História Damned Souls - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Darling in the FranXX
Personagens Futoshi, Goro, Hiro, Ichigo, Ikuno, Kokoro, Miku, Mitsuru, Personagens Originais, Zero Two, Zorome
Tags Críticas Para A Sociedade, Drama, Goroxichigo, Mikuxzorome, Romance, Zerotwoxhiro
Visualizações 89
Palavras 3.207
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hi guys, welcome back to my channel! ( eu tinha que fazer essa piada, desculpem ksksks)

Angels, MUITO OBRIGADA MESMO PELOS 21 FAVORITOS! Pode parecer uma coisa boba, mas isso significa muito para mim! E também, obrigada pelos comentários!

E, antes de ir ao capítulo, perdão por não ter postado no último sábado! Período de provas é bem puxado, e a maioria delas caí bem nos sábados!

Agora, chega de enrolação e vamos ao capítulo! Boa leitura!

Capítulo 4 - Ditf


Autora POV


Ao ver Zero Two virar as costas depois daquela frase um tanto quanto brincalhona, Hiro ficou observando seus cabelos rosas que balançavam no ritmo do vento. 


Ele tocava seus lábios com frequência, e o gosto dos lábios de Zero Two permanecia em sua mente. Ele daria de tudo para saber como era a expressão da mesma quando estava realizando tal ato mas, ficou de olhos fechados durante todo o tempo. 


Mas depois de ficar nesses pensamentos paralelos e excitantes ele voltou a realidade, e foi a caminho de seus amigos. Ele precisava falar sobre aquela incrível experiência. 


~*~


Quando entrou na sala, viu Goro e Mitsuru sentandos no sofá conversando sobre algo. 


- O jantar já está pronto ? - Ele perguntou chamando os mesmos. 


- Ainda não. Mas onde você esteve ? Estávamos te procurando. - Goro perguntou. 


- Eu estava na varanda, com a Zero Two. 


- Demorou bastante, o que ficaram fazendo ? - Mitsuru perguntou curiosos. 


- Inicialmente... Observando as estrelas. 


- Como assim "inicialmente" ? - Indagou Goro. 


- E que marca é essa no seu pescoço ?! - Mitsuru disse surpreso. 


- Foi a Zero Two. Eu fui para a varanda tomar um pouco de ar, e ela estava lá sentada no apoio da varanda observando as estrelas e me convidou para ver também. Lá a gente conversou sobre uma coisa chamada sonhos, e foi incrível. Até que... Ela encostou os nossos lábios. 


- Não me diga que vocês fizeram o famoso beijo ?! - Os dois falaram em uníssono. 


- Isso mesmo.


- Durou quanto tempo ? 


- Mais ou menos uns dois minutos, e foi a sensação mais gostosa que já senti. É como se uma corrente elétrica estivesse percorrendo pelo meu corpo naquele momento... Foi estranho mas ao mesmo tempo tão legal. 


- Pela sua cara, deve ter sido mesmo. Mas, eu tinha lido que isso só deveria ser realizado se fosse com uma pessoa especial para você em sentidos românticos... 


- Zero Two me disse a mesma coisa, por isso eu não posso fazer isso com mais ninguém somente ela. 


- Isso quer dizer que... Você está apaixonado pela Zero Two ?! - Goro e Mitsuru perguntaram pasmos. 


- Que ?! Não! - Respondeu prontamente Hiro, mas depois ele franziu o cenho. - Quer dizer, eu acho que não... 


- Indo pela lógica, não dá para uma pessoa se apaixonar assim tão rápido. - Disse Mitsuru porém Goro negou. 


- Existe uma coisa chamada amor a primeira vista. Pode ser o caso do Hiro, ou pode acontecer com qualquer um de nós. Porém, só quem pode realmente saber disso é você Hiro. 


- Ah eu não sei de mais nada! Só sei que gostei do beijo e que eu quero fazer isso com a Zero Two outra vez. 


- Aproveitando a oportunidade... Eu quero falar uma coisa para vocês dois. - Mitsuru falou meio tímido. 


- Fala. 


- É que... Eu e a Kokoro... 


- Ei ei do que vocês estão falando ?! - Zorome disse interrompendo Mitsuru. 


- Nada importante. Onde vocês estavam ? - Misturu desviou do assunto. 


