1. Spirit Fanfics >
  2. Daddy's Little Gangster - Imagine Jungkook (BTS) >
  3. 59. Police is here pt 2

História Daddy's Little Gangster - Imagine Jungkook (BTS) - Capítulo 60


Escrita por: angelsophih

Capítulo 60 - 59. Police is here pt 2


Fanfic / Fanfiction Daddy's Little Gangster - Imagine Jungkook (BTS) - Capítulo 60 - 59. Police is here pt 2

(escutem Him and I - Halsey)

Fitei a garota, era a menina que tinha ido com Jackson para a festa de natal, que havia conversado comigo como se fosse grandiosa amiga, e agora, virara as costas a nós...

- E porque esta fazendo isso? - a fito incrédula

Amber: Por que? Parece que não reconhece meus olhos 

Jungkook e eu nos olhamos

Amber: COmo foi colocar uma bala no meio da cabeça do meu irmão? - Ela sorriu cínica

Ela era irmã de Jay Park...

Mas para mim não fazia sentido, ele sempre disse que não tinha familia e agora ela aparece assim.... O que ela queria? 

JK: E o que você quer?

Amber: Vingar meu irmão... Derrubando vocês e acendendo ao trono de Seul e outras cidades que vocês conquistaram... Mas obrigada por facilitarem tudo!

- VOcê acha mesmo que é assim

Amber: Claro que sim! As provas contra vocês estão sendo espalhadas agora, as drogas... Tudo! Você minha querida Katharinna será enviada para um hospital psiquiátrico, já que ficou completamente louca logo depois de seu marido matar sua família e ter sido obrigada por ele a viver nesse mundo ilusório... E Jungkook vai ir preso por todos os crimes que comete desde o começo... Vocês não sabem o quanto eu esperei para isso acontecer, planejei cada uma das coisas....

JK: Você vai cair

Amber: Mas antes, vocês vão cair!

A policia se aproximou de mim me levando

JK: KATHARINNA!

- Eu te amo Kook!

Ele saiu de meu campo de vista, fui arrastada para fora da prefeitura, e naquele exato momento Suga estava entrando, ele parou me fitou e começou a correr para o caminho de onde vinha.

Fui colocada dentro do carro, eu bati na janela forte quando vi Jungkook sendo tirado de dentro da prefeitura algemado, ele tinha um sorriso sacana nos lábios.

- JUNGKOOK!

Policia: Se você não calar a boca... Vamos acabar com você

- Façam o que quiserem, mas vocês vão pagar por tudo...

Suga povs on

Eu corria o mais rápido para casa, Maryah estava sozinha com Emma, corri eufórico...

Eu não conseguia entender o que estava acontecendo, mas vi Katharinna e Jungkook sairem algemados de dentro da prefeitura... Logo atrás aquela maldita garota, eu ja desconfiava dela desde que entrou em casa no natal, seu olhar era especulador sobre tudo.

Teria ela feito tudo aquilo? Provavelmente sim...

Entrei em casa eufórico, não me deu tempo de gritar o nome de Maryah, ela estava no chão com os punhos cerrados chorando, corri a ela

- Maryah, o que aconteceu? Onde esta Emma?! Maryah!

Ela me abraçou e entre lágrimas me olhou

Maryah: Eles levaram ela... Levaram a Emma, a policia... 

- MERDA! 

gritei, o mais alto que eu podia, meu corpo estav fervendo de raiva... Estavamos caindo... Estavamos a poucos metros de atingir o chão novamente

E então em segundos os meninos correram para dentro da casa

RM: O que esta acontecendo?!

Tae: Estamos perdidos... Estamos nos jornais!

- Levaram Emma, Jungkook e Katharinna presos

Todos me fitaram

Mark: O QUE?!

Eu tentava aclamar todos quando alguem bateu na porta, meu corpo gelou, pensei ser a policia mas quando abri me deparei com Jackson

Jackson: Vocês tem que sair daqui o mais rápido possivel - ele disse ofegante - Amber é irmã de Jay Park e vai tentar ao máximo derrubar vocês

- Isso é a porra da sua culpa! VOCÊ QUE APROXIMOU ESSA VADIA! - RM me segurou

Jackson: Por favor me escutem... Ela esta continuando com o plano do Jay, e ela nos quer longe, mortos e presos...

JH: Não podemos abandonar Jeon e Katharinna

Jackson: Nós não temos mais tempo...

Logo a porta volta a ser aberta e o Blackpink adentra o local, Jisoo corre aos braços de Jimin

Jackson: Estamos indo para o Canadá... Não temos mais tempo, nosso voo sai daqui a 3 horas... Vocês tem que vir conosco...

RM: Não podemos deixar Jungkook... Jamais fariamos isso

O silêncio reinou

- Levem as garotas para o Canadá, quando as coisas estiverem em controle, voltem...

