1. Spirit Fanfics >
  2. Daddy's Little Gangster - Imagine Jungkook (BTS) >
  3. 66. What a life

História Daddy's Little Gangster - Imagine Jungkook (BTS) - Capítulo 67


Escrita por: angelsophih

Notas do Autor


Amber Liu linda de foto de cap porque sim

Capítulo 67 - 66. What a life


Fanfic / Fanfiction Daddy's Little Gangster - Imagine Jungkook (BTS) - Capítulo 67 - 66. What a life

2 dias depois

Padre: Vou a deixar sozinha

Acenti com um meio sorriso e ele saiu, eu fitei a terra recém colocada com aquela lápide branca de mármore, nela uma flor entalhada perfeitamente, "Amber Liu".

O nome que ali estav tinha um entalhado preto, larguei as flores em cima, eu fiz o funeral, e fui a única a comparecer.

Todo ser humano merece descansar em paz

Olhei em volta, naquela área não existia qualquer alma viva, era apenas eu, de preto, fitando aquela lápide e pensando que ali descansava alguém, que por mais mal que me fez, merecia um enterro digno

- É uma pena Amber... Que as coisas acabaram assim - suspirei - tão ridiculo eu te matar e então vir aqui a lhe enterrar, não é? - ri fraco - Mas acho que depois de tudo, isso é minha maneira de lhe perdoar, lhe deixando descansar ao lado de seu herói, seu irmão.

Fitei a outra lápide ao lado

- Espero que fique bem aqui, e nem pense em se revirar nesse túmulo...

Dei as costas e fui embora, sabendo que uma fase havia passado entre nós todos, e que agora tudo estava voltando ao normal

Eu e os garotos decidimos nos mantermos nas sombras durante certo tempo, já haviamos voltado para casa e tinhamos que aproveitar um pouco apenas o fato de podermos estar bem e vivos

Entrei em meu carro, e dei partida, o vento batia em meu rosto enquanto eu pensava no futuro, no futuro que teriamos. Não demorei a chegar em casa, sai do carro e e abri a porta de entrada, deixei meu casaco na entrada e então sorri ao entrar na sala e ver Emma dormindo no sofá, Suga estava de pé, curando as coisas de Jeon, do tiro.

JK: Como foi?

- Normal, não sei descrever um enterro na verdade - ri fraco

Jungkook se levantou sem camisa e me deu um beijo na bochecha, sorri fraco e subi as escadas, entrei no quarto e me despi, tomei um banho e então coloquei minha roupa intima azul de renda, coloquei o roupão de seda preta, que caiu de meu ombro, me sentei na cadeira de ferro da sacada e acendi meu cigarro segurando um lápis e um bloco de folhas, fitei as arvores e aquela vista, traçei ela na folha com muito cuidado

JK: O que esta fazendo? -ele apareceu na porta da sacada

- Desenhando...

Ele sorriu

- Como esta o seu braço?

JK: Melhorando, mas ainda não posso mexer... - ele riu fraco - Que vista linda

- O Por do sol vai ser sempre a parte mais linda do dia...

JK: Discordo - ele me fitou - Você é a melhor parte do meu dia

Suga povs on

Estava encostado no carro, Maryah pediu para eu lhe dar uma carona de volta para casa depois de uma tarde com seus amigos, e para falar a verdade, eu odiava essas tardes.

Sei que ela era apenas uma garota que queria aproveitar a vida, e que eu era 10 anos mais velho que ela, eu realmente não me sentia ameaçado por seus amigos, até gostava deles e saia junto a eles algumas das poucas vezes. Mas tem esse garoto.

Seu nome é Kim Hunee, é um garoto mestiço, mãe Japonesa e pai Australiano, de cara perfeita e corpo dez vezes melhor que o rosto, ele vivia atrás de Maryah e me dava nos nervos a cada momento que o via.

Nesse momento, eu estava encostado carro, esperando Maryah sair da lanchonete, pois se eu entrasse, teria que me sentar com eles, e eu não queria fazer isso, tinha acabado de sair de um turno de entregas, e a ultima coisa que eu queria era isso.

Maryah saiu e suas amigas me fitaram, sei o quanto elas me bajulavam e adoravam nosso relacionamento, então dei um sorriso simplista a elas e acenei, logo vejo ele, Hunee, ele conversava com Maryah de maneira bem próxima, não quis me aproximar do garoto, ou se não teriamos um jovem morto.

