História Daddy's Little Girl - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Baby, Bunny, Daddy, Jungkook, Killer, Kook, Pequena, Traficante
Visualizações 408
Palavras 1.372
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Resolvendo pendências


Fanfic / Fanfiction Daddy's Little Girl - Capítulo 8 - Resolvendo pendências

Choi está querendo começar uma grande guerra, e é isso que ele vai ter.


                             Você on


       Estava atrás de um palco, conseguia ouvir os leilões que faziam de outras garotas que também estavam ali. Me avisaram que seria a última. Estava assustada de mais.

        Acho que viver em uma casa onde você sabia que um dia ia ser comprada por alguém, é melhor do que está em um lugar onde você vai ser leiloada para homens imundos, não que não fosse diferente antes, mas agora é algo desesperador para qualquer , eu não estou nem um pouco preparada para passar por isso.

       Me colocam em um plataforma e a mesma começa a subir e vejo um grande cortina vermelha se abrir.


     "Com vocês a grande estrela da noite, o maior leilão daqui"


      Estava em cima do palco e olho um monte de homens sentados nas mesas que tinha ali, todos estavam de ternos e com maletas ao seu lado. Creio que é ali que estava o dinheiro.


 - Começando o primeiro lance, e eu não quero coisa pouca por ela, vai gente essa era a Baby do maior traficante Jeon Jungkook, filha da prostituta mais desejada que já teve por aqui, além disso é brasileira sabem que as estrangeiras são as mais desputadas ainda mais essa - Choi falava ao microfone.

 - Eu dou 10 mil por ela - Um dos homens levanta as mãos.

 - Acho que recebia muita mais por ela.


       E os leilões continuavam, cada vez um mais alto que o outro.


                          Jungkook on


       Choi queria que eu aparecesse lá, mas ia dar esse gostinho a ele na hora certa. Quando recebemos a notícia de onde ia ser o leilão eu mandei alguns homens de confiança disfarçados para lá, eles iriam fazer os leilões mais caros até algum deles a consegui comprar.

          Assim que chegamos no local ficamos afastados, espalhei meu pessoal em volta do logo por segurança, quando vi os homens do Choi fiquei contente por eles estarem em menor número, isso facilitaria ainda mais as coisas para o meu lado, mas mesmo assim prefiro não cantar vitória antes da hora.

         Me troco dentro do carro colocando uma roupa social, coloco uma máscara e um chapéu para não ser reconhecido assim tão fácil.

         Quando entro no local sento um pouco no fundo e vejo ela ali em cima do palco, me subiu uma raiva quando vi o jeito que ela estava exposta para eles, mas tive que me controlar para não estragar tudo.


 - Vai gente esse é o ultimo lote, quem oferece mais de 6 milhões por ela ? - Vejo Choi ao lado do palco.

 - Eu ofereço um bilhão - Sorrio satisfeito quando vejo que era um dos meus homens.

 - Dole uma... Dole duas... Dole três. Vendida para o milionário ali.


        Foi um lance muito alto, mas para ter ela de volta em meus braços, eu ofereço muito mais do que isso.

       Ele me faz um sinal e me levanto indo até o palco a buscar, todos estavam me olhando estranho, até porque ele quem comprou ela e eu quem estou indo a buscar. 


 - Espere, quem comprou ela foi ele.


      Choi me para não me deixando ir a pegar, a olho e ela tremia um pouco, estava com medo e assustada.


 - Foi eu quem comprei sim, mas é um presente para esse meu amigo, o deixe ir pegar ela e não atrapalhe.


         Quando ele diz isso o Choi sai da minha frente me dando espaço e finalmente subo naquele palco indo até ela, puxo a mesma para mim vendo ela se encolher um pouco.


 - Calma, vim te buscar para voltarmos para casa - Ela arregala os olhos e relaxa o corpo ao ver que sou eu.

 - Daddy...

 - Shh.


