1. Spirit Fanfics >
  2. Dagerously LOVER ( Kristao, Taoris (ABO) >
  3. Capítulo 2

História Dagerously LOVER ( Kristao, Taoris (ABO) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Good noite!


Boa Leitura ♡

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Dagerously LOVER ( Kristao, Taoris (ABO) - Capítulo 2 - Capítulo 2

                [Kris]


Acordei com um peso encima de mim,...

Aish. Era um beta,...exagerei ontem. Me levantei e segui para o banheiro, fiz minhas higienes e em seguida entrei no box deixando a água quente cair sobre meu corpo e me relaxar um pouco. Fechei os olhos e o cheiro daquele ômega que "ajudei" veio em minha mente, eu pude senti-lo ali. 

Droga! Eu queria saber quem ele é, como está...

Eu não me importo com ninguém a não ser meu irmão, Luhan,meu pais adotivos e irmão.  Depois da morte dos meus pais, eu nunca mais fui o mesmo...


                        [×]                     

Há alguns anos atrás, minha família sofreu um acidente de avião, ...Eu O Lu e o Sr.Wang fomos os únicos sobreviventes.

O Sr.Wang que cuidou de mim e do Lu, nossa família estava falida e não nos restou nada além de uma casa, o Sr.Wang nos "adotou" fez  de tudo por nós, foi a família que eu e Luhan não tivemos mas nem tudo era tão bom assim,...quando eu tinha uns 15 anos descobri que o Sr.Wang se envolveu com a marfia, a marfia chinesa e tinha uma dívida de mais de 4 bilhões...

Foi aí que a ficha caiu pra mim, como eu pude imaginar que com um único emprego ele conseguiria dar de tudo pra mim e o Lu? 

Mas essa não era nem a ponta do iceberg, no ano seguinte nossa casa foi invadida e aqueles homens de preto nos casaram em cada cômodo, mas já prevendo tal visita, o Sr. Wang tinha nos levado para a casa do irmão dele e no outro dia só recebemos a notícia da morte dele, aqueles homens o assassinaram por dinheiro! Naquele mesmo ano, fomos levados para um orfanato, qual eu tratei de fugir mas antes,prometi que voltaria pelo Luhan, e assim fiz,depois de quatro anos eu voltei, não aquele garoto inocente de anos atrás mas sim, alguém que eu nunca pensei que me tornaria,... 

Durante esses longos quatro anos eu fiz muitas coisas, mas também, me envolvi com a marfia chinesa, a mesma máfia que tirou meu "pai" de mim, no começo me viram apenas como um aprendiz mas logo eu mostrei o que sabia fazer, depois foi so treinar minhas habilidades com armas de fogo e armas brancas, conquistei a confiança do chefe, me tornei a pessoa que ele mais confiava dentre aqueles, mas ninguém sabia do meu passado ou o porquê de está ali,elas também não se importavam mas, o Real motivo de ter entrado pra marfia foi somente vingança, eu havia prometido que faria o responsável pela minha dor e a dor do Luhan pagar com a vida, meu objetivo final era matar o chefe da marfia eu faria isso no momento propício mas,uma descoberta sobre mim me fez concretizar minha vingança mais rápido. Descobri que sou um lúpus, os lobos mais fortes dentre os demais, comecei a desconfiar quando meus cabelos começaram à ir drasticamente de um castanho para um branco platinado, depois disso pesquisei e todas minhas características eram iguais aos dos lúpus e isso de certa forma foi bom pois seria mais fácil pra mim acabar com aqueles filhos de uma vadia. Um mês depois dessa "descoberta" eu Kris  - Como as pessoas desse ramo me conhecem - na frente de todos aqueles matei o chefe e apenas um golpe da minha espada foi o suficiente para a cabeça dele descer rolando os degraus do altar. Aquele ato foi o suficiente para todos aqueles que o seguiam se curvar diante de mim e me reconhecer como chefe. Assim me tornei o lobo mais temido neste ramo. Mas eu não ficaria envolvido naquilo, não dá forma que era antes, tráficos, assassinatos,...etc.Mudei muitas coisas e uma dessas foi a proibição de roubo do dinheiro público, o resto estava de pé. Deixei uma pessoa no comando de tudo, um ômega da minha confiança, um amigo, uma das poucas pessoas que me conhece de verdade, depois disso voltei para Beijing para buscar minha preciosidade, meu ômegazinho o qual eu sentia muita falta. Nessa época eu tinha 20 anos, e o Lu,15...ele estava morando com uma família adotiva a qual era muito boa e me aceitaram como um filho,no começo foi estranho mas eu fiz isso pelo Luhan, ele estava feliz e isso era o que interessava para mim. No final daquele ano eu o Lu e nossa nova família nos mudamos pra Coréia, foi aí que eu fundei a Vogue. Conheci o filho de sangue dos meus pais, Kim Jongdae...o qual se tornou meu melhor amigo e trabalha comigo.-Meus pais adotivos são Kim SeokJin e Kim Namjoon, são coreanos que moravam na china- Jongdae é um ano mais novo que eu, tem 25 e eu me tornei o irmão mais velho já que o Lu tem 20. Nos temos uma boa convivência...