Maryah se despediu dos amigos e Hunee lhe deu um abraço apertado me fazendo bufar, Maryah correu até mim, não descruzei meus braços apenas a fitei, ela beijou minha bochecha e sorriu

- Será que isso ai não deixou bem claro pro pirralho que voce já tem dono - digo passando o dedo em cima do chupão que lhe dei na noite passada

Maryah: Por culpa dele as meninas ficaram me encomodando falando dele - ri fraco e a vi entrando no carro, fiz o mesmo e dei partida, eu estava bravo demais por causa do garoto, aish como podia ser tão descarado!?

Dirigi pensando em Jungkook e Katharinna, e quanto eles  eram um casal lindo. E logo iniciei a sorri apenas de lembrar de momenos passados, dos ultimos anos, de quando Katharinna se sentava no pátio desenhando, e Jungkook apenas ficava atrás de sua cadeira a olhando, com um sorriso nos lábios.

Era isso que eu queria ter junto à Maryah, era apenas isso.

Chegamos em casa e corremos para dentro, como sempre faziamos, e fomos a nosso quarto, já que agora, eu não dividia quarto com os meninos, dando mais espaço a eles, me joguei na cama cansado de hoje, eu estava muito estressado

Maryah: Hoje foi incrível! Hunee me ensinou uns truques de mágica incríveis! E ainda saimos juntos para o parque e...

- Você realmente não se cansa desse garoto não é?  - Ela me olhou confusa - Você sempre que sai com eles, a unica coisa que você fala é ele!

Maryah: E qual o problema?

- Qual o problema?! - ri anasalado desacreditado - Poxa Maryah, esse garoto quer você para ele!

Maryah: Mas ele sabe que eu tenho namorado

- Pela maneira que vocês agem juntos, realmente não parece, e parece que você esquece que tem um namorado! 

Maryah: Aigoo Yoon, não diga asneiras!

- EU NÃO ESTOU DIZENDO NADA DEMAIS! 

MAryah: Qual é o problema de eu andar com outro garoto!?

- Esse garoto quer te roubar de mim Maryah!

Maryah: E qual o problema?

A olhei desacreditado

- Qual o problema Maryah?! Bem deixa eu te dizer algo, eu tive namoradas no passado, e todas elas eu perdi para qualquer idiota que eu devia ter tomado mais cuidado! E agora estou tomando cuidado de você porque eu te amo! Mas realmente não parece que você me ama igualmente!

Tentei sair do quarto e ela me puxou de volta, suspirei e a fitei

Maryah: É claro que eu te amo Suga, mas pare com essa historia de ciúmes! Não faz sentido!

- Eu só não quero te perder... E é pior com você, você é nova e pode ter todos que quiser!

Maryah: Mesmo se eu quisesse, o que eu não quero, não me livraria de você rão fácilmente, quem é que vai se envolver com a garota do gangster?

Ri fraco e ela jogou os braços por cima de meus ombros, segurei sua cintura dando um leve sorriso

- Me promete que vai ter mais cuidado com ele? - ela concordou - E pormete que não vai me abandonar?

Maryah: É claro que eu prometo! - ela me beijou me fazendo rir fraco, ficamos em silêncio e então escutamos gemidos vindo do quarto do lado, gargalhamos e juntamos as testas

Maryah: Sua cunhada é inssáciavel!

- Acho que podemos concluir isso do Jungkook também!

Rimos

Katharinna povs on

Sai do colo do Jungkook caindo ao seu lado, Apenas mais um round

Sorri ofegante e lhe dei um beijo demorado

JK: FOi otimo, como sempre

RI fraco e me levantei indo tomar um banho quente, coloquei minha roupa intima e meu pijama, sedoso de regta e short azul turquesa, coloquei um roupão peludo branco e sai, Jungkook entrou no bano e eu desci as escadas, o jantar ja tinha sido servido, mas colo nós dois tinhamos ficado no quarto perdemos, fiz um sanduiche rápido e o comi, logo subindo de volta ao quarto, escovei meus dentes enqaunto Jungkook secava o corpo, me deitei na cama e suspirei

JK: Foi um dia cansativo hoje não?