Jennie: Nós podemos ajudar! - disse me fitando

- Não... As pessoas que foram levadas são nossa gangue... Não podemos arriscar as vidas de vocês de novo

Jackson: Temos que sair agora... - as garotas foram abraçando os meninos, fui até Maryah

Vá arrumar suas coisas... - digo com as lágrimas nos olhos

Maryah: Suga não por favor, eu não posso te perder!

- E não vai... Eu vou ficar bem, mas se você sair machucada dessa, eu nunca me perdoaria... Jackson e Mark vão cuidar de você! Vai dar tudo certo - digo acariciando sua bochecha

Maryah: Vai comigo, por favor... - Ela diz puxando minha camiseta

- EU queria ir, mas tenho que tirar sua irmã dessa...

A puxo para um abraço apertado e solto minhas lágrimas soluçando... A fito sorrindo, gravando seu rosto em minha mente, lhe dou um beijo demorado

Maryah: Eu não posso ficar sem você Yoongi

- Você me tem com você - digo pousando a mão em cima do colar - vai...

Ela correu para o quarto e não demorou a voltar com uma mochila, lhe abraçei por uma ultima vez

- EU te amo Maryah...

Maryah: Eu te amo Suga...

ELa soltou minha mão e foi até Mark que saiu com ela e com as meninas

Jackson: Nos te ligamos assim que chegarmos

Acentimos, Taehyung limpou as lágrimas tanto quanto Jin, Jhope bufava e Jimin encarava o teto tentando não chorar

- O que faremos?

RM: Temos que sair daqui o mais rápido, peguem tudo que conseguirem, estaremos voltando as docas...

Acentimos, entrei em meu quarto e peguei minhas coisas, peguei algumas das poucas coisas que Maryah deixou para trás, inclusive um porta retrato nosso, peguei uma bolsa e fui até o escritorio pegando todos os papeis os colocando dentro, desci as escadas, A Senhora Suli parecia confusa

- Estamos indo embora e estaremos voltando em breve, não se preocupe...

Ela acentiu, os outros meninos desceram as escadas, RM pegou a chave da van e jogou para mim, a peguei e entrei na van dando partida, esperei todos entrarem, pisei fundo no acelerador assim que escutei a sirene da policia, dirigi até as docas e estacionei a van perto do prédio, descemos e subimos as escadas de incêndio voltando aquele apartamento.

VOltamos para onde tudo começou

( Escutem Youngblood)

Jimin passou as mãos pelo rosto

RM: Ok estamos a salvo aqui... Estão não podemos sair a todo momento... Jhope pegou algumasarmas e temos apenas estas por enquanto...

Tae: QUE PORRA TA ACONTECENDO?! - ele gritou frustrado

RM: Bem, sabemos que Amber é irmã de Jay Park e quer se vingar de sua morte... Os jornais dizem a verdade, o povo nos odeia agora... Ela quer entrar no poder então tirou os dois que mais a atrapalhavam...

JIN: Nesse ponto onde esta Emma?!

JH: Provavelmente em um orfanato ou casa de restituição

Maryah batia como um martelo em minha mente

JM: E por onde começamos? - ele diz frustrado

RM: Tirando Katharinna de onde ela estiver

Jungkook povs on

Já uniformizado, eu estava andando no corredor algemado, os gritos de todos nas celas ecoavam, eu fitava tudo a minha volta e a única coisa que eu podia pensar era na minha garota, meu rosto doia, eu tentei me soltar dos policiais quando levaram Katharinna mas acabei por ser socado no rosto

Policia: Finalmente conseguimos te pegar garoto, não abe o tempo que esperamos por isso

- São tão ruins que demoraram mais de 5 anos para me pegar?

Policia: Bem, onde é que nos estamos agora - ele riu, 

Puxou a grade da cela e soltou minhas algemas me empurrando para dentro

Policial: Bem vindo ao seu novo lar... Pena que aquela sua prostituta não pode vir junto!

Avançei contra a grade enquanto o policial ria indo embora

???: Não liga para essas ameaças, quanto mais você as revidar pior será

Olho para trás e vejo um cara que aparentava ter minha idade, com váris tatuagens a vista e uma cicatriz que atravessava sua sobrancelha na vertical

Jasen: Prazer, Jasen... Preso por roubo, você?

- Jungkook, fraude, assasinato em massa, tráfico e outros crimes que eu nem prestei atenção

Ele riu

Jasen: Que dia de sorte o meu, preso com o garoto fantasma

- Sou conhecido por aqui? - arqueio a sobrancelha

Jasen: Claro que é! Você estava em todos os noticiarios... Mas preste bem atenção, por mais que muitos te amem aqui, muitos não...

