1. Spirit Fanfics >
  2. Daddy's Little Gangster - Imagine Jungkook (BTS) >
  3. 49. New world

História Daddy's Little Gangster - Imagine Jungkook (BTS) - Capítulo 50


Escrita por: angelsophih

Notas do Autor


Espero que gostem!

Capítulo 50 - 49. New world


Fanfic / Fanfiction Daddy's Little Gangster - Imagine Jungkook (BTS) - Capítulo 50 - 49. New world

- Merda...

A pequena garota correu chorando

- Vão para casa! Eu vejo vocês depois

Corri atrás de Maryah, gritando seu nome, ela tinha saído do parque e já estava escuro, senti meu coração pesar mais ainda só de imaginar que algo poderia acontecer com ela...

Não era assim que ela devia descobrir o que aconteceu, na verrdade, quanto mais o tempo passava, menos eu tinha vontade de contar a verdade, afinal, não podia perder a menina.

Katharinna povs on

Estavamos assustados mas eu não podia me estressar...

Fiquei triste por minha garota mas eu podia entender sua dor...

Assim que chegamos em casa, Jungkook me ajudou a trocar a roupa de Emma para um pijama, onde ele a deitou no berço.

Voltamos ao quarto, tirei minha roupa e coloquei meu pijama e me sentei na cama, Jungkook pegou a pomada para passar nos hematomas, passou em meu rosto e braços, mas quando chegou nas coxas, esquivei de seu toque...

Jungkook povs on

Eu estava passando o creme nos hematomas de Katharinna para que eles desaparecessem, mas quando tentei encostar em suas coxas, ela esquivou ao meu toque

- Ta tudo bem... Eu não vou te machucar, nunca faria isso...

Kat: Desculpa, eu só...

- Eu sei... Ele te machucou

Kat: Foi horrível Jeon... Ele se forçou pra dentro de mim... Eu pedi pra ele parar, mas ele não... - começei a segurar as lágrimas

- E doeu?

Kat: Demais... Ele apenas pensava no prazer dele, nunca com o meu corpo...

- Eu sinto muito meu amor... Se eu tivesse ficado com você naquele dia, nada disso teria acontecido

Kat: você não teve culpa...

A abraçei, e com cuidado, passei o creme em suas pernas vendo ela extremecer. No final, beijei sua testa e peguei um remédio a entregando com um copo de água

- Toma isso, vai ajudar as toxinas a sairem de seu corpo

Ela acentiu, tomou e se deitou na cama, me deitei de seu lado, acariciei sua cabeça a vendo adormecer, ela ficava a salvo comigo e se sentia assim quando estava entre meus braços.

Suga povs on

- MARYAH! - gritei já quase sem voz, eu tinha andado por todos os lados

Começei a me preocupar, ela não aparecia em lugar nenhum, mas a encontrei... Sentada na calçada, do lado de fora da loja de música, onde tudo começou.

- Maryah você esta bem?!

Tentei a abraçar mas ela me empurrou, e então se levantou, ela olhou para dentro da loja.

Maryah: Foi aqui, que você teve a oportunidade de me contar a verdade, a 3 anos atrás... E não disse

- Por favor me escuta... Eram tempos dificeis, nós precisavamos de dinheiro, e queriamos chegar ao topo, eu era diferente naquele tempo... E para chegarmos onde queriamos... TInhamos que matar algumas pessoas...

Maryah: Como foi? - a olhei confuso - Como foi que aconteceu?

- Eu não...

Maryah: Por favor!

Eu a fitei, ela chorava e tinha raiva nos olhos

- Seus irmãos estavam saindo de uma festa, os segui voltando para casa, eu parei o carro deles... E então atirei - limpei uma lágrima que caia de meu olho

Maryah: Eles nã disseram nada?

- Imploraram...

Maryah: E mesmo assim você os matou

- EU já disse, eram tempos diferentes

Maryah: E depois de tudo, valeu a pena matar toda aquela gente? - não respondi, ela se levantou e me socou, a deixei, mas então a puxei contra meu corpo a abraçando, mas ela continuou me socando entre soluços

Maryah: EU TE ODEIO MIN YOONGI

- E eu também me odeio... Só por favor, volta para casa comigo

Ela acentiu e saiu andando na minha frente, mas logo parou e se virou

Maryah: No meu aniversário Min Yoongi...

- Me desculpa

Maryah: As suas desculpas não vão trazer eles de volta... E agora você dorme no mesmo quarto que ele dormiu antes de morrer...

- Maryah...