Murmurei um sim e ele soltou um riso anasalado, se deitou ao meu lado e me deu um beijo na testa, passando sua mão grnde em minhas costas

JK: FInalmente temos o que queriamos

- E nada vai nos empedir de ser quem queremos ser...

Ele sorriu

JK: Eu te amo tanto...

- Eu também te amo meu principe...

JK: Sabe, quando eu te vi no altar naquele dia, entrando com aquele vestido lindo, me senti realizado, senti que eu poderia morrer ali, porque tinha realizado cada um dos meus sonhos. Voce foi o meu ultimo sonho minha princesa, e sempre vai ser o meu sonho, e acada dia vou procurar te conquistar, assim meu sonho sempre estará vivo

Sorri e lhe dei um beijo, foi um beijo apaixonado 

- Boa noite Kook...

JK: Boa noite minha Afrodite...

2 semanas depois

- LALISA! - gritei quando ela quase me espetou com o alfinete a fazendo rir

Lisa: Desculpa estou nervosa! 

Era o tão esperado dia, que pelo menos, nos parecia tanto de ultima hora, mas ninguém mais aguentava esperar, então eu, Jungkook e Lisa tomamos as rédias do evento para que não demorasse nem mais um segundo, e cá estavamos nós, nesse dia especial, o casamento de Jimin

Os vestidos compridos de seda azul clara caiam perfeitamente em nossos corpos, meu cabelo estaa trançado com flores brancas nele, e uma leve maquiagem rosada dava cor ao meu rosto

Sorri as outras, estavamos prontas, eramos 5 madrinhas, e tudo caia perfeitamente bem em todas

Corremos para fora e nos preparamos, uma cerimonia em um campo perfeito, o céu azul sobre nossas cabeças trazia cor a esse explendido dia, peguei o buquê de flores do campo e entrelaçei meu braço ao de Jungkook que sorriu ao me ver, me dando um beijo na testa, uma musica calma começou a tocar, e entramos lentamente, trzendo a atenção dos convidados para nós, abri um sorriso sincero ao ver Jimin nervoso no pequeno altar, jogando o peso do corpo de um pé ao outro fazendo Jungkook rir baixo, passei a direita junto com as outras madrinhas e pisquei para Jimin que sorriu, era o momento dele...

Namjoon entrou com Emma, segurando a pequena mão que jogava flores na passagem fazendo todos morrerem de amores,  pequena correu até mim e parou logo em minha frente, a musica parou e então senti aquele arrepio, a sinfonia da noiva foi tocada, e em poucos minutos, Jisoo estava na passarela, com um vestido de saia simples de fenda, com um decote coração e mangas caidas de renda sobre seus ombros, uma coroa de flores coloridas em sua cabeça e o véu branco que varria o local, optou por entrar sozinha em extrema perfeição, ao chegar no altar fitou Jimin e os dois sorriram um para o outro com sinceridade em seus olhos, aquele era um momento especial, era um momento que jamais seria esquecido.

Foi tudo perfeito, como de esperado, passamos ao salão do local, que estava bem decorado, col flores campestres por toda extensão.

Jisoo: Muito obrigada por isso - ela me abralou

JM: Não seriamos nada sem vocês

- Nós so organizamos, a magia deste momento foi dada por vocês e pelo amor que cultivam - sorri

Subi ao palco

- Olá boa tarde! Espero que estejam gostando desse dia tão especial, mas gostaria de ter a atenção de vocês para a valsa do mais novo casal Park! - todos gritaram e bateram palmas

Os dois vieram para a pista, THousand Years ecoou pelas caixas de som, e nos primeiros 10 segundos, eu já estava em lágrimas

JK: Esta chorando? - ele diz me abraçando por trás

- É muito emocionante.... - Sorri - Aish por que estou chorando?!

Ele riu

Mark: Eu acho que eu sei porque - ele disse chegando - Você esta grávida!

- Vocês deviam tirar isso da cabeça de vocês!

SG: O que? Que Katharinna esta grávida de novo?

- AIsh! - grito em um sussurro os fazendo rir

Era isso que tinha começado a ser o nosso dialogo nos ultimos dois dias, Jungkook fez a cabeça de todos sobre termos outro bebê, e agora, tudo que era falado era sobre isso, e aish como isso me encomodava!

