História Damnation - Jikook - Capítulo 45


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Ação, Amor, Assédio, Aventura, Comedia, Drama, Família, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Gay, Insinuação De Sexo, Jeon Jungkook, Jikook, Jimin, Jung Hoseok, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Lemon, Lgbt, Min Yoongi, Ódio, Park Jimin, Romance, Suga, Violencia, Yaoi
Visualizações 273
Palavras 1.945
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aigooo!!! Vcs me deixam toda mimada com os comentários mochis (': sz

Capítulo 45 - Forty-fourth


Fanfic / Fanfiction Damnation - Jikook - Capítulo 45 - Forty-fourth

Com os olhos arregalados e um grito fino que escapou pela garganta de Park, pelo susto que acabará por leva. Jeon o virou de imediato, trocando suas posições, ficando entre as pernas grossas do menor, segurando suas mãozinhas as suas, estraçalhando seus dedos.

Jungkook sorriu malicioso, com as pupilas dilatadas, quase devorando o loiro apenas com o olhar. Inclinou seu corpo, colando ao do pequeno, que gemeu dengoso ao sentir a perna do moreno, enfia em suas coxas, pressionado sua pimentinha, a fazendo despertar-se aos poucos.

Um sorriso satisfeito e cafajeste surgiu nos lábios finos, que foram mordidos pelo moreno após esfregar seu quadril ao membro do menor.

Jimin miou manhosinho, arqueando as costas querendo mais daquele contato delicioso ao seu membro. Viu a tinta escorrendo pelos fios negros na face do mais velho, sentindo seus dedinhos serem apertados com força pelas mãos grandes do outro a cada movimento feito pelo mesmo.

O mais velho desceu seus lábios pela boca ainda suja com o chocolate do menor, passando a ponta de sua língua sobre suas bochechas, podendo sentir o gosto doce. Desceu para seu queixo, ouvindo os gemidinhos manhosos em seu ouvido, o deixando ainda mais duro.

Jeon fingiu uma estocada falsa, vendo Jimin soltar um gemido alto em surpresa e arrepia-se por inteiro. O loiro puxou Jungkook pela camisa com seus dedinhos, lhe trazendo para perto, tentando mover seu corpo, querendo outra vez ser estocado, sentindo sua entradinha se contrair ao toque que sentirá nos meios de suas pernas.

Jungkook apenas riu contra a pele branquinha, descendo suas mãos pelas coxas, as colando ao redor de seu quadril, voltando a se movimentar. Simulando uma penetração no pequeno, segurando uma de suas pernas no alto de seu ombro, começando a estocar a bunda do menor.

A intenção ao fazer isso, era apenas tortura Jimin.

O que o moreno não esperava, era que teria que se alto tortura, e segurasse para não fôder-lo.

Porra. Jimin era fodidamente lindo gemendo baixinho em seu ouvido.

Fazia com que Jungkook se sentisse entorpecido e insano para tê-lo em si. Podendo sentir o interior quietinho e apertado do pequeno ao redor de seu pau.

Só imagina-lo quicando em cima de seu membro, gemendo seu nome com sua vozinha manhosa, e implorando para ter Jungkook mais fundo dentro de si. Deixa o moreno ao ponto de enlouquecer.

Jeon não via a hora do menor fazer seus dezoito anos. E só então, foderia Park Jimin em todas posições imagináveis até deixa-lo sem andar.

Com as pontas dos dedos, Jungkook os levou até a barra da calça do loiro, a puxando para baixo devagar, sem desviar seus olhos do pequeno a sua frente, que ainda gemia.

Um bico se formou nos lábios do loiro, ao ver que Jeon tinha parado de lhe estocar.

A sensação do quadril de Jungkook, batendo contra sua bunda, era algo gostoso, fazendo com que Jimin se arrepiar-se até a espinha.

O pequeno estava ansioso, mordia o própria lábio fortemente, esperando com que Jeon retirasse o tecido de suas coxas, que já o incomodava, sentindo os espasmos em seu pênis, quando o tecido deslizou sobre a extensão da cabecinha de seu pau. Estava tão sensível, que qualquer toque lhe faria gemer.

Jungkook pode ver que o menor não usará mais nada por baixo, - e ficou imensamente feliz por isso - apenas sua calça, que agora foi removida até seus calcanhares, deixando exposto suas coxas brancas e seu pequeno falo pulsante para fora, já podendo ver o pré-gozo se formando na cabecinha.

O moreno desceu seus olhos para a pele branquinha que parecia implorar para ter sua marca ali. Tão lindo.

Puta que pariu.

Controle-se, Jeon Jungkook.

