História Dançando com o Diabo (Jikook-Kookmin) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys (BTS), Hoseok, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Kookmin, Namjoon, Sobrenatural, Taehyung, Yoongi
Visualizações 28
Palavras 1.234
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Terror e Horror, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Quem é vivo (por enquanto, no caso, já que minha saúde está bem debilitada esses dias) sempre aparece não é mesmo?? Mesmo que seja com um capítulo pequeno por falta de criatividade, mas aparece! Boa leitura♥️✊🏻

Capítulo 4 - O que eu faço com você??




Sensação térmica de 34 °

Alerta Vermelho, Baixa Umidade

INMET publica aviso: Umidade relativa do ar abaixo de 12%


Correção: Temperatura térmica; a mesma do inferno! Pelo menos para mim, que estou acostumado com 25°. Acordei suando, são 11:33, um horário naturalmente quente que hoje está sobrenatural, ligo o ventilador velho que tenho, fazendo questão de o posiciona diretamente na minha cara na maior força possível enquanto retiro com pressa meu pijama, ficando apenas de cueca. Jogo-me na cama novamente, sentido o ar frio se chocar contra o mormaço do quarto e minha pele que fora espancada pelo sol que entrava da janela, não sei como não defumei enquanto dormia. Mexo em meus cabelos, posicionando-os para trás, como pode alguém sentir tanto calor assim??? Ouço meu celular tocar, não me recordo de te-lo tirado do silencioso... Porém, isso não importa no momento, o som me fez rir, já fazia muito tempo que não ouvia o toque dele que era um dos muitos efeitos sonoros de Hobi, e esse em questão era algo como "Ium papa pi pum pim pum pum pum... Purubun? Purubun!". Apalpei a cama procurando o aparelho ainda sorrindo, olhei quem havia mandado mensagem, além de Jin, havia Taemin comemorando que iremos nos ver, mas quem importava no momento era V que está marcado de vir aqui em casa com os meninos, sim, eles se oferecem, folgados! Confirmei que podiam vir às 18:30, espero que esteja mais fresco, se virem antes, creio que não vamos sobreviver por muito tempo!

Solto o celular de qualquer forma, tomando coragem para sair de meu conforto e ir comer algo, com um impulso, sento-me na beirada, calçando um chinelo qualquer, sem ao menos olhar, abro a porta, indo para a cozinha em passos amoados pelo calor, sinto leve cheiro de comida e barulho de algo sendo fatiado, mas eu moro sozinho! Que porra que... Ah, não, eu não moro mais sozinho, é o Jungkook não é? Espero que seja, antes um demônio prestativo do que um bandido esfomeado! Apressei meu andar até o local original do som. Por conta de minha distração cotidiana, acerto de forma brusca meu dedinho mindinho em algo, soltando um gemido de dor e fechando os olhos com força, droga! Esqueci de colocar essa merda de sofá no lugar certo ontem após dançar! Escuto a risada de Jeon ecoar pelo local, maldito seja!

_ Vejamos... acordou tarde de novo, estabanado e, para melhorar, belos chinelos, uh? É nova tendência? - direciono minha atenção para o chão, havia calçado um pé de cada par, clássico de Park Jimin! Subo meu olhar, encarando o mais alto que estava de costas para mim.

_ E esse avental de ursinho Pooh?? Quem diria que o senhor do inferno é tão infantil assim? Realmente espera que alguém te respeite dessa forma, senhor anjo caído??

_ Vá a merda, Jimin! É para não sujar minha blusa nova - nova o caralho, é idêntica a de ontem!

_ Eu já estou nela! - caminho até ele, tentando espiar o que está cortando, mas sem sucesso, bufo, puxando uma cadeira - O que está fazendo?

_ Lasanha, já que você não sabe cozinhar, alguém tem que tomar as rédeas para não morrermos de fome!

_ Mal chegou e já se acha o dono da casa!

_ Eu posso - respondeu, virando-se em minha direção e dando uma piscadinha, sinceramente viu???? Ri soprado por conta de seu atrevimento, estralando o pescoço.

_ Não sabe andar vestido não?