- Explorando a casa! Ela é enorme cara! - Futoshi disse admirado. 


- Tentamos ver o quarto das meninas mas a Miku me atacou com uma vassoura e doeu para caralho! - Ele reclamou e eles riram. 


- Francamente, vocês são tão infantis. - Zero one disse descendo as escadas. 


- Quem você tá chamando de infantil ?! - Retrucou Zorome. 


- Você. Se tem uma coisa que eu odeio é gente bagunçando, gritando ou fazendo o que bem quiser como se nessa casa não houvesse regras a serem cumpridas. Já basta a minha irmã, não preciso de outro rebelde sem causa! 


- Ei! Dr. Franxx disse que a casa também era nossa a partir de agora! 


- Infelizmente! Não sei o porquê o papai insiste tanto em manter vocês aqui, ao invés de deixa-los numa casa como fez com os outros. A propósito, o gosto que vocês tem para decoração são horríveis. 


- Você entrou em nossos quartos ?! - Indagou Hiro pasmo. 


- Óbvio que sim. Estou nos meus diretos, não sei que tipo de coisas vocês podem ter trazido daquele lugar escroto. 


- Uma intrusa não pode entrar nos nossos quartos desse jeito! - Protestou Zorome. 


De repente Zero One, com uma velocidade incrível, saiu das escadas e ficou frente a frente com Zorome. Ela o fuzilava com o olhar. 


- Essa é minha casa, meu território. Estava aqui bem antes de vocês, então não seriam você o intruso ? 


- ... 


- Aprenda qual é o seu lugar, seu merda. Aqui você segue as ordens do líder, e quando papai não está EU sou a sua líder! - Ela disse suspendendo ele pela gola da camisa, com muita força o deixando no alto. - Eu fui clara ? 


- S-sim... 


- Ótimo. - Ela soltou ele no chão. - Agora se me dão licença, eu tenho deveres a fazer. 


E assim que ela saiu, fomos acolher Zorome que estava com as mãos no pescoço, respirando de maneira descompensada. 


- Você está bem ?! - Futoshi perguntou. 


- Aquela garota... Ela me cheira problema! - Mitsuru falou ajudando Zorome. 


- Ela... Ela é forte demais! Eu juro que fiquei com a respiração falha por um momento! 


- É bem estranho... - Goro falou. 


- O que é estranho ? - Perguntou Hiro. 


- Nada muito importante, só um vago pensamento que surgiu aqui em minha mente. Melhor irmos checar se os quartos estão "organizados" vai que ela mexeu em alguma coisa! 


Então, todos subiram as escadas, às pressas. 


~*~


Enquanto os garotos resolviam seus "problemas" as meninas estavam resolvendo os delas. No momento, todas encontravam-se reunidas no quarto de Ichigo e Zero Two, porém a rosada não estava lá. 


- Uau! O quarto de vocês duas é bem grande! 


O teto do quarto era azul bem escuro, com estrelas por toda parte no mesmo, destacadas de cor branca. A parte do quarto de Zero Two, tinha uma cama de casal das cores rosa, preto e branca. Havia várias prateleiras brancas em formato de janela, onde podia-se ver flores de Sakura com alguns galhos de árvores, e essa decoração se estendia por toda a escrivaninha e a cabeceira da cama. Na parte da janela, havia uma decoração de papel de parede de tijolos meio brancos, o tapete do quarto era cinza, havia o guarda roupa branco e uma pequena prateleira com alguns livros. 

A parte de Ichigo, tinha atrás da cabeceira da cama um papel de parede de tijolos cinza com alguns quadros bem joviais. A cama de casal com o lençol branco, algumas almofadas coloridas, bancadas azuis na escrivaninha que tinha o notebook, material escolar, que nem na escrivaninha de a Zero Two, prateleiras com algumas decorações e principalmente o que Ichigo mais gostava, bichinhos de pelúcia, com uma cortina cor vinho na janela. Havia uma bancada retangular azul que servia como banco do lado da cama de Ichigo. 



- Você está exagerando, Miku. Eu achei que o quarto tem quase o mesmo tamanho do que tínhamos lá em Mistiltein. 


- Nada haver, Ichigo! O quarto de vocês é bem maior do que o de Mistiltein. - Kokoro disse. 