     Me viro para todos os olhando bem, vejo meus homens me deram o sinal e vou até o Choi retirando o microfone dele e voltando para o centro do palco. Retiro o chapéu e a máscara vendo os homens que participavam leilão se assustarem.


 - Que noite... Agradável não acham ? Porque para mim é, a tiraram de mim sem mais nem menos, a colocaram em leilão como se ela fosse um objeto qualquer e acharam que ficaria por isso mesmo ? Vocês são tão tolos, e Choi nem tente fazer nada, essas são as regras quem a compra fica com ela e já te entregaram o dinheiro não é, não pode voltar atrás.

 - Mas... - Ele olha em volta e depois me olha - Como veio até aqui ?

 - Não se faça de idiota, você mandou mensagem para todos avisando onde ia ser, você sabia que ia chegar até mim e eu viria aqui, mas não foi como da forma que você planejou, cai entre nós aqui, você nunca foi muito inteligente por isso que sou eu quem estou no topo, EU fui nomeado o rei do narcotráfico, e você é só mais um que a policia nem faz questão de vir atrás porque não tem graça pega uma isca fácil.

 - Mas você Jungkook, acha mesmo que vai sair daqui assim ? O pai dela pede para você cuidar dela e o que você faz é ir para cama com ela, se aproveita dela igual o Jack fez com a mãe dela.

 - Escuta aqui, minha vida sexual não diz respeito a você mas já que quer saber ela esta bem mais ativa que a sua. O pai dela pediu para mim cuidar dela e é isso que estou fazendo, mas não é você que vai julgar me dizendo o que eu tenho que fazer ou deixar de fazer para cuidar de alguém. Presta atenção, o pai dela deixou ela para mim cuidar, porque nunca a deixaria com o filho do cara que só o levou para o fundo do poço, você é um verme Choi, e assim como todo verme está em um lugar que ninguém o percebe mas todo mundo sabe que é ruim.

 - Quer saber eu cansei disso, seguranças.


      Quando os seguranças dele iam vir para cima de mim meus homens se posicionam e os em pede, sorrio cínico olhando o Choi e depois os homens que participavam do leilão.


 - Todos os homens que deram lances nela, quero de joelhos aqui no palco - E assim fazem como ordenei - Ótimo.


        Chamo meus homens, os coloco se frente para os que estavam no palco. Tiro meu blazer e coloco no corpo da minha pequena tampando seu corpo.

       Mando eles prepararem as armas e apontar na direção da cabeça de cada um, Choi fica um pouco afastado olhando, tampo o rosto da Anna e conto até três logo ouvindo os disparo, quando olho já estavam todos mortos sorrio satisfeito e me viro para os homens do leilão que ainda estavam ali.


 - É isso ou coisa pior, que vai acontecer se um de vocês se aproximarem dela mais uma vez, saiam daqui, agora ! - Depois que eles saiem me viro para o Choi - Meu assunto agora é com você.

 - Nem imagina como estava ansioso para esse momento, mas como você disse isso agora é entre eu e você, to esperando você lá fora.


      Assim que ele sai chamo o Suga e mando ele ir tirar a Anna de lá e a levar para casa, no começo ela exita mas logo obedece e sai de lá com ele.

      Me encontro com o Choi e ele faz um sinal para mim entrar em seu carro, e assim faço. Ele começa a dirigir para um local afastado dali, estranho pois era um caminho todo de barro e só via árvores por ai.

      Vejo Choi colocando a mão na cintura e o vejo tirar uma arma de lá, antes dele fazer algo seguro em seu pulso levantando sua mão para cima.


 - VOCÊ TA LOUCO ? 

 - NÃO QUERIA RESOLVER AS COISAS ENTRA A GEBTE JUNGKOOK ? É ISSO QUE VAMOS FAZER ENTÃO.


     Escuto um disparo e vejo que ele tinha acertado o vidro, seguro no suporte de segurança quando vejo que o carro ia capotar, e não demora muito para ver o carro cair do penhasco e sentirmos o impacto dele na água.


Notas Finais


Desculpem se tiver algum erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...