Claro que eu queria ter outro bebê! E tinhamos algumas suspeitas já, o teste de grávidez estava em minha bolsa, e eu o faria assim que pudesse, mas com esse bando de loucos atrás de mim, ficava dificil de decidir qualquer coisa!

A valsa acabou e todos bateram palmas, nos sentamos na grande mesa, e eu estava ao lado de Jisoo

Jisoo: E então? Quando vai fazer o teste?!

- Até voce?

JM: Aigoo! Queremos saber!

- Mas é o casamento de voces, não posso acabar com a felicidade e...

JM: Isso so vai aumentar a felicidade - ele me interrompeu - E afinal, em breve estarei saindo da casa, pelo menos uma ultima lemrança da noite!

- O eu faço quando formos para casa!

Eles reviraram os olhos me fazendo rir

JK: Hora do discurso

Acenti e me levantei, bati a colher na taça de vidro e chamei a atenção de todos

- Eu gostaria de fazer um brinde, para esse casal maravilhoso que esta ao meu lado - todos levantaram suas taças - Um casal maravilhoso e realmente teimoso - rimos - Quando eu era mais nova aprendi que o amor vem de todos, mas que a paixão e a vontade de estar com alguém pelo resto de suas vidas, vem de apenas uma pessoa, e sempre uma pessoa que jamais imaginariamos - fitei Jungkook - Uma vez, minha mãe me disse, que o dia mais feliz da minha vida jamais seria o meu casamento, e sim o dia que eu visse minha melhor amiga se casar, porque ali, conseguimos ver o amor se transformar em algo maior... E ela tinha razão, ver estes dois se casar foi o dia mais feliz da minha vida... Jamais imaginei que algo desse tipo fosse virar um dos momentos mais felizes da minha vida... E por esse momento feliz, eu proponho um brinde, a dois jovens que encontraram o amor um no outro... à Jisoo e Jimin!

Brindamos e batemos palmas, abraçei os dois e então sorri

- Muito obrigada por serem guerreiros e terem chegado até aqui

Eles sorriram e acentiram, posicionei minha mão no ventre de Jisoo

- E você vai ser a criança mais sortuda do mundo por ter pais tão incriveis

JM: Mas não tanto quanto Emma, ela tem os pais mais guerreiros do mundo

Sorri gentil e me sentei, Jungkook beijou minha testa

JK: MInha princesa...

- Você só esta animado para saber o resultado não é?

JK: Claro que estou! E voce não?

- Claro que sim! Mas com um bando de loucos querendo o resultado me sinto estranha, parece que meu filho tem 7 pais!

Mark: Na verdade 8, não esqueça de mim

RImos enquanto eu revirava os olhos

.

.

.

Depois de uma noite cansativa, voltamos para casa por volta das 5 da manhã, o sol estava quase nascendo lá fora quando entramos, RM deitou Emma em seu berço e então desceu

- Ok boa noite meus queridos e...

SG> Não mesmo! Você prometeu!

Maryah: Não quebre promessar

- Querem mesmo saber se eu estou grávida agora?

JIN: Aish claro que sim!

Revirei os olhos e então fui no banheiro do primeiro andar, e então ai senti a adrenalina subir meu corpo

Eu podia ser mãe

Senti como se tudo fosse desmoronar de novo, mas então logo me senti feliz de aumentar a familia, mas tinha medo...

Tirei o teste da caixa e o fitei

- Ok... Você é o que vai decidir meu futuro.... Não importa qual seja o resultado, eu ficarei feliz...

Respirei fundo e então fiz o orientado, larguei o teste em cima da pia e me olhei no espelho

Apartir de agora tudo podia mudar, ou podia continuar o mesmo, eu não sabia, mas tinha quase certeza de que não estava, apenas os meninos ficavam colocando mil paranóias em minha cabeça que me deixavam completamente louca com eles! 

Esperei os cinco minutos mas não olhei o resultado, abri a porta e vi uma roda de pessoas me olhando

Rose: E então?

JH: O que aconteceu?

- Eu não olhei ainda... Jungkook vai ver para mim

Jungkook sorriu, entreguei o teste em sua mão, ele virou ele e então pareceu meio confuso, franziu o cenho e fitou o pauzinho

- O que foi?

JK: Dois risquinhos significa o que?

 

Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...