1. Spirit Fanfics >
  2. Dama de Espada >
  3. Pequenos detalhes da nossa vida

História Dama de Espada - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Como teve comentário pra mim continuar acho que nem todo mundo desistiu de mim afinal de conta
E agradeço a vocês por isso
Boa leitura a todos 😊

Capítulo 18 - Pequenos detalhes da nossa vida


Fanfic / Fanfiction Dama de Espada - Capítulo 18 - Pequenos detalhes da nossa vida

~Elizabeth pov~

Parecia que tinha amarrado um bloco de cimento a minha cabeça, de tão pesada e dolorida que ela estava, não queria nem abrir os olhos.

“Da próxima prometo que vou beber menos” prometo a mim mesma como sempre quando estou de ressaca . Não me leve a mal eu adoro beber, e na minha opinião até tenho uma certa tolerância ao álcool, mas em dias como esse em que parece que o mundo tá girando, eu me pergunto até que ponto sou capaz de me controlar pra não chegar mais nessa situação horrível “são as circunstâncias Elizabeth, relaxa” falo tentando me acalmar.

“Linda desse jeito e ainda fala sozinha? Parece que ganhei na loteria” Robert comenta, seguida de uma risada gostosa de escutar.

Me viro na cama para olha-lo, ele estava de pijama e todo sorridente sentado na poltrona com um copo de suco de laranja na mão.

“Acho que ganhou na loteria sim” forço um sorriso ao falar mesmo com essa dor de cabeça que parecia me consumir, me forço a se levantar então percebo que estou com a mesma roupa de ontem a noite “odeio dormir de jeans”

“Foi uma pena não poder tirá-la pra você” ele fala se levantando e vindo até mim me dando um beijo na testa.

“O sol lá fora parece tá forte” falo respirando fundo, sentindo um cheiro gostoso de café “que horas são?”

“Dez e alguma coisa” Robert falou analisando o quarto “nunca tinha reparado nisso” ele fala levantando e pegando o porta retrato de uma foto minha na frente de um cassino em Vegas.

Sorri involuntário ao lembrar da foto, não porque ela era engraçada ou porque gostasse dela, essa foto só ficava ali porque quem a tirou foi Spencer, estava ali pra me mostrar como vivemos bons momentos, como ele me fez rir nesse dia. É engraçado como a gente nunca pensa que exatamente aquele momento que vivemos é o que vai se eternizar nas nossas mentes.

“Até porque a única vez que esteve aqui eu não ti dei muito tempo pra olhar qualquer coisa além do meu corpo” comento, tentando esconder tantas recordações boas que a foto me causou.

“Pode ser” ele coloca o porta retrato de volta no lugar “eu fiz café” ele fala se dirigindo a porta “te espero na cozinha” 

Troco de roupa e lavo o rosto na esperança de me sentir mais apresentável, me sento a sua frente na ilha e apreciou as panquecas na bancada.

“pelo menos um de nós sabe cozinhar” falo mordendo a panqueca.

“eu sei sobreviver, não cozinhar” 

“Sobreviver pra mim já parece ótimo” falo rindo.

“Parrish” Robert fala e sinto um certo tremor não casual na sua voz, o que me causou calafrios pelo corpo, abri a boca pra falar mas então ele continuou “Eu queria fazer algumas perguntas” ele falou agora normal e então começou devagar “eu fiquei intrigado desde ontem na hora que aconteceu, entretanto, você estava um pouco bêbada pra mim  tocar nesse assunto”

“O que você quer perguntar?” falo gentil o cortando.

“Ontem você estava com uma agente do FBI” ele começa e dessa vez não o corto “o que me fez pensar que eu não estava louco quando escutei você falar uma vez que você iria demorar 10 minutos para chegar a UAC, na época achei que tivesse entendido errado, mais depois de ver você com a Jareau” ele parecia pensar nas próximas palavras então eu resolvi ajudar.

“Você quer saber se trabalho lá?”

“Quero, você me disse que era psiquiatra não uma agente do governo” ele me encarou sério, eu ia me explicar mais então esperei pra ver onde ia dar “Aa Parrish” ele fala soltando a respiração com pesar “pra mim a gente estava começando um relacionamento, só que do nada percebo que você está mentindo pra mim” ele continuava com aquela expressão seria e fria, algo na maneira dele me questionar me fez lembrar da época que eu interrogava os criminosos na prisão.

“Calma Robert” falo mais pra mim mesma do que pra ele, tentando manter a serenidade porque se o respondesse da maneira que eu queria, tinha certeza que seja lá o que temos iria acabar agora “se você sabe o que é a UAC, você entende que precisam de profissionais da área mental para trabalhar” disse colocando minha mão sobre a dele “em momento nenhum menti para você, sou psiquiatra sim, e trabalho na UAC, e em momento nenhum omiti tal fato, só nunca tive a oportunidade de contar em detalhes” falo me levantando e agora sentando ao seu lado.

“Me desculpa se parecia alterado” ele fala por fim sorrindo 

“Como conhece a JJ afinal de contas?” 

“Trabalhei com ela na unidade de antiterrorismo a algum tempo” 

“Você é do FBI também?” pergunto, me sentindo agitada pela nova informação, pois eu quis começar algo com ele, mais é engraçado porque eu não sei nada dele, e em momento nenhum senti curiosidade de saber mais da sua vida.

“Já fui” Ele responde e começo pensar onde me meti, só pode ser carma eu me envolver com agentes da lei.