- E como acha que será a sua experiência com a Zero Two ? - Ikuno perguntou curiosa. 


- Não sei... Mas não posso negar que estou curiosa! Ela parece ser muito legal, pude perceber isso só pela decoração da parte dela do quarto! 


- É mas... Você não achou ela muito estranha ? - Naomi perguntou e todas a olharam com o cenho franzido. 


- O que você quer dizer com isso, Naomi ? - Kokoro perguntou. 


- Eu reparei um pouco nela,na Zero One e no Dr. Franxx... Eles não se parecem nem um pouco! 


- Nós sabemos disso. - Elas falaram. 


- Vocês não acham isso muito... Suspeito ? 


- Só achei meio estranho, mas não sabemos como as pessoas aqui se vestem, agem nem nada do tipo. - Opinou Miku. 


- De onde nós viemos, tudo mundo era perfeito. Então, ver umas peculiaridades para nós é uma sensação diferente e até mesmo estranha. Por isso, acho precoce julgarmos a aparência dela e de sua família antes de conhecer eles direito. - Ichigo falou séria. 


- Só estava falando a minha opinião, eu acho que tudo está bom demais para ser verdade. 


- Não vou dizer que confio totalmente neles, estaria sendo mentirosa se disse-se isso. Porém, eles nos ajudaram e isso é muito gratificante! - Ichigo falou. 


- Ok ok, chefe já entendi. - Naomi disse com as mãos para o alto. 


- Gente, aproveitando a oportunidade... Quero contar uma coisa a vocês! - Kokoro disse. 


- O quê ? 


- É sobre mim e o Mitsuru-kun... - Ela disse com as bochechas um pouco coradas. 


- O que tem vocês dois ? 


- Nós... Nós estamos ficando juntos! - Kokoro disse com a cabeça baixa, todas arregalaram os olhos. 


- Desde quando isso ?! - Miku perguntou. 


- Isso está acontecendo desde que estávamos em Mistiltein .Tudo começou, quando o Mitsuru-kun teve uma crise de asma. Eu estava fora do quarto eu não tinha um pingo de sono, e foi aí que eu vi o Mitsuru-kun passando mal. Ele se recusou a pedir ajuda, porque como tínhamos poucos dias antes de nosso destino ser decidido, ele queria provar que não ia se tornar um trabalhador inferior inválido... Aí eu o ajudei. 


- Ok, até aí entendemos. Porém, como exatamente vocês ficaram juntos ? - Perguntou Ikuno intrigada. 


- Bem, às vezes nós dois ficávamos nos encontrando secretamente. Muitas das vezes conversávamos sobre diversas coisas, eu descobri que ele é muito sensível, gentil; bem mais do que eu imaginava. E em uma de nossas conversas, que não foram poucas, ele... tocou meus lábios com os dele. 


- VOCÊS O QUÊ ?! - Gritou Miku. 


- E-eu sei que não deveria fazer isso, que nós dois não deveríamos ter feito isso... Mas, eu gostei! Algo dentro de mim acendeu, como se fosse uma chama que precisasse ser despertada! 


- Kokoro, isso foi errado! Você... - Naomi foi interrompida por Zero Two. 


- Você não fez nada de errado. - A rosada disse encostada na porta do quarto com os braços cruzados. 


- Como você pode dizer que ela não fez nada de errado ?! Ela fez sim! - Naomi se exaltou. 


- Está querendo insinuar que seguir o coração e os sentimentos ao invés de lutar contra os próprios desejos somente por um caprichos filhos da puta do governo, é errado ? - Zero Two a disse olhando séria. 


- E-eu não quis dizer isso! Eu só... 


- Até porque, se você concordasse estaria sendo hipócrita. - A rosada falou. 


- O quê ?! - Zero Two aproximou seus lábios do ouvido dela. 


- Sim, eu sei do seu segredinho. - Ela disse rindo, e Naomi ficou quieta. 


- Regras são regras, Zero Two! - Protestou Naomi tentando parecer calma. 


- Regras foram feitas para serem quebradas. - Retrucou Zero Two.


Depois de ver que Zero Two tinha as respostas na ponta da língua, Naomi se sentou novamente. Em seguida, foi até Kokoro e segurou suas mãos. 