No entanto eu não sou tão apegado aos Kim como Luhan é...como eu disse, não sou muito de demonstrar sentimentos, não sou afetivo, sentimentos são perigosos por isso, não me envolvo com absolutamente ninguém, não se for pra ser algo sério.

                        [×]                        



Vesti o roupão e segui para meu closet, vesti algo casual ajeitei meus cabelos e sai dali, o beta ainda dormia, sai do cômodo e procurei um(a) dos(as) meus(minhas) enpregados(as) para cuidar do beta que está no meu quarto mas acabei encontrando um baixinho na minha cozinha fazendo algo...

-O que esse ômega faz aqui a essa hora? 

Pergunto me aproximando.

- Yin, você sabe que horas são? Você já deveria está no escritório há muito tempo, Jongdae me ligou e pediu pra mim vir aqui já que em plena segunda-feira o presidente não aparece na empresa. 

- Não é muito cedo pra se estressar Lu? E você não deveria está na faculdade?

Falo o abraçando e ele me empurra. 

- Wu Yifan já são quase meio dia e eu só vou pro campus nas terças e quintas! Você é um irresponsável! Olha o que eu achei...pois é, aquele ser que está na sua cama te apagou e o Sem vergonha tinha planos bem elaborados,..um mini Yifan talvez mas eu dei um suco bem saudável pra ele...não tô afim de ser tio e muito menos cunhado daquele...rancento!

Que ômega revoltado.

- Obrigado baixinho. Mas você sabe que eu não quero nada sério com ninguém não é?! Aish,...estou com fome, o que é isso que você fez?

Pergunto.

- Seu almoço seu poste! E é sushi...e outra, pra você casar, eu tenho que gostar do ômega ou beta ...eu tenho que autorizar...

- Não se preocupe, isto não vai acontecer...e onde estão os empregados?

- Dispensei,...e aquele beta, pelo o que todos os ômegas e betas falam, você não dorme com suas aventuras...

- Ele não é nada e quando acordar vai embora e você diz como se...

- Como não, você pega todos, todos Wu Yifan e  o pior é que esses iludidos tem esperança com você! E não negue...

-Alguém já te falou que é feio interromper os mais velhos? E você está me difamando, e eu não durmo com ninguém,...não por espontânea vontade, isso só aconteceu uma única vez...

Falo continuando a comer.

- Que? Quem foi? 

- Tchau,...estou saindo,se cuida.

Falo lhe dando um beijo na testa e sigo para garagem, entro na Ferrari preta e sigo para empresa.


                       [×]


- Olha quem deu as caras! Boa tarde! 

Jongdae fala entrando no escritório de Yifan.

- Boa Tarde. 

- Só quero que assine estes papéis, é uma autorização para a contratação de um novo desingner e um secretário, você demitiu o seu e o Baek não dá conta de você e do Chanyeol...

Chen fala e Yifan se limita apenas em assinar os papéis.

- Eu o demiti por uma ótima razão.

- Yifan, ele só chamou o Lu pra sair,...o que têm de mais nisso?

- Ninguém, absolutamente ninguém chega perto do meu irmão! 

- Que horror...não sei como o Luhan  te suporta. Bom, com licença! 

Chen fala saindo do escritório de Yifan.

                  [...]


- Ei Channie, contratarão outro secretário pro Chefe supremo e então eu serei apenas seu secretário,...novamente! 

Baekhyun fala entrando no escritório do diretor.

- Baekkie, você não é apenas meu secretário, você é meu! 

Chanyeol fala preesando o menor contra a parede.

- Quem te disse isso sr. Park? Eu não tenho nenhum anel de compromisso com ninguém então,...

- Cala a boquinha...

Chanyeol fala colocando o indicador nos lábios do menor.

-Hoje a noite, às 19, no meu apartamento. Te espero.

Dá um selinho no ômega.

- Hum,...não sei se poderei ir Sr Park, sabe, tenho muitos compromissos e todos eles está na categoria de encontros. Não te garanto nada...

-Sim, garante, eu vou garantir sua presença, nem que eu te sequestre! Não admito ninguém perto de você! 

- E eu devo te lembrar Chanyeol que eu não sou sua propriedade, não sou um objeto que você usa e depois joga fora! 

Baek fala empurrando o outro.

- É você não é, é mais que isso, é, meu namorado, meu ômega,meu tudo...

Chanyeol fala puxando o outro e o beija de forma carinhosa.




[♡]



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...