Maryah: Só por favor... Fica longe de mim!

Ela correu, corri atrás dela, mas vi ela entrar em casa, entrei correndo atrás dela mas não a alcancei antes de ela fechar a porta na minha cara

Eu tinha perdido minha garotinha

Katharinna povs on

Acordei ofegante e com lágrimas nos olhos, eu tinha tido outro pesadelo, Jungkook acordou em um pulo e me abraçou

JK: Ta tudo bem... Eu estou aqui... Pode dormir eu estou aqui minha pequena...

- Eu vou na cozinha...

JK: Eu vou com você

- Não, eu consigo...

Ele abriu um sorriso leve e deitou de novo, sai do quarto e olhei para aporta de Maryah, Suga dormia encostado na parede do lado, ri fraco e bati fraco na porta e Maryah abriu a porta, ela tinha os olhos vermelhos...

- Posso entrar?

Ela abriu a porta e eu entrei no quarto, me sentei em sua cama ela ao meu lado, a envolvi com meus braços, sentindo um pouco de dor...

Maryah: Por que nunca me contou a verdade?

- Porque eu sabia que ia te machucar se fizesse isso... Me escuta princesa - puxei seu queixo para ela me olhar - Suga nunca quis te machucar, por isso guardou isso dentro dele, que destruia ele todos os dias...

Maryah: Mas ele matou eles...

- Amor, nessa vida, nos matamos ou morremos... Eu vi mamãe morrer, papai, Mark morrer e voltar, matei o homem mais chato do mundo... Mas tudo para que pudessemos ficar juntos e sobrevivermos...

Maryah: Não existe desculpa

- Eu sei princesa, eu odiei Suga quando eu soube o que ele fez, eu queria o matar... Mas realmente não valia a pena fazer isso. E sabe por que? - ela negou - Porque por mais que Suga tenha feito isso, ele salvou minha vida meses depois...

Maryah: Eu não entendo

- O que eu quero dizer é que, não valeu a pena querer matá-lo meu anjo, porque por mais que ele tenha errado, ele é bom homem, e eu juro... Ele vai te fazer muito feliz meu amor... Eu juro

Maryah: Como o Jungkook te faz feliz?

Ri de sua fala

- Como o Jungkook me faz feliz... Agora vai dormir minha princesa, amanha você conversa com Suga...

Ela acentiu, beijei sua testa e a cobri na cama, desliguei a luz de seu quarto e sai...

Me abaixei e bagunçei o cabelo do Suga que acordou

- Vai se deitar meu anjo...

Ela acentiu, beijei sua bochecha e ele foi ao quarto

- Bom parece que eu virei uma babá - digo a mim mesma, volto ao quarto e me deito ao lado de Jungkook que já adormecia, deitei minha cabeça em seu peito e ele acordou , riu anasalado e afagou meu cabelo

- Eu te amo... - sussurrei

JK: Também te amo minha princesa...

 

Eram 11 horas quando acordei, estava cansada ainda, o remédio tirou toda minha disposição mas Jungkook disse que era normal, e de maneira alguma ele me deixava levantar da cama, me trouxe o café da manhã e se certificou mil vezes antes de sair para trabalhar, Mark ficou comigo no quarto, vendo televisão comigo e me fazendo carinho

- Suga ja falou com Maryah?

Ele negou

MArk: Suga se trancou no quarto e não sai, muito menos sua irmã..

Rolei os olhos

Mark: da um tempo para os dois, sua irmã acabaou de descobrir uma verdade que lhe foi guardada a quase 4 anos

Acenti e ele riu

Mark: Aish como eu senti falta de te abraçar - ele me apertou e eu gemi de dor - desculpa! Eu esqueci... - ri mas ele ficou sério - Jungkook me contou hoje pela manhã o que aconteceu... Eu sinto muito

- Esta tudo bem Mark... Eu só não quero falar disso - ele acentiu - é bom estar de volta... Poder deitar na minha cama e ver vocês todos os dias... Não ser machucada!

Ele riu 

Por mais que eu me sentisse horrivel, e odiasse aq mim mesma pelo o que aconteceu, eu amava estar em casa de volta com todos.... Sei que demoraria até eu me recuperar, mas eu sei que conseguiria, e voltaria a ser a mulher normal que Jungkook precisava... EU só precisava de tempo, apenas isso,e em pouco tempo, ou muito... eu voltaria a ser a Katharinna de antes, Jeon Katharinna, uma mãe, uma mulher forte e uma líder... Essa sou eu

 

COntinua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...