História Daddy's Little Girl - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Baby, Bunny, Daddy, Jungkook, Killer, Kook, Pequena, Traficante
Visualizações 335
Palavras 1.493
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - O sonho e o presente


Fanfic / Fanfiction Daddy's Little Girl - Capítulo 11 - O sonho e o presente

Ele não queria relaxar. Então.


                                 •••


    Acordo em uma floresta, estava com um vestido branco e nevava me levanto olhando em volta e vejo um sapatinho azul no chão, olho o chão e vejo um rastro de sangue pego o sapatinho e começo a seguir o rastro e quando chego no fim deles vejo uma pedra grande e um cestinho em cima, vou até ele e o abro vendo apenas um pano e pego o mesmo vendo um nome nele "JeonGsan".


 - Meu bebê - Falo com lágrimas nos olhos e começo a correr o procurando.


    Não vejo nada além das árvores e a neve que caía, mas acabo me deparando com uma raposa e a mesma caminha até mim calmamente, sabia que ela so me atacaria se sentisse ameaçada. Porém, no meio do caminho até mim ela para e um lobo a ataca, olho aquela cena aterrozida e saio correndo de lá, por está com a vista embaçada pelo choro não olhava por onde ia até que vejo uma sombra e limpo meus olhos vendo JungKook baixado com um bebê no colo.


 - Eu salvei ele - Seu braço estava sagrando, era dele o rastro de sangue !

 - Meus amores.


      Corro até eles mas quando ia os abraçar era apenas uma miragem, me ajoelho na neve e grito abraçando o pano do bebê com força,  sinto uma pontada em meu ventre e vejo sangue em meu vestido.


 - AAAAAAH - Grito de dor e coloco a mão na barriga - Meu bebê.... kookie - Chamo ele.


                               ~~~


     Acordo de novo, só que dessa vez em meu quarto eu chorava e Jungkook acorda assustado e me abraça forte sem me pergunta nada, e eu apenas retribuo da mesma forma desabando em choro.

     Quando ja estava mais calma ele limpa meu rosto e me beija calmamente se afastando um pouco me olhando.


 - O que foi ?

 - Eu... Tive um pesadelo horrível - Volto a abraçar ele. Conto o sonho para ele.


      Ele se levanta e coloco sua calça e minha camisola em mim, me pega no colo e vai comigo até a sala, ele me deixa no sofá e sai de la voltando um tempo depois com a senhora Kim.

      Ela me prepara um chá para me acalmar e quando me sinto confortável conto o sonho para ela.


 - Seu sonho querida, tem um significado.

 - E qual é ? - Presto atenção nela e me aconchego nos braços do Kook.

 - Os sapatinhos era o do bebê, o cestinho vazio é o seu medo de não te-lo em seus braços, os rastros de sangue é para te pertubar imaginando algo de pior, a raposa sou eu que estou aqui como sua protetora e do bebê, o lobo é o mal que quer atingir vocês, o Jungkook machucado significa que por vocês ele é capaz de tudo, e ele e o bebê desaparecendo é seu medo de perder eles.

 - Então esse sonho representa os medos dela - Kook a olho.

 - Sim.

 - No sonho, eu vi o nome do bebê era JeonGsan.

 - Esse é o nome que vocês vão dar a ele.

 - E antes de acorda, eu senti uma dor no meu ventre e depois estava sagrando.

 - Isso é algo mais sério, porém um aviso que se não tomarmos cuidado você pode perder o bebê.

 - Vamos tomar todo cuidado do mundo então - Kook me abraça apertado.


     Depois da conversa ficamos um tempo ali ate nos dar sono e voltamos para o quarto, mas eu fiquei com medo de dormir e ter outro sonho daquele, fiquei abraçada com o Jungkook e acariciando seus braços o mesmo disse que iria ficar acordado comigo.


 - JeonGsan né, achei fofo o nome - Escuto sua voz meio rouca.

 - Bonito né, é para combinar com nosso bebê - O olho e encosto nossos rostos.

 - Vai ser muito lindo, vamos cuidar muito bem dele e quem tentar fazer mal a algum de nós não vai conseguir, nossa família vai sempre ser mais forte meu amor, nada, nada vai nos machucar - Me acalmo com aquilo.

 - Você é um anjo sabia, e quando se tem um anjo com você nada de ruim te atingi - Acaricio seu rosto.


      Ficamos aproveitando um ao outro até pergamos no sono, e agradeci por ter dormido tranquila em seus braços o resto da noite.