- Não liga para o que os outros pensam sobre isso. Você só está seguindo o seu coração, lá em Mistiltein vocês tinham seus desejos suprimidos, eram treinados para isso. Aqui, vocês são livres então só vivam a vida! 


- Zero Two... Tem, certeza ? 


- Se ambos se gostam, não tem problema. Até porque, isso irá facilitar muito no processo da escola. 


- Como assim, Zero Two ? - Ichigo perguntou. 


- Surpresinha. - Ela disse com um dedo indicador nos lábios. - Ikuno, eu posso falar com você um minutinho ? 


- Claro. - Ela se levantou calmamente e foi para fora do quarto com Zero Two. 


~*~


Já fora do quarto, Ikuno ficou encarando Zero Two esperando ela se pronunciar sobre o assunto. 


- O que quer falar comigo ? 


- Eu sei do seu segredinho, entre você e a Naomi. - Ikuno arregalou os olhos. 


- E-eu não do que você está falando! 


- Você sabe muito bem do que eu estou falando. Você e a Naomi se gostam, mas você se recusa a aceitar o amor dela, por medo do julgamento alheio. 


- ... Como você...


- No carro consegui confirmar tudo. 


- Por favor Zero Two, não conte a ninguém! E-eu juro que não estou com ela, eu sei que é errado...! - Ela foi interrompida pelos dedos da rosada. 


- Isso não está errado! Seres podem sim desenvolver atração por outros seres do mesmo sexo.


- Mas... Isso é uma deficiência... 


- Lá, podia até ser. Mas aqui, não é nenhuma deficiência! Existem vários como você, é até mesmo homens, se você está feliz é o que importa! Garotas gostam de garotas como garotos gostam delas! 


- Zero Two... 


- Aqui você não será tão julgada, só seja feliz com quem quiser! 


- ... 


- A Naomi gosta muito de você, eu consegui perceber isso. Não desperdice sua felicidade por medo do julgamento de uma sociedade hipócrita. Aqui ainda tem pessoas que julgam, porém são poucas. 


- Eu... Eu... 


- O jantar está pronto! - Zero One gritou antes mesmo de Ikuno responder. 


- Não precisa responder nada para mim, só pensa em você, e em como os seus sentimentos podem ser livres agora. - Zero Two disse indo para as escadas. 


Quando as meninas saíram, Zero Two subiu no corrimão da escada e foi escorregando. 


- YABADABADABADUUUU! - Ela gritou enquanto descia. 


- Isso parece ser tão legal! - Miku disse. 


- Venham! É divertido! - Encorajou Zero Two. 


- Não é muito perigoso ? - Ichigo perguntou. 


- Isso que deixa tudo mais foda ainda, gata. - Zero Two falou animada. 


Com tanta agitação, os meninos saíram de seus quartos. 


- O que está havendo aqui ? - Goro perguntou. 


- Hey, Darling! Desça também! - Ela disse ao ver Hiro. 


- A Zero One vai brigar conosco se fizermos isso! - Zorome gritou. 


- Façam que nem eu, é só dizer: " Vai para puta que pariu". Vão por mim, é mais legal do que descer normalmente. 


Todos se entreolharam. A vontade de ser um pouco rebelde era muita, mas o lado domado deles também estava se fazendo presente. 


Foi então, que Goro teve uma atitude surpreendente. Ele foi o primeiro a se posicionar para escorregar. 


- G-goro! Cuidado, você pode se machucar! - Ichigo disse preocupada. 


- O que é a vida sem um pouco de adrenalina ? - Goro perguntou. - Exatamente, sem graça. Agora que tenho liberdade vou viver para me divertir! 


Ele escorregou sentando que nem Zero Two. 


- Caralho, isso foi demais! Venham pessoal! 


Todos fizeram o mesmo. Ichigo foi a segunda a realizar o ato, porém a mesma vôo um pouco alto, correndo o risco de cair. Entretanto, Goro a segurou pegando-a em seu colo.


Os dois se encararam por um tempo, mas depois Goro foi o primeiro a desviar o olhar. 


- O-obrigado, Goro... 


- P-por nada... - Ele a colocou no chão. 


Então, todos foram, sem nenhum problema. Exceto Hiro, que estava temeroso. 


- Vem logo, Hiro! - Apressou Zorome. 


- Mas... 


