História Dançando com a máfia - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Visualizações 37
Palavras 1.219
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii, xuxus!!! Amo vcs❤️ Espero que gostem!!! E por favor, leiam as notas finais.... é importante.

Capítulo 9 - Mundo da lua


Fanfic / Fanfiction Dançando com a máfia - Capítulo 9 - Mundo da lua

                       P.O.V CLAIRE

- Muito bem classe, leiam o capítulo 3 do livro amarelo!- meu professor grita em meio a zona que virou a minha classe - Dispensados!

          

O sinal toca em seguida, me apresso no corredor em direção ao meu armário.

 

   - E então... como foi a aula do Jorge? - diz Vin encostando no armário ao meu lado.

   

Eu olho para ele com uma cara de “é sério que você ainda pergunta”. O idiota só ri, não preciso falar nada, ele já entendeu. 

 

Enquanto eu luto para fechar meu armário e imploro mentalmente para as pessoas ao redor falarem mais baixo, percebo a chegada de Jaz e os “tapinhas” dados entre meus amigos.

 

 - E então, a gente vai né? - diz Jaz animada. - No lava-rápido, certo?

 

Vin me encara, vish, vamos voltar a esse assunto. Bufo já imaginando.

 

 - Nem me fale disso Jazmin - digo sem cabeça - Já foi um saco a aula do Jorge, imagina depois que a diretora passou na classe para falar sobre isso, foi um desastre!!! 

 

   - É, mó nada vê - diz Vin concordando comigo - tanta coisa para fazer, e o comitê de formatura escolha o lava-rápido como melhor jeito de arranjar dinheiro.

 

 - Tá, eu sei, eu sei, não foi a ideia mais brilhante do mundo - Jaz diz assumindo com as mãos para o alto - E só para vocês saberem, eu votei na ideia das barracas do beijo.

 

Eu e Vin nos encaramos tentando não rir da situação. A culpa não é da Jaz, nem de longe, mas ela tem que entender que as pessoas tem compromissos, ou que elas simplesmente não querem ficar o fim de semana no colegio- para ser mais precisa: no estacionamento do colégio.

 

 - Olha, não foi a melhor ideia - a loira admite - mas é isso, esse é o jeito para arranjar dinheiro para formatura. Vai ser essa sexta, depois da aula e sábado dia inteiro. Terá turnos, e praticamente todo o pessoal do último ano vai ajudar...

 

Eu a olho.......é pensando bem, é a nossa formatura. E eu sei o quanto Jaz está se esforçando para que tudo ocorra perfeito. Afinal de contas, o que poderia acontecer de tão ruim? 

 

 - Ok Jaz - digo me rendendo - eu vou, pode me colocar nos turnos.

 

 - Ebaaaa - minha amiga da um gritinho e bate palmas eufórica - Vincent, você vai ou não?

 

-Se vocês vão, eu também vou - disse convicto - Além disso, até parece que eu vou perder as gostosas da Cheryl e Kelsey de fio dental e molhadas!!! - ele diz com um brilho no olhar.

 

Bastou um simples olhar a Jaz, e a minha mana já sabia o que fazer. No segundo seguinte, nós duas demos um tapão na nuca de Vincent. 

 

 - Aiiii!!! - o moreno gritou - Isso dói suas malucas! Vão bater assim lá longe!!!

 

Caímos na risada enquanto Vin esfregava a sua palma da mão no galo em sua cabeça. Telepatía de melhores amigas: 1, Vincent:0.

 

- Isso é para você aprender a não falar o nome daquelas vagabundas em nossa presença - minha loira diz toda plena.

 

  - Aí amiga, quanto orgulho de nós, apesar de tudo, sempre tentamos educar nosso pobre menino Vincent - digo sarcasticamente e secando lágrimas falsas. 

 

Nós duas rimos enquanto Vin bufava e saia apressado ao pátio.

 

                            

                             • • • 

 

    - Tchau, senhora, até mais tarde!!! - grito para Jazmin enquanto corro em direção ao ponto de ônibus.