Suas mãos foram ao encontro do pênis do pequeno, o rodeando com sua palma, o sentindo quietinho. Ato que fez Jimin grita arqueando as costas, em finalmente seu pauzinho está recebendo atenção.

O lugar se tornou um verdadeiro forno. Deixando ambos com corpo a ferver.

Jeon desceu sua outra mão para a parte de sua coxa, as apertando o máximo que pode, querendo a todo custo deixar a pele vermelhinha com suas digitais.

Passou a ponta de seu polegar sobre a glande inchadinha, já sentindo o pré-gozo em seus dedos.

Ele não estava diferente. Só ver Jimin se contorcendo no chão abaixo de si, e gemendo seu nome a cada segundo, lhe deixava ao ponto de querer goza, sem ao menos ter tocado em seu pau.

O viu abrir a boca fechando os olhos, se debatendo desesperado por mais contato.

Isso só fazia com que Jungkook, o queira tortura-lo ainda mais.

Pelo seu próprio prazer, ao ver a coisinha pequena implorar em gemidinhos manhosos por si. Era torturante, porém gostoso em ter aquela visão privilegiada.

— D-dói... — Jimin miou dengoso, querendo estocar contra a palma de Jungkook. O moreno segurou sua cintura, o impedindo de se mexer, ou fazer qualquer movimento com seu quadril.— Pa-apai...— Choramingou ao ver que não conseguia se mover.

Seus olhinhos estavam marejados, sua boquinha ainda suja com o doce, formava um bico manhoso, enquanto seus dedinhos gorduchinhos, se enfiava nos ombros no moreno, que machucavam a pele de Jeon, pela força que o menor usava ao apertar-los e corta com suas minúsculas unhas.

Ouvir Jimin lhe chamando daquele jeito, fez com que Jeon, - quase que inconsciente de seus atos - desce outra estocada, agora em seu pênis exposto.

Jimin gemeu arrastado tombando sua cabeça para trás.

Jungkook passou mais uma vez seu polegar sobre a glande, o torturando. Inclinou-se deixando um estalo em seu pescoço, sugando a área com força. Sabia que ficaria roxo. Mas o que importa? Jimin é seu mesmo.

Fingiu outra estocada assim que mordeu a orelha do garoto levemente, ouvindo um gemido alto vindo do loiro. Jeon estremeceu ao sentir a perna do menor bater em sua verilha.

Jungkook deixou sua respiração acelerada bater no pescoço do pequeno, podendo ver os pelinhos do menor se levantarem, escutando suas lufadas, a procura de ar em meios aos gemidos.

— Lembra do palavrão que você falou, meu amor?— Sussurou rouco e baixo em seu ouvido.

Jimin voltou a choramingar, estremecendo pela voz autoritária do moreno, apertando suas pernas ao redor da cintura do outro. Gemendo alto quando sentiu seu pênis tocar o do mais velho, que ainda estava com a roupa.

— Repita o palavrão que falou, Jimin.— Jeon o ordenou, começando a mover sua mão sobre o pênis do pequeno.

Park literalmente começou a rebolar sobre a mão do outro, tentando se saciar a todo custo. Não conseguindo controlar seus gemidos que saiam como miados desesperados.

— Repita.— Jeon voltou a ordenar, parando seus movimentos no falo do menor que choramingou em desgosto por não sentir as carícias em sua pimentinha latejante.

— Ca-aralho...— Jimin disse mais como um gemido, fechando os olhos com força em deleite.

Jungkook o olhou, agora levando sua mão para entradinha rosadinha, a rodeando com seu indicador lentamente, passando o pré-gozo natural de Park pelo local apertadinho.

Podia a sentir se contraindo contra seu dedo, e Jimin gemia descontroladamente querendo ter mais contato com os dedos longos de seu hyung.

Tão apertadinha. Aah, Jungkook se imaginava a arrombar aquele buraquinho com o seu pau grosso, a deixando largar, indo fundo e forte no seu menino.

— O que eu falei sobre palavrões, Jimin?— Sussurou pondo só a pontinha de seu dedo na entrada do menor, podendo sentir o mesmo ser empurrado para fora pelas partes externas do garoto ao tentar entrar.

Jeon gruniu puxando os cabelos do loiro para trás, tendo a pele de seu pescoço exposta, deixando aquele cheiro delicioso de Park adentrar suas narinas, o deixando ainda mais insano.

Não conseguia nem entrar com seu dedo, imaginar entrando com seu membro, então.

— Não-o... pode fala-ar...— Jimin murmurou então, jogando sua cabeça para trás, quando sentiu a boca de Jungkook lhe marcar com uma certa possessão.

Ele adorava aquilo.