- É legal, vai por mim. - Ichigo disse. 


Hiro respirou fundo, e ainda teve a rebeldia de optar por descer a escada escorregando de pé! 


- Caralhoo, isso é muito bom! - Ele disse se sentindo um verdadeiro surfista. 


Porém, ele se desequilibrou e assim como Ichigo, vôo. No entanto, Zero Two astutamente o pegou em seu colo. 


- Te peguei, darling. - Ela disse encostando a cabeça na dele. 


- Zero Two... Os chifres... - A mesma mudou a expressão, ao ver os chifres o machucando um pouco e o soltou. 


- Agora que terminaram a fuleragem... Será que podem ir comer que nem pessoas educadas ? - Zero One disse com a expressão facial bem irritada. 


- Vai para a puta que pariu. - Todos falaram rindo e indo em direção até a mesa de jantar. 


- Vê se não dá uma de Tokio, e estraga tudo Zero Two. - Zero One disse e depois foi para a mesa. 


Zero Two cerrou o punho esquerdo, e começou a morder suas largas unhas da mão direita enquanto ia para a mesa de jantar. 


~*~


O resto da noite de ontem foi um tanto quanto silenciosa. O jantar foi silencioso, Zero Two por algum motivo não quis dormir em seu quarto, pelo menos não no mesmo horário que Ichigo e os outros foram dormir. 


Todos acordaram cedo para ir à escola. Os uniformes eram realmente diferentes um dos outros. O de Ichigo constituía em uma saia cinza quadriculada, blusa branca com a gola para cima e uma gravata meio cinza com listras vermelhas e azuis, e ela também usava um enorme casaco de capuz. 


O de Miku, era a blusa branca de mangás cumpridas, que a mesma dobrou um pouco, com a saia cinza quadriculada, um laço na blusa para prende-lo e substituir a gravata que tinha as mesmas cores e detalhes, e seu casaco vermelho amarrado na cintura. 


Kokoro usava a mesma saia que as meninas, porém usava um uniforme mais casual com o blazer cinza que ela abotou até embaixo dos peitos, deixando amostra a gravata meio esverdeada com listras. 


Zero Two, tinha o uniforme semelhante a Kokoro porém o seu "casaco" era aberto. E Naomi era semelhante ao uniforme de Kokoro. 


Ikuno, usava um casaco roxo por cima da blusa branca de mangas cumpridas com um laço, igual ao do uniforme de Miku. 


As meninas pegaram as mochilas e foram para o carro que já as aguardava. 


O uniforme dos meninos, era quase igual, só que os mesmo podiam usar bermuda ou calça preta ou cinza. E assim como as meninas, tinham que usar tênis. 


A vestimenta de Zero One, era diferente de todo, tirando o fato da saia ser igual a das meninas, o seu blazer cumprido erabrancoo, tinha um laço com babados jogado para baixo na parte de cima do uniforme o prendendo. E a blusa branca por dentro do blazer, com as golas para cima. 


~*~


A escola estava vazia, ou pelo menos os corredores estavam vazios. 


- Cara, eu tô tão ansiosa para saber como vai ser! - Miku disse empolgada apertando a alça da mochila rosa. 


- Eu vou aprontar todas com a professora, Hehehe! - Zorome disse com o tufinho do cabelo balançando. 


- Hã ?! Nem pense em me envergonhar seu bastardo! 


- Você é que devia parar de me envergonhar! - Eles disseram fazendo novamente a briga de tufinhos capilares. 


- Por favor pessoal, contenham-se. - Kokoro disse tentando separar os dois. 


- Nós não iremos para a sala de aula ainda, pelo menos não vocês. - Zero One disse com os braços atrás das costas. 


- Como assim ? - Eles perguntaram confusos. 


- Está na hora de vocês saberem o verdadeiro motivo de serem escolhidos, e o que irão fazer nessa escola. - Zero Two disse virando-se para todos. 


- E o que seria ? - Futoshi perguntou. 


- Fusão. 


























Notas Finais


Mistériooooooo ehehehehehehehe.

Ó os casais se desenvolvendo aí gente, kksksks.

Gostaram do capítulo ?

Cya!

Os links do quarto: https://pin.it/f7sgwmngueqpzs Zero Two

Ichigo: https://pin.it/f7sgwmngueqpzs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...