“E agora?” Pergunto

“Agora o que?”

“Onde trabalha agora Grint?” falo me lembrando que só descobri o sobrenome dele ontem.

“CIA” ele responde baixo como se tivesse revelando um segredo de estado.

“Parece que não fui a única que não contou o que faz da vida” falo sorrindo e me levantando pra lavar o prato, satisfeita pela conversa ter terminado bem.

Após isso o tempo passou tranquilo, saímos para almoçar e depois fomos para casa de Robert.

“E como é ser agente secreto da  CIA Grint?” 

“Você fala Grint de um jeito tão sexy, que chega me excitar” coloco a mão na boca fingindo estar horrorizada com tal comentário.

“Se controla” falo cutucando suas costelas, era bom estar com ele era uma atmosfera tão boa, sentados juntos assistindo comédia romântica, parecia uma tarde de domingo perfeita.

“A maior parte do tempo é bem tranquilo” 

“Imagino, já que você tá sempre no bar”

“Eii” ele fingiu estar indignado com meu comentário “você não deveria saber disso, mais tem uma base da CIA muito perto daquele bar, então as vezes quanto saiu do serviço gosto de beber ou conversar com o dono do bar que é um bom amigo” ele olha meu rosto e depois meu corpo “ é destino eu estar lá os dias que você estava” ele completa risonho.

Já era quase hora da janta então decidimos pedir pizza, e Robert foi tomar banho. Então usei o celular dele para entrar no meu email, afinal tinha passado o dia todo sem meu celular, mandei mensagem para meninas perguntando se alguma delas estava com ele. Estava apavorada com a ideia de o ter perdido, minha vida e secretos estavam nele.

“Sabe o que eu estava pensando agora Parrish?” Ele fala saindo do banho

“Que eu poderia ter ido tomar banho com você?” pergunto me virando pra olha-lo

“Não” ele sorri todo malicioso “se bem que era uma boa ideia”

“O que você pensou então?”

“Se você trabalha na UAC com a Jareau, e ela trabalha com o Reid” quando ele fala o nome do Spencer parece que o mundo todo para por um segundo “e seu ex chama Spencer” ele completa rápido e enquanto ele fala, eu já imagino onde ele quer chegar, eu só não sei como ele conhece o Spencer e também não sei porque algo dentro de mim se sentiu cada vez mais exposta a medida que ele ia descobrindo pequenos detalhes da minha vida “ele é seu ex? Porque ser for tá explicado”

“O que tá explicado?” falo rindo da maneira com que ele falou a última frase.

“Ta explicado porque você gosta tanto dele, o cara é sensacional” ele fala com uma voz de admiração, e percebo que eu falando do Spencer deve ser disso para pior “achei que ele fosse gênio demais pra essa coisa de amor” ele fala agora se sentando ao meu lado “mas pensando bem, acho que você é igual Afrodite desperta esse sentimento em todos os homens que ti conhecem” 

“Não me fala que já  trabalhou com ele também” falo ignorando seu último comentário. Não sabia como, nem porque estava conversando sobre meu ex-namorado com meu atual mas tudo bem.

“Eu precisava de alguém como ele para me ajudar em alguns casos quando ainda trabalhava lá, então a Jareau nos apresentou” ele termina, e agora me olhava de um jeito que não conseguia decifrar.

“quantas coincidências” é tudo que consigo dizer, então a campainha toca ao mesmo tempo que o celular apita “deve ser nossa pizza” falo enquanto ele levanta pra pegar “to com uma..” então começo ler a mensagem e nem termino de falar,  era da Prentiss.

“Hotch e o diretor estão ti ligando, e só dá fora de área (o que faz todo o sentido já que você perdeu) Ligue o mais rápido possível “ 

Ela termina deixando um número.

“É o que?” Robert pergunta com a pizza na mão.

“vou fazer uma ligação rapidinho” aviso me levantando e indo pro quarto onde estava silêncio.

 ~ligação on~ 

 “Alô” 

“Dr.Parrish, é o diretor” 

“Boa noite, me desculpe entrar em contado só agora, acredito que a agente Prentiss tenha comunicado que perdi o celular” falo me explicando.

“Ela avisou sim” ele faz uma pausa “eu queria ti comunicar, sei que um pouco em cima da hora que amanhã pela amanhã terá uma reunião com todas as equipes”

“Você quer que eu chegue mais cedo?” 

“Não, no horário normal, mas queria pedir que viesse a UAC hoje às nove horas, pois a equipe do agente Hotchner vai para um caso hoje, então devemos fazer a reunião com eles antes disso” eu ia reclamar perguntando porque não poderia fazer essa reunião que eu nem ao menos sabia do assunto, depois que eles chegassem, no entanto ele é meu superior e não posso discutir nem ir contra suas ordens.

“Estarei aí às nove então”

“Obrigado, até logo” então ele desliga.

~ligação of~

“Temos 35 minutos” grito para Robert, saindo do quarto e indo pra cozinha.

“Para que?”

“Tenho que estar na UAC às nove” falo sentando a mesa “esta com a cara ótima” comento da pizza e mordo um pedaço.

“Calma aí” Robert fala após uma minutos e para de comer me olhando “você tá sem carro” dou um sorrindo largo pra ele,  já com cara de quem vai pedir algo.

“Eu sei, você vai me levar a UAC” ele me dá uma piscadela concordando com a cabeça.


Notas Finais


O que estão achando?
Críticas construtivas são sempre bem vindas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...