— E você falou.— Acusou contra a pele do garoto, o vendo assentir em concordância.— O que eu devo fazer com você então?— Perguntou voltando com sua mão para o pênis do pequeno lhe bombardeando devagar.

Gemidos manhosinhos saiam da boquinha vermelha de Jimin. Que já sentia o suor descer pelo seu rosto.

— Pu-unir...— Miou dengosinho, abrindo minimamente os olhos, encarando as órbitas negras que lhe fitava com luxúria.— Punir o bebezinho-o... do hy-yung.— Disse fazendo Jungkook trincar os dentes grunindo alto.

Esse garoto quer me deixa louco, só pode.


Jungkook pensou, o pegando pelos braços e lhe virando sem nem um cuidado, tendo agora sua bundinha branca, impinada para si.

Um sorriso satisfeito surgiu em Jungkook, quando viu seu garoto impinar-se.

Jimin pôs as duas mãozinhas juntas, olhando por cima do ombro vento seu hyung se deitar em cima de seu corpo.

Umidecendo os lábios, Jungkook afastou as nadegas do pequeno, deixando sua entradinha totalmente a mostra. Ele sorriu ao abaixe-se, dando um beijo de cada lado na bunda do loiro.

— Eu quero beijar-lo, Jimin.— Ditou calmo, grudando suas mãos nas nadegas durinhas de Park. Jimin ia fazendo menção de levantar-se para obedecer seu hyung, só que foi impedido pelo mesmo.— Não na boca, bebê.— Falou cafajeste, sorrindo após descer sua boca pela bunda redonda de Jimin.

Beijou delicadamente cada lado de sua bunda, colocando a língua para fora a descendo devagar até chegar no buraquinho rosado de Jimin.

Jungkook ouviu um gemido mais alto que o normal do menor, quando adentrou com sua língua na entradinha virgem do loiro. Sentindo que até mesmo sua língua, era difícil de entrar ali, por ser tão apertada.

Jimin podia jura tá vendo estrelas, pois a sensação era deliciosa e arrebatadora, lhe trazendo coisas novas em seu corpo. Fazendo com que o menor fechasse os olhinhos com força ao sentir as lágrimas de prazer querer sair de seus olhos.

Jimin estava literalmente chorando de prazer.

Ter a língua de Jungkook, lhe rodeando e chupando seu buraquinho como se fosse sua boca, o fazia grita em delírio se apoiando com os cotovelos no chão para não cair.

Jungkook o beijava, passando a ponta de sua língua pela entrada do pequeno, a sugando enquanto suas mãos trabalhavam em parti as bandas da bunda do loiro as apertando fortemente.

Jimin estava adorando aquela punição, o fazendo gemer alto. Até o momento em que sentiu a boca do outro se afastar e sua calça ser colocada novamente.

Park olhou por cima dos ombros, choramingando em frustação.

Jeon tinha um sorriso enorme no rosto, enquanto se levantava, retirando o excesso de tinta de seu corpo.

— Hyung-g...— Escutou a voz dengosa lhe chamar.

Jungkook abaixou os olhos, obsevando que o menor estava na mesma posição, com o beicinho manhoso em sua boquinha e seus olhinhos cheio de água.

Caminhou até o pequeno, o ajudando a levantar, pondo cada um de seus pés apoiados no seus, rodeando sua cintura e caminhando até saída de vagar.

— Essa será sua punição.— Jungkook avisou sorrindo de lado, dando impulso para o loiro, o erguendo em seu quadril.

Avistou os homens voltarem para terminar seu trabalho. Os olhando curiosos por ver seu padrão cheio de tinta com o menor. Jeon nem deu importância, indo em direção ao seu quarto com o loiro agarrado em seu tronco ainda com sua carinha chorosa.

— Hyung... não-o.— Choramingou levando suas próprias mãozinhas a sua pimentinha que latejava por atenção, querendo se aliviar de algum modo.

Jimin estava prestes a chora por não chegar em seu orgasmo. Ainda sentia seu corpo em chamas e queria atenção.

Jungkook o repreendeu, afastando as mãos do menor dali.— Não ouse.— Disse sério.— Não poderá se tocar, até aprender a não me desobedece.


Notas Finais


pra quem gosta de uma fic lemon pessada, leiam minha Namjin anjinhos

Just one night: https://www.spiritfanfiction.com/historia/just-one-night--namjin-13751564

°°°
e pra quem gosta de uma fic cute!! leiam minha Jikook mochis

My Kitten: https://www.spiritfanfiction.com/historia/my-kitten--jikook-13929985

eu acabei de criar-la!! Tá tão fofinha deusu!!

próximo capítulo sai no domingo... até lá nenis (': saraghaen sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...