- Posso imaginar porquê...

Ele riu anasalado

Jasen: Bem imagino que tem 25 anos de prisão

Acenti

Jasen: Se conforte então, aqui é o seu novo lar

- Não por muito tempo

Jasen: Vai fugir? Não sei se consegue - me olhou desinteressado

- Eu fugi da policia por mais de 7 anos... Eu saio dessa quando você menos esperar

Katharinna povs on ( Escutem Control Halsey)

Os gritos me encomodavam, os loucos pareciam odiar carne nova no recinto... A camiseta e a calça branca vestidos em mim me encomodavam... os dois policiais atrás de mim... Me levando para um sessão de psicologia... Mas a unica coisa que eu pensava era nos garotos e como eles estavam agora, provavelmente fugindo da policia...

Sra Jung: Olá Senhorita Meyers! Sou a Sra Jung, sua psicóloga, pode se sentar...

Os policiais me deixaram sozinha com ela, me sentei na cadeira

- Não sou Meyers... Jeon...

Sra Jung: Bem... Como quiser ser tratada... - ela deu um sorriso fraco - Sabe porque esta aqui?

- Porque matei pessoas? - sorri

Sra Jung: Quer me dizer algo? Seu marido te obrigou a fazer isso

- Eu matei, roubei e trafiquei porque quis, nunca fiz isso por obrigação de meu marido

Sra Jung: Seu relatório diz o contrário...

- Que se fodam os relatórios Senhorita - a fitei com raiva nos olhos

Sra Jung anotou algo nos papeis

- Sabe de algo... Ser psicopata... Esta no sangue - Eu estava prestes a me fazer de louca - Meu pai foi responsável pela morte de muitas pessoas

Sra Jung: Inclusive de seus sogros, foi por isso que casou com o senhor Jeon ?

Ri fraco

- Eu casei pelos mesmos motivos que a senhorita casou - digo fitando a aliança em seu dedo - por amor... - sorri

Sra Jung: Mas você era uma garota indefesa quando começou a estar com Jungkook... Acha mesmo que não foi manipulada

- Inocente? - ri - Senhorita deixa eu lhe dizer algo... EU sou maior que meu corpo... Eu sou mais fria que os pisos deste hospital e sou mais cruel que os demônios dentro de mim... Por isso jamais me importei de apertar um gatilho para alguém... E eles sempre diziam " pare por favor! Esta me assustando " - eu ri - E eu nunca podia evitar aquela energia ruim, como vocês dizem... Mas  todos tinham medo de mim porque eu estava no controle, e sempre vou estar.

Sra Jung: Estar no controle como?

- Eu estou no controle sempre... Então se acha mesmo que estarei muito tempo aqui... Você esta muito errada Sra Jung....

RM povs on

Eu sentia dor, eles sentiam dor, estavamos cofusos e assustados, estavamos perdendo tudo... Nunca sentiamos medo, mas agora eles tinham dois dos nossos, e tudo se tornava pior a cada segundo que passara.... Jimin não conseguiu suportar o nervosismo de saber como estava sua noiva e saiu com Taehyung pelas docas depois de eu dizer mil vezes para não o fazer

Eu encarava a janela quando Suga gritou

SG: EU CONSEGUI! - o fitei - Jungkook esta na prisão como sabemos e Katharinna no hospital psiquiátrico... EU disse que rastrear seu telefone daria certo...

JIN: Por que salvaremos Katharinna primeiro?

- Ela é tudo que temos... É a cabeça do time, com ela, tiramos Amber do trono... Mas isso vai ter que sair um pouco do controle...

JH: Você diz uma rebelião?

Sorri para ele

- Maior que isso Jhope...

Jungkook povs on

1 semana depois

Eu andava no corredor com Jasen, era o momento que podiamos sair das celas, eu tinha obtido meu respeito aqui dentro mas ainda não de todos... Estava preso a uma semana, e realmente eu tentava planejar mil maneiras de sair daqui, mas nada vinha a minha mente...

???: Ei pirralho

Parei no corredor e vi o homem magro, eu era mais alto que ele, ele segurava uma faca, o olhei desinteressado

- O que quer?

???: Você não é aquele idiota que fode com a filha dos Meyers? 

Revirei os olhos e cerrei os punhos

Jasen: Fica calmo - ele sussurrou - Ele arranja briga com todos...

???: Ela é uma baita de uma gostosa não é?

- Onde quer chegar com isso caralho? - digo em um rosnado

???: Olha! O Novinho rosna - ele riu - Bem, eu tenho só mais um 1 ano aqui, então assim que eu sair, acho que vou estar bem afim de foder a sua garota... Imagine só! Ela te esquecendo enquanto esta comigo!

