História Damned Souls - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon, Detetive Joe West, Dr. Harrison Wells, Dra. Caitlin Snow, Eddie Thawne, Iris West
Tags Aventura, Caitlin, Cisco, Eddie, Iris, Romance, Snowbarry
Visualizações 304
Palavras 770
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa é a minha primeira fic SnowBarry e de The Flash. Espero que gostem, mas preciso que saibam de alguns avisinhos relacionados a história:

• A fic é SnowBarry, e talvez tenha algumas mudanças nas personalidades de tais personagens.

• Nenhuma escrita é perfeita, então haverá erros sim.

• É um romance meio clichê.

• Os personagens nem o mundo me pertencem, exceto por Blake.

• A fic não é movida a comentários,pois gosto de escreve-la, mas não é como se sua mão fosse cair.

• Tentarei postar capítulos todo sábado.

Capítulo 1 - Capitulo Um


Fanfic / Fanfiction Damned Souls - Capítulo 1 - Capitulo Um

QUANDO A STAR LABS DESCOBRIU o próximo meta-humano, foi completamente por acaso. 


 Barry estava saindo de uma de suas cafeterias favoritas para voltar para o laboratorio, quando notou uma garota sentada na esquina do café. Não que isso fosse uma coisa anormal, dado que era uma quinta-feira e havia um punhado de pessoas espalhadas por toda a Central City. Mas por algum motivo desconhecido, ele sentia que havia algo de diferente sobre a garota.

 A garota estava tão absorta em obsevar a um homem e uma muler do outro lado que não percebeu que Barry a estudava. Barry seguiu o olhar para o casal tendo uma conversa platônica, e ficou confuso. Porque ela parecia estar tão interessada no que eles estavam fazendo? Seu comportamento mais parecia um leão enquanto observava sua presa. De repente ela fez algo ligeiramente estranho. A garota tocou três dedos nos lábios e soltou um beijo a suas vitimas completamente incoscientes.

Então, ela se levantou, com um sorriso satisfeito nos lábios, ela saiu andando, sem nem mesmo notar um Barry intrigado a observando.

Seus olhos a seguiram quando ela virou a esquina, perguntando-se se deveria ir atras dela. Decidindo esperar e ver o que aconteceria, Barry ficou onde estava. Mas, nem cinco segundos depois, o casal supreendeu Barry ao se lançarem um ao outro agarrando agressivamente o rosto do outro.


Ele andou em passos largos, pronto para separar a briga, quando ele é surpreendido mais uma vez. Eles não estavam brigando.Eles estavam se beijando. Dois estranhos estavam se agarrando bem na frente de seus olhos, na frente de todos ao redor.

– Barry, você tem certeza de que não era apenas um casal normal fazendo demonstrações de carinho? – Caitlin pergunta com uma sobrancelha levantada.

– Não, não era – Barry assegura. – Você não viu o que eu vi lá. Foi como se alguém tivesse invadido suas mentes. Bom, pelo menos acho que sim. Porque um estranho sofreria aleatoriamente com um beijo? – disse com reluntancia – E porque duas pessoas, que pareciam que quase não se conheciam, agiram como autocaristas famintos que encontraram água?

– Então...Ela é uma meta-humana que pode fazer as pessoas...queiram dormir um com o outro? – Cisco pergunta com um ar de diversão.

 Barry revira os olhos.

– Não, é algo mais complicado que isso. Eu acho que ela pode fazer pessoas se apaixonarem.

 Caitlin inclina ligeiramente a cabeça.

– Como Cupido?
– Exatamente.
– Hmm... um Cupido feminino... – diz Cisco, pensativo. Barry podia quase ver sua mente trabalhando em um nome para dar a meta-humana.
– Bem, Sr. Allen – o Dr.Wells começou com calma – Eu faria um pouco mais de pesquisas sobre essa garota antes de enfrenta-la. Descubra como ela usa os poderes primeiros e se ela pode afetar outros aspectos de emoção humana, como raiva e medo.
Barry concorda.
– Tudo bem. Cisco, excecute os programas de reconhecimento facial e veja se consegue encontra-la.
Cisco senta-se na mesa do computador.
– Eu preciso saber pelo menos o nome dela para puxar um conjunto de dados e tenho 100% de certeza de que tenho 0% certeza de que posso começar.
Barry olhou para ele surpreso.
– Então como encontramos todas essas informações?
– Bem, geralmente eles são todos maus que tentam fazer de tudo para aterrorizar Central City – Caitlin diz, digitando no computador – e em sua defesa não é como se ela quizesse dominar o mundo.
– Como a encontraremos, então? – pergunta Barry.
– Se você me der a descrição, posso tentar controlar o reconhecimento facial das caracteristicas e tentar encontra-la. – Cisco diz.
– Bem, pelo menos é um começo – Barry diz – Ok, ela tem cabelo castanho e... – começa.
– Curto ou longo? – Cisco interrompe.
Barry pensa. – Longo. Realmente longo.
– Claro ou escuro? – Caitlin questiona.
– Er... escuro.

Nesse momento, Wells saiu do quarto, claramente, tendo dito tudo o que queria sobre o assunto. Onde ele foi para a maioria dos dias ainda era um mistério e uma pergunta na parte de trás da mente de todos. Quero dizer, um cara em uma cadeira de rodas só pode ir tão longe.

– Cor dos olhos? – Cisco pergunta 

– Acho que castanho claro.

–Quantos anos? Meados ou vinte anos atras? Talvez trinta? – Cisco adivinha.

Barry balança a cabeça.

– Não mesmo. Ela era jovem, devia ter 18 anos no máximo 19.

Caitlin e Cisco levantaram as sobrancelhas para ele simultaneamente –Nos nunca encontramos um meta-humano tão jovem ainda ...  Caitlin desloca-se desconfortavelmente, então começa a caminhar em direção a eleCuidado quando você vai lá. Seus poderes podem ser mais fortes do que os outros meta porque ela os pegou antes de atingir a maioridade adulta. E ela pode não ser capaz de controlá-los tão bem.

Ela para na frente dele e tem aquele vinco entre as sobrancelhas.

Barry sabia bem.





Notas Finais


Esse não é o meu cap favorito mas é importante.
Se vc não shippa SnowBarry, pare de ler?Na verdade me pergunto o que vc está fazendo aqui, masss
espero que tenham gostadooo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...