História Daddy's Little Girl - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Baby, Daddy, Jungkook, Pequena, Traficante
Visualizações 305
Palavras 1.137
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - A volta


Fanfic / Fanfiction Daddy's Little Girl - Capítulo 9 - A volta

Escuto um disparo e vejo que ele tinha acertado o vidro, seguro no suporte de segurança quando vejo que o carro ia capotar, e não demora muito para ver o carro cair do penhasco e sentirmos o impacto dele na água.

        Imediatamente prendo a respiração e logo solto o cinto antes que ele prendesse como o do Choi, vejo ele tentando se soltar e pego a batendo no vidro terminando de o quebrar, quando ia sair sinto Choi segurar minha perna, já estava perdendo o ar, bato a arma em sua mão fazendo ele me soltar e logo nado até a superfície.

         Me sento na margem do mar onde tinhamos caído, recupero o ar e me levanto logo sentindo uma dor perto do meu abdômen, levanto a camisa e vejo um corte ali, devia ter me cortado quando estava saindo do carro e por causa da água não estava sindo dor, até agora.

         Olho para trás e vejo uma floresta, respiro fundo e coloco a mão no machucado e começo a caminhar procurando a saida de lá.


                              Você on


     Já estavamos em casa, tinha trocado de roupa e estava esperando Jungkook voltar, mas até agora nada, ele estava demorando de mais, os homens dele tinha ido atrás do mesmo.

     Tinha dormindo sem perceber, quando acordei ja era manhã, levantei e fiz minhas higiene assim que terminei desci correndo, vejo os meninos ali olhando uns para os outros sérios, algo tinha acontecido.


 - Está tudo bem ? - Vou até eles.

 - Não, você precisa saber não podemos esconder isso de você... Nos contaram que depois daquilo, Jungkook e Choi sairam juntos no mesmo carro, e encontraram o carro no mar... - Jimin conta o que sabia.

 - Mas... Mas e ele ? - Falo quase chorando.

 - Ainda ninguém sabe, ele pode ter morrido como pode ter sobrevivido, não podemos te dar a certeza de nada, mas podemos dizer que até ele voltar, estaremos aqui cuidando de você - Suga vem até mim.

 - O amor de vocês dois é muito forte, e assim como você tem medo de algo ter acontecido com ele, ele tem medo de algo acontecer com você, por isso vamos cuidar de você por ele - Jin fala calmo e todos concordam.

 - Sei que vão.


                    Alguns dias depois


                          Jungkook on


        Já fazia dias que estava fora de casa, estava com saudades da mimha pequena e me perguntando como ela estava, creio que nesse tempo ja tenho dado como morto.

        Naquela noite, eu me lembro de ter andando sem saber por onde ia, mas acabei apagando, e quando acordei estava em uma cabana com meu machucado enfaixado, uma senhora tinha cuidado de mim nesse tempo, não me deixou ir embora porque se não o machucado so iria piorar.

       

 - Jungkook, ja acordou ? - Diz ela entrando no quarto em que estava.

 - Já senhora Kim.

 - Que bom, hoje mais cedo vim aqui trocar seu curativo, e ja está melhor - Ela me entrega o café da manhã.

 - Já posso ir embora ?

 - Pode sim, mas espere um pouco quero ter certeza que melhorou, e para isso vamos dar uma volta por aqui, se eu ver que esta andando bem sem sentir muita dor, te libero.

 - Quero que venha comigo, cuidou tão bem de mim, e está aqui sozinha.

 - Cuidei de você, com carinho como se fosse um neto ou filho meu.

 - E quero agradecer por isso quero que venha comigo.

 - Sabe por que vou aceitar ir ? Porque tenho uma missão lá.

 - Como assim ?

 - Tome seu café e se prepare para irmos caminhar, no meio do caminho te explico.


      E assim fiz, comecei a comer o café da manhã que ela tinha preparado depois me levanto com cuidado, senti um encomodo mas nada de mais, fui fazer minhas higiene e depois fui de encontro com a senhora Kim.

     Começamos a caminhar em uma trilha que tinha perto da cabana onde ela morava, ali apesar de ser afastado de tudo, aquele lugar era tranquilo e bem seguro.


 - A senhora me disse que iria comigo porque tinha uma missão lá, que missão é essa ?

 - Jungkook, lembra que quando você chegou e lhe disse que já fui vidente, já mexi com essas coisas.

 - Lembro sim.

 - Então, eu senti que devo ir mas só posso dizer quando for o momento certo.

 - Tudo bem então, como pode ver, ja estou melhor, será que já podemos ir ? Quero muito rever minha namorada.

 - Vamos sim.


     Voltamos para cabana e ela arrumou suas coisas e levamos tudo para caminhonete que ela tinha, e assim vamos em direção a cidade, quando chegamos em um caminho conhecido por mim começo a explicar para ela até chegar na minha casa que era meio escondida.

    Senhora Kim sabia sobre mim, então não tinha porque eu esconder algo dela, ela era confiável.

     Assim que chegamos ja estava anoitecendo, pois estavamos longe daqui então a viagem demorou um pouco, os seguranças que ficavam em volta da casa se assustaram ao ver que era eu, assim que abrem o portão entramos e eu corro para dentro casa vendo os meninos ali.


 - Lar doce lar, nada melhor do que está de voltá... Não acham ?

 - Não.... Você, você tava morto como ? - Namjoon pergunta surpreso.

 - Não morri, quase, mas graças a senhora Kim estou vivo, ela me ajudou até eu ficar bem para voltar e aqui estou e trouxe ela comigo.


     A apresento aos meninos e conversamos sobre tudo que aconteceu comigo e o que aconteceu no tempo em que estive fora. Fico triste ao saber que minha pequena estava achando que tinha morrido e por isso se trancou lá e não se alimentava direito.

    Depois de conversarmos vou até o quarto ver ela, a senhora Kim vai junto comigo, agradeci pela porta está aberta, mas quando entramos não a vi deitada na cama.


 - Jungkook ? - Escuto sua voz suave e baixo, olho em sua direção e vejo ela saindo do banheiro, pelo jeito estava no banho pois seu cabelo estava meio molhado e ela ja estava com seu pijama.

 - Oi meu amor, eu voltei - Ela corre para me abraçar e logo retribuo.

 - Ah meu Deus, eu nem acredito.

 - Mas eu to, graças a senhora Kim - A olho - Depois que o carro caiu na água consegui escapar mas me machuquei, então ela me encontrou e me ajudou, eu melhorei e aqui estou.

 - Muito obrigada por cuidar dele.

 - Não precisa agradecer querida, fiz o que tinha que ser feito e agora tenho outra coisa para fazer aqui.

 - O que ?

 - Como disse para o Jungkook, no tempo e ma hora certo, digo a vocês


Notas Finais


Desculpa o cap pequeno, o próximo tem surpresas, e se quiserem algo é só me falarem, beijinhos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...