1. Spirit Fanfics >
  2. Damn Passion ( Incesto ) >
  3. Capítulo 6

História Damn Passion ( Incesto ) - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei!

Espero que gostem do capítulo de hoje e porfavor não me matem 😅



Boa leitura!

Capítulo 6 - Capítulo 6


                     


                   Madison POV





Christopher havia ido embora há poucos minutos mas eu ainda não tinha tomado coragem para entrar em casa. Justin com toda certeza está irritadíssimo comigo apenas esperando eu passar pela porta para acabar comigo e me deixar roxa de tanto apanhar, da última vez que discutimos desse jeito há 3 meses ele além de me deixar roxa teve a coragem de cortar meu cabelo com uma faca, pode parecer drama mas meu cabelo era a única coisa que me fazia sentir um pouco mais bonita e Justin sabia disso porém eu não esperava que, em meio a um surto, ele cortaria praticamente todo meu cabelo o deixando mais curto possível. Agora está crescendo novamente mas não acho que volte a ser oque era antes e nem que eu volte a me sentir bonita. Estou pensando seriamente em buscar as crianças na escola e não voltar 'pra casa nunca mais.



— Então você está com medinho de entrar Maddie? Pensou bem no quão errada está?! — Eu só não contava com a presença de Justin bem ao meu lado encostado na parede enquanto me encarava fixamente, sua voz estava completamente alterada e ele mal conseguia ficar em pé sem cambalear um pouco, Justin estava bêbado e com raiva, aah porra!! — Já sabe oque vai acontecer não é?! Por isso está com medo. — Ele ia se aproximando e eu, logicamente, recuando.


— J-Justin porfavor.. — Correr não era uma opção pois ele é bem mais ágil que eu e gritar por ajuda também estava fora de cogitação. Além de quase não termos vizinhos nos arredores, mesmo que me ouvissem não fariam nada pois nunca fazem, quando mais nova eu ainda tentava chamar a atenção deles mas eles nunca quiseram se meter e duvido que agora seria diferente.


— Por que eu teria piedade de você?! ME RESPONDE VAGABUNDA! — Recebi o primeiro soco que foi seguido de um chute, logicamente eu me desequilibrei e caí para trás então ele me puxou pelos cabelos e saiu me arrastando para dentro de casa, lutei até o último momento contra isso mas de nada adiantou, Justin é muito mais forte que eu e escapar é inútil pois ele virá atrás de mim novamente com ainda mais ódio.


— M-Me desculpa por aquilo Justin foi o calor do momento! E-Eu não vou fazer de novo, prometo! — Eu realmente achei que ele iria me ouvir? Não demorou muito para Justin bater minha cabeça na parede e me jogar no chão com tudo, depois dali vieram socos, chutes e diversos puxões de cabelo. Sou uma completa idiota por pensar que ele não me bateria desta vez eu até que desisti de resistir aquilo, só queria que tudo terminasse logo ou que eu desmaiasse antes como sempre.


— VOCÊ NÃO PASSA DE UMA VAGABUNDA MADISON, VAI APRENDER A ME RESPEITAR POR BEM OU POR MAL! — Outra vez ele bateu minha cabeça na parede mas agora foram repetidas vezes até sangrar, sangue esse que ficou em quase toda parede e que ainda manchou um pouco do carpete branco, a dor era tanta que eu mal conseguia pensar direito porém isso não impediria Justin de me torturar até que perdesse a consciência.



Após vários socos no rosto e minha consciência indo embora aos poucos ele saiu de cima de mim e foi para cozinha, aquela era a minha chance! Consegui ficar em pé cambaleando muito mas eu consegui! Pena que minha felicidade durou pouco pois Justin voltou da cozinha com uma faca e agora andava calmamente em minha direção sorrindo.



— Fique calma querida Maddie eu não vou te matar ainda, será o suficiente para te machucar um pouquinho.. — Antes mesmo de raciocinar oque iria acontecer ele me puxou para perto dele, colocou uma de suas mãos em meu pescoço até que começou a me sufocar e eu a me desesperar por não conseguir respirar. — Você fica tão linda assustada Maddie, eu quase acreditei nesse seu teatrinho.. — Justin rindo, esfaqueou minha coxa 3 vezes. Comecei a gritar na mesma hora e recebi mais um tapa que me derrubou no chão, doía tanto havia sangue por todo lado agora minha calça já tinha uma coloração vermelha e nos meus olhos lágrimas de dor. Ele viria 'pra cima de mim novamente se não tivesse caído antes disso.


— SE AFASTA DA MINHA IRMÃ SEU BÊBADO FILHO DA PUTA! — Meus irmãos estavam ali e Elliott havia quebrado uma garrafa na cabeça de Justin. Reparei em seu rosto e junto das lágrimas havia uma expressão assustada ali seus olhos estavam vermelhos e sua respiração parecia descompassada, Eleanor não estava diferente parecia assustada demais com tudo aquilo além de ter o rostinho todo vermelho por conta das lágrimas, aquilo me cortou o coração. — Maddie..


— Venham aqui — Assim que e aproximaram de mim eu os abracei com toda força restante em mim, esses dois são o grande amor da minha vida a única razão pela qual eu continuo aqui aguentando tudo sozinha, os amo demais para simplesmente ir embora pois se eu for eles vem comigo — Eu estou bem, vou ficar bem não se preocupem ok? — Acabei sorrindo após depositar um beijo na testa de cada um deles.


— M-Maddie você não está bem! P-Precisa ligar para a polícia esse idiota ainda vai te m-matar e eu não quero te p-perder. — O semblante choroso de Elliott continuava o mesmo fazendo assim sua fala sair um pouco embolada, ele está tremendo também, nunca o vi assim.


— Você sabe muito bem porquê eu não ligo Elliott, eles tirariam vocês dois de mim e se isso acontecer eu não vou suportar a dor..sou capaz de aguentar qualquer coisa dele apenas para ter vocês por perto, vou proteger vocês até o fim dos meus dias. — Odeio chorar na frente deles mais neste momento foi impossível, as lágrimas foram teimosas e acabaram descendo por mais que eu tentasse impedir seria em vão, quero que eles lembrem de mim sorrindo que se lembrem dos melhores momentos e não de toda tristeza vivida. — V-Vão para o quarto e tranquem a porta, logo assim que ele acordar vai atrás de vocês.


— Você não pode ficar aqui Maddie, está dodói — Eleanor apontou para a minha perna e eu suspirei, doía muito mas eu tentava fingir que não para não preocupá-los ainda mais.


— Eu vou ficar bem, vão logo!


— Vem com a gente então, eu faço um curativo em você Maddie. — Eu não queria mas acabei aceitando, precisava de um curativo antes que perdesse mais sangue já que ao hospital eu não posso ir e é Elliott que sempre faz meus curativos no fim das contas então porque não?



Justin não acordou a noite toda mas mesmo assim mantive meus irmãos dentro do quarto comigo por conta do medo que sentira.





Notas Finais


Soltei a bomba e saí correndo kkkkkkk

Até outro dia pessoal!



Beijinhuxx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...