Avancei nele, o fazendo soltar a faca, eu soquei seu rosto com raiva, todos a volta começaram a gritar

- NUNCA. MAIS. FALE. DA. MINHA. GAROTA; ASSIM. - Cada palavra era um soco em seu rosto enquanto Jasen tentava ao máximo me tirar de cima dele, logo os policiais entraram no corredor e eu fui empurrado contra as grades, sendo prenssado pelo policial que tinha me trazido a cela

- Nós ainda vamos nos encontrar... Pode ter certeza

Katharinna povs on

2 semanas desde a chegada

Eu tentava ao máximo me manter lúcida, eles me davam remédios para adormecer... Eu tinha sessões com a piscologa uma vez por semana... Tentei ao máximo nção falar com ninguém nos poucos momentos de interação... Passava o dia todo dentro do quarto sentada na cama fitando a janela, pensando em Emma, em Jungkook e nos meninos

A porta do quarto é destrancada, uma enfermeira entra

Enfermeira: Sra Jung esta lhe esperando

Me levantei, a enfermeira me levou até a sala dela e tirou as algemas de mim, me sentei no sofá e fitei o chão, meus braços tinham marcas de mãos por conta dos enfermeiros, eu odiava isso, me traziam lembranças que me deixavam mal

Sra Jung: Como você esta hoje Katharinna

Não respondi, apenas parei de fitar meus braços e cerrei os olhos fortemente

Eu pedia para parar mas ele não parava, ele apenas se forçava para dentro de mim enquanto apertava minhas coxas... O sangue escorria no canto do sofá tanto quanto minhas lágrimas no canto de minhas bochechas " Para por favor!"

Sra Jung: Me contaram que você tentou fugir pela terceira vez... - Ela insistia em falar em quanto eu tremia em meus pensamentos

Eu tentei subir as escadas mas Jungkook estava nas ponta dela, quando chamei por Mark, Jungkook apenas negou... EU tinha perdido meu melhor amigo

Sra Jung: No que esta pensando?

Meu pai entrou no seu quarto, eu sorreteiramente me escondi atrás da porta, afinal era uma criança curiosa, ele bateu no rosto dela e gritou palavras sem sentido, mas em segundos, obrigou minha mãe a se deitar na cama, e a violentou... 9 meses depois Maryah nasceu em cima dos meus traumas

Sra Jung: Katharinna preciso que me responda

Eu era nova demais... Mark me ligou e falou que Kim Sue tinha morrido... Ela era minha irmã... Quando cheguei em seu enterro, perdi minhas estruturas, era ela ali... Naquele caixão... Eu perdi minha melhor amiga

Sra Jung: Tome um pouco de água!

Eu estava sentada no sofá de casa, com Archie conversando, omma estava viajando como de costume sempre esteve, quando papai entrou em casa com outra e fingiu que não estivessemos ali, subiu para o quarto dele e se deitou com aquela garota de uma noite na cama onde minha mãe dormia.

- Sabe... Quando eu cheguei... Eu disse que as pessoas tinham medo de mim

A psicóloga me fitou e acentiu

- Mas eu acho que não é so elas que tem medo de mim... Eu tenho medo de mim, do meu passado

Sra Jung: Seu passado com Jeon você diria?

Neguei

- Antes de Jeon, eu era uma garota ordinária que não tinha nada além da própria inocência e era manipulada facilmente, mas depois dele eu aprendi que a vida não é feita de boas pessoas

A fitei atentamente, ela procurava a resposta em meu rosto dei um sorriso sarcástico, peguei a tesoura de sua mesa sem ela perceber

- Eu aprendi que nesse mundo existem muitas pessoas - me levantei - e que em todas, os demonios são menos cruéis que elas

Sra Jung: VOcê disse isso - ela continuou me fitando

me aproximei dela, olhando pela janela, ela virou a cadeira para me fitar

- Eu passei por muitas coisas... Estupros, violências, mortes, ressucitações...

Sra Jung: Explique isso - pareceu confusa

- Não é essa parte que a senhora tem que entender... - sorri - Bem como eu ia dizendo - firmei a tesoura em minhas mãos atrás de minhas costas - Existem muitas pessoas nesse mundo, as espertas e as burras, as poderosas e as mandadas... As que mandam e as que recebem - a fitei com um meio sorriso  e ela franziu o cenho

Sra Jung: Não entendo

- Ainda não acabei! - ri fraco - VOcê não acha que eu era uma garota no poder?

Sra Jung: Acho que seu marido estava no poder

Ri cínica

- Eu tenho lhe dito algo desde o primeiro dia que entrei por essa porta, e a senhora nunca acreditou no que eu disse...

Em um movimento brusco, empalo a tesoura em seu peito, e tapo sua boca para o grito ser abafado

- Nunca duvide quando eu digo que estou no controle...

 

Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...