                         Jungkook on


     Tinha acordado mais cedo e deixei minha pequena dormindo, ela precisava de bastante descanso depois dessa noite.

      Depois de fazer minhas higiene, me trocado e tomado café fui até meu escritório e reuni todos os homens que trabalhavam para mim e chamei os meninos.

      Mandei eles aumentarem a segurança em volta da casa e em lugares mais afastados, pontos estratégicos, e aumentei ainda mais o meu número de homens e armas.

    Estava satisfeito ao ver que em menos de minutos eles conseguiram fazer tudo que eu mandei, e coloquei eles para treinarem o dobro do que estavam acostumados.

     Saio la fora quando me falam que chegou uma encomenda para mim, pego a caixa e quando a abro vejo a cabeça do Choi ali dentro, entrego para um dos seguranças e mando ele levar aquilo para longe dali.

      Quando menos espero vejo dois dos meus homens vindo com um cara todo encapuzado se debatendo tentando se soltar.


 - Chefe, olha o que achamos por aqui, acho que alguém não foi esperto o suficiente para saber que a casa é bem vigiada - Vou até o caro e puxo seu capuz revelando seu rosto.

 - Quem é você ? - Seguro seu rosto.

 - Não te interessa !

 - Não piore as coisas as coisas para seu lado - Dou um soco em seu nariz - Foi você quem trouxe aquela caixa ? Ah não precisa dizer nada, mas bom pelo jeito te mandaram aqui, mas quem te mandou não me conhece o suficiente para saber que precisa mais do que uma cabeça para me amedrontar.

 

     Levo ele para o porão e começo a tortura o mesmo, fazia cortes em sua pele e depois passava uma mistura de sal grosso com limão, seus gritos davam para se ouvir de longe.


 - FALA LOGO QUEM FOI A PORRA DA PESSOA QUE TE MANDOU AQUI ? -Grito perdendo a paciência - Acho que vou te que piorar as coisas - Vou até o armário e pego o estilete.

 - O que vai fazer ? Me cortar mais ? Vai em frente.

 - Vou cortar algo mais doloroso - Olho para um dos meus homens que estava ao lado da cadeira onde ele estava preso - Tira a calça dele, alguém aqui vai ser castrado.

 - NÃO ! EU CONTO POR FAVOR EU CONTO.

 - Então abra a boca !

 - Foi seu irmão... Ele mandou eu vim trazer a cabeça do Choi até aqui, mas ele não sabe onde você mora, ele me chamou porque eu ja trabalhei de entregador de mercadorias e vim aqui uma vez, então como ele não sabe onde você morava eu vim, o plano era deixar a caixa e depois voltar até onde ele estava e passar seu endereço para ele, é só isso que sei.

 - Meu maninho que está atrás de mim, que triste saber disso, mas ele tem problemas psicológicos então não o culpo.

 - Só alguém com problemas mesmo para enfrentar você.

 - Ainda bem que sabe - Pego um papel e uma caneta  - Anota o endereço dele ai.


     Depois que ele anota mando me trazerem uma caixa grande.

 

 - O que vai fazer ?

 - Mandar um presente para meu irmão.

 - Que presente ?

 - Você ! 


    Vou até ele e corto seu pescoço o matando, mando colocarem ele na caixa e entrego o papel com o endereço anotado, eles logo saiem de la indo levar a caixa.


 - Aah maninho, você mexeu com a pessoa errada.


     Vou para dentro de casa, mas quando vejo mimha pequena na sala entro pelos fundos para ela não me ver sujo de sangue, assim que chego no quarto pego uma roupa e vou tomar um banho.

    Quando ja estava completamente limpo,e trocado limpo o que sujei no banheiro, pego aquelas roupas e as jogo fora.

     Vou para sala indo até minha pequena e a abraço vendo ela se assustar um pouco.


 - Onde estava ?

 - No escritório, ai fui tomar um banho mas você estava tão concentrada nessa tv que nem me viu entrando - Me sento ao seu lado.

 - Ah sim, mas agora to concentrada em você.

 - Hmm, então aproveitando, e nosso garotão quando vai chegar ? - Passo a mão na sua barriga.

 - Temos que encomendar ele primeiro.

 - Bom, temos bastante tempo para isso - A deito no sofá e fico por cima dela.

 - Jungkook a senhora Kim pode nos ver.

 - Tenho certeza que ela não ira se incomodar - A beijo.


      


Notas Finais


Seis tão animados lendo ? Porque eu to animada escrevendo, vou tentar postar todo dia.
E fico feliz vendo que vocês estão gostando.
Bjs 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...