 

Enquanto nós 3 estávamos esperando a multidão de “cavalos” passar no corredor em direção a porta de saída - o que é sempre uma loucura quando bate o último sinal, indicando liberdade. Vin teve a brilhante ideia de irmos a um barzinho que abriu recentemente no centro, é legal, barato e fica aberto até mesmo depois do meu horário de trabalho.

 

O meu ônibus já está no ponto quando viro a esquina e saio correndo em direção do mesmo. Por sorte, o motorista já é meu amigo então me espera entrar no veículo. Graças a Deus. Cumprimento Carl e adentro no busão, achando facilmente um lugar para sentar (o bom desse horário).

 

Após a chegada ao centro, eu ainda tenho que andar umas 4 quadras até o meu trabalho. Hoje no caso, vou “correr” 4 quadras, já que a conversa com os meus amigos me atrasou.

 

Vou em disparada a cafeteria, e acaba que consigo chegar na hora, porém pareço um pinto molhado de tanto suor que acumulou por meu ser. Só não entro bufando na loja porquê meus pulmões ainda estão se recuperando da caminhada maravilhosa até aqui.

 

Mano, se eu tiver que aguentar mais uma vez o Jerry reclamando sobre eu estar pingando suor no chão limpo, eu vou meter processinho.

 

A culpa não é minha se o meu corpo e o clima não colaboram.

 

Entro na porta de serviços, e bato meu cartão. Nossa, já é quinta-feira, como a semana passou rápido. Não dá nem pra acreditar, não vi Bieber já faz um tempo.

Os bilhetes sim, a todo momento, mas a criatura de fato não, UAU!!!! quem sabe ele parou de pegar no meu pé. Hahahahhahahahaha!

 

Ao ver a data também me lembro que hoje é dia de ir na Focus. Será que as meninas da 3º fila conseguiram aprender o giro triplo? Ou se a Mary e Cait conseguiram melhorar o arabesco? Aí, espero que sim!

 

É o seguinte, além do trabalho diário na Daisy’s, eu também  trabalho três dias em uma academia de dança, Focus, lá eu faço um pouco de tudo: faxina, limpeza, ajudo as meninas da recepção, encero o chão todas as noites - por isso que eu chego em casa super tarde. Enfim, a dona da academia, a Sra. P, foi uma grande bailarina nas décadas de 70 e 80, mas infelizmente acabou rompendo o ligamento do joelho, e nunca mais pode voltar a dançar daquela mesma forma. 

 

Agora ela tem essa academia de alto nível que prepara as melhores para os melhores. Essa mulher é uma lenda. Todos anos, um monte de seus alunos conseguem bolsa em Joffrey, JOFFREY, simplesmente uma das melhores faculdades de dança do mundo, vários se tornam bailarinos profissionais, até mesmo na Broadway. E eu tive a grande sorte de ser contratada para trabalhar nessa oficina de talentos, vendo através dos vidros, aprendendo  as coreografias de soslaio e me atentando as correções dos professores às alunas enquanto eu consertava algum equipamento da sala.

 

Então em uma noite em que estava encerando o chão do salão de espelhos, dancei a coreografia que tinha memorizado em minha cabeça. Por ironia do destino, nessa noite a Sra. P tinha ficado até mais tarde em seu escritório e me viu dançando. Agora faço parte do grupo de dança avançado ( porquê ela  viu algum talento em mim naquela noite), em troca eu faço o trabalho de graça. 

 

Sou tão grata a Sra. P, nem se eu juntasse o salário dos dois empregos ia dar para pegar a mensalidade. Basicamente tenho bolsa.

 

 - Anda Clarice! - escuto Jerry gritando - Nós não te pagamos para você ficar aí parada!!!

 

Chacoalho minha cabeça para tirar os pensamentos e me concentrar no trabalho. Jerry pode até ser rude, mas ele disse a verdade. Então... vamos ao trabalho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

      

 

 

 

     

 

 

 


Notas Finais


Bem.... foi isso gente!!! Eu sei que foi curtinho esse capítulo, mas eu estou pensando em publicar “capítulos menores” como esse, só que mais vezes. O que acham? Ou vocês preferem capítulos maiores só que vão demorar um pouco mais para postar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...