas eu só quero te ajudar

Kat:Jimin você acabou de quase morrer! Pare quieto

- Eu paro quando você me disser quem te bateu

Kat: Jimin eu já disse, ninguém me bateu!

- Foi o Jungkook?

E então ela ficou quieta e seu olhar desceu até o chão.

- O que?! - digo nervoso

- Foi um acidente! Estavamos discutindo e eu lembrei ele de algo que não devia e ...

- VOCÊ TA BRINCANDO?!  Katharinna ele te bateu! Isso não é um acidente!

Vou em direção a porta

Kat: Onde você vai?!

- Resolver essa merda.

Abri a porta e corri as escadas, os meninos estavam todos na sala, todos se levantaram vindo em minha direção sorrindo mas eu ignorei, encarei Jungkook que se levantou e veio me abraçar sorrindo

- Qual o seu problema?! - o empurro

Kat: Jimin não!

Jungkook encarou a noiva e tentou ir até ela, mas antes mesmo disso eu acerto um soco em seu rosto e ele cambaleia

- Sei o quão covarde é socar algtuém que não pode usar as mãos, mas não me comparo a você

Tae: QUE PORRA QUE ESTA ACONTECENDO?!

Jisoo:Jimin

- POR QUE NÃO PERGUNTAM AO JUNGKOOK?! - digo bufando - EM SENHOR KOOK, SERÁ QUE VOU TER QUE CHAMAR A POLICIA POR VIOLÊNCIA DOMÉSTICA!?

RM: o que?!

Todos fitavam Jungkook confusos

- Um dia depois do seu casamento Jungkook... Ela devia ter confiança em você, não medo! Começa a se controlar, ou da próxima vez você não vai estar aqui para contar.

Kat: TODOS SAIAM AGORA!

Katharinna povs on

Assim que gritei todos sairam da casa, indo para o pátio, me aproximei lentamente de Jungkook, receosa, ele se levantou e me olhou

JK: Eu não vou te machucar

- Eu tinha certeza disso antes...

JK: Me desculpa Kat... Eu só me perdi na minha mente quando você disse aquilo... Eu já quase te perdi hoje, e então você falou aquelas coisas, me senti perdido... Senti como se eu fosse perder alguém de novo, como aconteceu com Kim Sue

- Jungkook, eu já disse que não vou embora, mas temos que estar prontos para qualquer coisa...

Ele acentiu

- Eu não sie se posso confiar em você...

JK: Me desculpa pequena... Eu não devia ter feito aquilo - ele segurou minha mão me puxando para perto dele - eu sei que te machuquei... Me perdoa

- Se você prometer que isso não vai voltar a acontecer...

Ele acentiu e me abraçou, pousando sua cabeça em meu ombro

JK: Me perdoa Katharinna, eu sou um monstro

- Mas ainda é o meu monstro

 

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...