_ Uh? Ah! - me abraço tentando esconder o máximo possível de meu corpo desnudo, ainda não me acostumei em estar morando com alguém, sinto meu rosto esquentar como de costume - F-foi mal. - o vi balançando a cabeça negativamente de forma lenta - Já volto.

_ Não precisa, gosto do que vejo. Pode ficar. - respondeu, pondo o recipiente de vidro no forno.

_ Não! Eu tenho vergonha... Já volto! - levantei de pressa, indo em direção ao corredor de meu quarto, ainda com os braços entrelaçados em minha própria cintura.

_ Não devia ter...

_ ATREVIDO! - grito fechando a porta. Qual é a dele????


[Minutos depois]


_ A comida está pronta! Vem logo ou não vou deixar nada para você! - na mesma hora paro de responder Seokjin que havia me dito que seu primo estava com febre no dia anterior, por isso tinha saído mais cedo de sua escola, mas que já estava melhor. Coloco o aparelho em um dos bolsos da bermuda jeans que usava junto com minha blusa branca e agora com o par de chinelos correto, ouvindo meu estômago roncar. Chego na cozinha, vendo que Jungkook já estava comendo, sento no mesmo lugar de antes, de frente para o demônio, colocando um pouco da comida em meu prato que já estava posicionado, se o gosto estiver tão bom quanto o cheiro não irei me importar de tê-lo como hospede por mais tempo! Abocanho um pouco, enquanto o sinto me analisa com cuidado.

_ Gostou?

_ Sim! - sua reação não foi muito diferente da do dia anterior, olhos brilhando por baixo da franja e dentinhos de coelho a mostra pelo sorriso, o que sinto por ele varia entre raiva, tesão e gana por fofura! Balanço a cabeça, afastando o pensamento, outra mania que tenho. - Ah, hoje mais tarde alguns amigos meus vão vir aqui, seja normal!

_ Uh? Quem vai vir?

_ Taehyung, Seokjin e Hoseok, trate-os bem! Nada de assusta-los!

_ Ah! Eles? Não vou, mas como você irá me mostrar então? Não aceito ser taxado como um qualquer! Sou o príncipe do inferno! Mereço ser apresentado devidamente! - levantou a cabeça, erguendo uma sobrancelha.

_ E da falta de vergonha na cara também não é??

_ Vou considerar isso um elogio! - ignorei seu comentário, me questionando sobre o que foi indagado, não tinha pensado nisso ainda.

_ Bem, eu não sei como irei te apresentar, não tenho certeza se vão acreditar com facilidade em mim ou em você, mas, provavelmente, Tae vai ser o mais fácil de ser convencido, seguido de Hobi e por último Jin, podemos tentar! Infelizmente não tenho como te esconder para sempre, principalmente deles.

_ Eu posso mostrar meus olhos vermelhos!

_ Nem pense nisso!

_ Ok... - resmungou enquanto mastigava.

_ Preciso fazer compras, eles são um tanto quanto exigentes com comida e bebida...

_ Mas eu fiz compras ontem...

_ Sim, mas não tem álcool e nem doce.

_ Eu sou um ser saudável!

_ Eles não! Aliás, com que dinheiro você comprou aquilo tudo? - indaguei comendo o último pedaço que havia em meu prato, por acaso ele tem uma "Polpansa Diabólica" ou algo do tipo??

_ Com o seu.

_ O QUE??? COMO ASSIM???? - quase engasgo com a informação

_ Peguei enquanto você estava dormindo ontem. - sua serenidade me irrita, eu estou exaltado, o mesmo devia estar também!!! Eu quero brigar!!!

_ VOCÊ ENTROU NO MEU QUARTO COMIGO DORMINDO, PEGOU MEU DINHEIRO E FEZ COMPRAS COM ELE???

_ Sim.

_ JUNGKOOK!?!?

_ De nada.

_ Sério, o que eu faço com você?? - vi um sorriso malicioso surgir em seus lábios, recebendo uma resposta na mesma altura.

_ Se depender de mim, tudo.

_ Garoto???? - meu rosto esquentou novamente, me fazendo avançar contra ele e depositar um tapa em seu ombro, ouvindo sua risada - Você não tem limites...

_ Você nem imagina...






Notas Finais


Obrigada por ler! ✊🏻♥️😭


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...